Um caça F-35B durante voo de teste na Estação Naval de Patuxent River. (Foto: Lockheed Martin)
Um caça F-35B durante voo de teste na Estação Naval de Patuxent River. (Foto: Lockheed Martin)

O Departamento de Defesa dos EUA autorizou a retomada dos voos de testes das aeronaves Lockheed Martin F-35B Joint Strike Fighter, cerca de um mês depois que os aviões tiveram seus voos suspensos devido à problemas no motor.

Autorização de vôo foi restaurada na terça-feira, para os 25 jatos de decolagem curta e pouso vertical (STOVL) que estão na ativa nos EUA.

“Todas as mangueiras da linha de combustível afetadas foram inspecionadas, e aquelas fora das tolerâncias serão substituídas”, disse Joe DellaVedova, o porta-voz do escritório conjunto do programa, através de um comunicado.

As variantes STOVL foram suspensas de voar depois que num vôo de teste no dia 16 de janeiro, na Base Aérea de Eglin, na Flórida, foi abortado devido a um problema no motor, que mais tarde foi identificado como uma falha do sistema hidráulico de combustível do jato.

O problema foi causado por uma linha indevida do sistema hidráulico de combustível. Depois de uma investigação pelo escritório conjunto do programa e da fabricante dos motores Pratt & Whitney, seis linhas não-conformes foram descobertas.

As operações para as versões F-35A e F-35C não foram afetadas.

Fonte: Air Force Times – Tradução: Cavok

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!




Enhanced by Zemanta
Anúncios

13 COMENTÁRIOS

  1. E vamos em frente! Continuo sendo da opinião que quem apostar contra o F-35 vai perder….

  2. Já havia dito isto antes. o F-35 veio pra ficar, o único desfavor desse vetor é o preço, mas ao que parece a lockheed já arrumou um jeito de melhorar o seu custo beneficio. mas ainda sou mais SU-35 seja qual for a variante

  3. Quando este avião entrar em operação o mundo já estará inundado de PAK-FA e J-20. sem contar com o iraniano Q-313. kkkkk

    • Ah Claro! Com exceção do PAK FA, que é um projeto sério, um é um protótipo que sequer tem motores de geração atual, o que dirá armas e sensores decentes ao passo que o último é uma alegoria de carnaval….cada uma que aparece…

    • Antoniokings1,

      PAK FA, J-20 e tudo o mais fora F-22 e F-35, são apenas protótipos ainda… Até que se chegue a uma versão confiável dessas aeronaves, o F-35 já será operacional a nível de esquadrão nos EUA e outros membros da OTAN…

  4. O F-35 terá o mesmo futuro do F-22. Daqui a umas duas décadas ainda será comum ver notícias como problemas em se operar no alaska ou no oriente médio, integração de armamentos que os F-15 ja utilizam a 20 anos e etc.

    Fora que com as bolas fora na execução do projeto vai acabar só sendo operado pelos EUA e por Israel (que compra com dinheiro do contribuinte ianque, da ajuda bilionária que recebem dos EUA). Todos os outros vão de caças já operacionais, como rafale, gripen e Eurofighter.

    A versão B então eu acredito que nunca ficará plenamente operacional. Olha só a premissa de tal gambiarra, um STOVL supersônico desenvolvido num frame de caça convencional… onde acharam que isso iria terminar?

    E sim, concordo com o colega que disse que o PAK FA ficara pronto antes, aquele não inventou moda, é só um caça de superioridade aérea stealth, aplicou o conceito da família SU-27 a um caça furtivo, simples, funcional e prático, como todo equipamento russo.

    • Relojoeiro,

      A geração 4.5 de caças está amadurecendo somente agora… O Rafale somente apareceu com seu radar AESA em 2012. O Typhoon sequer tem ainda sua configuração T3. E quanto ao Gripen NG, somente existe dele o demonstrador de conceito, salvo engano prevendo-se o protótipo ainda esse ano. Nenhum deles é plenamente operacional em sua configuração definitiva… E é provável que quando estiverem, o F-35A já estará sendo entregue…

      Todo mundo cancelar é algo praticamente impossível… E o motivo é simples: a versão adotada pela maior parte dos compradores já está virtualmente pronta, e é o F-35A… Um outro motivo é a grande soma em dinheiro já investida pelos parceiros.

      Quanto ao PAK-FA, acredito realmente que ficará pronto ainda essa década, com sua plena operacionalidade antes de 2020.

  5. Camaradas,

    A verdade é a seguinte.

    A cada dia que passa, o F-35 caminha para a sua operacionalidade. Quanto a problemas, todas as aeronaves possuem… Ainda mais uma tão inovadora quanto o F-35, unindo a tecnologia steath ao conceito omnirole.

    E ao contrário do que se pode pensar, a configuração do F-35B, com seu motor central e o motor com o direcionador de fluxo de escape, é a configuração mais eficiente que poderia ser adotada nesse caso, permintindo uma maior performance… Ora, se fosse adotado um motor com os bocais direcionais, como o Pégasus do Harrier, poderia haver uma degradação de desempenho pelo possível arrasto gerado ( com a disposição dos bocais nas laterais ) e pelo super aquecimento dos escapes, o que limitaria o voo super sônico. Um outro problema ( detectado no X-32B e que concorreu com o X-35B ), foi o retorno dos gases quentes do escape, que retornavam ao motor, acarretando o risco de super aquecimento e perda de sustentabilidade…

  6. Esta versão F35B STOVL será a 1a a ser cancelada ou congelada neste programa…

    Motivo? Falta de grana e cortes orçamentários do pentágono…

    Pousar e decolar na vertical é coisa pra Helicópteros…

    • Edson_

      Sinto discordar… O Harrier mais que provou esse conceito atuando em conflitos que remontam desde as Malvinas até aqui…

      A capacidade de decolar com pouco pista e poder pousar em qualquer pedaço de estrada deve sempre ser contemplada. E o F-35B vem justamente para cobrir essa lacuna que será deixada com a aposentadoria dos AV-8B e dos Harrier britânicos…

    • Caro Edson, rapaz, não diga isso (a menos que você esteja folheando uma publicação retratando um Mirage Balzac, citando a Dassault e o Ministério da Defesa francês, há mais de 40 anos atrás, e essa opinião tenha “escapulido”)… 🙂

      Não se esqueça que o Harrier, mesmo terminado, era considerado por muitos militares britânicos como “um projeto azarado, uma excentricidade inútil (!)”, um comedor de dinheiro da intermediária Hawker-Siddeley, vindo dos contribuintes do Reino Unido — até as Falklands/Malvinas, um conflito vital para provar as versões do caça, como o caro _RR_ já adiantou…

      Acho que o Gabiru Transformer vai sugar ainda mais grana (imagina se os motores fossem stealth?), mas vai viver e operar, perdulariamente ou não, só “de mau”… 😀

  7. Vocês deveriam é procurar um ortopedista, seus cotovelos não param de doer.

Comments are closed.