Caça chines de 5ªGeração J-20.(Imagem: ausairpower)
Caça chines de 5ªGeração J-20.(Imagem: ausairpower)

O Pentágono afirma que não espera que o programa de caças de quinta geração da China esteja operacional antes de 2018.

“Nós não esperamos que tanto o J-20 ou o J-31 possa alcançar uma eficaz capacidade operacional antes de 2018”, disse David Helvey, vice-secretário assistente de Defesa para a Ásia Oriental. “Eu acho que tanto o J-20 quanto o J-31 ainda estão na fase de protótipo, e por isso não os vemos participarem de treinamento ou exercícios”, acrescenta.

Para o Pentágono, a China está enfatizando o desenvolvimento de sua capacidade de combate e está fazendo concretos progressos. Com relação às aeronaves de combate, eles estão focando na construção de plataformas de combate modernas e mais capazes.

Shenyang J-31. (Imagem: china.org)
Shenyang J-31. (Imagem: china.org)

O Shenyang J-31 voou só dois anos após o primeiro vôo do Chengdu J-20 em janeiro de 2011. O vôo do primeiro J-31 de teste em outubro de 2012 mostra bem a ambição da China na busca e produção de caças avançados de quinta geração.

A Aviação naval chinesa também está fazendo progressos com o seu Shenyang J-15. (Imagem: codinomeinformante)
A Aviação naval chinesa também está fazendo progressos com o seu Shenyang J-15. (Imagem: codinomeinformante)

A Aviação naval chinesa também está fazendo progressos com o seu Shenyang J-15 que está começando a operar a partir do porta-aviões Liaoning. “Nós antecipamos que a China vai passar os próximos três ou quatro anos na formação e integração antes de atingir uma capacidade operacionalmente eficaz no uso de porta-aviões”, disse Helvey. “A China provavelmente vai construir vários porta-aviões ao longo dos próximos 15 anos.”

 


Anúncios

41 COMENTÁRIOS

  1. “Nós não esperamos que tanto o J-20 ou o J-31 possa alcançar uma eficaz capacidade operacional antes de 2018″ Isso vai depender da di$po$ição dos chineses.

  2. Mas será que eles sabem se os caças AMERICANOS de 5ª geração estarão TOTALMENTE operacionais TAMBÉM em 2018 ???

    O F-35 duvido muito, quem sabe o F-22,,,

  3. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  4. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  5. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  6. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  7. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  8. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  9. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  10. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  11. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  12. O mesmo pentágono que não tinha dúvidas de que SADDAM tinha armas de destruição em massa?
    http://www.estadao.com.br/arquivo/mundo/2003/not2

    Além disso, que governo falaria na mídia que a concorrência terá um produto disponível ao mesmo tempo que o seu com grandes chances de ser mais barato? Tirando o governo brasileiro que se AUTO BOICOTA, acho que nenhum.

    Off tópic: Ooooh Editores cruéis, nenhuma notinha sobre o FA-50?
    http://www.flightglobal.com/news/articles/kai-win

  13. Então pensa: Se F-35 e F-22 demoram tanto pra ficar pronto, sabendo que eles já produziram outros aviões Stealth (F-177 ; B-2), imagina quanto os chineses tão esticando os zóio pra acerta esses dai.

    Eles tem $$$ e capacidade pra deixar eles prontos, mas que vai demorar, vai.

    Se o F-35 começou aproximadamente em 1993 (The Joint Advanced Strike Technology), ou seja, 20 atrás, eu aposto que esses projetos chineses não ficam OPERACIONAIS em 2020.

  14. se a china construir 5 PA em 15 anos, a frota de PA americanos praticamente terá que ficar no pacifico, ou seja uma minima presença no golfo persico ou mediterraneo! Por isso que a velha parceira Inglaterra está construindo 02 PA quando seu orçamento militar está sendo reduzido!

  15. Acho o prazo até otimista, pois vemos que os esses jatos de 5ª geração tem feito os engenheiros, independente da nação, perder os cabelos. Acredito que operacional mesmo, com todos os sistemas desenvolvidos e confiáveis, qualquer novo jato dessa geração (F-35/J-20/J-21/T-50) só estará após 2020.

  16. Depende… Se é para colocar essas aeronaves em operação com motores e sistemas eletrônicos russos, poderão faze-lo talvez antes disso… Agora, se for desenvolver tudo o necessário, é coisa para a primeira metade da década seguinte…

  17. Concordo! Na boa, antes de 2030, em operação full? Acho que não rola…

  18. os chineses pularam a etapa do parto com ajuda da espionagem, eles estão na fase de amadurecimento.

  19. será que as intenções do Japão, Coreia e a distante Singapura em ter os F-35 não tenha relação com a proximidade da efetivação dos furtivos chineses? Agora, junte esses 03 paises, mais as bases americanas, a India na parceria com a Russia e a propria Russia deixaram a China como o centro da maior concentração de aeronaves de 5ª geração do planeta, e isso porque ela diz que pretende viver em paz e harmonia com seus vizinhos, imagine se fosse belicista então?

  20. MJBlaya,

    Veja bem… Ter a aeronave é uma coisa. Ser capaz de opera-la a contento é outra bem diferente… Deve-se ganhar proficiência na operação de qualquer aeronave para que ela seja efetiva. E isso leva tempo; anos de trabalho…

    E essa é a preocupação maior: ter seus esquadrões prontos para combate antes mesmo que os chineses tenham uma aeronave pronta, e assim estar um passo a frente. Ou seja, a preocupação com a operacionalidade das aeronaves chinesas é apenas uma parte da coisa. A preocupação maior é estar com uma geração a frente deles, para que quando os chineses coloquem suas aves em operação, todos já tenham plenas capacidades de operar o que possuem, e até mesmo estarem avançando para além… Dessa forma, conseguem neutralizar qualquer avanço chinês no campo militar…

  21. GIORDANI

    Pode ser… É lógico pensar que os chineses também estão tendo suas dores de cabeça e é claro que vão ter desafios imensos pela frente… Mas vai depender do que querem fazer. Se for uma aeronave "quadradinha" com um radar de Mig, acho que até sai antes de 2020…

  22. Como um colega citou acima, o "pulo do gato" é que sensíveis tecnologias estadunidenses – e não sei dizer quais suas aplicações – foram "interceptadas" pelos chineses. Essa informação foi ratificada por autoridades norte-americanas, e se conseguiram algo referente a conceito e projetos novos de aviões e manufatura de materiais RAM, eles podem muito bem estar a meio caminho. Lisarb, ao contrário, dá meio passo à frente e 10 para trás.

  23. Será que até 2018 o Rafale já ganhou um HMD meu caro Giba? Melhor, será que em 2018 ele AINDA estará em produção? Fique à vontade, o choro é livre….rs!

  24. Não faz muita diferença se vai ser em 2016, 2018 ou 2020. O Fato é que os caças de 5ª geração estão ae, em pleno desenvolvimento, e se os americanos demorarem demais para uma nova geração as coisas não vão ficar tranquilas para o F-22 e F-35.

    E por outro lado, os americanos até querem que os chineses desenvolvam essas capacidades, será o motivo que precisam para seguir com o desenvolvimento dos substitutos primeiramente dos F-18E da US Navy (FA-XX) e mais tarde um sucessor para o F-22.

    E esse J-31 se me parece uma boa plataforma. Se o Brasil fosse um país sério, deveria considerar comprar a licença do mesmo, e rechear com equipamentos ocidentais.

    []'s

  25. ah Nick! 🙂 quer dizer que o F-35 não é substituto à altura do SH? quando será substituído o F-35? em 2050?… amigo, quando o F-35 estiver plenamente em produção, a USN não mais encomendará SH, não existe lógica nisso! logo, em 2020 estaremos vendo os primeiros SH saírem de cena para dar lugar ao F-35 e assim será até sua total desativação lá por 2030/35 se as ameaças não o tornarem totalmente obsoleto antes disso, mesmo em 2025 os SH (fora o G) serão relegados ao "bastantão" da USN, não à elite como são hoje. A não ser que o amigo considere que os USA tenham um caça pronto, de 6ª geração, superior ao caríssimo F-35 em 2030… mas pelo que entendo do programa do F-35 este deverá/deveria ser o último avião tripulado da USN, parece que estão adiando, mas certamente antes de 2040 provavelmente não se verá um caça do porte do F-35 estreando no pedaço… e a economia está fazendo escola… hoje mesmo… Abs!

  26. Caro Chicão,

    O F-35 na minha opinião não é um substituto à altura do SH, como esse não foi do F-14 Tomcat. 🙂

    Para entender o F-35 temos de pensar no seu programa/projeto: o JSF, o caça de ataque conjunto. Função primária : Ataque, secundária; Defesa. Suas qualidades são o de um bombardeiro: grande capacidade de carga e alcance, em detrimento de outros fatores. Não que não seja capaz de cumprir os mesmos, mas, não foi feito para isso.

    E dentro da Marinha Americana, os planos são para substituir 2 aviões de ataque: o F/A-18C/D e os AV-8B (Marines). Para isso foram feitas essas 3 versões. Os F-18E Super Hornet continuarão voando lado a lado com os F-35, até 2030, quando começarão a dar baixa.

    O substituto do SH por enquanto só tem a sigla FA-XX.

    A Boeing já está mostrando alguns desenhos do que poderá ser o sucessor do Super Hornet: Um bimotor sem cauda, capaz de operar sem tripulação, e com certeza mais furtivo que o F-35.

    A LM com certeza vai oferecer uma versão turbinada do F-35C, o super F-35C, com motor mais potente, mais pesado, ou mais capacidade de carga, ou talvez mais rápido, com supercruise descente, etc. 🙂

    Não sei se a US Navy aceitaria padronizar sua frota só com o F-35. Seria inédito. Acredito nessa hipótese somente se os EUA continuarem a cortar programas. Por outro lado, se o F-35C for um fiasco em termos de custos e capacidade, com certeza, a US NAvy vai querer outro caça para substituir os F-18E.

    Na minha opinião por questão de segurança, a US Navy vai optar por um caça novo, sem os vicios do F-35. Um caça para ser um verdadeiro ADF. 🙂

    []'s

  27. Nick, senão vejamos… o que o SH faz que o F-35 não faz? diria que o principal ele deverá fazer com "um dos pés nas costas"… sinceramente, o SH é uma avião robusto e bem equipado, mas sua célula é demasiada pesada e com agilidade muito abaixo de um F-16 no que tange a desempenho de combate, logo, o F-35 que tende a ter agilidade igual ou próxima ao F-16, no envelope mais usual em um combate, e estando bem mais equipado e num conceito muitos anos afrente do SH, com capacidade similar de carga e furtividade num nível bem superior, não vejo pq a USN deva se preocupar… só se o F-35 micar mesmo… aliás, o F-14 (do qual sou um grande fã… e quem não é?) tinha superioridade ao SH em algumas coisas mas a "distância" em capacidade de um SH para um F-35 é/tende ser muito mais brutal… enfim, para mim o SH vai ser substituído pelo F-35… primeiro, logicamente, serão os "Legacys" depois vem o SH… o F-35 será um avião relativamente novo em 2030… bem amadurecido eu diria…

  28. outro ponto, não há garantia que mesmo voando em 2018, essas aeronaves represente realmente um real perigo para os caças de 5ª americanos e russos! Não esqueçamos que as copias chinesas somente se parecem externamente com os originais!

  29. Si for para o brasil adquirir um sthealt ,que seja o su50,afinal de todos os existentes em desenvolvimento ,ele parece ser oque vai ter o menor custo beneficio,principalmente por utilizar equipamentos ja comprovadamentes testados !

  30. Caro Chicão,

    Concordo que o F-35 fará tudo que o SH faz e com vantagens em termos de sensores e furtividade, e até mesmo em questões como furtividade.

    Mas o F-35 é suficiente para o PAKFA? para o J-20? Estamos falando de um caça para Defesa de Frota, algo equivalente ao Air Dominance Fighter da USAF, que no caso é o F-22A.

    Imagine os russos desenvolvendo uma versão estendida do PAKFA como fizeram com o SU-30, ao desenvolver o SU-34. Um SU-34 Stealth. Ou então aquele bombardeiro chamado até agora de PAKDA.

    O F-35 vai ser páreo, mas não vai ter tanta vantagem assim. SE os americanos quiserem continuar com a vantagem como eles tem agora com o F-22, vão precisar de um novo caça para obter a supremacia, e especialmente a US Navy, que geralmente é a primeira a entrar em conflitos mundo afora. O F-18E está dando conta hoje, porque as ameaças são assimétricas. Mas o futuro projeta um Dragão cada vez mais ambicioso. Lembra-se do J-31? Então, imagine 4 ou 5 PAs com aquele caça, que me parece um clone do F-35, mas com dois motores.

    E os americanos padronizando tudo com o F-35, terão um caça que pode dar conta, como pode não dar. É uma incerteza que não teriam com um novo FA-XX como o da Boeing.

    O F-22 nasceu da guerra-fria. A URSS acabou, o Raptor perdeu um pouco da sua necessidade. Mas agora estamos vendo a ascensão do Dragão. Um novo F-22 pode estar a caminho….primeiro na US Navy e depois, substituindo o Raptor.

    []'s

  31. Caro MJBlaya,

    Pode ser que de tanto eles copiarem, acabem aprendendo alguma coisa. Burros acredito que eles não são. 🙂
    Só lembrar que à uns 40 anos atrás, eles estavam bem atrás do Brasil em termos industriais. E hoje, já tem marcas de carros espalhados no mundo todo.

    []'s

  32. entendo Nick tua vista, mas não concordo muito… :), quando este avião sair do papel para voar, o SH já será uma sombra na USN, tendo a grande maioria de suas unidades substituída pelo F-35… a questão não é se a USN precisa de um avião para bater o SU-50 e sim que o SH não poderá, neste cenário dos anos 2025/30 estar sendo um "cabeça" na USN… logo, o novo caça de que vc fala , será multipropósito e de maior capacidade que o F-35, servindo às 2 forças e complementando o F-35 numa espécie de Hi-low, e será em bem menos quantidades que o SH é hoje… sendo que o que acontecerá é que o SH de hoje será o F-35 e o novo caça (que vc tensiona) será o que o F-14 foi na USN nos anos 70… pode escrever amigo! 🙂

  33. Broe:

    O que vai determinar o futuro e o papel de cada uma das naves (SH e F-35), é as potencialidades de cada uma.

  34. Caro Chicão,

    Acredito eu que se a US Navy padronizar com o F-35, será a contra-gosto. 🙂 Será algo do tipo "a coisa está realmente muito feia para os EUA". Mas caso contrário veremos sim uma nova ave de rapina americana para substituir o super bug e quem sabe o F-22 mais para frente.

    Agora resta esperar para ver o que vai ser daqui 20 anos. 🙂

    []'s

  35. é Nick….daqui a vinte anos eu tenho 2 certezas, estarei "noutra dimensão" ou com 64 anos! 🙂 … abs bruxo!

  36. Nick, tu sabe que eu começo a olhar para o F-35 e imaginar que, se tudo correr bem, ou relativamente bem com ele… este avião, em quantidades "a nível USA", será uma arma na medida certa para os próximos 30 anos, isso contando USN e USAF, além dos Marines… pois vai compor muito bem o "sistema de guerra" americano, com sua sistemática ação em campanha (estado vs estado), ou seja, mísseis cruzeiro e B-2, depois a "cavalaria" composta por um mix de aviões furtivos de 5ª ger, tripulados e não tripulados, e de aviões de 4,5 geração… viu a nova arma mach 6 dos caras?… abs!

  37. Concordo com o Nick Broe! Das 3 forças a USN é a menos entusiasmada com o F-35. Tanto que é a que possui menos pedidos (260). Primeiro pelo fato dela não ter pressa visto que fora os Legacy Hornets seus caças são novos. Outra questão é que para a USN a furtividade é um meio e não um fim, como raciocina a USAF. Tanto que além de meios furtivos eles apostam em armas de longo alcance como é o caso do novo míssil antinavio de longo alcance, a ser disparado de navios, submarinos e do SH.

  38. então "entusiasmo" não seria a palavra, seria racionalidade, mas esta, devido a idade do projeto F-18 como todo, terá um valor bem diferente em 2020, quando o F-35 deverá estar bem maduro… como sempre digo, se o F-35 for 80% do que promete, não terá sentido a USN comprar mais SH… pois o F-35 será superior, e muito, ao SH em qualquer cenário, em defesa da frota inclusive.

  39. Caro Chicão,

    Se der tudo certo para o F-35, será um grande avião sem dúvidas. Mas para os EUA, ele não será um Air Dominance Fighter. Para ataque, ele sem dúvidas será o "cara". Mas e se tiver de fazer dogfights com um SU-50 "Firefox"? Será que o "cara" aguenta? Sei não…

    Sobre a arma mach6, na verdade será mach 20, se tuder certo. 🙂
    O objetivo deles é um missil de hipercruzeiro capaz de atacar qualquer ponto da Terra em uma hora. A Terra tem 40.000kms de circunferência. Então voando à 20.000kms/hora ele conseguem.

    Mas se voar à uns 8000km/h já dá um caldo…. rssss

    []'s

Comments are closed.