AC-130O Pentágono deverá anunciar hoje o castigo imposto a dezesseis militares pelo ataque mortal a um hospital no norte do Afeganistão ocorrido no dia 3 de outubro de 2015.

O Pentágono considerou que 16 militares foram responsáveis pelo ataque de um AC-130 Gunship. Um militar foi suspenso do comando e retirado do Afeganistão. Os outros receberam penas menores: Seis foram enviados para ‘aconselhamento’, sete receberam cartas de repreensão, e dois foram obrigados a cursos de reciclagem. Os 16 militares incluem um general de duas estrelas, a tripulação de um caça da Força Aérea, pessoal das forças especiais do Exército dos EUA.

As punições são o resultado de seis meses de investigação do desastroso ataque por uma plataforma AC-130, que vitimou 42 pessoas, entre médicos, pacientes e outros afegãos, além de deixar dezenas de feridos.


FONTE: Los Angeles Times

Anúncios

12 COMENTÁRIOS

  1. Não sei se as pessoas que realmente deveriam ter sido punidas foram, pq vcs sabem muito bem como funciona esses casos, as vezes quase sempre alguém paga o pato por outra pessoa mais importante.

    Mas que bom que os EUA reconheceram o erro e estão punindo os "responsáveis".

    Difícil nós aqui sem material julgarmos o erro dos outros sem temos acesso a nenhum material de estudo, porém aparentemente o erro pareceu grotesco.

    • Isso se não fizeram igual os palestinos fazem de usar civis como escudo humano.
      Vi vários documentários sobre as guerras do Afeganistão/Síria/ISIS/Iraque esses dias, e vi que o povo daquelas bandas não tem as mesmas éticas de guerra que os países ocidentais. Eles são pra lá de covardes com o próprio povo.
      E quanto mais os politicamente corretos ocidentais tentam meter o dedo, pior para os militares de lá.

  2. Se não me falha a memória, quando o ataque foi divulgado pela mídia, os EUA acusaram a Rússia de ser autora do ataque…

    • Não Renan. Você deve ter misturado as histórias. Foi noticiado que os russos haviam bombardeado um hospital em Aleppo (Síria, não Afeganistão) e os russos acusaram por sua vez os americanos que na época (fevereiro) estavam também realmente fazendo ataques na região. A história ficou por aí.

      • My bad! Obrigado pela informação. Simplesmente ignorei o final do título hahaha

  3. Isso é a "punição" por tamanha lambança??? Tudo bem, foi "só" um hospital…
    E me poupem daquelas coisas de "pelo menos eles investigam", "não se escondem", etc… Se fosse o contrário, os EUA estariam babando pelos responsáveis, propondo punições mais que draconianas.

    • E você queria que fizessem o que? Matassem os tripulantes?
      Não que os americanos estejam certos, de forma alguma, pois muita merd@ já fizeram, mas infelizmente isso é guerra, é um caso triste, mas é guerra.
      Provavelmente o verdadeiro responsável foi o que foi retirado do serviço, do qual certamente vai ter mais problemas que isso.

      • E tu chama isso de punição pô?

        E na próxima sera o que? Sem netflix e play 4 por 3 meses?

        Eles tinham é que puxar cana e da braba.

        • Pobre de quem acha que só isso vai acontecer…

          E lembrando que não foi considerado crime de guerra pelo pentágono, já que os militares não sabiam que era um hospital.

          Pode até não ser um crime de guerra, mas ainda sim uma barbaridade e uma .

    • Mesmo caso do Collateral Murder vazado pelo wikileaks, onde só puniram por causa da repercussão após o vazamento.

  4. Que bom, ja é um começo!!
    Meu comandante dizia, se não tem certeza se é seu alvo, não atira.

  5. Guerra é guerra, mas com todo o aparato de inteligência americano, foi erro crasso!

Comments are closed.