Piper PA-31 Navajo da Vortex Air.

Um piloto comercial está sob investigação após adormecer no cockpit de um avião de carga e sobrevoar seu destino em uma ilha australiana por 46 quilômetros, disseram autoridades nesta terça-feira.

O piloto, que não foi identificado, era a única pessoa a bordo de um Piper PA-31 Navajo que voava no piloto automático durante o voo de 8 de novembro desde a cidade de Devonport, na Tasmânia, a 250 quilômetros a noroeste, para King Island, em Bass Strait, sede de seu empregador, a Vortex Air, conforme um comunicado da empresa.

O piloto “inadvertidamente adormeceu enquanto comandava a aeronave”, disse a companhia aérea de Melbourne.

“A questão tornou-se aparente quando o controle de tráfego aéreo foi incapaz de contatar o piloto em voo, e a aeronave voou além do ponto de destino pretendido enquanto operava no piloto automático”, disse o comunicado.

O piloto passou “dormindo” sobre seu destino, e depois retornou acordado para pousar.

As gravações do controle de tráfego aéreo mostraram que várias chamadas de rádio foram feitas para o piloto que não respondeu, informou um jornal australiano.

O piloto pousou em segurança em King Island, informou a Vortex Air.

O Departamento de Segurança de Transporte da Austrália, um investigador de acidentes e riscos, e a Autoridade de Segurança da Aviação Civil, o regulador da indústria de aviação, estão investigando o incidente e a administração da empresa sobre a fadiga do piloto.

O departamento confirmou que o avião tinha sobrevoado o aeroporto de King Island por 46 quilômetros (29 milhas) devido ao piloto que estava dormindo. Ele disse que iria entrevistar o piloto e rever os procedimentos operacionais da Vortex Air antes que um relatório sobre o incidente seja divulgado.

A Vortex Air disse que o voo das 6h20 da manhã foi o primeiro no primeiro dia do piloto de volta ao trabalho depois de tirar uma licença. Ele continuou voando naquele dia.

O jornal disse que o piloto reportou para o serviço apesar de ter dormido pouco ou nada na noite anterior devido a uma crise pessoal.

“A Vortex Air leva a segurança de nossos passageiros, tripulação e pilotos extremamente a sério e sempre cumpre todos os procedimentos de segurança”, disse a companhia aérea. “Esta é uma ocorrência extremamente rara, conforme demonstrado pelo excelente histórico de segurança da empresa”.

A empresa disse que estava ajudando o piloto a “retornar com segurança a todas as tarefas”.


Fonte: Associated Press

SEM COMENTÁRIOS