O caça MiG-21 da Síria, no qual o piloto desertou para Jordânia.

A Jordânia concedeu asilo político nesta quinta-feira (21) ao piloto de caça sírio que desertou, pousando sua aeronave esta manhã no norte do país, informou à AFP o porta-voz do Governo, Samih Maayatah.

“O gabinete de ministros decidiu conceder asilo político ao piloto, o coronel Hassan Meri al-Hamadé, a seu pedido”, declarou Maayatah.

O governo sírio reagiu logo depois, acusando Hamadé de ser um “traidor”, afirmou o Ministério sírio da Defesa, que exigiu a restituição da aeronave militar com a qual o desertor fugiu para a Jordânia.

“O piloto é considerado um desertor e um traidor da nação e de sua honra militar. Ele será punido com base nas regras militares em vigor”, indicou o ministério, citado pela televisão oficial.

Esta é a primeira deserção de um piloto de caça a bordo de seu avião desde o início da revolta contra o regime do presidente Bashar al-Assad, em março de 2011.

O Exército jordaniano anunciou que o avião, um MiG-21, aterrissou às 10h45 (04h45 de Brasília), “sem problemas em uma base da Força Aérea da Jordânia”.

O CNS (Conselho Nacional Sírio), principal coalizão da oposição, confirmou que se tratava de uma deserção. “A aeronave decolou em alta velocidade e a baixa altitude de um aeroporto militar localizado entre Deraa e Soueida, no sul do país”, explicou George Sabra, porta-voz do CNS.

“Ele fez isso para evitar a detecção por radares”, acrescentou. O piloto é de Deir Ezzor (leste) e sua família é conhecida por sua luta contra o regime.

De acordo com uma autoridade jordaniana que pediu anonimato, o “MiG de fabricação russa da Força Aérea Síria realizou um pouso de emergência na base aérea do rei Hussein em Mafraq”, perto da fronteira síria.

Desde o início da revolta contra o regime de Assad, em março de 2011, milhares de soldados sírios desertaram. Muitos se juntaram ao ESL (Exército Sírio Livre) para combater as tropas do governo, segundo o OSDH (Observatório Sírio dos Direitos Humanos).

A Jordânia recebeu mais de 120.000 refugiados da Síria, dos quais 20.000 estão registrados na ONU.

Em 15 meses de revolta, as operações de repressão e combates entre o exército regular e os rebeldes fizeram pelo menos 15.000 mortes, em sua maioria civis, segundo o OSDH.

Fonte: AFP, via Plano Brasil

Anúncios

23 COMENTÁRIOS

    • Se fosse nos tempos da guerra fria já estaria cheio de agente da Cia lá para desmonta-lo…nos dias de hoje vão esperar as coisas esfriarem e vão devolver essa relíquia para a Siria mesmo(que já pediu de volta).

      • Tem um lixo aqui em casa Galileu e eu não acharia ruim de recebê-lo não! 😀

  1. Espero que não haja represálias com a família do coronel.

  2. Desertou em virtude de não querer matar os seus irmãos ou medo dessa porcaria russa cair?

    • Essa porcaria russa não mata por asfixia como aquela porcaria americana que só serve pra levar chumbo de extraterrestre e super-heróis. 😀

      Sds meu caro Symon!

  3. Caro Symon, como ele poderia ter "medo dessa porcaria russa cair" se fugiu nela, voando? Deveria circular pelas pistas sírias, sem decolar, fazendo um tour? Refaça a sua gozação, pois só o Wagner tem pego pilha fácil com suas graçolas antirussas… 🙂

  4. Covarde isto é que é este piloto,provavelmente um espião,onde a siria não perde nada somente o caça que devera ser devolvido,covarde merece é chombo quente,há os tempos antigos que pena,esta se indo e agora vinga os covardes.

    • Em uma guerra civil matam-se irmãos, e ai inclui-se crianças e mulheres inocentes, não acho covarde um homen que não queira participar disto, a maioria que opina como vc nunca esteve no meio do inferno que é uma guerra, quanto mais um conflito civil.

      • Se ele não é um covarde, então porque abandonou sua mulher, crianças irmãos e seu povo, para tirar o rabo dele da reta, SOZINHO.
        Se ele fosse homem, jogava este MIG-21 em cima de quem ele não gosta e se ejetava antes.
        Agora se ele fosse herói, nem se ejetava e caia junto em cima do inimigo.
        Bom…por isso "eu" nunca quiz ser herói, mas homem eu sou, e tinha jogado esta P… em cida do governo, e me ejetado antes.

        • Ai vc não seria nem "homem", nem covarde, vc seria burro, se era então pra ficar e lutar seria muito mais util ele repassar informações uteis aos rebeldes, mas a questão é será que ele quer continuar numa guerra onde irmão mata irmão, vc e eu estamos com a bunda no computador, a milhares de kms de tal conflito sem ter a mínima noção do que é a realidade de uma guerra, não temos condições de julgar a atitude de um homem que está lá, nem de traidor ele pode ser chamado, pois servia ao governo, so deu o fora pelo visto quando teve que ser obrigado a jogar bombas nas cabeças da sua família, que por sinal segundo a informação é conhecida por ser contra o governo, tá vendo o contesto que o aviador está inserido.

        • Aproveitando, caro Rafael vc sabe pilotar aviões? Poderiamos aproveitar sua indignação e hombridade para vc jogar um avião no congresso brasileiro, pode ter certeza vc alem de muito homem se tornaria um grande heroi nacional, o problema ia ser conseguir um com assento ejetor. BRINCADEIRINHA.

  5. É COVARDIA NÃO QUERER BOMBARDIAR OS CIVIS DO SEU PRÓPRIO PAÍS???
    vocês deveriam rever seus principios……..

  6. Isso não é uma guerra civil. Apenas governo contra terrorista. O objetivo do governo é eliminar rebeldes armados que tentam derrubar o governo com apoio dos EUA / Otan e Arábia saudita. Esses rebeldes são financiados por esses países.

    O objetivo do governo é combater os rebeldes e não os civis. As vezes os civis podem ficar no meio do fogo cruzado e se tornando vítima…

    As imprensa costumam divulgar notícias falsas e sensacionalistas afirmando que o governo está massacrando os civis? Qual proposta governo fazer isso? isso tentativa dos rebeldes chamarem atenção e ganhar simpatia mundial.

    • Geralmente governos matam civis de seu proprio país para calar a boca de quem fala contra, afinal é mais simples sair metralhando do passar pelo crivo das urnas, não é mesmo, como vai se saber que os rebeldes que você fala que são terroristas não tem razão, nunca houve eleições no país, para serem considerados terroristas eles teriam que praticar seus atos contra um governo que foi escolhido pela maoioria do povo, reis e rainhas que ficam no poder indefinidamente só em contos de fadas, hoje em dia ninguem mais atura isso, só debaixo da ponta de um fuzil.

  7. Bem-vindos a Idade Média… Covardia de um homem que preserva sua família e não vai de encontro a sua ideologia? Bom mesmo é o fascismo, onde o ideal do homem é sepultado pelas "raisons d'être"…

    E claro que devolverão o MiG-21. Devolveram os Mirage F.1 líbios…

  8. Não sabemos em quais circunstâncias que ele tomou essa atitude ,porque se ele tiver mulher e filhos na Síria provavelmente as coisas não vão ficar muito fáceis pra eles.Eu sou da opinião que os encomodados que se mudem.

    • Exatamente, não se sabe qual o contexto total que o aviador estava inserido, julgar assim é pre maturo e injusto, outra coisa é que a informação não menciona que ele tinha mulher e filhos, apenas diz que a família é conhecida por ser contra o governo atual.

  9. Nunca li tanta merda na minha vida quanto nos comentários acima, me refiro aos que chamaram o aviador de covarde… nem vou perder meu tempo aqui mais. Estamos perdidos…

Comments are closed.