Perlan II #00O planador Perlan II, do Grupo Airbus está a tentar quebrar o recorde mundial de altitude de atingir 90.000 ft (27.000 m).

Embora as últimas tentativas de se chegar a tal altitude tenham ocorrida na Nova Zelândia, este ano a equipe Perlan II decidiu tentar seu voo na Argentina, em El Calafate.

Por que a equipe escolheu a Argentina?

O planador necessita de condições geográficas e meteorológicas muito específicas para chegar a uma altitude recorde. Primeiro, porque a asa vai “cavalgar” para a estratosfera usando ondas ascendentes de ar oriundas das montanhas, como nos Andes ou na Sierra.

Pilotar um planador a 90.000 pés só é possível com a ajuda de um vórtice polar em alta altitude fornecendo para cima um fluxo de ar em movimento. O local escolhido na Argentina não é perto da parte mais alta dos Andes, mas está mais perto do vórtice polar – 5,5 graus mais ao sul do que as áreas de teste na Nova Zelândia.

Regiões montanhosas na Suécia também se qualificaram como um local ideal para o planador, mas a razão pela qual a equipe escolheu uma localização no sul do planeta é porque os lugares do norte que atendem aos requisitos são demasiado escuros, demasiado frios e têm mau tempo na maioria das vezes. Essas áreas também têm um monte de massas de terra que podem mudar o tempo, o que é prejudicial para encontrar o momento certo para voar.

Argentina cumpre todos os requisitos acima e também tem a vantagem de ter uma grande massa de água, oferecendo condições climáticas favoráveis. Mesmo assim, apenas três dias por temporada, de junho a outubro, têm condições atmosféricas adequadas para o Perlan II tentar quebrar o recorde. A equipe está esperando que essas ‘janelas’ ideais ocorram para tentar a quebra do recorde.


FONTE: Aviation Week

 

 

Anúncios