Mitsubishi F-1 (Imagem: airliners.net)
Mitsubishi F-1 (Imagem: airliners.net)

O Mitsubishi F-1 é um avião de caça monoplace, multifunção, projetado e fabricado em conjunto pela Mitsubishi Heavy Industries e a Fuji Heavy Industries para a Força de Auto-Defesa do Japão (JASDF).

Foi o primeiro avião de caça construído localmente pós-Segunda Guerra Mundial. Um total de 77 caças F-1 foram construídos entre 1977 e 1987.

O F-1 foi retirado de serviço em 2006, sendo substituído pelo F-2A, que é derivado do caça Lockheed Martin F-16.

Projeto F-1

O design exterior do F-1 é muito semelhante ao jato de combate SEPECAT Jaguar. A aeronave foi projetada a partir do seu antecessor, o Mitsubishi T-2, um jato de treinamento que foi construído com base no SEPECAT Jaguar. Dois pontos de armas foram instalados nas asas e a cabine traseira foi substituída por um compartimento de aviônicos.

f1_11a

Desenvolvimento

Em 1972, a JASDF anunciou seu plano para construir um caça de ataque (F-1) a partir do jato de treinamento T-2. O contrato de desenvolvimento foi assinado em 1973. Dois T-2 foram adquiridos pela JASDF para transformá-los em protótipos do F-1. A aeronave foi desenvolvida para substituir a envelhecida frota de F-86 Sabre.

O primeiro voo do F-1 ocorreu em junho de 1975 e o avião entrou em serviço em abril de 1978. A JASDAF inicialmente previa a construção de 160 unidades; no entanto, os cortes orçamentários reduziram o número para apenas 77 unidades. O ultimo F-1 foi entregue em Março de 1987.

Mitsubishi T-2
Mitsubishi T-2 (Imagem: flugzeuginfo.net)

A JASDF lançou um programa de extensão de vida útil (service life extension programme – SLEP) em 1990 para aumentar a vida útil da estrutura de 3.500 horas para 4.000 horas. Como parte do SLEP, 70 caças F-1 foram revisados entre 1991 e 1993.

Características

O F-1 tem dois tanques alijáveis com capacidade de 830L, cada um montado no cabide central das asas. Utiliza o radar J/AWG-12, permitindo-o atacar a intervalos relativamente curtos e pode ser utilizado em missões de interceptação.

Cabine

O cockpit é totalmente digital e é equipado com HUD e sistema de controle de fogo J/ASQ-1 desenvolvido pela Mitsubishi Electric.

Sua avionica se compõe de um receptor de alerta radar, um sistema de navegação inercial J/ASN-1, sistema de alerta radar APR-3, radar altímetro J/ APN-44, computador de dados aéreos e um sistema de câmera de ataque por imagens em infra-vermelho.

O Jaguar derivou duas aeronaves
O Jaguar derivou duas aeronaves

Armamento

O F-1 está armado com um canhão JM61A1 Vulcan de 20 milímetros e 6 canos na seção dianteira da fuselagem disparando munições à taxa de 6.000 tiros por minuto. A aeronave tem sete pontos duros: quatro sob as asas, um sob a estação central e dois trilhos de mísseis de ponta da asa. Ele pode transportar até 2.721 kg de carga útil.

A aeronave pode usar mísseis ar-ar Mitsubishi AAM-1, AIM-9L Sidewinder, míssils anti-navio Mitsubishi ASM-1, pods de foguetes JLAU-3A de 70 milímetros, foguetes RL-7 de 70 milímetros, foguetes RL-4 de 125 milímetros e pods de foguetes LAU-69.

Ele também pode levar bombas Mk-82 e M117 pesando 226 kg e 340 kg, respectivamente. Outras cargas incorporados na aeronave são mísseis ar-terra e infra-vermelhos além de versões guiadas da MK82 e M117.

Motores

O F-1 é propulsionado por dois motores turbofans Ishikawa-Harima TF40-801A, cada um gerando 8kN de empuxo seco e 35.6kN com pós-combustão.

Projetado e fabricado pela IHI Corporation do Japão, o TF40-801A é uma versão licenciada do Adour MK801 que é uma variante do motor Turbomeca Adour.

O peso seco do motor é 3.300 kg.

(Imagem: airforceworld.com)
(Imagem: airforceworld.com)

Desempenho

O F-1 pode subir a uma velocidade de 118m por segundo. Sua velocidade máxima é de 1.700 Km/h. O raio de combate e de 556 km e o alcance de translado é de 2 870 km.  O teto de serviço é 15 240m.

 

FONTES: airforce-technology.com; militaryfactory.com; Aviões de Guerra – Edição: CAVOK


32 COMENTÁRIOS

  1. Ótimo Giordani, depois da matéria sobre o Jaguar, aguardava uma sobre o F-1/T-2. Caça bonito, elegante, tipico das aeronaves de sua época.

  2. Obrigado. Muita gente desconhece a riqueza que existe fora do eixo EUA-URSS-Europa.
    O T-2 será abordado em breve e hoje, logo mais, a sequencia do 'Poder Japonês'.

Comments are closed.