O helicóptero AS350 Esquilo "Águia 6" da Polícia Militar da São Paulo.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo assinou um acordo com a Turbomeca (grupo Safran) para a modernização dos helicópteros monomotores Esquilo, durante um período de dois anos. Eles serão convertidos de modelos AS350 B, equipados com motores Arriel 1B, para helicópteros AS350 B2, equipados com motores Arriel 1D1.

O motor Arriel 1D1 apresenta um projeto bem simples, com reduzido número de peças e um design modular para uma manutenção mais fácil. O motor Arriel 1D1 ganhou uma sólida reputação no mercado de helicópteros baseado nas suas excelentes características de manejo e alto nível de confiabilidade. O Arriel 1D1 possui uma TBO (Time Between Overhaul) de 3.600 horas e uma potência de decolagem de 732 shp, 14% mais potente que o motor Arriel 1B.

“Devido a Copa do Mundo de Futebol de 2014, a Polícia Militar de São Paulo pretende operar uma frota padrão de helicópteros. O processo de modernização permitirá que nós tenhamos 21 helicópteros com motores Arriel 1D1 até o final de 2013, tornando a manutenção muito mais simples”, disse Murilo Pignataro, Gerente de Apoio ao Cliente da Turbomeca do Brasil.

A Polícia Militar de São Paulo, a maior força policial estatal no Brasil, opera um frota de 21 helicópteros AS 350 e um EC 135, 100% dos quais equipados com motores Turbomeca.

Anúncios

20 COMENTÁRIOS

  1. Excelente notícia , motor melhor chega mais rápido na hora do sufoco, das buscas e do resgate.

    Espero ver uma notícia igual a esta para os Pelicanos da Polícia Civil.

    Abs.

  2. Então não serão 21 helicópteros, apenas os AS-350B, alguns já são B2.

  3. Seria mais "negocio" a PM de SP fazer como a de Goiás e comprar o Agusta-Westland 109 ou 119.

      • Mostra a verdade!

        "A empresa que vendeu os helicópteros alegou falta de pagamento para complementar os serviços. O Ministério Público Federal está investigando o processo de aquisição e espera respostas do governo de Goiás sobre o descumprimento das obrigações com o fabricante."

        • Mauro o governo de Goiás descumpre o contrato e você quer responsabilizar o fabricante,e depois ainda vem chamar os outros de trolador.

          • Prá vc ver como são idiotas…..

            Se tivessem comprado um produto da Helibrás com certeza teriam mais respaldo para não ficar devendo nada….

            Ou vc acha que a Helibrás é detentora de mais de 80% dos contratos governamentais no Brasil apenas pelos aparelhos em si?

            Muita inocência de sua parte. Ou seria má fé?

            A Helibrás gera empregos aqui assim como tributos.

            Mas não vou querer que logo vc vá entender isso não é mesmo?

            Afinal pela sua lógica rodriguiana se é feito no Brasil é ruim e se vem dos States ou de outro lugar é bão!!!….rs

            Acho que todos daqui sabem o nome desse mal que te aflinge….

            Ah, não esqueça de se prevenir a partir do dia 2 de junho, ok?

            • Quero saber quando o Ministério Público Federal irá investigar a compra desses Esquilos? A PM-SP dispensa licitação com base em uma regra de 1900 e bolinhha, que, hoje, está ultrapassada. Se forem analisados profudamente o que diz o decreto e sua aplicação será possível identificar que o processo, HOJE, é irregular. Sem contar que não seria obrigação do Estado oferecer o melhor serviço para a população? Então, o que justifica a PM-SP fazer resgate de vítimas em tais condições? Todos sabemos que os Esquilos, como são utilizados pela PM-SP (de portas abertas, maca na transversal da aeronave, tripulantes sem cinto de segurança, garrafa de oxigênio inadequada para a operação e outras que é melhor nem comentar) não estão em condições seguras de realizar tais missões. Outro dia assistindo a um noticiário, ao vivo, o cobertor térmico do paciente foi por questão de segundos quase atingiu o rotor principal da aeronave na aproximação final. Até o comentarista que aparentemente não entende nada de aviação comentou que aquilo era perigoso. Impressionante. Acho que está passando da hora de o Ministério Público Federal investigar essas irregularidades e tomar as devidas providências.

            • Entre em contato com o Ministério Público e pergunte para eles….

              Ou então pergunte pro Datena….vai ver que eles entendem mais de operação de helicópteros que o Grupamento Aéreo da polícia Militar do Estado de São Paulo não é mesmo?

              Afinal um grupamento com 27 anos de história não deve saber o que faz e deve usar o vetor errado….

            • Aliás, segue um link interessante para vc "juntar" ao processo a ser movido pelo Ministério Público….
              http://amantesdaaviacaobr.blogspot.com/2010/02/gr
              Uma parte interessante do texto….

              "Desde a sua fundação o Grupamento soma hoje mais de 150.000 horas de voo com os helicópteros e mais de 120.000 missões realizadas."

              Realmente vc deve ter razão…..afinal o texo acima é de 2010 e o Grupamento tinha 26 anos….

              Vamos fazer continhas?

              são quase 5.770 horas por ano….o que dá quase 16 horas por dia no ar.

              são quase 4.616 missões…o que dá quase 13 missões por dia…

              Realmente essa questão do cobertor térmico deve deixar toda a população paulista de cabelos em pé…..

            • Muito obrigado pela orientação, Maures. Acho que é isso mesmo que vou fazer. Ao invés de ficar levantando este assunto com um desocupado, que só quer saber de mamar nas tetas do governo através de licitação sem concorrência, vou falar com quem de direito. Quem sabe a justiça não anule os contratos e mande devolver as aeronaves 😉 Aquele abraço!

            • Quem sabe?…..

              Aproveite e pegue no link mais informações sobre o grupamento.

              Tenho certeza que eles podem te explicar como funcionam as compras e o pq desse modelo ser o escolhido….

              Algo me diz que usarão o exemlo de Goiás para justificar a preferência pelo Esquilo….

              Exatamente como 82% desse nicho de mercado no Brasil inteiro

    • Para ficar parado por falta de peças foi entregue sem estar pronto para as finalidades que se designam

  4. Esses Esquilos são muito flexíveis, pousam em qualquer lugar, aliado à habilidade dos pilotos da PM. Já devem ter realizados centenas de salvamentos e resgates, e sem dúvidas deve ser uma das unidades com melhor reputação junto ao público de SP.

    ps.: Eu mesmo já presenciei 2 pousos em ruas onde ninguém acreditaria que um heli pudesse pousar o.O

    []'s

  5. Prezado Mauro,

    Posso ate entender essa sua paixao a respeito da APERTAPARAFUSOBRAS rsrsrs… convenhamos, este heli tem inumeras qualidades , mas c certeza nao eh a de transportar acidentados. Eh facil observar q qualquer paciente com mais de 1,80 mts de altura fica com os pes para fora . Eh obvio tbm para quem ja assistiu estes resgates, q eh quase impossivel de fechar suas portas (ou porta, nao tenho certeza) , fico ateh c pena deses bravos agora q se aproxima o inverno….imagina a cada 10 mts de altitude o quao frio fica . Alem disso os tripulantes estao sempre na pior posiçao e correm serios riscos em caso de pane (a segurança de voo afronta as mais comezinhas normas de segurança e operaçao), leia mais sobre este assunto nos manuais disponiveis na Anac, FAA e outras. No mais nao vou ficar aqui tentando explicar a vc o inexplicavel. Qto aa aquisiçao desse meio para a PM e PC, saiba q muitos anos atras (mais de 25 hemmm) a exigencia basica para conseguir isençoes fiscais (Federal) e financiamento (BNDES) , cumpriu ao nosso Estado de SP e outros, adquirir aeronaves de fabrico local (unica forma a epoca viabilizar esta operaçao q ainda hoje e apos muito dinheiro e subsidio dado, a Helibras nao se configurou na essencia uma fabricante NACIONAL de helis). Para se conseguir o diploma de fabricante nacional, inumeras regras foram quebradas e tbm uma nova legislaçao. So assim a mesma se instalou em territorio Nacional, e a um custo altissimo (vide Minas Gerais q abraçou a ideia e se tornou socia com desenbolso financeiro). Como castigo, conviveu por muito tempo c pesados aportes de capital a essa empresa Francesa, q hoje tem uma operaçao com lucro (o prejuizo ficou c quem ?? vc sabe ???). Imagine se essa grana toda tivesse sido destinada as rodovias de Minas q ainda hoje estao entre as piores do Brasil, nem vou falar da saude, adivinha para onde os mineiros sao mandados ??? principalmente os da regiao sul do estado.

    Com certeza , digo a vc q esta aeronave nao eh ideal e nem adequada a inumeras funçoes q hoje exerce, porem como diz o ditado…quem nao tem cao, caça com gato……e La nave va…….

    Por favor, pare de se exaltar nas respostas, respeite a opiniao de outrens, afinal, vc nao conhece ninguem , seja educado e deixe dessa bajulaçao excessiva q costuma destinar a outrens q aqui insistem em ser donos dos comentarios. Vcs acabarao escrevendo pra vcs mesmos em futuro proximo. Se vc eh tao sabichao assim, saiba q esta no lugar errado, quem sabe deveria ser la em Brasilia, na Fab, na Otan, na EADS,….etc……….

    PS: sou totalmente a favor dessa MLU relativa a motor, sem duvida ira melhorar e muito o desempenho geral dessa aeronave, mas q nao serve para atendimento e transporte Paramedico …….isso nao serve.

    Sds

    • celso, não há nada de estranho em gostar de empresas estabelecidas em territorio nacional. Ká aqueles que preferem empresas sediadas em outros países, mas gosto é gosto. E mesmo que seja uma apertadora de parafusos eu prefiro que sejam apertadas por mãos brasileiras. Claro que há aqueles que acham que outras nacionalidades apertam parafusos melhores que nós, mas gosto de me manter na minha linha de raciocinio

      A questão não gira no fato de ser esse heli o melhor ou o pior para transportar feridos, acidentados, etc. A questão é que são esses helicópteros que possuem o melhor custo-benefício para exercer essas atividades dentro de um leque bem maior de ações que realizam diariamente,

      Infelizmente não temos enm no Brasil e nem em São Paulo um esquadrão próprio para transportes e evacuações aeromédicas. Não há verbas disponíveis para isso.

      Então qualquer um que olhe com boa vontade verá que esses helis fazem TODAS as funções que lhe são solicitadas a custos extremamente atraentes e com números fantásticos.

      Agora se vc ou outro qualquer tiver uma opção melhor, dentro das verbas disponíveis e dentro da realidade em que vivemos é só paresntar às autoridades competentes.

      Fora disso é apenas o muxoxo de sempre. Reclamações, lamentos, críticas e nada de soluções, mesmo no campo das idéias

      Quanto as isenções fiscais e financiamentos para helis fabricados aqui nada de anormal. No mundo todo se utilizam essas práticas. Só acho engraçado que quando é uma atitude americana é louvada por alguns. Quando é uma atitude brasileira é motivo de críticas.

      Quando falo que isso é vira latismo barato alguns se ofendem….

      Os problemas da Helibrás e de outra inúmeras empresas que se instalam aqui é de conhecimento público. Apenas reafirmo que fizeram e fazem parte de uma estratégia bem antiga, nascida com Geisel, de fomentar a industria nacional. Vc não gosta? Acha errado? Desculpe meu caro, mas é uma opinião e um problema seu. Há quem ache correto e vc deve respeitar da mesma forma que cobra que outros respeitem.

      Eu, particularmente só não tenho saco para chorões que só vêem problemas e somente criticam sem adicionar nada ao front….

      O que vc parece não ter entendido é que em nenhum momento escrevi que o Esquilo é o helicoptero mais adequado para resgates. O que deixei claro é que é, indiscutivelmente, o mais indicado e usado como "faz-tudo" da maioria das equipes. E outra coisa engraçada é que mesmo não sendo o mais indicado é usdo por empresas de saúde como AMIL e outras….

      Ou seja, as críticas são feitas para denegrir um helicoptero que cumpre com louvor TUDO o que lhe é conferido

      Quanto a me exaltar acho que estás errando o foco. Não me exalto por pouco. Apenas rebato colocações que julgo improcedentes como a de deizer que o modelo comprado por Goiás é melhor ou de alguém cobrando medidas do MP…Oras, vá escrever pro MP e não aqui. Se quiser tratar do tema aqui nada mais justo, mas faça com ponderação e não na forma do "inconformadinho".

      Bajulação da minha parte? Estás errando o alvo novamente meu caro. Se vc confunde brincadeiras entre velhos conhecidos com bajulação creio que seu problema seja de interpretação de textos….

      E não me acho sabichão em nada….Quando escrevo algo aqui procuro deixar claro que é minha opinião. Ou vc tem alguma afirmação minha dizendo que o que eu escrevi é a verdade? Acho que vc está procurando algo para ter com quem discutir e está errando no alvo e na fórmula….

      Quanto a escrever para para nós mesmos acho que essa "professia" e esse julgamento cabe ao editor e não a vc….Está errando de novo….

      Agora faça o seguinte…..envie sugestões aos governos estaduais para que criem unidades próprias para atendimentos médicos e resgates. Apresente as melhores opções e os custos. Aproveite também e dê sugestões de onde poderiam sair as verbas. Mas lembre-se que está no Brasil e não no País da Alice….

  6. eu gosto miuto do trabalho que vcs executa que deus de muita saude p/todos

Comments are closed.