Um caça Dassault Rafale F2 a bordo do porta-aviões Charles de Gaulle. (Foto: Ministério da Defesa da França)

O porta-aviões francês Charles de Gaulle irá provavelmente ser destacado nos próximos meses para o Afeganistão, informou o chefe das forças armadas da França, o Almirante Christophe Prazuck, na quarta-feira. Confira a seguir um vídeo da operação do porta-aviões Charles de Gaulle com os caças Rafale no Afeganistão.

“Nós estamos no meio dos trabalhos sobre o programa que envolve o suporte aéreo para as operações militares no Afeganistão,” disse Prazuck.

O Charles de Gaulle, o orgulho da Marinha Francesa, já efetuou quatro grandes operações militares na guerra no Afeganistão.

As campanhas, as quais duraram de quatro a sete meses cada, foram realizadas no Paquistão nos anos 2001-02, 2004, 2006 e 2007.

Anteriormente, o Presidente da França Nicolas Sarkozy havia anunciado que o  Charles de Gaulle seria destacado para a região do Golfo e para o Oceano Índico até o final desse ano.

Sarkozy fez os comentário durante uma visita a bordo do porta-avião francês no dia 10 de junho de 2010.

Além dos caças Rafale, o porta-aviões normalmente opera com as aeronaves Super Etendart, vistos na imagem a cima juntamente com os Rafale a bordo do Charles de Gaulle.

Sarkozy não confirmou se os dois tipos de aeronaves a bordo do Charles de Gaulle, os caças Rafale e Super Etendard, serão destacadas juntas. Se forem, elas farão o apoio aéreo para as tropas terrestres das OTAN na luta contra insurgentes no Afeganistão.

O porta-aviões Charles de Gaulle possui capacidade para transportar até 35 aeronaves e cinco helicópteros.

A França possui 3.500 soldados servindo em missões da OTAN no Afeganistão. Eles vem sendo destacados para a zonha do conflito desde janeiro de 2002, após a queda do regime Talibã.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS