A United pretende substituir seus antigos Boeing 767, e uma das opções são novos Boeing 767 que a fabricante teria que reabrir a produção.

O United Continental Holdings está considerando substituir seus aviões de corpo largo com novos jatos de passageiros Boeing 767, informou o Wall Street Journal no domingo.

A jogada significaria uma reversão para a Boeing, que deixou de fabricar a versão de passageiros do avião 767 há três anos. A empresa aeroespacial tem observado maneiras de reiniciar a produção do modelo, disse o jornal, citando pessoas familiarizadas com os planos.

A United tem procurado opções para substituir alguns dos jatos 767 de passageiros utilizados em rotas transatlânticas e para a América do Sul e cuja idade média é de cerca de 20 anos, de acordo com o relatório.

Um porta-voz da companhia aérea disse que realiza discussões regulares sobre as necessidades da frota com os fabricantes, incluindo a Boeing e a Airbus.

“Não pedimos recentemente uma oferta para qualquer tipo particular de aeronave de corpo largo, mas, no curso normal das discussões, pedimos informações sobre vários aviões de corpo largo, incluindo o 767”, disse o porta-voz da United em uma declaração por e-mail.

A Boeing não respondeu aos pedidos de comentários ou confirmações no relatório.


Fonte: Reuters

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Bom, quem está dizendo isso é o Wall Street. Mas considerando que seja real, está aí o A330neo (ou mesmo o ceo que não traz as melhorias, mas que é um projeto pelo menos 20 anos mais recente que o 767, preço menor e ainda está com linha de produção aberta). O que um ;B-767 "United Special Edition" eventualmente teria é um preço por unidade muito em conta, fazendo com que a Airbus se mexesse para fazer uma baita oferta e não perder negócio.

Comments are closed.