Metade da frota de caças Su-57 atualmente em testes vista numa imagem quando escoltavam o avião presidencial russo.

O Ministério da Defesa da Rússia aumentará seu pedido de caças Su-57 para 76 unidades, de uma estimativa inicial de 16, após um corte de 20% nos preços das aeronaves e equipamentos.

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou ontem que 76 caças de quinta geração Su-57 serão comprados para a Força Aérea Russa antes de 2028, um contrato de pacote será assinado em breve.

Caças acompanharam o Il-96 do presidente da Rússia durante uma visita a um centro de pesquisas e desenvolvimento.

“O programa de armas de 2028 havia estipulado a compra de 16 desses jatos”, afirmou Putin em declarações feitas pela TASS e por outros meios de comunicação estatais russos. No entanto, o ministro da Defesa, Sergey Shoigu, informou que os fabricantes reduziram os preços das aeronaves e do equipamento em 20%, o que proporcionou a oportunidade de comprar mais desses jatos. “Nós concordamos em comprar 76 desses caças sem o aumento dos preços no mesmo período de tempo”, disse Putin.

“Num futuro próximo assinaremos um contrato para o fornecimento de 76 jatos equipados com modernas armas de ataque e com a infra-estrutura terrestre necessária”, afirmou Putin.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. 76 SU-57 passa a ser um número de respeito. Somente 16 era um piada pronta!

  2. Desculpe,mas piada pronta porque, será que é dificil perceber que o orçamento militar russo mal chega a 70 bilhões de dólares ano, que nem de perto se assemelha ao orçamento militar americano ou chinês, quea propria Arábia Saudita investe mais em armas que a Rússia, que o PIB russo e similar ao brasileiro, sendo, portanto, impossível querer comparar a Rússia com os EUA.
    Queiram ou não queiram com exceção do arsenal nuclear a Rússia somente pode ser comparada com potências militares como Inglaterra, França, etc e mesmo com toda esta dificuldade orçamentária, os russos ainda conseguem tirar leite de pedra, mantendo suas forças armadas em um excelente nivel tecnológico e de preparação.
    Este conflito com os EUA e OTAN pela hegemonia mundial somente existe na cabeça dos militares americanos e europeus, bem como fomentada pela midia, sendo evidente que os russos não desejam a hegemonia mundial lutam para que se aja na realidade um multilateralismo, e não apenas uma nação hegemonica como desejam os americanos.

    • 16 é um numero insignificante.
      Esse numero do orcamento de russo nao pode ser analisado assim…. dividindo o valor orcamentario em rublo por valor do dolar.
      O valor equivalente tem haver com o poder de compra interno e nao com a conversao combial.
      Voce pode encontrar na internet informaçoes que o orcamento russo quando leva em conta a equivalencia do poder de compra seria na verdade algo entre 120 e 130 bi de dolares e nao estes 70 colocados …..

    • O que o Putin deseja é se manter no poder, a população e vizinhos que se explodam literalmente.

      A Humanidade só conheceu uma potência global hegemônica que foi o império britânico. Mesmo esse, cortou um dobrado com o Napoleão.

      O resto é conversa.

  3. Quando a Rússia chegar a 76 Su-57, os EUA terão mais de mil entre F-35 e F-22 e os aliados mundo afora próximo de 500, sem contar a China com seus xing ling. No quesito furtividade, mesmo que o Su-57 seja o mais 'foderoso', a Rússia, mostrou claramente que perdeu o bonde da história.

    • Mais que suficiente para os desfiles. Logo, um objetivo está cumprido. O outro é ser vendido a um cliente.

Comments are closed.