A USAF confirmou verba para 8 caças F-15EX e os dois primeiros devem ser entregues em 2020.

A Boeing está preparada para entregar, pelo menos, dois exemplares de seu novo avião de caça F-15EX para Força Aérea dos EUA (USAF) até 2020. As duas aeronaves farão parte da etapa de engenharia, manufatura e desenvolvimento (EMD).

De acordo com a publicação Flightglobal, o anúncio ocorre junto da notícia que o Subcomitê de Defesa de Dotações Orçamentárias da Câmara incluiu US$ 986 milhões em um projeto de orçamento para o ano fiscal de 2020 para oito aeronaves F-15EX destinados para substituir os antigos F-15C/D.

O F-15EX é uma versão ligeiramente modificada do projeto inicial F-15 Advanced Eagle, que não faz parte do inventário da USAF. O serviço se concentra no caça porque seu custo de US$ 29.000 por hora de voo é mais barato que o do furtivo caça Lockheed Martin F-35. Além disso, cerca de 70% do estoque existente de caças F-15 possui comunalidade com o F-15EX e a transição dos esquadrões para as novas aeronaves seria mais rápida.

A Boeing Defense, Space & Security fabrica aeronaves F-15 a uma taxa de 12 por ano em suas instalações em St. Louis, Missouri. A fabricante de aviões planeja finalizar a produção dos aviões de combate F-15 destinados à Arábia Saudita em 2019, e depois passar para os jatos do Catar. Com a carteira de pedidos existente, o programa F-15 tem mais três anos de produção. Então ela será capaz de mudar completamente para a produção dos jatos da USAF. A linha de produção de St. Louis tem capacidade para construir até 36 aviões por ano, disse a Boeing.

O Catar teve aprovada pelo Pentágono uma venda de até 72 aeronaves, Israel está pensando em comprar até 25 aeronaves e o plano total de aquisições da USAF em até cinco anos é de até 80 aeronaves, entre outras partes interessadas.

7 COMENTÁRIOS

  1. Me desculpem pela pergunta, sou meio leigo nessa área. Mas alguém pode me dizer por que a Boeing consegue modificar e quase fazer um caça novo em alguns meses, enquanto a SAAB tá demorando uns 10 anos para entregar um Gripen???

  2. É a águia renascendo das cinzas. É um caça que faz qualquer FA impor respeito. O Brasil, pelas suas dimensões, pelo peso da economia e outros quesitos mais, merecia alguns esquadrões com essas águias….masssss….tem a danada da corrupção que domina essas terras, esses ares, esses mares…daí fica difícil querer ser ‘gente grande’.