WW1 Pilots

*O artigo a seguir faz parte de um punhado de material que o nobre Editor deixou sem publicar. Em respeito a sua memória, publicamos. 

Houve um tempo em que a aviação de caça era bastante diferente de tudo o que se vê hoje, e boa parte dessa história somente pode ser encontrada nos livros.

Podemos atribuir a dois períodos históricos a utilização do biplano como aeronave de combate: de 1914 à 1918, e de 1936 à 1941. Com um intervalo de quase 20 anos entre si, esses dois períodos coincidem justamente com o surgimento e, praticamente, o fim desse tipo de aeronave, haja vista, já a partir do início da década de 30, os monoplanos passaram ditar os rumos da guerra aérea.

Considerando suas participações em combates aéreos, seguem abaixo alguns dos mais importantes Biplanos da história:

Airco DH.2

Airco DH.2

O Airco DH.2 foi um caça biplano britânico, movido a hélice, utilizado durante a Primeira Guerra Mundial. Apelidado de ‘the Spinning Incinerator’, o avião foi projetado desde o início para ser um caça monoplace, e permitiu aos pilotos do Royal Flying Corps (RFC) enfrentar os Fokker E.III alemães, reequilibrando a luta pelo espaço aéreo.

O Fokker E.III foi a principal variante do caça monoplano alemão Fokker Eindecker, e demonstrou ser um adversário implacável ao caça britânico, entretanto, o DH.2 rapidamente ganhou ascendência sobre o monoplano alemão, tendo permanecido em serviço da linha de frente em 1917. Uma carreira notável, principalmente para um estreante.

Principal Ás: Patrick Langan-Byrne, com 10 aviões inimigos abatidos.

Nieuport 17/23/24

nieuport_23_c-1_colour

Sopwith Camel

148th_aero_squadron_-_sopwith_camels

Fokker D.VII

fokker_d-vii_fighter_flying_a_looping_c1919

FIAT CR.32 Freccia

fiat_c-r-32-baleari

Polikarpov I-15

Polikarpov I-15

Kawasaki Ki-10

kawasaki_ki-10_type_i_biplane

Gloster Gladiator

gloster_gladiator

FIAT CR.42 FalcoFIAT CR.42 Falco

Polikarpov I-153

Polikarpov I-153


FONTE: Hush-Kit – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Internet

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. LaMarca vive! Um pouco em cada um de nós que compartilhamos idéias aprendemos com suas matérias excelentes.

  2. Senti falta do último grande biplano, que torpededou em maio de 1941 o leme do Bismark. Fairey Swordfish

  3. Gosto muito de filmes que tratam desses pequenos grandes aviões, tinha que ter muita coragem para domar um maquinas dessas, aonde a confiabilidade mecânica não era lá essas coisas….

  4. LaMarca já esta no hall das lendas, junto com esses magnificos avioes. Leitura obrigatoria no meio aeronautico.

Comments are closed.