A última aeronave P-8A Poseidon da RAAF chegou na Austrália no dia 12 de dezembro.

A Força Aérea Real Australiana (RAAF) recebeu sua décima segunda e última aeronave de vigilância marítima P-8A Poseidon, anunciou o serviço.

A aeronave chegou ao sei novo lar, a Base da RAAF de Edinburgh, no dia 12 de dezembro.

A ministra da Defesa Linda Reynolds disse que as aeronaves de vigilância marítima e guerra anti-submarina de ponta melhorarão a segurança marítima da Austrália.

“Este é o décimo segundo Poseidon a se juntar à frota, desde que o primeiro chegou a Canberra, em 16 de novembro de 2016”, disse o ministro Reynolds. “A aeronave pode ser reabastecida durante o voo por aeronaves-tanque, como o KC-30A da Austrália, possibilitando patrulhar territórios isolados do Oceano Antártico da Austrália. O P-8A já está fornecendo suporte operacional significativo à Austrália, incluindo uma missão recente na região do Oriente Médio sobre a Operação MANITOU como parte do Construto Internacional de Segurança Marítima.”

A ministra da Indústria de Defesa, Melissa Price, disse que o governo está investindo pesadamente no sul da Austrália para apoiar as operações do P-8A.

“O governo de Morrison está investindo US$ 470 milhões para entregar instalações novas e aprimoradas e obras significativas em aeródromos na Base da RAAF de Edinburgh para apoiar a introdução da aeronave P-8A”, disse o ministro Price. “Isso deu um impulso à indústria de defesa e criou mais de 120 empregos para o sul da Austrália”.

A nova aeronave P-8A Poseidon incorpora os mais recentes recursos de vigilância e ataque marítimos, proporcionando à RAAF maior flexibilidade para suportar várias operações. O P-8A Poseidon e o sistema de aeronaves não tripuladas MQ-4C Triton estão substituindo o AP-3C Orion.

A aeronave de patrulha marítima P-8A Poseidon foi desenvolvida pela Boeing para a Marinha dos EUA para substituir a frota P-3 Orion envelhecida. O P-8 é um derivado militar do avião comercial de última geração 737-800 (737NG).

A chegada da 12ª aeronave fez da Austrália o maior operador da aeronave P-8 fora da Marinha dos EUA. A Marinha da Índia tem 12 P-8I, a variante específica da Índia do P-8A, e já recebeu oito aeronaves, com aprovação para a aquisição de seis aeronaves adicionais.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite Senhores!

    Quem sabe em um futuro próximo veremos uma versão dedicada do KC390 Milleniun para vigilância marítima. Uma opção mais barata ao P8 da Boeing, parceira comercial na divulgação do KC390.

    CM

Comments are closed.