Um dos novos King Air 350 arrendados pela RNZAF com a Hawker Pacific.

A Real Força Aérea da Nova Zelândia (RNZAF) está colocando em operação quatro aviões Hawker Pacific King Air 350 (KA350) que foram arrendando para substituir os seus turboélices bimotores Beechcraft 200.

O KA350 marca uma nova era no treinamento de pilotos para voar com aviões multimotores e fornecer à RNZAF um pacote de treinamento completo, porque a aeronave também será usada para treinamento de oficiais de guerra aérea.

O Air Commodore Darryn Webb, Subgerente de Capacidades da Força de Defesa da Nova Zelândia (NZDF), disse que o KA350, o primeiro dos quais chegou no ano passado, foi modificado especificamente para a RNZAF para fornecer uma plataforma de treinamento abrangente para as tripulações aéreas, que depois seguem para os aviões C-130 Hercules, P-3K2 Orion ou Boeing 757.

“Ter a aeronave KA350 em Ohakea significa que não precisamos mais enviar nossos oficiais de guerra aérea para treinar fora”, disse o Comodoro Webb. “Agora temos uma aeronave totalmente equipada com consoles de treinamento e um sistema de gerenciamento de missão que cobre todos os aspectos do treinamento necessário para formar oficiais de guerra aérea.

“Nosso treinamento também é multidimensional, porque agora podemos fornecer treinamento de várias tripulações para os pilotos graduados do KA350 enquanto treinamos ao mesmo tempo os oficiais de guerra aérea. O KA350 é um passo acima do B200 em capacidade. É uma grande aeronave que servirá bem à RNZAF.”

O contrato de capacitação de treinamento de tripulantes com a Hawker Pacific New Zealand inclui o suporte de locação baseado em desempenho da frota KA350, modificado com sistemas aerotransportados e terrestres adaptados ao cliente, incluindo sistemas especializados fornecidos pela MAROPS e Rockwell Collins.

As aeronaves KA350 ficarão baseadas na Base da RNZAF de Ohakea, assim como os Beechcraft 200s.

Anúncios