O segundo protótipo do caça J-20 já está realizando testes de táxi, como preparativo para seu primeiro voo. (Foto: CCP/Color China Photo/AP Images)

A próxima geração de caça stealth em desenvolvimento pelos militares chineses poderia rivalizar com os melhores caças da América do Norte em capacidade stealth, velocidade e letalidade, segundo um novo relatório particular divulgado essa semana.

Os detalhes sobre o caça chinês J-20 são escassos já que o projeto está sendo desenvolvido sob extremo sigilo, mas uma análise realizada por uma agência de análises de política e defesa baseada em Washington, a Jamestown Foundation, com base na pouca informação publicamente disponível, concluiu que o caça “será um avião furtivo de alto desempenho, sem dúvida, capaz de competir na maioria dos parâmetros cardeais de desempenho… com os caças F-22 Raptor dos Estados Unidos, e superior na maioria, se não todos os parâmetros de desempenho cardeais contra o caça F-35 Joint Strike”.

O F-22 Raptor, que custou ao governo dos EUA cerca de US$ 77 bilhões para 187 aviões da gigante de defesa Lockheed Martin, nunca viu a aeronave nas três maiores operações de combate que os EUA participou, mas é considerado pela Força Aérea e pela Lockheed Martin como um caça stealth incomparável. O pouco mais barato F-35, um caça stealth multimissão que está sendo desenvolvido pela Lockheed Martin para a Força Aérea, Marinha e Fuzileiros Navais, não pretende se concentrar no combate ar-ar como o F-22, mas nas missões ar-solo e deverá trabalhar em conjunto com o F-22.

O relatório da Jamestown Foundation, escrito pelo analista de defesa e proponente do F-22 Carlo Kopp, e foi publicado na semana passada, poucos dias depois de toda a frota americana de F-22s ter os voos restringidos devido a preocupações com sistema de oxigênio e um novo vídeo que surgiu online, supostamente mostrando um raro voo de teste de um novo protótipo do J-20. O relatório apontou que os aviões chineses não têm o alcance para fazer ataques sem apoio contra os EUA continental, mas as bases militares dos EUA e aliados na região estão bem dentro da zona alvo em potencial – incluindo bases aéreas que já serviram de casa para os caças F-22. No entanto, a Força Aérea disse que atualmente não há F-22s implantados no exterior. O relatório também afirma que, devido ao seu tamanho maior, o J-20 poderia transportar mais e maiores cargas do que o F-22.

Embora o Departamento de Defesa não queira comentar sobre o relatório da Jamestown Foundation, em resposta ao vídeo do J-20, um porta-voz do Pentágono disse na semana passada que os EUA têm “monitorado cuidadosamente a abrangente e constante modernização do poderio militar da China, e as suas implicações para a região.”

Mas logo em janeiro, logo após um vôo de teste do que parecia ser o J-20, o secretário de imprensa do Departamento de Defesa, Geoff Morrell disse a repórteres: “nós não sabemos, francamente, muito sobre as capacidades do avião” e pediu a observadores para “abrandar um pouco sobre as caracterizações do J-20 neste momento.”

A China ainda está em fase de desenvolvimento do seu caça, e assim que o sistema de oxigênio for resolvido, a Força Aérea dos EUA vai voltar a ter mais de 160 caças F-22 operacionais. O último dos 187 aviões ainda estão sendo entregues pela Lockheed Martin.

Departamento de Defesa: Caça stealth da China ‘não surpreende’

O último caça stealth F-22 Raptor fabricado pela Lockheed será entregue em breve para USAF. (Foto: Lockheed Martin)

À medida que mais informação vem à tona sobre o secreto J-20, o porta-voz do Departamento de Defesa só diz que o Pentágono não foi pego de surpresa.

“O fato de que a China desenvolveu um protótipo para este programa não é surpreendente e é consistente com a direção que víamos a China tomar no campo militar ao longo de vários anos”, disse o porta-voz.

De acordo com a Lockheed Martin, que ainda está recebendo centenas de milhões de dólares dos contribuintes para atualizar os atuais F-22, o J-20 “mostra que outras nações estão buscando desenvolver a capacidade de desafiar o F-22 e, por extensão, nossa capacidade para alcançar a superioridade aérea num conflito futuro.

“Tais ameaças emergentes ilustrar a necessidade de continuar a reforçar as capacidade do F-22 para que ele permaneça à frente das ameaças em evolução”, disse um porta-voz da Lockheed Martin.

Tanto a Força Aérea como a Lockheed Martin disseram que a razão dos F-22 de US$ 143 milhões dólares ainda não ter disparado contra todos os inimigos – apesar do envolvimento dos EUA nas operações aéreas na Líbia, Iraque e Afeganistão – é porque eles são projetados especificamente para o domínio aéreo contra sofisticados sistemas de armas inimigos como o J-20, não contra pequenas e mal armadas forças armadas do terceiro mundo e de grupos insurgentes.

Os aviões naturalmente inimigos, portanto, são aqueles que o maior crítico do programa, o secretário de Defesa Robert Gates, disse que em 2009 não existia.

“O F-22 é claramente uma capacidade que tornamos necessidade – um nicho, uma solução bala de prata para um ou dois possíveis cenários – mais especificamente a derrota de uma frota inimiga altamente avançada em combate”, disse em 2009 o secretário de Defesa, Robert Gates, ao defender no Congresso um financiamento adicional para o Raptor no orçamento. “[Mas] o F-22, para ser franco, não faz muito sentido em qualquer outra parte do espectro do conflito.”

Antes da decisão ter sido feita para cortar o programa F-22 em 187 aviões – em vez de mais de 600 que originalmente fazia parte do negócio – dezenas de apoiadores no Congresso e governos estaduais enviaram cartas ao presidente Obama argumentando que a força total dos F-22 seria necessária para enfrentar as próximas gerações de aeronaves que estão sendo desenvolvidas pela China e pela Rússia. Gates, descartou a idéia, dizendo que os F-22 e os mais recentes F-35s estariam ultrapassando muito as forças de quaisquer adversários pelos próximos 15 anos pelo menos.

Fonte: ABC – Tradução: Cavok

Dica do amigo Rogério. Obrigado e pode continuar mandando via comentários. 😉

Anúncios

83 COMENTÁRIOS

  1. "O relatório da Jamestown Foundation, escrito pelo analista de defesa e proponente do F-22 Carlo Kopp"

    A partir dá acabou-se toda a credibilidade do relatório! Uma tiete histriônica pró-oriente como autor….

    • Levar o Carlo Kopp a sério é atestado de burrice crônica na certa. Ele lembra um jornalista brasileiro.

        • Fosse um autor insuspeito meu caro natural de Kiev eu não diria nada. Mas em se tratando de Carlo Kopp, ele é capaz ede tentar provar que um Mig-15 é superior ao F-22. E segundo as más -linguas ele começou a falar mal do F-35 quando pediu uma boquinha no programa JSF e levou um não na cara.

        • Isso esta parecendo notícia plantada na mídia pelos próprios fabricantes americanos que pleiteiam mais verbas para suas aeronaves…

          O caça chinês mais parece um carro alegórico feito por qualquer carnavalesco carioca, quem sabe o que tem de recheio dentro?

          Pois eh nada importante..

  2. Artigo interessante, mas ainda não sabemos as reais capacidades de ambas as aeronaves…

    o F22 continua como arma/propaganda e o J-20 como protótipo, e enquanto não os vermos em combates reais, eles serão apenas isso… Propaganda.

    []'s

    • É tão propaganda que já vi voando várias vezes aqui nos EUA. Além disso, conversando com seu piloto, que já participou de missões reais, em que o Raptor voou com bombardeiros B-52 para fechar o espaço aéreo, nas palavras das tripulações do B-52 e do Raptor. Como tem gente que fala do que num sabe…Propaganda é o tal J-20, o Raptor é realidade. Única aeronave de 5a geração operacional do planeta, o resto é conversa pra boi dormir.

      • hummm tu que és tão informado, nos diga pelo menos um combate real que o raptor participou.

        como tu diz já é "realidade" a mais de 15 anos e ainda tem problemas no OBOGS…

        Por favor não transformem o F22 em um deus, já vimos que ele tem problemas como todos os outros caças, e junto a este caça vem a pergunta se ele é tão bom em superioridade aérea como dizem e já não existem guerras simétricas vale a pena o investimento? ou o f22 não passa de um elefante branco?

        Tu te denominas Orealista, mas estou vendo mais sonhos do que realidade, pois até hoje a realidade é a seguinte o raptor não passou de propaganda!

        Outra pergunta que me faço por que a USAF demorou 15 anos para colocar sistemas de ataque ao solo no raptor? 15 anos… o caça simplesmente não tem função, há superioridade aérea, mas tudo bem o F15 + F16 cumprem a missão e não há guerras simétricas (com tantas ogivas nucleares não haverá tão cedo) o caça se tornou um "sem função" (fora a propaganda)

        Bem como vocês chamavam o Rafale de jaca por não ter combatido, mas este foi na Líbia e fez o que foi construído pra fazer

        • Então os ICBMs americanos e russos que nunca foram utilizados tb são "sem função"??

          • A função desses misseis é a dissuasão, a qual cumpriram muito bem!

          • Muito diferente um Míssil de caça, um deve combater o inimigo, virar desviar, ser desgastado por anos e anos de voos em gravidades diferentes, com sistemas usados constantemente, lançando armas, interceptando comunicações, e sistemas anti-aéreos… o outro deve fazer uma trajetória para fora do planeta, viajar na orbita terrestre e cair no território inimigo… são funções e tecnologias totalmente diferentes, nem sei como poder uma comparação do gênero!!!!!

            Comparação irreal e ilógica!!! mas a torcida acha razões que até mesmo a razão não acredita!!

  3. Fazem um relatório sem informação concreta alguma, dizendo que o protótipo do J-20, que nem sabem se vai entrar em produção, é superior ao F-35 que está em fase de roll-out ainda ?

    A unica coisa que dá pra se tirar dessa análise é que querem usar isso para arrancar mais verba para F-35 ou uma fase 2 do F-22.

    Abs

  4. Hahahahaha…que relatório mais medonho! Eu tinha me proposto a dar um tempo nos comentários por aqui, mas esse foi "dimóissss" pra aguentar…

    O tal relatório também poderia abordar o por quê dos chineses estarem comprando mais Sukhoi…

    Relatório MiG-25 = $$$$ para o F-15

    Relatório J-20 = $$$$ para a USAF

    Fui!

    • Tá soda caro colega Giordani ahahaha, tu viu no post do NG os russofilos criticando o demostrador sueco, mas os deles não pode né ahahahha

      Pessoal leva muito a sério as palavras ao vento de muito post por aí.

      Alguém já viu algum relatório anual do DoD em época de aprovar o orçamento??
      C. Norte, Irã, China passam a ter tecnologia alienígena, esperto eles enquanto os bundões dos nossos comandantes ficam mendigando verba.

      • Não tem russófilo, nem americanófilo, há sim, definições corretas e absurdas;

        Já falei para você, que o T-50 é um protótipo desenvolvido do zero, com sistemas novos, alguns testados antes, no SU-35S.

        Já o Gripen DEMO, como o próprio nome diz, é um demonstrador, que não possui as asas (novas), geometria de tomada de ar (revista e alterada) e capacidade de geração de energia para o novo radar (que não entrou em produção). Não tem nada além do motor (GE-414), que não pode exercer potência plena, pois a antiga geometria da tomada de ar do Gripen não lhe fornece o fluxo necessário.

        O Gripen é uma piada, e se você insistir nestas comparações absurdas, serás também.

        • Não creio que você seja a pessoa mais indicada para dizer quem é piada ou não meu caro. Ademais, é de bom alvitre sempre respeitar opiniões contrárias embora seu comportamento aponte fortemente na direção de que voc~e não é afeito ao contraditório.

          • Se você quer ser mais um ridículo, que chama de gambiarra um protótipo novo em desenvolvimento, enquanto poupa deste termo, uma aeronave que carrega o nome de DEMO (DEMONSTRADOR), fique à vontade.

        • Ilya,

          Protótipo era o X35, o YF22 e etc…

          Pega a concepção artística, o projeto pronto do Su50 e verá que o PAK é um DEMONSTRADOR (Gambiarra) e é isso que irá entrar na força aérea do país que você tanto ama, nos próximos anos.

          E olha que não sou conhecedor das armas russas….ahahaha

          • Você não sabe o que diz.
            Demonstrador é o Gripen DEMO, gambiarra já no nome.
            Aeronave, diga-se, desprovida de sensor… Voa com lastro no nariz para simular o radar que a Selex Galileu desenvolve.

            O T-50 já possui sensor testado e ok: Irbis-E AESA.

            Não sabes a diferença, de uma laranja para uma cebola.
            Piada.

            • De novo Ilya…..

              E quem disse que o gripen NG não é um demonstrador??

              ….só falta inventar de novo que eu disse que o Su35 é gambiarra ahahahah

  5. O professor australiano Carlo Kopp é ridicularizado por muitos, devido ao seu entusiasmo pela indústria russa e às suas críticas fundamentadas ao F-35 — porém, acompanhadas de um puxassaquismo desmedido ao F-22. O interessante é que ele não costuma publicar idiotices (embora responda qualquer um que o contate), como os secretários de Defesa dos EUA têm feito nos últimos dez anos. "Nós já sabíamos", "não surpreende" e "pedimos aos observadores para abrandar as caracterizações", são declarações insossas de quem, há muito, não consegue sequer acompanhar os russos. Com os chinas, não tem aquela história de passar satélite por cima e nomear os Ram-J, Ram-L, Ram-P,… da vida. Os patetas das agências americanas (se fingindo de diplomatas ou executivos de indústria aeronáutica em visita a possíveis clientes) estão perdidos e tem é perguntado por aí sobre o J-20, coisa que qualquer um faz… Assim, até eu.

    • Se o departamento de defesa "diz" não ter muita informação sobre o caça então imaginem o Kopp.

      • nada……tem comentarista aqui que sabe até quantas ogivas os russos tem ahahahaha, sabem o RCS de tudo quanto é aeronave ahahahahah e etc….

        • Galileu

          Pra esse tipo de comentarista, o F-35 (Avião de ataque) é caça de superioridade aérea invisível e imbatível! Quanta bobagem!

          • Que é um caça de superioridade aérea é óbvio, assim como o F-16 e o F/A-18 também são.

            Se ele é imbatível ou invencível eu nunca disse. O que eu digo é que enquanto o radar for o principal sensor de combate das aeronaves os F-35 e F-22 terão

            uma larga vantagem sobre os outros.

            O dogfight não venceu a segunda Guerra e também não vai vencer a terceira! Quem venceu a Segunda Guerra foram os números e o radar, não adianta nada o Pak ou Rafale serem mais ágeis se eles não conseguirão impedir os F-35 de destruir seus alvos.

            São os aviões na função ataque que destroem o inimigo e não os caças.

            "Quanta bobagem!"

            Bobagem é querer ignorar todos os fatores importantes em uma guerra de verdade apenas para defender as qualidades do seu avião favorito.

    • Kopp bate à tempos no F-35, e o tempo, ora veja, têm-lhe dado razão. Bem como as evoluções e capacidades, das armas de defesa AA russas de nova geração…

      Muitas das críticas dirigidas à Kopp me parecem fruto da inveja, ódio, rancor e raiva desmedida, algo, convenhamos, típico dos medíocres.

  6. ok, mando sim…tem um vídeo também muito interessante, na mesma noticia que te mandei…até +

  7. Como o cara faz um relatório sobre uma coisa que ele nem conhece???

    Se os chineses mal conseguem copiar um caça soviético como não terão muitas dificuldades para construir um 5° de grande porte em uma década?

    Mas ao mesmo tempo, acredito que o fato do J-20 usar tecnologias inferiores não significa que ele não funcione razoavelmente ou que não seja capaz de executar as missões designadas para ele.
    Óbvio que eu não acho que seja superior mesmo aos 5 Gs ocidetais, porém em 2025-2030 quando estiver pronto se espera que a diferença em tecnologia entre China e EUA seja bem menor.

      • Já fui russófilo e passei dez anos defendendo eles, hoje não há mais esperanças para mim.

        Reconhecer as qualidades deles é fácil, o difícil é ignorar um monte de coisas para acreditar que a tecnologia deles é melhor que a ocidental. Isso não posso fazer.

  8. Estão fazendo o mesmo que fizeram quando o J-10 apareceu e fizeram um relatório pra justificar o F-22 e é o que tá acontecendo novamente com J-20 pra voltarem a produzir mais F-22

    • marcio, é exatamente oq eu penso. por mais q o comentarista seja "russófilo" a aparencia de tudo isso, é uma desculpa para continuar investido no f-22, na sua atualização, ou quem sabe, num futuro 6g. parece-me um grande lobby para a LM…

      • Pois é caro Tassio Bruno fazem um alarde sobre a capacidades do caça J-20 como se o conhece-se mais tudo não passa de lobby pra levantar verbas pra uma eventual retomada da produção do F-22.

  9. Notinhas fabricadas sob medida pra instilar aquele terror básico nos caras de grana boa e coração fraco do Congresso dos EEUU…

  10. Vi um relatório sobre o J20 que o mesmo também poderia ser usado com caça de combate, bombardeiro e de interceptação de longo alcance e que os custos para construção da aeronave chinesa seria pelo menos 20% mais barata e com o mesmo padrão de qualidade dos demais caças ocidentais. Como hoje em dia pra construir um caça vários países estão se unindo pra baratear os custos, tanto a China quanto a Rússia mostram capacidade operacional impressionante !
    o F22 R foi o último até agora fabricado somente pelo EUA sem parecerias de outros países, já o JSF taí tendo problemas sérios e a fabricação problemática mesmo com parceria de vários países da UE que entraram numa crise e estão diminuindo os gastos na aquisição das aeronaves !

  11. Os chineses surpreenderam muita gente grande com esses seus protótipos, e levando em conta o conhecimento que eles roubaram da Russia e Eua com espionagem, se foram capazes de absorver todo esse conhecimento podem ter certeza que será um caça bem admirável, levando em conta a capacidade da china em produzir em grande escala, logo estarão voando centenas de J-20 nos céus chineses, se será melhor que o F-22 ninguém pode dizer por enquanto, mais que será produzido em maior quantia que o F-22 não restam duvidas quanto a isso.

    Esse avião tem design impressionantemente principalmente se visto de cima, apesar das criticas infundadas e analises infundadas devera ser um grande caça, ser for tão agressivo quanto aparenta ser, deverá ser um grande ase.

    Sds.

    • eu posso dizer com certeza absoluta! o J-20 nao chegará perto das capacidades do F22

      • BW, SE NINGUEM CONHECE O J20 EFETIVAMENTE, como vc pode ter tanta certeza ??

        Vc é um Mago por acaso ? Avançou para o futuro para já conhecer a configuração final do stealth chines ???

        NINGUEM PODE DIZER NADA EFETIVAMENTE E COM CERTEZA.

        É tudo especulação.

        Vc nao sabe nem o RCS dele para se atrever a dar palpite !!

      • Quais capacidades? De matar o piloto sem AR? Até agora eu só ás vi escritas, combate ou nos principais treinamentos internacionais!? Nada!

        • bom se for olhar para esse ponto, o typhoon nao foi posto em combate, o SU-27 nao provou se é melhor que o F15 e nem entrou em um combate serio, apenas contra alguns mig-29, o rafale apenas bombardeou tanques velhos e alguns soldados libios, nada que um ST nao fizesse, ou seja a maioria dos caças de hoje, nao viram efetivamente um combate que provasse todas as suas capacidades, entao…

        • Tá cheio de relatos do F-22 em exercícios vencendo facilmente os F-15, F-16, EF e até dogfigths vencidos contra o Rafale.

          Já foi divulgado, até aqui no Cavok, que cada incidente grave com obgs acontece em 1100 vôos.

          Ás chances do piloto morrer são menores que 0,1%, ou seja muito menores que as chances de um caça inimigo como flanker ou R… ser derrubados por um Raptor.

          Em combate, é mais seguro voar o F-22 do que qualquer adevrsário de quarta geração.

          Nos sete anos de serviço o Raptor matou um piloto em 400.000 horas de serviço, muito menos que outros aviões por ia inclusive os flankers indianos.

  12. Enquanto todo mundo fica pensando o que o J-XX é, em algum cantinho isolado o verdadeiro projeto chinês é desenvolvido, no mais, os americanos precisam do J-XX para promoverem a seus “aliados” o F-35 e conseguirem mais verba do congresso para mais uns 100 F-22.

    O interessante foi ver um "especialista" falando que o protótipo 002 era o 001 remarcado. Que dó!!! Queria ver a cara do infeliz com a imagem dos dois protótipos lado a lado.

  13. O Departamento de Defesa só vai divulgar o que quer. Vir a público declarar que sabe pouco é que eu acho uma idiotice. E o Carlo Kopp é um consultor informal do DoD americano e não há nenhum segredo nisso. Ele e mais um monte de gente mundo afora. E se não fosse, da mesma forma haveriam amiguinhos ianques sentados lá nas carteiras da Monash para ouvir o que ele tem a teorizar. Nenhum país com a complexa missão de se intrometer em todos os assuntos geopolíticos e militares do planeta, como os EUA, capta informações de uma só fonte e monta uma estratégia que norteará muitos dos seus passos por décadas. Eu acho interessante é gente experiente dos USA ir buscar informações sobre o J-20 na Ásia, junto a militares que não conseguem nem reequipar suas forças aéreas a contento. Cadê a espionagem pura e simples?

    • Sr. Assante , acredito piamente que os americanos , os russos , os japoneses e até os coreanos já o espionaram fartamente .

      Portanto ,não devemos levar a sério tal notinha , que para mim só tem como intuito o sensacionalismo adorado pelo americano tradicionalista .

  14. Com o TAMANHO do J-20, se ele tiver de 75 a 80% de capacidade tecnológica dos F-22 Raptor os Yankees vão estar brevemente em maus lençóis…

    COM CERTEZA o J-20 não vai ficar só nas 187 unidades quando entrar em produção…

    Tecnologia comparável, tamanho significativamente maior de aeronave e frota de 2 a 3 vezes maior que a dos Raptor…

    Prevejo muita dor de cabeça…

  15. Nos anos 60 a CIA fez chover relatórios na Casa Branca e no congresso dos EUA acerca do Vietnã. Nesses relatórios, fazia-se menções apocalípticas de que a perda do Vietnã para os comunistas iria criar uma cadeia de eventos, em que os EUA perderiam toda a sua influência sobre a Ásia e Pacifico. Os relatórios eram tão alarmantes que chegavam a afirmar que seriam necessários preparativos de defesa territorial da costa oeste estadunidense(os textos mencionam a necessidade de barricadas em São Francisco e Los Angeles).

    Ao ler isso em época de guerra fria, a opinião publica se alarmava e os americanos realmente se assustavam.

    É obvio que tais relatórios eram superestimados para ganhar apoio a intervenção no sudeste asiático. O lobby da industria de defesa estadunidense é muito grande, neste caso usa-se os mesmos artifícios, criar medo no governo. Assim ele é obrigado a investir mais em defesa, se não fizer, é tachado de fraco e perde as eleições.

    É gente! A história tende a repetir os erros não aprendidos…

    Quanto ao J-20, não irei subestimá-lo, deverá ser uma boa aeronave, mas esse relatório é claramente tendencioso para pressionar o governo Obama a gastar mais com defesa.

  16. Esse relatório vem bem acalhar em um momento que os clientes do F-35 estão cancelando as compras….

  17. Caro João Paulo, te respondi e caiu lá embaixo. Deve ter sido culpa Carlo Kopp ou daquele camarada do Estadão, os culpados por todas as mazelas aeronáuticas dessa galáxia…

    • Eu pessoalmente não gosto muito das analises do Kopp, pq mesmo sendo leigo consigo corrigir muita coisa que ele diz.

      Em uma de suas análises, ele afirma vantagens para o Su-35 contra o Lightining usando míssies R-27ER em combates BVR, por exemplo.

      Nesse caso, além de desprezar a capacidade de guerra eletrônica do F-35 ele ainda ignora toda a dificuldade para o pequeno radar passivo do míssil travar em um alvo com RCS mil vezes menor que os alvos de treino.

      O cara chega ao absurdo de dizer que o Sukhoi vai disparar um míssil semiativo antes de ser detectado pelo F-35! E se nós observarmos o fucnionamento desse tipo de míssil na prática, tanto modelos russos como americanos, veremos que o que ele diz é praticamente impossível!

      Me parece que ele escolhe apenas dados que favoreçam um ponto de vista determinado ou prédefinido, quando se começa ler um texto dele já se pode prever como vai terminar.

      Pessoalmente acho que o DoD, a CIA e inteligência da USAF possuem pessoal muito melhor qualificado do que o Kopp para fazer tais analises. Eu, se pudesse perguntaria: Se a opinião dele é tão útil pq o Departamento de Defesa faz exatamente o contário do ele diz?

      Na minha opinião acredito muito mais nas analises da USAF e da USNavy do que no Kopp

      Mas essa é só minha opinião.

      Sds.

  18. Devo ser uma besta quadrada, por não entender como pode um projeto ser de categoria secreta e alguém saber que esse projeto é similar ou superior aos já existentes no Ocidente. Acho que tem gente vendo fantasmas ao meio dia. Mesmo a China, com a sua postura larapiana de projetos alheios, acho difícil, um oponente a altura pro F-22 Raptor a curto prazo. E quando isso acontecer, o Ocidente já estará embarcando efetivamente na sexta geração. Eu Acho.

  19. Por certo o J-20 é melhor que o F-5 no combate BVR, mas no tiro curto sou mais o F-5.

  20. uma coisa e certa ,continuando no pique com esta indo,tanto ele e o pakfa logo nos os veremos em combate,diferente do f-22 ai poderemos confirma se determinado senhor estava certo ou nao! quem espera vera

  21. Camaradas,

    A única coisa que é certa nessa história é que os chineses não estão parados. Sabem que a Russia dificilmente cederá os parâmetros de seus projetos de quinta geração e que o ocidente, nesse instante ao menos, está pelo menos 10 anos a frente de qualquer país em termos de tecnologias aeronauticas.

    Que eles vão colocar um caça de quinta geração operacional, é certo que eles o farão, seja o J-20 tal como está, com esse desenho, ou algo derivado dele, desde que o desempenho seja aceitável e de acordo com suas necessidades mínimas…

    • Não sei donde as pessoas ACHAM que o J-20 é um caça fake ou de baixa qualidade. Os chineses competem no mercado da eletrônica mundial em vários segmentos e alguns é líder mundial a ponto de ser uma ameaça aos Yankees por exemplo a Huawei no segmento de comunicação e modens…

      Existem HOJE 127 mil estudantes chineses estudando nos EUA !

      A possibilidade de MUITA tecnologia americana já ter vazado é IMENSA. Se bobear a tecnologia do J-20 é IGUAL a do F-22.

      Não vou nem comentar a determinação e o número INSANO de horas trabalhadas e o NÚMERO TOTAL de engenheiros e técnicos chineses disponíveis para o programa de projetar o J-20; que deve ser no mínimo superior a 5 vezes ao pessoal do programa do F-22 americano…

      Se as suspeitas dos próprios americanos que seus segredos militares vazaram quando hackers chineses desviaram todo tráfego da internet para a China no ano passado (inclusive a parte militar americana) forem reais qualquer dificuldade com o J-20, com o devido CURTO tempo, será sanada…

  22. os americanos não vão mandar espiões na china para não correr o risco de criar um incidente diplomático com aqueles a quem devem bilhões e bilhões.

    como poorman falou acima, talvez a função deste caça seja despistar, enquanto fazem, sei lá, o j-14. Já repararam que desde que o j-20 apareceu, todos se esqueceram do j-14?

  23. Eu particularmente acho lindo os aviões chineses (K-8, JF-17, J-10B e o J-20), vejo que são ótimos vetores e seriam de uma ótima relação custo x beneficio, tanto que se eu pudesse compraria 30 K-8 para instrução avançada, 120 (80 monopostos + 40 bipostos) JF-17 para multimissão e 30 (20 monopostos + 10 bipostos) J-10B para interceptação; sem contar outros produtos mais como sistemas de defesa anti-aerea que a china possui aos montes e para diferentes espectros de missão, e quem sabe num futuro breve a china ainda vendesse o J-20 que acho o máximo.

    Essa combinação de vetores para mim seria ideal para o Brasil ou qualquer país que queira/precise gastar pouco e se manter eficiente no cenário ar-ar, sem contar que os armamentos chineses (mísseis ar-ar / anti-navio)são bastante eficientes e tem um custo muito baixo comparado aos "top" de mercado (ao menos foi o que vi consultando algumas fontes classificadas na internet – foruns).

  24. Sem menosprezar o j20 mas isso é matéria encomendada visando alarmar a opinião publica. Querem supervalorizar uma ameaça para justificar o programa f22.

  25. Pessoal, vcs estão pegando pesado com o Kopp. Se o Ilya disse que o cara é sério, quem somos nós para dizer o contrário?

  26. Somente o tempo dirá, senhores.

    Alguem diria a dez anos atras que o amado F22 teria problemas de Obogs ? Não.

    Está aí o exemplo…

  27. Amigos,

    Acredito que deva ser anunciado o vencedor do programa FX-2, após o mês de maio. É provável que seja em junho, mais tardar, em julho.

    Aposto as minhas fichas no Rafale.

    Minha aposta se dá devido ao programa de transferência de tecnologia, aliado à compra de 10 aeronaves KC-390 para a AdlA, como Offset.

    É isso.

    Lembro que não sou "fontado" nem nada, apenas um ser humano normal.

    😉

      • Eles estão desesperados quando viram que o FX não será francês. Ainda mais eles que fazem xenofobia contra americanos.

    • Vejo que continua a sonhar com amanhãs que cantam!!! Com que então o Gripen é DEMO e o T-50 não!!! Só pode ser uma (má) anedota ucraniana…

      Quanto ao artigo em si. Lá está, não passa de especulação, na medida em que se não se conhecessem dados para criticar, também não se conhecem dados para elogiar… em demasia, neste caso, e na minha opinião.

      Por outro lado, são conhecidos exemplos passados (Missile Gap, etc…) em que os lobbies americanos exageraram a ameaça, para justificarem aumentos na Defesa.

Comments are closed.