A República Checa está querendo substituir seus helicópteros Mi-24 (foto acima) e Mi-8.

A República Checa pré-selecionou duas propostas para o seu futuro helicóptero de múltiplos papéis. O Ministério da Defesa em Praga disse que aceitou as ofertas de fabricantes americanos e italianos, com os helicópteros Bell UH-1Y Venom (via FMS) e o AW139 da Leonardo, respectivamente.

A fase final da competição verá uma avaliação em voo dos dois helicópteros selecionados, com uma decisão final sobre a aquisição de 12 helicópteros prevista para ocorrer através do novo governo na República Checa, que ainda será formado após as eleições no final de outubro.

Os EUA aprovaram a potencial venda de helicópteros Bell UH-1Y Venon.

O novo helicóptero escolhido substituirá uma frota de cerca de 17 helicópteros Mi-24 e Mi-17 adquiridos da antiga União Soviética.

“A Leonardo acredita firmemente que o AW139M [oferece] o pleno cumprimento do requisito checo e um pacote de equipamentos de missão mais abrangente (incluindo proteção total contra gelo e todos os sistemas de armas para um suporte efetivo no ar), todos com um valor significativamente mais competitivo”, disse o representante de vendas da Leonardo.

A Leonardo concorre com o AW139.

No final de outubro, o Departamento de Estado dos EUA autorizou a venda potencial dos 12 helicópteros Bell UH-1Y Venon para a República Checa, num acordo avaliado em US$ 525 milhões via Vendas Militares Estrangeiras (FMS).

Os dois modelos que deixaram a competição foram o Sikorsky S-70 e o Airbus Helicopters H225M.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS