A Força Aérea Russa receberá 76 caças Su-57 até 2028.

O Ministério da Defesa da Rússia receberá 76 caças Su-57 como parte de um contrato com a empresa Sukhoi, disse o ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, a jornalistas no fórum Army-2019.

Anteriormente, foi relatado que 46 contratos estaduais de mais de 1 trilhão de rublos (US$ 15,8 bilhões) foram assinados no Army-2019, incluindo o Ministério da Defesa da Rússia com a Sukhoi, com um contrato do governo que foi assinado para a fabricação e fornecimento dos caças Su-57 para as necessidades do Ministério da Defesa da Rússia.

“76 aviões”, disse Manturov, respondendo à pergunta de quantos aviões Su-57 o Ministério da Defesa da Rússia receberá.

O vice-ministro da Defesa, Alexei Krivoruchko, também confirmou aos jornalistas que a agência receberá 76 aviões de combate Su-57 sob o contrato. Ele esclareceu que a aeronave será entregue, conforme instruções do presidente da Federação Russa, até 2028.

O Su-57 foi projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos, terrestres e de superfície. A aeronave tem uma velocidade de voo de cruzeiro em velocidade supersônica, armamento em compartimento interno, um revestimento de absorção radar (tecnologia stealth), bem como o mais recente complexo de equipamentos a bordo.

O Fórum Army-2019 Forum acontece de 25 de junho a 30 de junho no Centro de Convenções e Exibições Patriot, na Região de Moscou, e exposições serão realizadas em outras regiões da Rússia. De acordo com estimativas preliminares, mais de 1,5 mil empresas e organizações que representarão mais de 27 mil amostras de produtos e tecnologias participarão do fórum no território da Federação Russa.


Fonte: TASS – Edição: Cavok

Colaborou Rustam Bogaudinov, direto de Moscou.

Anúncios

9 COMENTÁRIOS

  1. Agora sim! 76 é um número de respeito, 16 unidades era piada pronta. Nada mau, 76 SU47 + 100 SU35! Essas são as quantidades das melhores máquinas disponíveis na Rússia?

  2. É uma aquisição ‘tímida’, porém a Rússia não tem ‘fôlego’ para ir muito além, lhes falta o principal. Dinheiro!

    • Eles não vão receber somente Su-57 nesse tempo, eles tem vários contratos para Su-30SM,Mg-35, Su-34, Su-35…
      Se fosse eles dava preferência aos Su-57, pois Su-30 e MIG 35 só vão somar quantidade mesmo..

  3. Falta dinheiro, claro. A CCCP não pode gastar como tio Sam. Mesmo assim a "promessa da FAB" parece que já está em uso, já a opção preferida só em 2025 com sorte

  4. Como todos os outros, é um contrato de mim comigo mesmo.

    Quantos serão realmente entregues, qual a configuração e se o valor pago é aquele divulgado, será sempre motivo de debate.

Comments are closed.