A Rússia deve assinar uma compra de novos caças Su-57 em 2020, com entrega prevista para 2025. (Foto: UAC)

A Rússia deve assinar um segundo contrato para a fabricação de 13 caças Sukhoi Su-57 para suas forças armadas em 2020, com as entregas aguardadas para as Forças Aeroespaciais da Rússia até 2025.

“Em 2020, planejamos assinar o segundo contrato para fabricar e entregar 13 caças Su-57, alguns deles equipados com motores de segundo geração”, disse uma fonte da indústria russa de aviões à TASS na quarta-feira. “O prazo preliminar para o novo contrato é de cinco anos.”

As Forças Aeroespaciais da Rússia receberão duas aeronaves de quinta geração em 2019 e 2020, com os motores de primeiro estágio Saturn AL-41F, através do primeiro contrato assinado no ano passado. O contrato para 2020 provavelmente envolve vários Su-57s equipados com o motor de segundo estágio, o mais poderoso Izdeliye 30.

“Em linha com o contrato assinado em 2018, um jato série Su-57 com motores de primeiro estágio será entregue às Forças Aeroespaciais neste ano, a outra aeronave com o mesmo tipo de motor – em 2020”, acrescentou a fonte. No entanto, a fabricante de aeronaves United Aircraft Corporation ainda não confirmou a reportagem.

O Su-57 é um caça multi-missão de quinta geração projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos em alcances longos e curtos e atingir alvos terrestres e navais inimigos, superando suas capacidades de defesa aérea.

O país anunciou o seu plano para comprar e encomendar uma grande frota de Su-57, mas a produção em massa é adiada várias vezes devido à tecnologia, bem como problemas orçamentais.

Há dois anos, o vice-ministro da Defesa Yuri Borisov fez uma declaração em uma conferência de imprensa dedicada aos resultados do fórum militar e técnico internacional do Exército-2017 que o Ministério da Defesa da Rússia esperava assinar um contrato piloto para os jatos de quinta geração. Os jatos de combate Su-57 seriam contratados em 2018 e as tropas deveriam receber as aeronaves em 2019.

Anúncios

28 COMENTÁRIOS

  1. A Moral da história é que em 2025, daqui a seis anos, tudo o que os russos terão será 15 Su-57 sendo que nem todos terão os motores definitivos e alguns sequer terão radares. Depois quando alguém fala que os russos estão ficando para trás é um festival de choro e ranger de dentes.

    Entenderam afinal porque o F-16 é superior ao Su-57 hoje e talvez até 2025 se nada mudar?

    • Talvez esse contrato seja necessário para manter a linha de produção (por menor que seja) ativa, para não terem de encerra-la já no início, seria isso?

    • F 16 é superior em quantidade operada e em procura , mas em comparação de célula o Su 57 e superior e todos sabemos disso , hoje segundo informação da própria mídia americana os F 16 mais moderno do mundo hoje é o do EAU com radar APG 80 , os próximos serão os do Bahrein que serão os F16 V …
      Tem os de Israel mas este e um caso a parte devido a customização ..

      • Grandes coisas. Taiwan também disse que o F-35 não entrega o que promete e cancelou seus pedidos.
        E Israel está indo pelo mesmo caminho.
        Quem está ameaçado de invasão e destruição, como Taiwan e Israel, não confia nesse avião.
        Fato!

        • Taiwan não adquiriu o F-35 por dois motivos, primeiro porque para eles é caro no momento e segundo, porque os EUA não confirmaram venda por medo de espiões chineses infiltrados na ilha, por isso eles vão adquirir 72 novos caças Lockheed Martin F-16V Block 70 Viper no lugar

          "Israel está indo pelo mesmo caminho" aí já ficou muito feio né kkk

        • Como se cancela um pedido que não existiu?

          Nunca foi sequer oferecido a Taiwan.

    • Tens razão, pensei que estivessem mais avançados nesse projeto já, mas vi que falta muita, mas muita coisa mesmo.

    • F-16 superior ao Su-57? Eu li direito?
      Fala sério.
      A Rússia está muitíssimo bem servida no quesito aviação, visto que seu Su-35, que é de geração 4,5++, colocou na alça de mira o F-22 americano.
      Ainda nem precisam colocar em atividade grandes quantidades de seus Su-57.
      Os Su-35 ainda dão ocnta do recado e com sobras.

      • Os Su-35 mostraram-se incapazes de detectar a aproximação dos F-22 na Síria e sofreram o constrangimento de serem interceptados pelos caças da USAF. E tiraram fotinha para contar história da carochinha.

        Como se vê os russos estão em franca inferioridade no ar, algo que vai se agravando à medida que o F-35 vai entrando em serviço.

        E sim, enquanto forem apenas pouco mais de uma dúzia de protótipos sem motores e radar o Su-57 é, sim, inferior ao F-16

      • Você não cansa de repetir a mesma lorota do Su-35 e F-22? Sinceramente essa chatice cansa e diminui a qualidade dos comentários, você sabe muito bem que não teve nada de "na alça de mira", inventa outra

  2. Acredito que esse jato não está indo para frente por problemas de tecnologia (e não por falta de verba), pois um produto desse terminado, pelo menos nos motores, conseguiria mais encomendas do próprio governo — que facilmente realocaria verbas de retrofits de Su-30-quebra-galhos e outros improvisos para jatos novos –, o que animaria até a Índia.

    Estão capengando.

  3. No ano passado teriam assinado contrato para doze unidades , este ano receberiam as duas primeira das doze , agora surgiu a noticia que assinariam mais um contrato de 13 unidades que seriam entregue até 2025…
    Também tem os 12 protótipos que provavelmente sera integrado na VKS nos finais dos testes acredito eu…

    • Bruno.
      A Rússia ainda não precisa de grandes quantidades de Su-57.
      Os poderosos Su-35s dão conta de qualquer coisa que voe do lado ocidental.
      É a famosa força bruta. Superioridade aérea. E a Rússia vem aumentando seu cronograma de entregas dos Su-35s.
      É importante lembrar que por mais de uma vez eles já colocaram na alça de mira aviões que deveriam ser stealth.
      Portanto, não há necessidade de se apressar o cronograma.
      Está tudo indo muito bem.

      • O Su-35 está sendo interceptado com facilidade pelos F-22 na Síria. Para sorte dos russos não estão em guerra, caso contrário eles seriam alvo de tiro ao pato para a USAF

        Aceite Xings!

  4. Até 2025 15 muito poucos. sem contar que são inferiores ao f 22 e f 35.

  5. Trocaram os S57 pir Khinzal, Poseidon, Avangard, S500. Tá bom ou não!

  6. Sem dinheiro não há engenharia que resista, ou melhor, que exista. Os russos podem estar bem quanto aos mísseis e submarinos mas no quesito aeronáutico, é nítida a falta de recursos. Os chineses vão atropelar os russos e não vai demorar.

  7. Não dá mais pra comentar nos sites de tema militar. Parece que em todo Brasil só existem 10 ou 20 pessoas que se interessam por defesa, porque em todo que você procura ler, só tem comentários dessas mesmas pessoas transformando o ambiente de debate em um lugar tóxico, principalmente os fanboys dos EUA. Quando alguém vai contra a opinião deles é taxado de comunista, simplesmente pelo fato de ter uma opinião diferente. Se vocês se dizem tão patriotas, por quw idolatram tanto outros países? Que patriotismo é esse que foi ensinado a vocês?

    • É o patriotismo de um político profissional e filho de Pres. do Brasil que desfila com boné do Pres. dos EUA e o povão achando lindo.

      • Usar um boné é um problema, mas fazer apologia diária de regimes ditatoriais, não é.

        O fato do Congresso Brasileiro ter aprovado um tratado de aliança militar com os Eua e eles serem nossos aliados reais e formais não importa.

        O fato da Rússia e da China financiarem grupos terroristas no Brasil nao é um problema.

        Entendi.

    • Deixa ver se eu entendi, os caras dizem que o Su35, atualização de um caça 4g, é superior ao F22 e F35 e o problema são os supostos fanboys americanos?

      Não entendi.

      • Por que você não cita a parte em que em que eles falam que o F16 é melhor que o SU57!? Que grupos são esses financiados por Russia e China?? Aliás, financiar terroristas é uma coisa que os EUA sabem fazer muito bem, quer que eu faça uma lista pda você? Disso você não lembra, né!?

        • EUA jamais financiaram terroristas no Brasil. Pode fazer a lista que vc quiser.

  8. Senhores eu vejo aqui muitas opiniões passionais sobre os equipamentos Russos, vamos relembrar alguns fatos:
    – Rússia não dispõe do orçamento de defesa da extinta União Soviética.
    – Tecnologia só é possível através de pesquisa e desenvolvimento.
    – Pesquisa e desenvolvimento custa caro, muito caro.
    – Após a dissolução da URSS Rússia passou quase uma década sem investir na compra de novos equipamentos, atualização de sistemas ou desenvolvimento de novos armamentos.
    – Muito da evolução da plataforma Su-27 de deve a ajuda Israelense provendo material ou conhecimento para desenvolver os aviônicos necessários, ou seja, um fato inquestionável que os Russos já estavam atrasados nesse quesito.
    – Não há como queimar etapas no desenvolvimento desse tipo de tecnologia, é um passo atraaa do outro, não há salto quântico.

    Ou seja, os aviões Russos são tão bons quanto o dinheiro e tempo que eles puderam investir. Se partirmos da premissa que eles já estavam atrasados em relação aos avionicos podemos concluir com pouca margem de erro que eles poderão sempre estar um passo atrás dos equipamentos ocidentais. Dizer que não presta também é conclusão passional, se o Su-35S for um F-15 meio melhorado ele ainda dá muito pano pra manga! Que o Su-57 é melhor que o F-22, faça me o favor né … sem comentários, o F-22 de novo não tem nada e ele ainda parece que veio de algum futuro que ainda não nos pertence. Opinião dos Indianos a respeito do Su-57 não conta, se os Indianos entendessem algo sobre aviação o Tejaa não teria nascido do jeito como veio ao mundo, uma aberração da indústria Indiana!

    • Além do mais, a Russia tem ambições diferentea dos EUA. Eu tô cagando pra Russia, China ou EUA. O que me deixa p*ut0 é que as pessoas perderam noção so ridículo, hoje em dia colocam ideologia na frente se tudo e ficam cegos, o cara fica idolatrando outro país e no final de tudo ainda vem dizer que sabe o que é melhor pro Brasil e que é patriota…

  9. O Congresso Brasileiro formalmente aprovou uma aliança militar de defesa mútua.

    EUA, Canadá, Argentina, Uruguai, Chile… são países amigos do Brasil. São nossos aliados por decisão formal do governo brasileiro.

    Rússia, China e Cuba prestavam treinamento e apoio financeiro a grupos terroristas que mataram brasileiros inocentes.

    Por diversas vezes atentaram contra a soberania brasileira.

    Por algum estranho motivo, fazer apologia da propaganda russa e chinesa é algo bem visto e aprovado nos sites de defesa.

    Enquanto isso, os EUA cedem equipamento gratuitamente, realizam treinamento, compartilham informações de inteligência e realizam exercícios conjuntos com o Brasil.

Comments are closed.