A entrega dos helicópteros deve ser feita até o final de 2018. (Foto: Dmitry Serebryakov/TASS)

O exército russo deve receber os primeiros dois helicópteros de ataque Mil Mi-28NM até o final de 2018, de acordo com o CEO da Russian Helicopters, Andrei Boginsky.

Agora, um lote de pré-produção está em andamento e o contrato deve ser concluído em novembro deste ano. Em conformidade, estamos cumprindo o cronograma. Até agora, dois helicópteros estão estipulados no contrato“, disse Boginsky.

A Rússia começou a desenvolver o helicóptero Mi-28NM em 2009. Sua versão modernizada difere consideravelmente do seu protótipo.

O helicóptero é equipado com o radar de vigilância N025 e um novo sistema de guerra eletrônica. O helicóptero foi projetado para procurar e destruir alvos aéreos de baixa velocidade, tanques e veículos blindados e não blindados dia e noite e em quaisquer condições climáticas.


FONTE: TASS

Anúncios

19 COMENTÁRIOS

  1. Pq investir nesse helicoptero se eles tem o Ka-52 Alligator ?

    Não que eu ache o Mi-28 NM ruim… mas os dois não são projetados pra mesma finalidade?

    • O K52 alem de ser superior em alguns qesitos ,ele deve ser bem mais caro

    • Se não me engano o Ka-52 Alligator é navalizado, mas sua pergunta é bem pertinente mesmo.

      • Sim
        O ka-52 tem uma versão naval… tanto é que fizeram uma versão pra operar no Mistral que a VMF comprou da França

        Mas o Ka-52 tbm tem versão terrestre

    • Bem colocado Rafa! O Ka-52 é bem superior ao Mi-28, que no Himalaia perdeu para o AH-64 por falta de potência em altas altitudes.

    • O Mi-28 é mais "bruto" que o Ka-52.
      O Mi-28 era esperado que fosse um novo Mi-24, onde alem da capacidade de anti-blindado pudesse ser mais simples, e tambem usado para reconhecimento, canhoneira e escolta a helicopteros de transporte e assalto. O Ka-50/52 era uma opção não apenas a anti-blindado mas tambem a ataques e até mesmo anti-helicopteros e mesmo aviões voando lento e baixo. Era uma opção mais cara e sofisticada, que inicialmente estava prevista e encomendada pela Força Aerea Russa (o Mi-28 ao exercito, mas ambos foram concentrados na FA).

      O detalhe que era para o Mi-24 ser substituido pelo Mi-28 mas muitos oficiais de alta patente russos são contra, e até mesmo há um interesse em reviver o projeto do Mi-40 o que era uma versão do Mi-28 que pudesse levar soldados e atuar como canhoneira como o Mi-24, ou a partir do Mi-38, fazer uma versão que atue na mesma concepção que o Mi-24.

    • Acho que a Rússia tem essa doutrina de manter suas empresas bélicas sempre inovando, assim como a MiG com o Mig-29/Mig-35 e a família Flanker.

  2. Que máquina!!!! Ahhhh uns deste no EB.kkk
    Minha crucificação em 3,2,1…….rs

    • Também acho que ficaria bem no exército, é mais blindado que o Apache.

      Só que primeiro temos que ter certeza que resolveram todos os problemas dele.

    • Tem outras opções melhores que o Mi-28 para a realidade brasileira. Uma delas é o AH-1W/Z Cobra

      • Positivo, não desmerecendo o Mi-28, porém se o EB fosse de Cobra "W" ex-USMC, deveriam ser poucas células, umas 12, pra iniciar, depois apertava o GF pra novas células "Z", isso se os EUA deixassem. Mas também faria sentido pra mim o EB ir de Hind também, isso ajudaria com a cadeia logística juntamente a FAB, operacionalidade em treinamentos conjuntos e otimizaria recursos.

  3. Os russos haviam oferecido ao Brasil a possibilidade de implantar aqui um centro de manutenção de seus helicópteros para atender a clientes da AL. Isto resolveria o problema gerado pela excessiva burocracia envolvida no pós venda de seus produtos desde que algumas empresas também sejam autorizadas a produzir alguns componentes por aqui.

    • Isso foi na época do 9 dedos …No atual cenraio , a tendencia é uma nova aproximação dos EUA como já está ocorrendo

    • Se a quantidade fosse alta…

      Mas aí inventaram a Kombi e o HIP foi pro saco…

      • Daria pra comprar uns 150 Mi-17 com o dinheiro das kombis se fosse feito um negócio as claras, mas tenho fé que a lava jato vai chegar nas kombis também, assim como chegou nos pedágios do Paraná, nos caças, nos submarinos… E por aí vai …

  4. Apesar do MI 28 fazer o trabalho que o K 52 faz , os Kamov tem funções únicas ,muito superiores ao Mi28, acho que os Russos investe nos dois ,por que tem sonho de um dia usar os Aligator baseado em um porta helicópteros, e o Mi28 tem o preço inferior e é mais barato de operar também..

Comments are closed.