O Tupolev Tu-160M “Igor Sikorsky” durante o primeiro voo após atualização.

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo no seu canal oficial do YouTube, mostrando o voo de estréia do bombardeiro estratégico amplamente modernizado Tu-160M ??’Igor Sikorsky’.

Como informou a assessoria de imprensa da Tupolev Aircraft Company, o voo ocorreu no aeródromo da Kazan Aviation Factory (filial da empresa) em 2 de fevereiro e durou 34 minutos. Durante o voo de teste, a aeronave subiu a uma altitude máxima de 1.500 metros.

O Tu-160M ??que realizou o voo de estréia foi o bombardeiro operacional Tu-160 ‘Igor Sikorsky’ (n°14 vermelho) que foi amplamente modernizado e servirá como base para a nova versão que será fabricada do zero. No vídeo enviado pelo Ministério da Defesa é possível ver a parte restante das marcações e do nome na fuselagem do avião. A indústria de construção de aeronaves Tupolev disse que não havia planos de renomear o avião após a atualização.

O vice-ministro da Defesa russo, Alexei Krivoruchko, disse em entrevista ao jornal Krasnaya Zvezda, em dezembro de 2019, que as entregas de bombardeiros T-160M ??altamente atualizados para as tropas deveriam começar em 2021.

O vice-ministro da Defesa disse mais tarde em um artigo publicado na revista corporativa Radio-Electronic Technologies emitida pelo Grupo KRET que o primeiro bombardeiro Tu-160M ??da Rússia fabricado ‘do zero’ em comparação com sua versão atualizada faria seu primeiro voo em 2021.

Os novos bombardeiros Tu-160 e suas versões altamente atualizadas não diferem entre si, mas tecnicamente receberam diferentes rótulos do Ministério da Defesa: o Tu-160M ??para aeronaves operacionais atualizadas e o Tu-160M2 para bombardeiros fabricados ‘do zero’.”

O Tu-160M ??possui o mais recente conjunto de dispositivos de defesa a bordo, um sistema de comunicações avançado e confiável com maior resistência a interferência e armas exclusivas que aumentarão consideravelmente suas capacidades de combate quando empregar munições convencionais e nucleares.

Anúncios

1 COMENTÁRIO