Rússia exibe abertura da caixa-preta do Su-24M abatido pela Turquia
Foto: Anton Denisov – RIA Novosti

Na presença de comandantes militares da VKS (Forças Aeroespaciais), investigadores russos abriram nesta sexta-feira (18) a “caixa-preta” do bombardeiro tático Sukhoi Su-24M abatido por um caça F-16C turco próximo à fronteira com a Síria no último dia 24 de novembro. As imagens foram exibidas ao vivo por emissoras de TV da Federação Russa.

“Esta é a primeira vez que abrimos uma caixa-preta ao vivo”, afirmou o general da VKS, Serguei Dronov.

O abate da aeronave russa pela Turquia provocou uma grave crise diplomática entre Moscou e Ancara.

A governo turco afirma que a aeronave russa violou o espaço aéreo do seu país. A Rússia, entretanto, nega o incidente e espera demonstrar sua versão para o ocorrido com os dados contidos no dispositivo.

Rússia exibe abertura da caixa-preta do Su-24M abatido pela Turquia (1)
Foto: Anton Denisov – RIA Novosti

“Temos provas suficientes de que nossa aeronave não violou o espaço aéreo turco”, afirmou Dronov, antes de declarar que o Su-24M foi abatido em espaço aéreo sírio, a 5,5 quilômetros da fronteira turca.

Dos 14 especialistas internacionais convidados por Moscou para acompanhar a abertura da caixa-preta, apenas dois compareceram, um britânico e um chinês.

Dronov afirmou que durante o evento também estavam presentes alguns “cidadãos americanos”.

Durante a abertura do dispositivo tornou-se claro que o mesmo foi danificado em decorrência do abate, o que pode comprometer o acesso integral às informações ali gravadas. Até agora o que se sabe é que o último voo do Su-24M abatido durou 40 minutos.

O Ministério da Defesa da Federação Russa declarou que os primeiros resultados decorrentes da análise do conteúdo da caixa-preta serão publicados nesta segunda-feira (21).

divider 1

FONTE: RIA Novosti, RT

EDIÇÃO: Cavok

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom, nunca tinha visto caixa preta assim, interessante como é blindada e protegida.

  2. excelente atitude da Rússia, pena que mesmo se for provado peos dados da caixa preta aberta na frente de todos que o Su-24 não invadiu o espaço aéreo Sírio, a OTAN dará de braços e questionará os resultados!

  3. Invadindo ou não a fronteira Turca, foi um exagero a derrubada do Su-24. Não havia necessidade desta demonstração de de zelo pelo espaço aéreo, foi como se a Russia estivesse atacando a Turquia, ainda mais em uma divisa de nada com nada. Agora é aguentar as consequências.

    • Os turcos invadem o espaço aéreo sírio e iraquiano há anos sem autorização dos respectivos governos.

  4. mas foi uma senhora pancada pra ter danificado daquele jeito

    e que secretária gata

Comments are closed.