As Forças Aeroespaciais da Rússia (VKS) concluíram a criação de um grupo de aviação para entregar as equipes e os equipamentos para auxiliar a Itália na luta contra o coronavírus.

A implantação está de acordo com o decreto do ministro da Defesa russo, general do exército Sergei Shoigu.

No aeródromo de Chkalovsky, na região de Moscou, concentram-se nove aviões Il-76 da aviação militar russa, que durante a noite passada, juntamente com equipes treinadas, foram rapidamente transferidos das regiões de Pskov, Ulyanovsk e Orenburg.

Oito equipes médicas e de enfermagem, equipadas com o equipamento médico necessário, estão prontas para serem transferidas para a República Italiana. O grupo de cerca de 100 pessoas incluiu os principais especialistas do Ministério da Defesa da Rússia na área de virologia e epidemiologia, com uma experiência internacional significativa no combate a epidemias.

No sábado, o presidente russo, Vladimir Putin, confirmou a disponibilidade da Rússia para prestar a assistência necessária durante sua ligação telefônica com o primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte.

Em particular, a Rússia planeja fornecer kits de proteção, sistemas móveis baseados em caminhões Kamaz para desinfecção de aerossóis de transporte e território, bem como equipamentos médicos e outros e brigadas de especialistas russos para prestar assistência nas regiões italianas mais atingidas.

Anúncios

1 COMENTÁRIO