O MiG-35 pode eventualmente receber um radar AESA. (Foto: UAC)

O caça russo MiG-35 Fulcrum-F pode ser equipado com um radar de varredura eletrônica ativa (AESA) no futuro, disse Ilya Tarasenko, diretor-executivo da MiG, na quarta-feira.

Entendemos que esta é uma tendência mundial para o uso de radares com um sistema varredura eletrônica ativa neste tipo de aeronave. Naturalmente, já fizemos um protótipo para realizar testes“, disse Tarasenko.

A MiG oferecerá esse tipo de radar como uma opção após seus testes em conjunto com a aeronave, disse ele. Embora não especificado pelo diretor-executivo da empresa, é provável que tal radar seja o Phazotron Zhuk-AE.

A Força Aérea Russa adquiriu seis caças MiG-35. (Foto: UAC)

O contrato para a entrega do primeiro lote de seis caças multi-missão MiG-35 para a Força Aeroespacial da Rússia foi assinado no fórum Army-2018 em 22 de agosto, com a última aeronave sendo entregue em 2023.

Os testes de voo do MiG-35 começaram em 26 de janeiro e a apresentação internacional do caça foi realizada na região de Moscou no dia seguinte.


FONTE: TASS

Anúncios

23 COMENTÁRIOS

  1. Isso equivale, grosso modo, a colocar uma central multimídia de última geração em um carro velho.

      • O F-15 tem score favorável de 104×0…

        O F-16 tem score de 74×1….

        E o Mig-29?

        • Disso eu sei, é fato consumado. Me referi a sua referência ao "carro velho" . A superioridade do Eagle e do Falcon é incontestável em relação ao Fulcrum, porém o MiG-35 é o mesmo que o F-16V e o F-15IA, uma central multimídia de última geração em um carro velho.

  2. Antes de voar o primeiro protótipo já prometiam isso , uma versão com AESA e outra não… Mas acho que a coisa não rolou ,…

  3. Belíssima máquina. A Força Aérea Russa vai se tornando (ou já é) a mais moderna do mundo.
    Todos os seus projetos de ponta são atuais. Não existe nada que tenha entrado em produção na década de 70.

      • Refiro-me a projetos de ponta. Aqueles capazes de detectar o F-22, posicionar-se atrás dele e tirar uma 'chapa'.

        • Acorda pra vida! O Su-35 está se mostrando incapaz de detectar a aproximação dos F-22 na Síria!

          Aceite esse fato da vida (a inferioridade do caça russo) Xings!

    • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      SU-35 derivado do SU-27 Primeiro voo: 20 de maio de 1977
      MiG-35 derivado do MiG-29 Primeiro voo : 6 de outubro de 1977
      Por incapacidade soviética e problemas financeiros foram introduzidos na década de 1980
      Ainda assim. a força aérea Russa tem que comer muito arroz e feijão pra se tornar a mais moderna do mundo.

      • Pode adicionar aí o MiG-31, primeiro voo em 1975! E ainda tem os Tupoleves, o grosso da frota é formado pelo TU-22…

    • A Força Aérea russa em termos tecnológicos está muitíssimo longe da USAF! Basta ver que o seu atual vetor mais moderno, o Su-35, se mostra incapaz de detectar a aproximação do F-22 na Síria. E o seu pretenso caça de 5ª geração, o Su-57 não apenas não tem seus radares e motores definitivos como ainda por cima está sendo produzido em números risíveis….

      No mais os amigos Conde Vlad e VictorFilipe já mandaram a real….

      Aceite os fatos Xings!

    • Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Já vi muita abobrinha aqui, mas esse cara supera!!!!

      Apesar de fã da família Flanker, estão séculos atrás dos Raptor e F-35, que por sinal já estão mais que consolidados, mesmo após as inúmeras notícias, que algumas lemos inclusive aqui, dos problemas que passou o F-35. Enquanto isso o Su-57 engatinha pra tentar se tornar um 4++G. Provavelmente não será 5G.

  4. Nem a força aérea russa quer este caça já que ficarão com apenas 6 unidades não operacionais para demonstrações. Enquanto isto aquele para o qual foi criado para ser adversário, o F-16, continua evoluindo, vendendo bem e sendo ponta de lança de dezenas de países.

  5. O único projeto um pouco mais antigo é o MIG-29 que não é mais de ponta na Força Aérea Russa, mas é mais que suficiente para enfrentar os numerosos F-16 americanos.

    • Tanto é "mais que suficiente" que em todos os confrontos entre os dois o F-16 foi vitorioso……

      Perdeu Xings!

    • Que o digam os Mig-29 da extinta Iugoslávia no conflito do Kosovo.

    • Por que não vai pesquisar direito antes de sair escrevendo essas coisas?

  6. Para ofertar qualquer caça novo hoje, é fundamental ter essa opção.

Comments are closed.