O espaço aéreo da Estônia teria sido violado por um avião Il-76 russo. (Foto: UAC)

O Ministério da Defesa da Rússia negou as alegações das autoridades da Estônia de que um avião de transporte militar russo Ilyushin Il-76 violou o espaço aéreo da Estônia.

Em 12 de março de 2018, um avião Il-76 das forças aeroespaciais russas fez um vôo programado para um aeródromo na região de Kaliningrado. O vôo foi realizado em estrita conformidade com as regras internacionais de uso do espaço aéreo. As fronteiras de outros países não foram violadas, o que foi confirmado por meios de monitoramento objetivos“, disse o ministério na segunda-feira.

De acordo com o ministério, a rota do vôo foi previamente acordada e o avião estava voando com o seu transponder ligado. A tripulação manteve contato de rádio com os controladores de tráfego aéreo da Estônia que não tinham nenhuma reclamação para a tripulação russa.

O Estado-Maior das Forças de Defesa da Estônia disse anteriormente que um avião russo Il-76 entrou no espaço aéreo do país perto da ilha de Vaindloo. O ministério estrangeiro da Estónia convocou o embaixador russo a apresentar uma nota.


FONTE: TASS

SEM COMENTÁRIOS