O Tupolev Tu-144 foi a única aeronave comercial supersônica desenvolvida na Rússia.

A indústria russa e o Ministério do Comércio discutiram a produção de um avião comercial supersônico com o fundo soberano Mubadala, dos Emirados Árabes Unidos, e os sócios árabes expressaram interesse no projeto, disse o ministro Denis Manturov a repórteres na terça-feira, durante a Cúpula Global de Industrialização e Industrialização.

“Cobrimos um tópico relacionado ao desenvolvimento e à produção de uma aeronave supersônica, trata-se de um projeto de cooperação multilateral multiformato. Podemos fazer isso com os Emirados, com a Arábia Saudita e, possivelmente, com outros países que manifestarem interesse”, disse ele, conforme relatado pelo site PRIME.

“Nós mencionamos esse direcionamento como promissor, e nossos colegas estavam interessados ??nisso, levando em conta o fato de que eles já investiram em nossa indústria de aviação, e na Russian Helicopters em particular.”

A nova aeronave poderá ser baseada no bombardeiro Tu-160.

O ministério anunciou em fevereiro deste ano que a United Aviation Corporation (UAC) da Rússia desenvolverá um novo jato supersônico de passageiros a partir de 2022. O último projeto russo de aeronave de passageiros supersônica foi lançado há cinquenta anos, o Tupolev Tu-144.

Ele acrescentou que estudos de pesquisa serão realizados para melhorar as características aerodinâmicas da aeronave e aumentar a taxa de carga.

Em janeiro de 2018, o presidente russo, Vladimir Putin, sugeriu a criação de uma versão civil do bombardeiro estratégico supersônico Tu-160, enquanto assistia a um voo de teste do novo bombardeiro estratégico russo dizendo que poderia ser uma “perspectiva comercial viável”.

Projetado pelo Tupolev Design Bureau na União Soviética, o Tu-160 é a maior e mais pesada aeronave supersônica com capacidade de voo de mais de Mach 2 já construída, perdendo apenas para a comparável XB-70 Valkyrie em comprimento total.

Em setembro de 2018, um representante da fabricante de aeronaves Tupolev disse que os trabalhos de estudo estavam em fase final e que havia uma compreensão do preço e das especificações do avião.

O Tu-144 foi também usado pela NASA para testes do voo supersônico.

O primeiro avião de passageiros supersônico da Rússia, o Tupolev Tu-144, fez seu primeiro voo em 1968 e iniciou o serviço de passageiros em 1977. No entanto, operou por apenas um ano e foi considerado economicamente inviável e potencialmente inseguro.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Negociar eles até podem…. agora, colocar em execução e manter isso como economicamente viável, já são outros 500! EUA e Inglaterra estão com dificuldades nessa área até hoje, a despeito de possuírem mais knowhow.

    P.S.: no que pese o fato de considerar o Tu-160 um dos meus aviões favoritos, há que se reconhecer que foi um veículo desenvolvido para uso militar. Os russos precisarão tomar cuidado com essas "adaptações" ou "inspirações"…. 😉

    Bom dia a todos!

    • Ja se mostrou inviável, não vai sair do papel. Muito ruido, consome muito combustível etc.
      Voo comercial supersônico só com um projeto totalmente novo que solucione as deficiências que o Concord tinha. O TU-144 se não me falha a memória teve alguns acidentes graves alem dos mesmos problemas do original francês

  2. É a Tupolev procurando o que fazer — o PAK DA não deve estar sendo o suficiente…

Comments are closed.