Um caça MiG-31K decola carregando um míssil Kh-47M2 Kinzhal. Derivado do míssil balístico lançado no solo de Iskander, o Kizhal pode atingir maiores distâncias e velocidades mais altas em virtude de seu lançamento supersônico em alta altitude. (Foto de arquivo: Força Aérea da Rússia)

A Rússia testou seu míssil aero-balístico hipersônico Kh-47M2 Kinzhal, com capacidade nuclear, de um avião de combate MiG-31K, no Ártico russo.

Os testes ocorreram em meados de novembro, com a aeronave MiG-31K decolando do aeroporto de Olenegorsk, na região norte de Murmansk, e lançando o míssil contra um alvo na faixa de Pemboy, perto de Vorkuta, na República de Komi.

A base aérea de Olenegorsk fica a uma hora de carro ao sul de Murmansk, enquanto a região de Pemboy fica a cerca de 60 quilômetros de Vorkuta, a oeste das montanhas de Ural, na República de Komi. O míssil provavelmente foi lançado enquanto a aeronave estava sobre o mar de Barents.

O míssil balístico lançado em voo Kinzhal (ALBM) foi apresentado pelo presidente russo Vladimir Putin em seu discurso sobre o estado da nação à Assembléia Federal em março do ano passado. Segundo o presidente russo, o míssil hipersônico voa mais de 10 vezes a velocidade do som e é capaz de manobrar e superar os sistemas de defesa aérea e míssil anti-balístico (ABM) existentes e futuros.

Kh-47M2 Kinzhal

Segundo ele, os sistemas de mísseis hipersônicos Kinzhal estão em serviço experimental e de combate com as Forças Armadas russas desde 1º de dezembro de 2017 e altera o equilíbrio de forças militares no norte devido à sua autonomia, velocidade e capacidade de superar qualquer sistema de defesa de mísseis conhecido, podendo ser lançado de locais imprevisíveis porque uma aeronave se move muito mais rápido que um veículo terrestre. Além do mais, uma aeronave adiciona alcance extra antes do lançamento do míssil.

O Kh-47M2 Kinzhal tem um alcance de mais de 2.000 km (1.200 milhas), velocidade Mach 10 e capacidade de realizar manobras evasivas em todas as etapas do voo. Pode carregar ogivas convencionais e nucleares.

O míssil já está implantado nas bases aéreas do Distrito Militar do Sul da Rússia e é transportado pela aeronave interceptora supersônica MiG-31K.

O míssil acelera para velocidade hipersônica alguns segundos após o lançamento. Parece que Kinzhal é uma adaptação do míssil Iskander. Os comentaristas ocidentais ficaram céticos quanto às reivindicações russas pela arma.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. O missil semibalistico Iskander-M e o Iskander-K (este último com maior alcance) já é uma obra prima que no final da trajetória de vôo pode alcançar Mach-6, estas "manobras" de evasão seria em altitudes mais altas, já que seu Perfil de vôo supera os 80km de altitude, por isso não duvido das capacidades do Kh-47M2, o fato do Mig-31 ser o portador aumentou a capacidade do míssil..