O Il-22M11 (RF-9441), que provavelmente será o primeiro a ser modernizado como posto de comando aéreo.

O Ministério da Defesa da Rússia planeja atualizar cinco aeronaves Il-22M11 para se tornarem postos de comando aéreo multimissão.

De acordo com o jornal Izvestia. A aeronave terá um hub de retransmissão integrado aos sistemas de controle automático no solo e no ar. O trabalho deve ser feito até 2021 e o custo total será superior a 1,6 bilhões de rublos (US$ 25 milhões).

A primeiro a ser atualizado seria a Il-22M11 com a matrícula RF-9441. Fez o voo inaugural em 1982. A aeronave receberá uma estação de retransmissão para receber e transmitir informações por canais de comunicação protegidos no formato digital. Haverá também novos equipamentos de comunicação e postos de comando de alta tecnologia. A atualização tornará a aeronave compatível com todos os sistemas automáticos de controle de tropas terrestres, aéreas e também no espaço. Permitirá exercícios de comando da aeronave e controlará vários braços e tipos de forças em operações especiais. A estrutura do avião não será alterada, mas seu ciclo de vida será estendido em outro momento.

As duas primeiras aeronaves estão previstas para serem entregues em 2019, seguidas das outras três até 2021. Os trabalhos serão executados pelo Bureau de Design Experimental de Myasishchev, presumivelmente em Zhukovsky, próximo de Moscou.

O Il-22 continua a ser a plataforma mais adequada para postos de comando aéreo e não tem alternativas, disse o especialista militar Anton Lavrov. “A família Il-22 foi criada com base na aeronave civil Il-18. A aeronave tem características únicas. Uma longa autonomia permite que ela patrulhe o espaço aéreo por um longo tempo”, disse ele.

Mais de vinte Il-22M (ao lado de quatorze Il-22s) foram entregues aos militares russos. Os Il-22M são baseados em várias bases em torno da Rússia. Em agosto do ano passado a Rússia revelou a versão Il-22PP que será usada para interferência dos radares inimigos.

Atualmente, apenas a Rússia e os Estados Unidos operam postos de comando aéreos de nível estratégico. A aeronave americana mais destacada é a E-4B, criada com base no Boeing 747. Os aviões E-4Bsão projetados para o presidente, o chefe do Pentágono e o supremo comando militar dos EUA. Em caso de emergência, o posto de comando de voo pode assumir o controle da tríade nuclear dos EUA. Com reabastecimento aéreo, pode permanecer no ar por sete dias.

Anúncios

9 COMENTÁRIOS

  1. Não consigo entender qual a base de estudos que os Russos usam para ver vantagem em reformar essas aeronaves ultrapassadas.

  2. É bom lembrar que essa mentalidade de optar sempre pelo simples, barato e fácil vem da era soviética. Não é de hoje que os russos fazem isso. Por vezes as consequências são trágicas: vimos recentemente no que deu a ideia de reaproveitar os Tu-154 estocados desde o fim da URSS …

    • Dezenas de acidentes fatais e ainda defendem essa aeronave. Tupolev é uma beleza, mas voar nele ninguém quer.

  3. Estranho terem convertido um Il-22 pois hoje em dia há muitos Il-96, aeronave maior, mais moderna e mais rápida, disponíveis.

  4. O ponto crucial deve ser mesmo custo acima de tudo. Embora seja a visão de um leigo civil, eu imaginei isso como missão para os IL-76, em uma de suas várias versões.

  5. Ja foi escolhido o substituto destes aviões, vai ser o Irkut MS-21 com turbina Aviadvigatel PD-14, enquanto o novo avião e seu motor russo não fica pronto, vão converter estes aviões para não esperar de nmãos vazias.
    A Rússia vai usar o MC-21 para as diversas missões especiais militates onde os o ocidente usa o Boeing 737.
    A China estava usando o Boeing 737-400 para esta função, mas os EUA protestaram.
    A China usou os B737-300/400 para plataforma militar e por não ter autorização da Boeing foi ameaçada de perder o direito ao suprimento de todas as aeronaves B737 da China, suspenderam a utilização não autorizada dos B737 e passaram a usar o Y-8(An-12chinês) para aplicações militares como Elint/Sigint, Posto de Comando, AEW e Patrulha Marítima.
    Vc quando compra uma aeronave comercial se compromete a utilizar para fins comerciais e qualquer mudança na atividade fim tem que ser autorizada pelo fabricante.
    . https://2.bp.blogspot.com/-q88DjGUi3iQ/ULjCbd7MWh

Comments are closed.