A unidade da Russian Helicopters funciona junto ao centro de manutenção da Força Aérea do Peru.

O centro de manutenção e reparo de helicópteros de fabricação russa, o Helicentro Peru, foi lançado em Lima nas instalações do Serviço de Manutenção da Força Aérea do Peru – SEMAN. Construído em parceria com a Russian Helicopters (parte da Rostec State Corporation), o centro fornecerá manutenção para aeronaves do tipo Mi.

A cerimônia de abertura oficial contou com a presença do CEO da Russian Helicopters, Andrey Boginsky, e do Comandante Chefe da Força Aérea do Peru, Rodolfo García Esquerre.

A instalação será usada pela Helicentro Peru para reparar helicópteros civis Mi-17 operados na região e pela Russian Helicopters para reformar aeronaves Mi-17 da Força Aérea Peruana.

“O estabelecimento do centro de manutenção e reparo de helicópteros russos no Peru é de importância estratégica – permitirá fornecer toda a gama de trabalho sem tirar as fuselagens do país. Embora o centro tenha acabado de iniciar sua operação, ele já tem pedidos até 2023 – quase 40 helicópteros foram planejados para reparo nos próximos cinco anos. Além disso, a localização geográfica vantajosa do Peru e a capacidade de produção da empresa permitiriam a aceitação de pedidos de outros países da região”, observou Andrey Boginsky, CEO da Russian Helicopters.

“O Peru é o maior importador de aeronaves de fabricação russa na América Latina. Este país está operando atualmente mais de 100 helicópteros russos”, disse Viktor Kladov, diretor de cooperação internacional e política regional da Rostec. “Continuamos a criar um sistema unificado para gerenciar o ciclo de vida de nossos helicópteros no Peru. A inauguração do centro de manutenção de aeronaves está aumentando significativamente nossas posições na América Latina, que é uma região de prioridade máxima para a Rostec.”

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.