Aeronave KC-390 que estreiará na FAB em setembro. (Foto: Sgt Bianca / Força Aérea Brasileira)

Senadores avaliam a medida provisória (MP) que adapta orçamento ao novo cronograma de certificação da aeronave de transporte KC-390 da Força Aérea Brasileira (FAB) que está sendo desenvolvida pela Embraer

O deputado Gustavo Fruet (PDT-PR), relator da Medida Provisória (MP) 887/2019, que autoriza a prorrogação de contratos da Aeronáutica com o Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), apresentará seu relatório na próxima terça-feira (3), a partir das 15h.

A MP autoriza o Comando da Aeronáutica a prorrogar, até 30 de junho de 2021, 30 contratos como IFI firmados a partir de junho de 2015. A prorrogação dos contratos deve-se ao novo cronograma do projeto KC-390, um cargueiro de uso militar que está sendo desenvolvido pela Embraer e que é certificado pelo IFI.

Fruet apresentou parecer favorável à prorrogação e pela constitucionalidade e urgência da matéria.

“Aplaudimos a iniciativa do Poder Executivo, pois o Embraer KC-390, o maior avião até hoje produzido na América Latina, desenvolvido e fabricado pela Embraer Defesa e Segurança, preencherá uma grande lacuna que se avizinha na Força Aérea Brasileira pela breve aposentação dos seus atuais Hércules C-130. Incorporando tecnologia de ponta, essa aeronave cumprirá missões de transporte tático, de transporte logístico e de reabastecimento em voo, com uma autonomia compatível com a extensão territorial do nosso país”, disse.

A reunião da comissão mista, que é presidida pelo Senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), ocorrerá na sala 7 da ala senador Alexandre Costa.


Fonte: Agência Senado

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS