A festa serviu para dar receber de volta para casa o esquadrão Blue Angels da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A festa na Estação Naval de Pesacola serviu para receber de volta para casa o esquadrão Blue Angels da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

A equipe de demonstração da Marinha dos EUA, os Blue Angels, realizaram sua demonstração final da temporada 2012, num show aéreo nos dias 3 e 4 de novembro, na Estaçao Naval de Pensacola, na Flórida. Depois de 69 shows desde março, eles retornaram para sua sede, antes de partir para a Estação Naval de El Centro nos meses de inverno, onde eles vão se preparar para a temporada de 2013. Este foi também a última apresentação para o líder do esquadrão, o capitão Greg McWherter que voa o F-18 Hornet número 1. Durante o final de semana do show aéreo, no Museu da Aviação Naval foi realizada a Cerimônia de Troca de Comando dos Blue Angels, e agora o esquadrão tem o comandante Thomas Frosch como novo líder.

Os treinadores da Marinha dos EUA visto no pátio da Pensacola NAS. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Os treinadores da Marinha dos EUA visto no pátio da Pensacola NAS. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Roger Buis e seu helicóptero Scheizer SC-300 "Otto". (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Roger Buis e seu helicóptero Schweizer 300C “Otto”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um Boeing PT-17 Stearman. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um Boeing Stearman. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Diferentemente da maioria dos outros shows aéreos, este foi realizado na sexta-feira e sábado. Durante os dois dias, mais de 170 mil pessoas estiveram presente. O show começou com um desfile de aeronaves de treinamento. A Marinha dos EUA voou com suas aeronaves T-6A, T-39 e T-45. A Força Aérea (USAF) demonstrou em voo o jato T-1A e turboélice T-6A. Em seguida, veio “Otto”, um helicóptero Schweizer 300C pilotado por Roger Buis, numa apresentação muito apreciada tanto por jovens como por mais velhos. Representando uma antiga época da Marinha dos EUA, dois Boeing Stearmans, um PT-17 e um N2S voaram em formação.

Bill Leaf com seu T-6 prateado. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Bill Leaf com seu T-6 prateado. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Jan Colmer e seu Extra 300L. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Jan Colmer e seu Extra 300L. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
John Klatt e seu MXS com as cores da Guarda Aérea Nacional do Exército. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
John Klatt e seu MXS com as cores da Guarda Aérea Nacional do Exército. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

D85G0665

Mike Rambo com o demonstrador do Hawker Beechcraft T-6C. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Mike Rambo com o demonstrador do Hawker Beechcraft T-6C. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Bill Leff, com mais de 20.000 horas no ar, voou com seu T-6, deixando rastros de fumaça branca no céu azul. Jan Collmer voando seu Extra 300L, fez uma apresentação impecável como demonstrada em Midland, Texas, no CAF Airsho. O tenente-coronel John Klatt subiu aos céus na sua aeronave MXS com as cores da Guarda Nacional do Exército. Mike Rambo voou o demonstrador do Beechcraft T-6C. A aeronaves Hawker Beechcraft T-6 Texan II está voando atualmente com a Força Aérea e Marinha dos EUA, e as forças aéreas de Israel, Grécia e Iraque. É também o principal treinador para o programa de treinamento de vôo da OTAN no Canadá.

A bandeira nacional dos EUA desce com um paraquedista da equipe Emerald Coast, na abertura do show aéreo. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A bandeira nacional dos EUA desce com um paraquedista da equipe Emerald Coast, na abertura do show aéreo. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O Breitling CAP232 que circulou a bandeira durante a entoação do hino nacional norte americano. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O Breitling CAP232 que circulou a bandeira durante a entoação do hino nacional norte americano. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

D85G4158

D85G0954

Apresentação do caça Boeing F/A-18F Super Hornet da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Apresentação do caça Boeing F/A-18F Super Hornet da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Foi então aberto oficialmente o show aéreo com o tradicional salto de paraquedas com a bandeira dos EUA e o hino nacional norte americano. Um membro da Emerald Coast Skydiving Team saltou com a bandeira, enquanto David Martin circulou o paraquedistas com seu Breitling CAP 232. A Marinha voou então com o Boeing F-18F Super Hornet. A Força Aérea dos EUA na sequência realizou seu Heritage Flight, com Lee Lauderback no TF-51D Mustang “Crazy Horse 2” e um F-16C.

O Heritage Flight da USAF com o F-16C e o TF-51D Mustang "Crazy Horse 2". (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O Heritage Flight da USAF com o F-16C e o TF-51D Mustang “Crazy Horse 2”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Demonstração do F-16C da Força Aérea dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Demonstração do F-16C da Força Aérea dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Passagem do TF-51D "Crazy Horse 2". (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Passagem do TF-51D “Crazy Horse 2”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O C-130 da Guarda Aérea Nacional de Rhode Island. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O C-130 da Guarda Aérea Nacional de Rhode Island. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Detalhe do tiltrotor MV-22 Osprey. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Detalhe do tiltrotor MV-22 Osprey. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

A equipe de paraquedistas do Comando de Operações Especiais, os Black Daggers, saltaram de um C-130 da Guarda Aérea Nacional de Rhode Island. Os fuzileiros navais dos EUA voaram com um de seus MV-22 Osprey, seguido pela RV Team e depois pelo especialmente modificado helicóptero Red Bull BO-105 de Chuck Aaro.

Chuck Aaron e seu BO-105 durante um voo acrobático. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Chuck Aaron e seu BO-105 durante um voo acrobático. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

D85G1888

O C-130T Hercules "Fat Albert" abriu o show dos Blue Angels. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O C-130T Hercules “Fat Albert” abriu o show dos Blue Angels. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

D85G2374

A apresentação final dos Blue Angels na temporada 2012. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A apresentação final dos Blue Angels na temporada 2012. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

O ato final do show foi a apresentação dos Blue Angels, com a rotina de demonstração do C-130T “Fat Albert” pouco antes dos F-18 dos Blue Angels, que agora iniciam a temporada de 2013 no dia 16 de março, na Estação Naval de El Centro.

O F/A-18F antes de iniciar sua apresentação. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O F/A-18F antes de iniciar sua apresentação. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Agradecemos as contribuições até o momento. Graças à colaboração de algumas pessoas estamos conseguindo manter o site no ar, pois o valor necessário para manter o Cavok no ar é alto. Continuamos pedindo a ajuda de todos com as contribuições, que podem ser de qualquer valor. Se cada um ajudar um pouco, poderemos assim manter esse local como o melhor site de aviação do Brasil. Continuamos também lutando para conseguir um patrocínio, que ajudaria bastante nas despesas mensais do site. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta
Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. O próprio título da matéria já diz tudo:

    Os Blue Angels, são mto show mesmo..

    E as imagens do Cavok também são..

    • Daqui uns três ou quatro anos teremos os SH substituindo os ST na nossa Esquadrilha da Fumaça.

      Feliz Natal a todos.

      • Caro Symon, e a EDA será rebatizada: GDA (Grupo de Demonstração Aérea)! 😀 Feliz Natal, geral!

  2. Não sei sobre os Blue Angels, mas este ano vi apresentações dos Thunderbirds (USAF) e dos Snowbirds (RCAF), e deixaram muito a desejar. Jatos de alta performance ficavam para lá e para cá em formação e só. Muito pouco para o que eu esperava. De cara deu para entender o porquê dos americanos ficarem de queixos caídos com o EDA da FAB. Acho que a apresentação da Fumaça é muito superior, e não só porque sou brasileiro. Perdi a conta de quantas vezes vi a fumaça, uma dezena ou uma dúzia de vezes, ou mais. Acho os caras superiores.

Comments are closed.