A linha de voo na Base Aérea de Anápolis, com os caças Mirage 2000, F-5EM e A-1A. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

No começo de setembro, no final de semana dos dias 8 e 9 de setembro, a Base Aérea de Anápolis (BAAN), em Goiás, realizou o tradicional “Portões Abertos 2012”, e esse ano a participação de aeronaves militares de vários esquadrões da Força Aérea Brasileira foi possível devido a realização da Operação Sabre II que ocorreu na semana que antecedou os portões abertos. Acompanhe conosco em mais de 90 imagens como foi a edição de 2012.

As aeronaves C-130 e C-98 vistas no pátio da Base Aérea de Anápolis. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Uma aeronave A-1A do Esquadrão Centauro taxia após várias passagens baixas na BAAN. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

O evento contou com a presença de mais de 30 aeronaves na linha de voo, incluindo os caças Mirage 2000 (F-2000) do 1° Grupo de Defesa Aérea (GDA), baseado em Anápolis. Cerca de 60 mil pessoas foram na base nos dois dias, e a BAAN informou que foram arrecadados mais de 3 toneladas de alimentos não perecíveis através de uma campanha realizada.

Passagem de um A-1A da Base Aérea de Santa Maria (BASM). (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Pouso de uma aeronave F-5Em da Base Aérea de Canoas (BACO). (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Pouso de uma aeronave F-2000C da Base Aérea de Anápolis (BAAN). (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

Dentre as apresentaçãos aéreas, voaram os Mirage 2000 do 1° GDA; caças F-5EM do Esquadrão Pampa, baseado em Canoas; aeronaves AMX A-1 do Esquadrão Centauro, da Base Aérea de Santa Maria; e A-29 Super Tucano do Esquadrão Poker.

Lançamento de paraquedistas com uma aeronave C-130 Hercules. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Aeronave C-105 Amazonas do Esquadrão Arara. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Simulação de resgate com um helicóptero Bell UH-1H. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

As aeronave de transporte C-130 Hércules e C-105 Amazonas realizaram lançamento de paraquedistas, e um helicóptero Bell UH-1H realizou uma simulação de infiltração e resgate com uso de rapel.

O evento contou com a bela apresentação da Esquadrilha da Fumaça no sábado, dia 8 de setembro. (Fotos: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

O evento no sábado terminou com a apresentação da Esquadrilha da Fumaça e as sete aeronaves T-27 Tucano, mais uma vez encantando o público presente com as manobras precisas e empolgantes.

Na área de exposição estática estavam as aeronaves E-99 e R-99 do Esquadrão Guardião. (Fotos: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)
Um preservado caça Dassault Mirage IIIEBR podia ser visto pelo público na BAAN. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

Na área estática era possível ver as aeronaves de reconhecimento aéreo E-99 e R-99 do Esquadrão Guardião, também sediado na base em Anápolis, e um avião de transporte C-98 Caravan, além de várias aeronaves civis que vieram prestigiar o evento. Uma aeronave Mirage IIIEBR estava colocada em exposição para o público, e totalmente bem preservada. Os caças Mirage IIIEBR foram desativados em 2005, com a posterior entrada em serviço dos jatos Mirage 2000.

Várias aeronaves Super Tucano, A-1, F-5 e F-2000 estavam estacionadas longe do público, e participariam do TAC que começou na semana seguinte. (Foto: Juliano Lisboa / Cavok Brasil Team)

[nggallery id=14]

As diversas aeronaves que participaram do Exercício Operacional Sabre e que posteriormente participaram do Torneio de Aviação de Caça (TAC), foram colocadas numa área afastada do público, mas registradas pelo colaborador Juliano Lisboa do Cavok Brasil, como pode ser visto em algumas das imagens da galeria acima.

Enhanced by Zemanta
Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Muito boas fotos. Parece ter sido legal devido a ter presente todas os modelos de aeronaves da aviação de caça da FAB.

  2. Como mostra a foto (muito bonita, por sinal), a FAB conserva muito bem seus Mirage 2000C-S4. Isso deve dar a impressão, aos "especialistas do Planalto", que os caças aguentam mais uns dez anos de uso contínuo — fácil, fácil, "é só remendar". Suponho que o comando da base tenha que replicar o desleixo do GF quanto à defesa aérea do país e ordenar à área técnica da BAAN o "abandono" quanto a lata dos bichinhos, para que esfarelem todos, na estética, demonstrando algo EVIDENTE nas entrelinhas… E o M-III, lindão? A FAB está trabalhando bem demais…

  3. ""Uma aeronave Mirage IIIEBR estava colocada em exposição para o público, e totalmente bem preservada…""

    Que ironia…MIII armado só como como peça de museu…tsc…tsc…

    Acho válido esse tipo de evento proporcionado pela FAB, mas não recomendo a ninguém e pra quem mesmo assim for, boa sorte!

  4. Ainda não consigo tirar da cabeça, que a FAB pode realizar uma bela modernização no Mirage 2000, ele ainda dá um caldo!!!

  5. Tudo espetacular , essa relação Força / Público é um show; mas vamos falar a verdade, lindão mesmo está o Hzão.

  6. Se a Fab precisar ainda tem MIII,s para defender Brasilia, rsss…

    Como pode a Dassault parar de fabricar o M2000??!! Isso foi um crime, tiro no pé, burrice……

Comments are closed.