Quatro caças North American P-51 Mustangs durante a realização do Thunder Over Michigan, que este ano teve como tema “Mustang Mania”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Em 2012, o show aéreo Thunder Over Michigan foi realizada nos dias 4 e 5 de agosto no aeroporto de Willow Run, em Belleville (Ypsilanti), Michigan, e contou com a presença de um impressionante número de warbirds, incluindo 13 aviões de caça P-51 Mustang, a Super Fortaleza Voadora B-29 “FiFi” e o jato “particular” Sea Harrier de Art Nalls, que chegou a 100 voos durante o final de semana. Uma outra atração para o público foi a encenação de um combate da Segunda Guerra Mundial, com diversos tanques e blindados da época.

A imagem acima representa bastante o tema 2012 do Thunder Over Michigan: Mustang Mania. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Uma “pin-up” posa em frente do P-51D Mustang “Gentleman Jim”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Vista geral do aeroporto em Belleville, local do Thunder Over Michigan. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O evento contou com uma encenação de um combate da Segunda Guerra Mundial, incluindo soldados e blindados da época. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Cada edição do Thunder Over Michigan conta com um tema, e a 14ª edição em 2012 foi o “Mustang Mania“, com mais de 20 Mustangs previsto para estarem presentes no show. Treze compareceram, e realizaram diversos voos, em formação e também em demonstrações solo, inclusive na simulação de apoio aéreo as tropas americanas que encenaram um combate no solo com as forças alemãs, uma das maiores simulações da Segunda Guerra Mundial realizado para o público nos EUA.

Os dois aviões P-47 Thunderbolts que realizaram uma simulação de apoio aéreo aproximado durante o Thunder Over Michigan 2012. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O P-51 “Moonbeam McSwine” de Vlado Lenoch durante sua demonstração solo. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um Boeing PT-18 Stearman. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Michael Kennedy e seu BT-13 Valiant “Grace”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Vários T-6s estiveram presentes no evento e voaram em formação com um BT-13. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

O show aéreo junto com o campo de batalha da Segunda Guerra Mundial pela manhã contou com o “apoio aéreo aproximado” de duas aeronaves P-47D Thunderbolts, o “Wicked Wabbit” e o “Hun Hunter XVI”, ambos do Museu da Aviação do Tennessee, que fizeram várias passagens baixas durante a reconstituição. Eles foram seguidos por Vlado Lenoch que fez sua apresentação solo no P-51 “Moonbeam McSwine”. O treinamento de voo na Segunda Guerra Mundial foi representado pelos dois PT-17 Stearmans e um PT-19. Michael Kennedy deu uma bela atuação com seu BT-13 Valiant “Grace”, e no vôo em formação com os T-6 Texan estiveram presentes seis aviões T-6 e um BT-13.

O helicóptero HH-65C Dolphin da Guarda Costeira dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Detalhe da Super Fortaleza Voadora B-29 “FiFi”, da Commemorative Air Force (CAF). (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Belo ângulo de foto da B-29 “FiFi” no solo. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O caça F-86 Sabre “Smokey” fez uma bela apresentação nos dois dias do evento. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A Marinha dos EUA compareceu no evento com um MH-60S Knighthawk. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Em seguida um helicóptero HH-65C Dolphin da Estação Aérea da Guarda Costeira de Detroit fez uma breve apresentação, pois teve um problema mecânico e precisou realizar um pouso de emergência. Subiu ao céu então a B-29 “FiFi”, que fez várias passagens enquanto o Hino Nacional dos EUA era tocado. Em seguida foi a vez do jato F-86F Sabre “Smokey” da Warbird Heritage Foundation voar, com o piloto Paul Wood no controle. Assim que o Sabre pousou, um helicóptero MH-60S Knighthawk do HSC-28 “Dragon Whales”, baseado na Estação Naval de Norfolk, fez sua bela apresentação.

Vários caças Mustangs realizaram passagens baixas, como o P-51B “Old Crow”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A formação do “homem perdido” foi realizada com quatro Mustangs. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um Mustang e um Corsair realizam uma passagem baixa sobre a pista. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um dos três B-25 Mitchell presentes no evento, o B-25J “Georgie’s Gal”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A única B-17 presente no evento foi a “Yankee Lady”, do Yankee Air Museum. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
O Lockheed P-38L Lightning “Ruff Suff”. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

No meio da tarde mais uma vez o campo de batalha foi a oportunidade de ver os caças P-51 Mustangs voarem baixo, em alta velocidade, sobre a batalha demonstrando uma missão de apoio aéreo próximo. Em seguida, onze aviões P-51 voaram em formação, e depois quatro dos caças realizaram a “missing man formation”. As aeronaves Mustangs foram a entrada da apresentação da Segunda Guerra Mundial, que trouxe de volta os dois P-47Ds, junto com um F4U-5N Corsair, o P-38L “Ruff Suff”, a B-17G “Yankee Lady” e todos os três B-25s, incluindo o B-25J “Georgie’s Gal”, o B-25J “Briefing Time” e o B-25D “Yankee Warrior”.

Art Nalls comemorou 100 voos com seu Sea Harrier FA2 particular. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Art Nalls a bordo do seu Sea Harrier particular. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Durante a apresentação Art Nalls demonstrou a capacidade de pouso e decolagem vertical do Sea Harrier. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

O último ato do show aéreo foi a demonstração do Sea Harrier FA2 de Art Nalls, que durante o show aéreo chegou a marca de 100 voos de demonstração (matéria pode ser acessada aqui). O único Sea Harrier particular no mundo recebeu um especial adesivo na cauda para lembrar do feito.

Um caça F/A-18F Super Hornet do VFA-213 da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Chegada do F-5E Tiger II do VFC-13 “Saints” da Marinha dos EUA. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
A USAF compareceu com um T-6 Texan II. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um AT-11 Kansan. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um belo DC-8 de carga da National. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Outras aeronaves mais recentes e também da ativa nos serviços armados dos EUA se apresentaram, como da Marinha dos EUA, que compareceu com dois F-18E e um F-18F Super Hornets, dois F/A-18C Hornets do VFA-113 “Stingers” e um F-5E Tiger do VFC-13 “Saints”, um avião de treinamento T-6A Texan II do esquadrão “Billy Goats” da USAF, três T-34 Mentor, dois jatos L-39 civis, e aeronaves comerciais como um cargueiro DC-8, um antigo DC-9 e jatos executivos. Dentre os aviões da Segunda Guerra Mundial, estavam presentes também dois AT-11 Kansan e vários T-6s, quatro aeronaves Harvards, dois BT-13s, um N3N Yellow Peril, além do C-47D “Yankee Doodle Dandy”. A maioria dessas aeronaves voou no show durante o fim de semana. Haviam também vários blindados da Segunda Guerra Mundial e carros em exposição, incluindo os carros Mustang, de acordo com o tema do evento.

A pin-up em frente ao A-36 Apache “Baby Carmen”, um Mustang usado para ataque ao solo. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um piloto devidamente trajado em frente ao P-47 Thunderbolt. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um B-52D do museu localizado junto ao aeroporto. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)
Um PT-19 taxia perto de destroços de um avião usado na simulação dos combates da Segunda Guerra Mundial. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

Foi possível também fotografar modelos que posavam em frente as aeronaves, vestidos a caráter como se fossem da década de 1940. Todos valor arrecadado com a venda de ingressos e passes foi destinado para o Yankee Air Museum localizado junto ao aeroporto, que ficou bastante danificado num incêndio em 2004. Dentre as aeronaves do museu estão um B-52D, um caça F-101 Voodoo, um F-84 Thunderstreak, um F-4C Phantom II e um bombardeiro B-24, além da B-17 “Yankee Lady” que realizava voos de passeio durante o final de semana.

[nggallery id=17]

As caudas dos P-51 Mustangs presentes no evento. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

A lista dos 13 aviões P-51 Mustangs presentes no Thunder Over Michigan 2012:

  • P-51B “Old Crow”
  • P-51C “Red Tail”
  • P-51D “Moonbean McSwine”
  • P-51D “Charlotte’s Chariot II”
  • P-51D “Baby Duck”
  • P-51D “Gunfighter”
  • P-51D “Misbavin”
  • P-51D “Red Nose”
  • P-51D “The Brat III”
  • P-51D “Big Beautiful Doll”
  • P-51D “Gentleman Jim”
  • P-51D “Old Crow”
  • A-36 Apache “Baby Carmen” (versão de ataque do P-51)

Enhanced by Zemanta
Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Como esse Art Nalls conseguiu permissão para possuir um caça, alguem saberia dizer?

    • EUA meu amigo…

      Lá o governo não pode proibir uma pessoa de possuir um jato de combate sem dentes

      Tem uma empresa que possui alguns f-4, essa que tem um av-8, e o mais legal que compram até mig-29…

      Isso mesmo!…

      O caça russo de geração 4+ está nas mãos de dois proprietários privados. Um deles é o Don Kirlin, o segundo eu não me lembro o nome.

      Não sei se pode postar links neste sítio, mas é só pesquisar por 'private mig-29' que você acha até vídeos.

      • Basta procurar aqui mesmo no Cavok. Acompanhamos em primeira mão o vôo do MiG-29 privado nos EUA.

        Abraço,

        Fernando Valduga
        Editor Cavok Brasil

  2. Que vontade eu tenho de ir na terra do tio sam e ir num desses encontros aéreos…. 🙁

Comments are closed.