O KC-390 deve ser recebido pela FAB nos próximos dias.

O Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) promoveu, nos dias 10 e 11 de julho, o 8º Simpósio para Implantação dos Projetos KC-390 e F-39 Gripen na Força Aérea Brasileira (FAB).

O evento, que aconteceu em Brasília (DF), tem o objetivo de atualizar os Órgãos de Direção Setorial sobre o andamento dos processos de desenvolvimento e aquisição das novas aeronaves, a fim de nivelar conhecimentos e facilitar a coordenação e padronização das ações.

Encontro promovido pelo Estado-Maior da Aeronáutica visa à atualização sobre o desenvolvimento e a aquisição das novas aeronaves.

Mais de 50 militares e servidores civis envolvidos nos projetos participam do evento, organizado pela Sétima Subchefia do EMAER. Durante os dois dias, eles partilham informações e soluções para os desafios identificados até o recebimento das aeronaves.

Um dos coordenadores do simpósio, o Coronel Aviador Jorge Marques de Campos Júnior, destaca a importância do evento devido à amplitude e complexidade das ações que devem ser tomadas em relação aos projetos, que, segundo ele, devem passar por grandes marcos em 2019. A FAB se prepara para receber, na Ala 2, em Anápolis (GO), o KC-390, maior aeronave militar desenvolvida e produzida no Brasil. Quanto ao F-39 Gripen, deve ocorrer o primeiro voo da aeronave de série brasileira na Suécia, país onde é produzida, o que dará início à campanha de certificação do caça.Segundo o Coronel Marques, que é Chefe da Seção de Gerenciamento de Portfólio de Projetos da Sétima Subchefia do EMAER, o encontro em Brasília permite o acompanhamento do cronograma e evita conflitos e retrabalhos, unificando responsabilidades de todos os envolvidos para o objetivo final.

“O simpósio acontece a partir dessa percepção de convergência de projetos paralelos”, complementa. O oficial cita como exemplos de ações a preparação da infraestrutura das instalações da Ala 2, a adequação de currículos de formação dos graduados na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), e a preparação dos pilotos que vão operar as aeronaves, entre outras.

Participam do simpósio representantes do Comando de Preparo, do Comando de Operações Aeroespaciais, do Comando-Geral do Pessoal, do Comando-Geral de Apoio e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial.


Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Jonathan Jayme – Fotos: Sargento Jhonson Barros; Sargento Bruno Batista; Soldado Wilhan Campos / CECOMSAER

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS