O novo sistema FalconEye foi certificado para o jato Falcon 8X da Dassault.

O revolucionário Sistema de Visão Combinada (CVS) da Dassault Aviation foi certificado pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e pela Administração Federal de Aviação (FAA) para utilização no novo trijato Falcon 8X de alcance ultra-longo.

Conhecido como FalconEye, o sistema é o primeiro monitor Head-Up a misturar imagens de terreno sintéticas, baseadas em banco de dados e imagens reais de câmeras térmicas e de pouca luz em um único display, proporcionando um nível sem precedentes de consciência situacional às equipes de voo em condições climáticas desafiadoras em todas as condições de voo.

Desenvolvido em parceria com a Elbit Systems, o FalconEye apresenta uma quarta geração de câmera multi sensor, cujos seis sensores apresentam imagens de alta qualidade tanto no espectro visível quanto no infravermelho. Estas imagens são combinadas com três bases de dados de visão sintéticas dedicadas a nível mundial que mapeiam o terreno, os obstáculos, a navegação e os dados dos aeroportos e das pistas. O campo de visão de 30 x 40 graus, um dos ângulos mais largos em qualquer HUD, garante cobertura de visualização completa.

A capacidade combinada de SVS / EFVS da FalconEye foi demonstrada com sucesso durante uma campanha de testes exaustiva de dois anos cobrindo todos os tipos de serviço operacionais, incluindo nevoeiro, névoa, neve e outras condições climáticas severas.

O FalconEye é oferecido como uma opção no Falcon 8X, nos bimotores Falcon 2000S/LXS e na versão modernizada do Falcon 900LX revelada na Convenção Nacional da Associação de Aviação Comercial em outubro de 2016. Quase todos os clientes Falcon 8X selecionaram o FalconEye, que foi previamente certificado para uso na série Falcon 2000 e no Falcon 900LX.

O Falcon 8X entrou em serviço em outubro de 2016 e já foi entregue a clientes em vários mercados-chave, incluindo Europa, Estados Unidos, Oriente Médio, Índia e Brasil.

O Falcon Eye foi recentemente nomeado para o Troféu Collier 2017, concedido anualmente pela Associação Nacional de Aeronáutica para as principais realizações em aeronáutica e astronáutica. Os avanços que elo oferece também foram reconhecidos pelo programa SESAR da Comissão Européia, que nomeou a iniciativa Augmented Approach to Land, co-liderada pela Dassault Aviation, vencedora do Prêmio Single European Sky 2017 – Categoria Inovação e Tecnologia, citando os benefícios que as tecnologias SVS e EFVS podem trazer para futuras operações comerciais de transporte aéreo.

“Não só o FalconEye fornecerá um nível sem precedentes de conhecimento da situação pelo piloto como segurança de voo”, disse Philippe Rebourg, piloto de teste do projeto da Dassault Aviation, “e aumentará muito a eficiência e a rentabilidade das frotas de clientes”.

No Falcon 8X, o FalconEye acabará por ser qualificado não apenas para uso em um único HUD, mas também em configuração de HUD dupla. Ao fornecer as mesmas informações e dados nos heads-up tanto para o piloto voando como no solo, e o sistema dual HUD irá melhorar ainda mais a coordenação da tripulação.

SEM COMENTÁRIOS