O CityAirbus deverá realizar seu primeiro voo no final de 2018.

O programa CityAirbus atingiu outro marco importante: a conclusão e a “energização” da instalação de teste no solo do “Iron Bird” em Taufkirchen, na Alemanha. Isso permite a verificação de todo o sistema de propulsão elétrica do CityAirbus, desenvolvido pela unidade de Sistemas E-Aircraft da Airbus.

A primeira completa bancada de teste de propulsão elétrica tem a capacidade de operar a cadeia do sistema de propulsão dos controles de voo para as cargas dinâmicas das hélices. Isso permite a verificação das dinâmicas elétrica, mecânica e térmica. Após ter sido desenvolvido e verificado no Iron Bird, o sistema de propulsão será incorporado no demonstrador até meados de 2018.

A configuração da bancada de teste reflete a arquitetura do CityAirbus, incluindo motores, eletrônicos de potência e caixas de distribuição desenvolvidas e produzidas pela Siemens no quadro do acordo de cooperação entre a Airbus e a Siemens sobre propulsão elétrica.

Entretanto, o desenvolvimento do próprio demonstrador do CityAirbus está em andamento. As primeiras peças estruturais já foram produzidas e estão a caminho de serem montadas. Essas importantes etapas de desenvolvimento abrem caminho para o primeiro voo do CityAirbus antes do final de 2018.

O CityAirbus é um veículo elétrico de decolagem e pouso verticais multi-passageiro, auto-pilotado, projetado para a mobilidade aérea urbana. Ele é projetado para transportar até quatro passageiros sobre as megacidades congestionadas de forma rápida, acessível e ambientalmente amigável.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS