Essa é a quinta missão espacial tripulada da China.
Essa é a quinta missão espacial tripulada da China.

A nave chinesa Shenzhou decolou esta manhã com três astronautas a bordo para uma missão de 15 dias em um laboratório espacial experimental, em mais um passo rumo ao desenvolvimento de uma estação espacial própria.

A Shenzhou 10 foi lançada em uma base remota no deserto de Gobi, no extremo oeste chinês, às 17h38 (6h38 em Brasília), numa tarde quente e de céu claro, conforme imagens transmitidas pela TV estatal.

Uma vez em órbita, a nave irá se acoplar ao módulo Tiangong 1 (o nome significa “palácio celestial”). Os astronautas, dois homens e uma mulher, realizarão várias experiências e testarão os sistemas do laboratório. Também farão uma conferência a estudantes na Terra.

Em junho de 2012, a China realizou sua primeira manobra bem sucedida de atracação no Tiangong 1, o que foi um marco na aquisição das capacidades tecnológicas e logísticas necessárias à operação de uma estação espacial completa, capaz de abrigar tripulantes por longos períodos.

O presidente Xi Jinping supervisionou pessoalmente o lançamento de terça-feira, dirigindo-se aos astronautas para lhes desejar sucesso, e dizendo-se “enormemente feliz” por estar presente.

“Vocês são o orgulho do povo chinês, e esta missão é ao mesmo tempo gloriosa e sagrada”, disse Xi, segundo a imprensa estatal.

Essa será a mais longa missão já feita por astronautas chineses. A quinta viagem tripulada da China ao espaço desde 2003 foi acompanhada pelas habituais manifestações de orgulho nacional e propaganda do Partido Comunista, incluindo crianças vestidas em trajes de minorias étnicas, acenando para os três astronautas no centro espacial.

Críticas internas

Há, no entanto, quem critique tamanho gasto na exploração espacial por parte de um país ainda em desenvolvimento, confrontado por questões mais prementes — da segurança alimentar à poluição e aos incêndios em fábricas.

“Por que não gastam esse dinheiro resolvendo os verdadeiros problemas da China em vez de desperdiçá-lo desse jeito?”, escreveu um usuário no Sina Weibo, espécie de Twitter chinês.

O programa espacial chinês avançou muito desde que Mao Tsé-tung, fundador do regime comunista em 1949, lamentou o fato de seu país não ser capaz nem mesmo de colocar uma batata em órbita.

A China ainda está distante de se equiparar a EUA e Rússia, super potências espaciais estabelecidas. No entanto, o avanço chinês nesse campo gera temores sobre uma corrida armamentista espacial.

Assista ao vídeo da partida:

FONTE: Reuters – TADUÇÃO: CAVOK

 

NOTA DO EDITOR: “Por que não gastam esse dinheiro resolvendo os verdadeiros problemas da China em vez de desperdiçá-lo desse jeito?” – Legítima frase do pensamento medíocre, comodista e sem visão de Futuro. E o interessante é que esses críticos ao Programa Espacial usam a tecnologia desenvolvida para a Conquista do Espaço para justamente criticá-la. Tecnologia não se transfere. Ou copia ou cria!

Einstein já disse: Os grandes espíritos sempre tiveram que lutar contra a oposição feroz de mentes medíocres.


30 COMENTÁRIOS

  1. Pode me incluir na relação de medíocres.

    Eu não entendo o porque do Brasil jogar dinheiro fora com seu programa de lançamento de satélites.

    Teríamos que estar com nossos problemas urbanos resolvidos para se lançar nesta cara aventura.

    OBS: Não estou defendendo os estádios da Copa e Olimpíadas no Brasil.

  2. A china precisa de bem mais precaução que o brasil nesse aspecto, o brasil tem melhorado socialmente e voçês brasileiros vivem ja bem melhor que a maioria dos chineses, se voçê fosse para o meio rural deles, deixava de criticar o brasil, e depois disso va a xangai e assuste-se com a enorme desiguladade de renda e desenvolvimento na china e vai ver o brasi nao é assim tao maul. O Brasil merece bem mais evoluir que a china pois muita da evolução chinesa nao tem fins pacificos. Se o brasil tb vivesse numa regiao voltil como a china evoluiria bem mais militarmente até.

  3. fabns1995,

    De fato, não é a guerra em si que faz o desenvolvimento, mas a necessidade de evolução para superar os obstáculos ( muito embora a guerra acabe sendo um poderoso fator motivador ). E o que irá determinar o nível da evolução é o nível dessa necessidade ( o quando é necessário fazer algo )… Hoje, por exemplo, o Brasil importa uma boa parte da tecnologia que necessita, mas e se o Brasil não pudesse importa-la? E se tivesse, por exemplo, que desenvolver mísseis avançados sem ter que contar com recursos estrangeiros…? Teria que por suas mãos a obra; não teria escolha. Poderia levar anos, é claro, mas iria ocorrer. E por quê? Fruto da necessidade de se ter… O pessoal lá de fora não é mais ou menos inteligente do que nós. Apenas reconhecem a necessidade de evoluir e trabalham pesado para isso… E o desenvolvimento tecnológico está intimamente ligado ao desenvolvimento social. É através do desenvolvimento tecnológico que se geram os meios que propiciam melhor qualidade de vida. Ele não é tudo, é verdade, mas é o alicerce fundamental.

    Existem parâmetros culturais de um povo que terminam por influenciar no nível de desenvolvimento de sua sociedade e, por consequência, sua compreensão do quanto é necessário evoluir. No caso específico de sul coreanos, japoneses e outros povos de elevado IDH, o investimento em instrução, desde o ensino básico até o superior, foi o fator chave que propiciou o desenvolvimento tecnológico nas décadas seguintes. Após o baque da Segunda Guerra, os japoneses e coreanos do sul se viram obrigados a reconstruir seus países ( fator motivador ). Para tanto, somente lhes restou investir pesado em seu próprio povo ( não poderiam contar com mão de obra estrangeira para isso, embora houvesse ajuda financeira americana ). Implantou-se aí uma espécie de cultura da "educação a todo o custo" nessas sociedades. Estudar para desenvolver-se era a prioridade maior. Foi um trabalho de "formiguinha" que atravessou anos. Para tanto, investiram pesado em qualificação de postos associados a alta tecnologia, criando/captando conhecimento para desenvolvimento de sua própria tecnologia. É, a rigor, similar ao que os chineses estão fazendo agora, investindo pesado em educação e buscando todo e qualquer conhecimento que lhes seja prático… O fato é que estamos a assistir um período importante de transição cultural na china, de uma sociedade fechada e predominantemente "provinciana", para uma sociedade global, propiciada pela evolução através do conhecimento… Enfim, não há etapas a pular. O caminho esses países já mostraram.

  4. kkkkkkkkkkkk boa relojoeiro !

    só que o brasileiro em geral nao quer entrar para a história.

    ele quer cerveja, futebol, zona, funk, e dança e carnaval. Mais de 95 % de nosso povo só quer isso.

    e tem cara dizendo que vamos rivalizar com a China no futuro.. aham, só se for nas bebidas alcóólicas.

  5. Perfeito Relojoeiro;

    É interessante lembrar que hj só russos e chineses tem enviando homens ao espaço…

    Os americanos, que foram tão bem sucedidos no passado, estão perdendo o bonde da história, dependendo da corona dos russos para enviar seus astronautas a ISS…

  6. Giordani nao acho o exemplo bom mas respeito. pq nao é bom? as olimpiadas foram la, e nao tenho duvida q eles gastaram o triplo — no minimo o dobro — naqueles estadios q nós gastamos com os nossos. vamos lembrar, estamos falando em estadios em "reais" 1 bi é 500 milhao de doletas por aq. eu penso q apesar de tudo, os nossos sairam mais baratos — eu sou contra a copa so pra frisar.

    Outra, qlqr pais com alto idh nao é preciso q desenvolva atividades espaciais de alto nivel. alias, so 3 paises sao capazes de mandar homens and mulheres pro espaço: Russia, EUA e China.

    Sou completamente a favor de programas espaciais, sou um fã da soyuz, de sergei korolev, do foguete saturn-V, mas sejamos sinceros, ir pra lua é um pouco demais nao acha? fazer oq la? mandar alguem pra lua é CARO MESMO. nao é à toa q modificaram o saturn-V pra por em orbita a skylab nao. ir pra lua é mais do q busca tecnologica. ir pra lua é imposição ideologica e todos sabemos disso.

    Uma pena sabe oq? q nao deixem a China entrar na ISS. nao duvido q tem dedo dos usa. pq eu duvido muito q os chineses nao queiram aprender a tecnologia de docas universal.

    Pra mim o resto é resto, mas respeito sua opiniao. tem boas razões
    Abraços!

  7. WRStrobel, ai nao é o caso.
    Os chineses ambicionam a lua.

    Nós Temos q Ter Tecnologia Nacional para colocar Satelite em orbita sim. É uma necessidade de segurança nacional. hoje, caso uma guerra, nao temos nenhum satelite. nossas comunicações mesmo internas serão um caos. e outra, hoje pagamos uma conta altissimas de internet, tv por assinatura, celular, previsao do tempo…pq n temos mais satelites nacionais. nós pagamos os privados..de países amigos..pq?

    FHC vendeu todos os nossos satelites e o gov lula+dilma não investiu em nada no nosso programa espacial. Por ironia, pagamos para uma empresa privada colocar um satelite em orbita — 100% estrangeiro, q n tenho duvida q pago por nós sem nenhum agregado tecnologico — para termos internet 4G para copa..santa ironia.

    Enviar satelites proprios para o espaço, com lançadores proprios é questao de soberania,
    assim penso eu. Abraços

  8. Você é mal informado, isso foi o discurso da oposição comuna e da imprensa populista pra variar mau informada.

    O Brasil não teria acesso a algumas áreas que seriam construidas pelos americanos afinal a base é pequena e eu não sei você mas não gostaria de ver o Cbers sendo fuçado por quem quer que seja inclusive os chineses na parte que não lhe cabe.

    Outro ponto, haveria certa ToT, caberia ao Brasil explorar quais tecnologias ele exigiria…
    Com a maior certeza do mundo, se houvesse esse acordo o Brasil não estaria lançando garrafa PET como está e como estará até que alguém "nobre" feche a AEB, é difícil né, onde os cumpanheiros irão empregar seus parentes….

  9. Muito bem lembrado CAMARADA Edson, gostaria de ser convidado para o Partido ?? KKKKKKKKKKKKKK !! brincadeirinha… 🙂

    Engraçado que os americanofilos nunca citam esse fato da atualidade…

  10. Ola Wagner… agora vc gostou do meu comentário né…mas esta história de kamarada e partido me lembra os comunas… que me lembra os bolivarianos, cubanos, cheguevarianos, petralhas e cia… puro atraso de vida…. e to fora disso…

    Mas sempre q seus kamaradas russos apresentarem coisas legais vou elogiar… é só aparecerem com aquele ssj sem… futuro…. aí eu num perdoo…

    Abç;

Comments are closed.