Boeing 737 MAX 8 da Southwest Airlines. (Foto: Boeing)

A companhia aérea norte-americana Southwest Airlines informou hoje que encomendou 40 jatos Boeing 737 MAX 8 avaliados US$ 4,68 bilhões a preço de lista para ajudar a modernizar sua frota. A companhia aérea já encomendou cerca de 300 jatos Boeing 737 MAX, mais do que qualquer cliente, disse um porta-voz da Boeing durante o ILA Berlin Air Show.

Ela converteu as opções que detinha sobre os jatos em pedidos firmes, com 10 a serem entregues a cada ano entre 2019-2022, disse a Southwest em um comunicado, anunciando seus ganhos do primeiro trimestre.

“Esta é, antes de tudo, uma extensão de nossa estratégia de modernização da frota”, disse Gary Kelly, diretor-executivo da Southwest, a analistas em teleconferência pós-lucros.

“Temos um case de negócios muito forte para substituir as aeronaves 737-700 mais antigas, dada a economia operacional superior do MAX 8.”

A Southwest é a maior operadora mundial de 737 jatos, com mais de 700 aviões.

A companhia aérea avisou na quinta-feira que as conseqüências de uma explosão de motor em um 737-700 na semana passada pesarão sobre as reservas do segundo trimestre, enquanto os investigadores determinam os eventos que levaram à morte do primeiro passageiro na história da companhia aérea.

A Southwest registrou lucro de US$ 438 milhões no primeiro trimestre, excluindo itens especiais, maior que os US$ 372 milhões um ano antes.

Anúncios