mi-28n-night-hunter
Mi-28N ‘Night Hawk’, em caráter ilustrativo

O site russo Sputnik News noticiou que informações adiantadas por peritos que trabalharam no local do acidente com o helicóptero de combate de fabricação russa Mi-28N ‘Night Hawk’, pertencente à VKS (Forças Aeroespaciais), que caiu ontem na Síria matando os dois tripulantes, indicam que “o motivo do desastre foi fogo inimigo”.

A alegação do Sputnik News vai de encontro à posição oficial do governo russo com relação à causa do acidente. A agência russa de notícia TASS, citando fontes da VKS, afirmou que a análise dos destroços da aeronave confirma a ausência de marcas de fogo inimigo, o que elimina a possibilidade do abate.

Ainda de acordo com a TASS, os dados preliminares da investigação indicam que o acidente pode ter sido causado por erro do piloto. Além disso, segundo as informações, o helicóptero teria caído em uma área controlada pelas tropas do governo sírio, e as caixas-pretas do Mi-28N acidentado já foram enviadas para Moscou para que os dados possam ser analisados por peritos.

divider 1

FONTE: Sputnik NewsTASS

EDIÇÃO: Cavok

NOTA DO EDITOR: Alguém está faltando com a verdade.

Anúncios

39 COMENTÁRIOS

  1. O que seria pior pro Marketing do Mi-28N?

    – Informar que o mesmo caiu devido a um problema técnico de origem desconhecida colocando em xeque a confiabilidade da aeronave

    – Informar que ele foi abatido, possivelmente por um MANPAD, colocando em xeque a capacidade de sobrevivência da aeronave em um TO complexo como o da Síria.

    Saída de Mestre: Culpar o piloto!

    Obs: Não estou afirmando que isso ocorreu, apenas levantando os possíveis cenários.

    • Se foi a noite, dificil aparecer alguma coisa, só se eles filmaram com camera IR.

      • Creio que falem de abate pra não sujar o avião, que já teve uma unidade perdida em circunstancias estranhas…

  2. Amigos, MANPADS são perigosos e fazem suas vítimas independentemente de gostarmos ou não de determinados vetores e de seus países de origem. Os SA-7 derrubaram caças FIAT G-91 portugueses nas guerras coloniais e aparelhos A-4 israelenses no Yom Kippur. Os Stingers semearam o terror nas tripulações russas de helicópteros no Afeganistão e derrubaram até Su-25. Apaches e A-10 caíram vítimas de MANPADS.

    A grande questão é que a admissão de que o aparelho foi derrubado por fogo inimigo coloca em xeque o propagandeado sucesso russo na Síria, reforçando a ideia de que eles retiraram a maioria do seu contingente por falta de grana.

    • Ficar voando muito baixo da forma que os Helis russos fazem é perigoso! Não me assustaria se fosse um MANPAD a causa do ocorrido!

      • Pelas imagens anteriores da s operações estranhei não etr sido abatido nenhum Mi-24V… um Mi-171 foi danificado seriamente quando da operação de resgate dos pilotos do su-24… justamente por esta circunstância de voar baixo nas áreas "quentes"…

        • O heli abatido no resgate do piloto russo foi destruido por um atgm, tem video no youtube

      • Eu vejo como uma relação de risco calculado, voando baixo você se expõe menos a mira do adversário, mas fica mais vulnerável ao fogo deste.
        Voando extremamente baixo você diminui o angulo de visão para um ponto de referência no solo com obstáculos no entorno (arvores e casas), e fazendo passagens em alta velocidade você diminui o tempo de exposição e assim dificulta pro caboclo mirar e atirar.
        Nesse vídeo dá pra ver como a altura dificulta a visão do helicóptero pra quem está no solo, se alguém nesse vídeo tivesse um MANPAD não teria conseguido disparar. https://www.youtube.com/watch?v=4U3TquojE2U

        Mas é aquele negócio, pessoas se movimentam, o terreno tem elevações e vales, há áreas descampadas, então buscar áreas de observação livres, decorar a rota do helicóptero, podem se antecipar e aí, nessa altura, é tchau e bença. https://www.youtube.com/watch?v=RczvoPKJVw0

        Mas ainda assim, se você tem opção, tem que voar baixo, parece ser o caso dos russos devido ao armamento que eles usam, então o jeito é colar nas formigas, usar o terreno, alternar sua movimentação e rezar.

  3. Isso sim é informar com responsabilidade. Não é como fizeram os embusteiros do Defesa Aérea & Naval que já saíram afirmando que o helicóptero havia sido derrubado. Depois disseram que era um clipping e que eles não tinham culpa do conteúdo. O Sr.Padilha até afirmou que quando é clipping eles sequer podem mudar o título, mas o pior é que eles mudaram, já que o título do Sputnik é diferente do que eles publicaram e o Sputnik é a fonte do clipping que eles publicaram.

    Título do Defesa Aérea & Naval:

    Mi-28N russo foi derrubado na Síria causando a morte dos dois tripulantes

    Título do Sputnik:

    Helicóptero russo cai na Síria

    E o Sr. Padilha ainda vem dizer que quando é clipping eles não podem mudar o título, SÓ QUE ELES MUDARAM.

    EMBUSTEIROS!

    • Chapa branca.

      O que não se faz por uma boquinha.

      O dia que os marcianos invadirem a terra, vai implantar antenas.

    • Octávio,

      não gosto nem um pouquinho daqueles caras!! Chapa branca descarados!! Um dos comentários falava exatamente isso aí, dizendo que eles não tinham sido honestos no titulo, pois o corpo do texto dizia o contrário , mas eles, como sempre…. kkkkk ai ai ai….

      Forte abraço

  4. Interessante o Mi-28 ter o rotor de cauda com pás contra-rotativas.

    • Marco,

      Não são contra-rotativas… é apenas uma hélice com quatro pás com essa configuração. Os Mi-35M, que a FAB opera, inclusive, tem o mesmo recurso, que serve para redução de ruído.

  5. Bom ver você de novo aqui Octávio! Seu espírito crítico sempre acrescenta muito às nossas discussões.

    Quanto ao DAN eu gosto de comentar lá embora pessoalmente ache que por vezes falte critério ao publicar determinadas notícias ou clippings, especialmente quando oriundos da mídia russa. Aquela matéria mesmo das "7 forças especiais mais mortais"é um exemplo. Espero que publiquem minha crítica.

    • Eu também gosto de comentar lá, nobre colega, mas quando eles se passam, eles se passam feio.
      Usar a desculpa fajuta de que não se altera título de clipping, mesmo tendo alterado, é de uma cara de pau sem tamanho. E o editor ainda quer falar em humildade. E o pior é que não publicaram todos os meus comentários, até porque foram confrontados com o embuste que fizeram. Mas não se pode esperar muita coisa deles.

      • Não sei, uma vez o prezado me chamou de troll e pouco tempo depois os jornais e agências de notícias afirmaram exatamente o que eu havia dito, errado ou não.

        Me desculpe, mas todos os seus cometários que vi até hoje eram críticas aos leitores ou editores. Jamais adquiri ou aprendi coisa alguma com o senhor.

        Me parece muito fácil acusar e criticar os erros dos outros, enquanto o colega não erra porque simplesmente nada diz ou acrescenta para poder estar certo ou errado.

        Talvez isso explique porque seus comentários não são publicados lá.

        Pode ver que em seus dois comentários neste post não tem nada além de crítica e reclamação.

        • Deagol,
          Você não precisa se desculpar por tecer comentários sobre minha pessoa. Fique a vontade. Nada disso muda o que eu penso a respeito de você. Quanto aos meus comentários, cabe ao editores do site aprovarem ou não, de forma que pouco me importa o que você acha sobre o assunto.

        • JPC3,

          Cada leitor do Cavok é livre para fazer seus comentários com o teor que deseje. Quando julgamos algo inapto, nós não publicamos, mas essa análise cabe tão somente à moderação.

          É bom quando podemos aprender algo com os comentários feitos no site, mas isso não é uma condição pré-estabelecida para que alguém possa comentar.

          Por fim, digo a você e ao Octávio que se vocês gostam de ter seus comentários respeitados, também respeitem um ao outro. Qualquer ofensa que o Octávio tenha feito à sua pessoa no passado ficou do passado e o leitor foi à época advertido. #SUPERE

        • Eu sou leitor assíduo do CAVOK. Minha experiência não passa de planadores e AeroBoero.
          Poderia também tecer críticas ao Título acima, com a citação ao Sputnik, uma vez que o CAVOK, como já citado em outras matérias, procura não divulgar muito as "Sputinices". MÁS, parabéns pela divulgação bilateral, mostrando claramente que, "alguém" está mentindo.

          • Marco,
            Obrigado por seu comentário. Sempre que acharmos oportuno, publicaremos conteúdo do Sputnik, até para mostrar eventuais incoerências.

            Sds!

    • Mortal é o atentado contra a verdade e a vergonha na cara.

      Como o PB tomou banho, estão no mesmo nível de credibilidade, isto é, nenhuma.

    • Eu ainda não vi nenhuma imagem de Mi-28N implantado na Síria com o sistema L-370-5 Vitebsk (President-S) instalado. Supostamente eram 4 helis do tipo, nenhum com esse sistema.

      • Como falamos no feiçe… aparentemente este sistema President-S não está sendo usado na Síria.

        • Está sim, Velasco, é já mostramos imagens aqui no site. Lamento se vc nao prestou a atenção. Ocorre que os Mi-28N e os Mi-24P ainda não possuem o sistema, ao contrário dos Mi-35M, Mi-8 AMTSh Terminator e Ka-52, que possuem.

          Aliás, no caso do Ka-52, pela milésima vez informo que o L-370-5 Vitebsk (President-S) é equipamento padrão, estando, portanto, presente em absolutamente todas as unidades do heli já produzidas.

  6. Não adianta, quando vejo esse heli na hora me vem a imagem de um cachorro salsicha…abanando o rabo…vai entender…

  7. Lamento a morte dos guerreiros. Independente da causa da queda; militares no exercício de sua missão. Lamarca, li essa notícia no site Terra: Caças da Rússia fazem manobras de "ataque simulado" perto de destróier dos EUA, datada de 13/04/2016. Abraço!

  8. Muito bom essas informações postadas por vocês aqui no blog no qual entro todos dias pra mem atualizar nessa área de aviação que gosto muito.Pena a morte dos pilotos neste acidente e aqui as informações são confiáveis e oficialmente nunca divulgam a verdade quando se trata de acidentes envolvendo aeronaves militares.

Comments are closed.