Quase metade da frota de caças F-5E/F Tiger da Força Aérea Suíça já foi tirada de voo e parte já estaria vendida.

Os militares suíços informaram que investirão US$ 2 bilhões este ano, inclusive em coletes à prova de balas de alto desempenho para cada soldado, e que ainda este ano colocará cerca de metade de sua frota de caças F-5 Tiger para venda.

O orçamento total de cerca de 2 bilhões de dólares, aprovado na quinta-feira pela Câmara dos Deputados, mas ainda devendo retornar ao Senado, seria gasto na modernização de certos sistemas da Força Aérea Suíça, complementando a infra-estrutura de treinamento de equipamentos e desenvolvimento dos soldados.

Chegada de um F-5 na Suíça em 1978. (Foto: Keystone)

Este valor é semelhante aos anos anteriores e seria atribuído da seguinte forma:

Gráfico mostrando como será investido o orçamento do exército suíço em 2018. (Foto: Swissinfo)

O plano para 2018 inclui, pela primeira vez, o desmantelamento dos principais sistemas de armas. A Força Aérea vai desativar 27 dos seus 53 caças F-5 Tiger. Quatro foram doados para coleções históricas; os outros foram aterrados e potenciais compradores foram encontrados, de acordo com o governo.

Os F-5 são utilizados pela Patrouille Suisse.

Os Tigers foram usados ??por várias décadas na Força Aérea Suíça, tendo sido adquiridos em 1976 e 1981. Os 26 aviões restantes continuarão a ser usados ??para liberar os F/A-18 das tarefas auxiliares. Este último poderá assim continuar a proteger o espaço aéreo suíço até a aquisição de novos caças.


Fonte: Swissinfo.ch

24 COMENTÁRIOS

  1. Existe um grupo de oficiais na Suiça que apoia a transição PC-21 para o F/A-18 direto, outro grupo pretende modernizar os F-5F e fazer um Esq. de conversão operacional para os pilotos de PC-21 passarem ao F/A-18.
    A Espanha e Turquia modernizaram seus F-5B para isso.

  2. O Brasil poderia comprar, estas células se bobear estão melhores que as nossas. E se não tem tu, vai com tu mesmo. Que venham os tigers

    • Para…pensamento tipico de brasilzao msm…vai gastar com velharia agora que os gripens tao ae na porta?

  3. Manutenção em dia, revisões realizadas dentro de padrões de excelência… são ótimas oportunidades para Argentina, Uruguai, Bolívia.
    Os nossos quando derem baixa virarão sucata. Nossas FA's tem essa tradição de simplesmente deixar enferrujar o material.

  4. Essas aeronaves só servem pra algum operador de F-5 e que esteja interessado em prolongar a vida útil dos seus… Não vejo vantagens para haver interesse por parte de alguma nação que nunca tenha operado o aparelho, isso porque deve ser inviável fazer um senhora adaptação só para voar um tipo de aeronave que tem poucos anos de vida pela frente.

    • Falou tudo, exatamente o que eu ia dizer, sem mais. E se fosse para a FAB, seria apenas para peças de reposição.

Comments are closed.