Saab

fiqueemcasa

Inicio Tags A330MRTT

Tag: A330MRTT

Airbus realiza novos suprimentos de máscaras faciais para apoiar a luta ao COVID-19 na Europa

0
Airbus A330 MRTT decolando de Getafe, na Espanha, no dia 26 de março.

A Airbus implantou um novo voo de ponte aérea entre a Europa e a China para fornecer suprimentos adicionais de máscaras faciais aos sistemas de saúde da França, Alemanha, Espanha e Reino Unido, em apoio aos esforços de crise do COVID-19.

Anúncios

Emirados Árabes Unidos negociam compra adicional de aeronaves GlobalEye e A330MRTT

0
O Saab GlobalEye está fazendo sua estreia em exibições públicas no Dubai Airshow 2019.

A Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos (EAU) anunciou no Dubai Airshow 2019 os planos de adquirir da Saab duas aeronaves adicionais GlobalEye de alerta e controle aéreo (AEW&C) e mais três aeronaves Airbus A330 Multi Role Tanker Transport (MRTT).

Seis nações da OTAN assinam acordo para ampliar capacidade conjunta da frota MRTT

1
Airbus A330 MRTT.

Hoje, seis nações aliadas da OTAN deram um passo crítico para tornar a futura Capacidade Multi-Role Tanker e Transport (MRTT-C) mais acessível.

VÍDEO: 50 anos da Airbus com espetacular voo em formação de suas atuais aeronaves militares

2

Quatro membros da linha de produtos de defesa da Airbus voaram juntos durante um voo especial de comemoração do 50º aniversário da empresa.

Lockheed Martin e Airbus assinam acordo para oferecer aeronave de reabastecimento aéreo nos EUA

11
A aeronave de reabastecimento aéreo e transporte Airbus A330MRTT. (Foto: Airbus)

A Lockheed Martin e a Airbus assinaram um acordo para explorar conjuntamente as oportunidades de atender à crescente demanda por reabastecimento aéreo para clientes de defesa dos EUA.

VÍDEO: Sistema automático de reabastecimento ar-ar realiza primeiro contato com aeronave de grande porte

1
O sistema automatizado A3R da Airbus monitora a posição do KC-30A da RAAF durante o teste de voo na costa da Espanha. (Foto: Airbus)

A Airbus Defence and Space seguiu a sua conquista anterior ao demonstrar o reabastecimento automático de um caça com outro marco inédito em nível mundial – a mesma operação realizada com um grande avião receptor.

IMAGENS: Caças F-35B da RAF realizam primeiros reabastecimentos com aeronaves A330MRTT Voyager

1
Um F-35B da RAF reabastece em voo com um Voyager sobre a costa dos EUA. (Foto: Lockheed Martin)

Os pilotos britânicos atualmente treinando nas aeronaves F-35B Lightning, dos esquadrões 207 e 617 da RAF, na Estação Aérea dos Fuzileiros de Beaufort, Carolina do Sul, completaram a primeira missão britânica de reabastecimento aéreo com os novos jatos stealth e as aeronaves A330MRTT Voyager.

Airbus assina pedido firme com a OCCAR para adicional A330MRTT no programa MMF

1
Um A330MRTT da RAAF.

A Airbus DS (Defence and Space) recebeu um pedido firme para uma aeronave de transporte militar/reabastecedor A330 MRTT destinado ao programa de frota conjunta multinacional de de aeronaves de transporte e reabastecedores (MMF, Multinational Multi-Role Tanker Transport Fleet) da Europa/OTAN.

IMAGENS: Voa com sucesso o primeiro Phénix francês

4
O primeiro A330 MRTT “Phénix” destinado para Força Aérea Francesa, decola de Getafe para seu voo inaugural. (Foto: Pablo Cabellos / Airbus)

A Airbus Defense and Space completou com sucesso o primeiro voo do primeiro A330 MRTT (Multi Role Tanker Transport) para a França. A aeronave, que será conhecida no serviço francês como Phénix, é a primeira das nove encomendadas pela Agência Francesa de Aquisição de Defesa (DGA), com mais outras três aguardando para serem confirmadas.

VÍDEO: KC-30A da RAAF realiza primeiro reabastecimento aéreo operacional

0
Um caça F-16C do 480th Fighter Squadron "Warhawks" se prepara para receber combustível de um KC-30A Multi-Role Tanker Transport sobre o Oriente Médio. (Foto: Australia MoD)
Um caça F-16C do 480th Fighter Squadron “Warhawks” se prepara para receber combustível de um KC-30A Multi-Role Tanker Transport sobre o Oriente Médio. (Foto: Australia MoD)

A capacidade operacional da frota de aeronaves de reabastecimento aéreo e transporte KC-30A (MRTT) da Real Força Aérea Australiana (RAAF) deu mais um importante passo em frente com o primeiro reabastecimento operacional de aeronaves de caça com o avançado sistema de lança de reabastecimento aéreo (ARBS, Aerial Refuelling Boom System).

Holanda adquire dois Airbus A330MRTT em conjunto com Luxemburgo

2
Na imagem divulgada, um A330MRTT abastece em voo um F-35, ambos da Holanda. (Foto: Airbus Military)
Na imagem divulgada, um A330MRTT abastece em voo um F-35, ambos da Holanda. (Foto: Airbus Military)

A Holanda acertou a compra de duas aeronaves de reabastecimento aéreo / transporte Airbus A330MRTT juntamente com Luxemburgo. As aeronaves serão propriedades da OTAN e ficarão sediadas na Base Aérea de Eindhoven para uso mútuo e compartilhamento. Bélgica, Alemanha, Noruega e Polônia pretendem aderir ao acordo em uma data posterior.

França confirma pedido para mais 8 aeronaves A330 MRTT

1
Um A330 MRTT abastece em voo uma aeronave de transporte A400M Atlas. (Foto: Airbus Military)
Um A330 MRTT abastece em voo uma aeronave de transporte A400M Atlas. (Foto: Airbus Military)

A Airbus Defence and Space recebeu uma encomenda firme da Agência de Aquisição de Defesa da França (DGA) para oito adicionais aeronaves A330 MRTT Multi-Role Tanker Transport.

E a Austrália adquire mais dois KC-30A MRTT

5
Um KC-30A reabastece em voo outra aeronave KC-30A da RAAF. (Foto: Ministério de Defesa da Austrália)
Um KC-30A reabastece em voo outra aeronave KC-30A da RAAF. (Foto: Ministério de Defesa da Austrália)

O Governo australiano vai adquirir dois aviões A330 MRTT (Multi-Role Tanker Transport) adicionais para a Real Força Aérea Australiana. Na RAAF, o A330 é designado KC-30A.

Coréia do Sul pretende adquirir quatro aviões-tanque

8
A Coréia do Sul planeja adquirir quatro aviões-tanque.
A Coréia do Sul planeja adquirir quatro aviões-tanque.

A Coréia do Sul planeja adquirir quatro aviões-tanque para a Força Aérea em 2017.

Austrália declara a capacidade operacional inicial do A330 MRTT

1
A quinta aeronave Airbus A330 MRTT entregue para a Real Força Aérea Australiana (RAAF). (Foto: Airbus Military)
A quinta aeronave Airbus A330 MRTT entregue para a Real Força Aérea Australiana (RAAF). (Foto: Airbus Military)

O Departamento de Defesa Australiano declarou a capacidade operacional inicial (IOC) do jato Airbus Military KC-30A, a designação para o A330 MRTT.

O anúncio foi feito no dia de abertura do Australian International Airshow, em Avalon, pelo ministro da Defesa, Stephen Smith e Ministro de Material de Defesa Mike Kelly.

A Real Força Aérea Australiana (RAAF) aceitou o quinto e último A330 MRTT da Airbus Military no dia 30 de novembro do ano passado. A aeronave foi entregue à Base da RAAF de Amberley no início de dezembro de 2012. Juntamente, a RAAF concluiu os primeiros cursos de pilotos e operadores de reabastecimento aéreos australianos no centro de treinamento MRTT (na Base da RAAF de Amberley), em dezembro de 2012.

O vice-presidente de programas derivados da Airbus Military, Antonio Caramazana disse: “Estamos muito felizes com o anúncio da capacidade operacional inicial do KC-30A. Isso reforça o fato de que o A330 MRTT é o único avião de reabastecimento / transporte de nova geração certificado do mundo e a RAAF está de parabéns pela sua dedicação e compromisso em colocar essa aeronave no estado operacional.”

Em serviço na RAAF, o A330 MRTT está equipado com dois pods subalares de reabastecimento, o sistema de lança de reabastecimento aéreo fly-by-wire da Airbus Military (ARBS), e a instalação do receptáculo de reabastecimento aéreo universal Slipway (UARRSI) que lhe permite ser reabastecido a partir de outro avião-tanque. Alimentado por dois motores General Electric CF6-80E, o avião está equipado com um abrangente conjunto de ajudas defensiva (DAS) e equipado com 270 assentos de passageiros.

 

Enhanced by Zemanta

Mais questões podem atrasar a entrega dos A330 MRTT

1
O primeiro A330 MRTT Voyager a entrar em serviço com a Real Força Aérea Britânica no dia 8 de abril desse ano. (Foto: Airbus Military)

Questões técnicas continuam afetando o programa da aeronave A330MRTT (Multi-Role Tanker-Transport) da Airbus Military, atrasando sua plena capacidade operacional, com quatro forças aéreas prevendo receber um total de 28 aviões encomendados até à data, com uma segunda sonda de reabastecimento que se desprendeu de uma aeronave A330MRTT durante um vôo de teste na Espanha, em setembro.

No entanto, a Real Força Aérea Australiana (RAAF) provavelmente está liberando a operação com a nova aeronave tanque, utilizando para reabastecimento o sistema de mangueira-e-cesto nos caças F/A-18A/B Hornet no próximo mês. E no Reino Unido, a empresa que está fornecendo os 14 aviões A330MRTTs para Royal Air Force (RAF), disse que começaria o treinamento de reabastecimento aéreo no primeiro trimestre do próximo ano, apesar dos atrasos anteriores e os problemas nos testes em voo.

O sistema de mangueira e cesto adotado pela Real Força Aérea da Austrália para seus caças F/A-18C/D Hornets. (Foto: Airbus Military)

A Airbus Military disse que o problema mais recente na sonda ocorreu durante “uma condiçãoartificial induzida na forma de teste, que não poderia ocorrer em operação normal” e envolveu um sistema de back-up do mecanismo que ergue a sonda, e que foi encomendado apenas por um cliente. Esse cliente é a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos, que deveria receber o primeiro de seus três aviões em setembro. O primeiro problema com uma sonda, também destacada em voo, ocorreu com um dos cinco aviões da Real Força Aérea Australiana (RAAF) durante um vôo de teste na Espanha, em janeiro de 2011. A RAAF posteriormente disse que o problema ocorreu por mudanças no hardware e por modificações de software, e não vai mesmo começar o teste operacional da sonda até o próximo ano, cerca de três anos de atraso. A aeronave com configuração semelhante para a Arábia Saudita (o quarto cliente) e os Emirados Árabes Unidos deveriam estar qualificados em setembro e dezembro do ano passado, respectivamente.

A aeronave da RAF não tem uma sonda, mas nos testes de vôo dos sistemas de reabastecimento de pods nas asas e de mangueira-e-cesto com jatos de combate Tornado do serviço no ano passado ocorreram problemas de estabilidade na mangueira e vazamento de combustível. Como resultado, o novo cesto que a Cobham concebeu para proporcionar uma maior velocidade no reabastecimento foi suplementado por um modelo antigo, já em serviço. Os testes de vôo de reabastecimento com o Tornado estão agora concluídos, disse a AirTanker Ltd. Em 2008, o Ministério da Defesa britânico colocou um contrato de US$ 16,8 bilhões com a Airtanker para fornecer a aeronave e todos os serviços associados numa iniciativa de financiamento privado que provou ser politicamente controversa. A AirTanker é uma joint venture entre a EADS (40 por cento); Rolls-Royce (20 por cento) e Babcock, Cobham e Thales, cada uma com 13,3 por cento.

A Airbus Military teve problemas com o ARBS (Aerial Refuelling Boom System). (Foto: Airbus Military)

Para atender ao especificado na data de Maio de 2014, a AirTanker deve entregar nove aeronaves e tripulações em serviço até esse prazo. Enquanto o primeiro Voyager (como o A330MRTT é conhecido na RAF) continua os ensaios de vôo, o segundo foi entregue em abril passado, com seis meses de atraso, e está voando apenas como uma aeronave de transporte de tropa e de carga de longa distância. A terceira e quarta aeronaves estão sendo convertidas pela Cobham em Bournemouth, e ambos deverão ser entregues à RAF dentro dos próximos seis meses. Mas um plano para Cobham de converter as 10 aeronaves restantes foi abandonado em junho passado, a favor de fazer todas elas na sede da Airbus Military, em Getafe, Espanha. Enquanto isso, a RAF deve receber seu segundo Voyager no final do mês que vem, quando um avião civil A330 novo chegar direto da linha de produção do A330 em Toulouse. Este também será usado na função de transporte, pilotado por tripulações da AirTanker, e substituindo alguma capacidade fretada.

A AirTanker disse que as entregas dos Voyagers para RAF “permanecem no calendário”, de modo a alcançar a “pleno capacidade de reabastecimento aéreo no serviço até meados de 2014.” O simulador e as classes de formação das tripulações da RAF começaram no mês passado. No entanto, a RAF está fazendo planos para manter as últimas antigas aeronaves de reabastecimento VC-10 e Tristar em serviço além de suas datas de aposentadoria atualmente planejadas de março de 2013 e maio de 2014, respectivamente. Um oficial sênior da RAF disse que o serviço “vai aceitar nada menos do que 100 por cento de funcionalidade … e isso significa que deve receber as aeronaves Voyager com o DAS [sistema de ajuda defensiva], para conduzir operações completas”. A Airtanker se recusou a comentar sobre o progresso do DAS. No ano passado, ela recebeu um contrato adicional para estudar “medidas de proteção reforçadas” que acredita-se que esteja incluída a inertização dos tanques de combustível e a blindagem da cabine.

Fonte: AIN Online – Tradução: Cavok

Solicito um minuto da atenção de você leitor do Cavok. Estamos tendo despesas elevadas com servidores devido ao alto tráfego gerado mensalmente, e precisamos da ajuda de todos para continuar mantendo o site estável e permanentemente no ar. Sem a ajuda de vocês, fica inviável manter o Cavok, já que infelizmente as empresas aeronáuticas brasileiras até o momento não anunciaram no nosso site, mesmo sendo o Cavok uma das maiores referências sobre notícias de aviação do país, reconhecido inclusive internacionalmente, e um dos sites de aviação mais visitados do país, senão o maior. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral.




Desde já meu muito obrigado.

Fernando Valduga

Enhanced by Zemanta

Airbus A330 MRTT perde lança de reabastecimento em voo (ATUALIZADO)

5
A segunda aeronave Airbus A330 MRTT da Força Aérea dos Emirados Árabes perdeu a lança de reabastecimento durante um voo sobre a Espanha. (Foto: Gustavo HM)

No dia 10 de setembro, um novo incidente com a lança de reabastecimento de uma aeronave Airbus A330 MRTT (Multi-role Tanker Transport) fez com que a fabricante Airbus Military desse início a uma investigação. De acordo com informações da agência Flightglobal, a lança se desprendeu da aeronave durante um voo sobre a Espanha. O trajeto do voo pode ser visto no site FlightRadar 24, que pode ser acessado aqui (basta colocar na busca o callsign MRTT014).

Detalhe da cauda do Airbus A330 MRTT dos Emirados Árabes Unidos sem a lança de REVO. (Foto: FlyNews)

O site FlyNews também divulgou uma foto da aeronave depois de perder a sonda (acima), no momento que chegava para pouso em Sevilha.

O incidente em voo ocorreu com a segunda aeronave A330 MRTT destinada para a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos, que tinha decolado da unidade da Airbus Military em Fetafe, próximo a Madri. A tripulação da Airbus Military estava voando a 27 mil pés (8.230m) quando a lança de reabastecimento se desprendeu totalmente, caindo numa área remota de Cáceres.

Um caça F-16 Block 60 da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos reabastece na lança de um Airbus A330 MRTT. (Foto: Airbus Military)

A Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos vai receber três aeronaves A330 MRTT, equipadas com a lança e dois pods de reabastecimento nas pontas das asas.

A aeronave pousou normalmente em Getafe, com danos leves na estrutura. A lança foi encontrada no dia 11 de setembro. Embora ninguém tenha ficado ferido, essa não é a primeira vez que ocorre um problema com a lança de reabastecimento do A330. No dia 19 de janeiro deste ano, um A330 MRTT da Real Força Aérea Australiana teve um problema similar durante o reabastecimento de um F-16 da Força Aérea Portuguesa num teste realizado na Espanha.

Enhanced by Zemanta

Aeronave A400M realiza primeiro contato de reabastecimento com um A330 MRTT

0
A aeronave A400M realizou o primeiro contato com um A330 MRTT, o qual será destinado a RAF. (Foto: Airbus Military)

Uma aeronave de transporte militar Airbus A400M realizou com sucesso o primeiro contato simulado de reabastecimento com um A330 MRTT (Multi Role Tanker Transport) da Airbus Military.

O A400M fez cerca de 30 contatos com a mangueira e cesto da Unidade de Reabastecimento da Fuselagem (FRU) do A330 MRTT. Nenhum combustível foi transferido nestes testes que consistiam em “contatos secos”. O A330 MRTT que participou dos testes é um dos aviões que será entregue para a Real Força Aérea Britânica (RAF), onde é conhecido como Voyager, como parte do programa de Futura Aeronave de Transporte Estratégico (FSTA).

A FRU é normalmente usada para abastecer aviões de grande porte como o A400M e os testes demonstraram a estabilidade de ambos os aviões quando em voo de formação cerrada e durante o reabastecimento.

IMAGEM: Airbus A330 MRTT leve número recorde de militares a bordo em uma aeronave da RAAF

1
A aeronave A330 MRTT (KC-30) do Esquadrão 33 da RAAF quebrou um recorde de número de passageiros transportados por uma aeronave militar na Austrália. (Foto: Commonwealth of Australia)

A aeronave Airbus A330 MRTT (KC-30) do Esquadrão 33 da RAAF (Real Força Aérea da Austrália) fez um voo com 220 passageiros da Academia das Forças de Defesas da Austrália, além de sua tripulação de 14 pessoas. O voo teve duração de duas horas, e partiu do Estabelecimento de Defesa de Fairbairn, no dia 12 de março, e foi o maior número de militares num voo realizado pela RAAF.

A surtida fazia parte da introdução em serviço no esquadrão da aeronave KC-30A, que é capaz de transportar 270 passageiros na configuração selecionada pela RAAF.

Airbus Military completa testes de qualificação do A330 MRTT com os receptores dos Emirados Árabes Unidos

2
Um caça Mirage 2000-9 da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos sendo reabastecido em voo por um Airbus A330 MRTT. (Foto: Aibrus Military)

A Airbus Militar concluiu com êxito a qualificação do receptor dos dois principais tipos de aeronaves que a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos vai utilizar para reabastecimento em voo com os três aviões tanques A330 MRTT que tem encomendado.

Numa extensa série de testes de vôo em Abu Dhabi, a compatibilidade da nova geração do A330 MRTT com os caças Mirage 2000 e F-16 Block 60 dos Emirados Árabes Unidos foi totalmente demonstrado.

Operando a partir da Base Aérea de Al Dhafra, a aeronave realizou reabastecimento aéreo em velocidades de todo o envelope de vôo de reabastecimento, num intervalo de altitudes, e em curvas, subidas e descidas, bem como em vôo nivelado.

Outras versões do F-16 já foram qualificadas com o A330 MRTT, mas os ensaios acrescentaram o F-16 Block 60 usado pelos Emirados Árabes Unidos, que apresenta grandes tanques de combustível conformais na fuselagem. O F-16 foi reabastecido pelo sistema de boom traseiro do Airbus A330 MRTT (BRA).

A Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos deve receber este ano suas aeronaves A330 MRTT. (Foto: Airbus Military)

O Mirage 2000 foi testado com sucesso nas diferentes configurações, incluindo a versão biplace que levava dois tanques externos e dois mísseis ar-ar, e a versão monoplace que levava seis mísseis e um tanque externo central. Para reabastecer o Mirage 2000, o A330 MRTT usou seus pods de reabastecimento sob as asas, e incluiu demonstrações de reabastecimento simultâneo com dois caças.

Antonio Caramazana, Vice-Presidente e Diretor do Programa Derivados da Airbus Military, disse: “É muito gratificante ao qualificar mais dois tipos de aeronaves como receptoras para o A330 MRTT e estamos ansiosos para colocar a aeronave em operação com a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos ainda este ano.”

O treinamento da tripulação com os pilotos dos Emirados Árabes Unidos está atualmente em curso na Espanha e os dois primeiros A330 MRTTs para os Emirados Árabes Unidos, incluindo aquele que particiou dos testes, deverão ser entregues antes do final do ano.

Cavok nas redes sociais

62,555FãsCurtir
340Inscritos+1
6,557SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios