Saab

Inicio Tags AgustaWestland

Tag: AgustaWestland

HELI-EXPO: Operadores corporativos e VIPs pelas Américas adquirem helicópteros AW139, AW169

0
Um AW169 em primeiro plano, modelo que teve três entregas recentemente no Brasil.

Os helicópteros AW139 e AW169 da AgustaWestland continuam sendo selecionados como plataformas preferenciais por clientes corporativos e VIP, com vendas adicionais de ambos os tipos acelerando no início de 2017, inclusive nas América.

Anúncios

Acidente de helicóptero mata 6 pessoas na Itália

1
O cenário da queda do helicóptero. (Foto: BBC)

Seis pessoas foram mortas em um acidente envolvendo um helicóptero de resgate AgustaWestland AW139 em uma região montanhosa do centro da Itália, dizem autoridades.

Novo acordo na Rússia para o helicóptero AW189

1
A russa RN-Aircraft encomendou adicionais 20 helicópteros AgustaWestland AW189 após o primeiro pedido de dez aeronaves em julho de 2015. (Foto: Leonardo-Finmeccanica)
A russa RN-Aircraft encomendou adicionais 20 helicópteros AgustaWestland AW189 após o primeiro pedido de dez aeronaves em julho de 2015. (Foto: Leonardo-Finmeccanica)

A Leonardo-Finmeccanica, a Russian Helicopters e a Rosneft anunciaram a assinatura de um acordo para uma encomenda de mais de vinte helicópteros AgustaWestland AW189 comerciais feita pela RN-Aircraft, uma empresa controlada pela operadora petrolífera Rosneft. Os novos helicópteros serão utilizados para tarefas de transporte.

Marinha da Coreia do Sul recebe seus quatro primeiros AW159 Wildcats

1
A Real Marinha da Coreia do Sul recebeu os quatro primeiros helicópteros AW159 Wildcats.
A Real Marinha da Coreia do Sul recebeu os quatro primeiros helicópteros AW159 Wildcats.

Nessa segunda-feira (13), a Real Marinha da Coreia do Sul (RoKN) recebeu seu primeiro lote de quatro helicópteros AW159 Wildcat fabricados pela britânica AgustaWestland. A marinha sul-coreana tem o objetivo de implantá-los na linha de frente até a metade de 2017. No total foram encomendados 8 unidades do AW159.

Paquistão adquire helicópteros AW139 para missões SAR

0
O Paquistão encomendou várias unidades do AW139 para missões de Busca e Salvamento. Na foto, um exemplar nas cores das forças armadas italiana. (Foto: AgustaWestland)
O Paquistão encomendou várias unidades do AW139 para missões de Busca e Salvamento. Na foto, um exemplar nas cores das forças armadas italiana. (Foto: AgustaWestland)

A Leonardo-Finmeccanica anunciou hoje que o governo do Paquistão assinou um contrato para um número não revelado de helicópteros médios bimotores AgustaWestland AW139. A assinatura foi realizada em Islamabad na presença do Embaixador italiano Stefano Pontecorvo.

MARINHA DO BRASIL: status sobre a modernização dos helicópteros Super Lynx

14
Sper Lynx (10)
AH-11A Super Lynx – Marinha do Brasil / © Anderson Gabino, em caráter ilustrativo

Em junho de 2014, foi assinado um contrato entre a Marinha do Brasil (MB) e a AgustaWestland (AW), fabricante da aeronave, para a atualização da meia-vida (Mid-Life Upgrade – MLU) em oito helicópteros Lynx Mk.21A (Super Lynx) pertencentes à corporação e designados localmente AH-11A. A fim de saber sobre o andamento deste processo, o Cavok contatou a MB, que gentilmente nos forneceu as seguintes informações:

Emirados Árabes selecionam o tilt-rotor AW609 da AgustaWestland como aeronave de busca e salvamento

15
N609TR AgustaWestland AW609
Tilt-rotor AW609, registro N609TR / Foto: AgustaWestland

O comando conjunto de aviação (JAC) das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos (EAU) vai adquirir três unidades do tilt-rotor AW609 da AgustaWestland, que serão empregados em missões de busca e salvamento (SAR).

Acidente com tilt-rotor AW609 da AgustaWestland deixa dois mortos na Itália

11
Tilt-rotor AW609, registro N609AG - AgustaWestland
Aeronave acidentada: Tilt-rotor AW609, registro N609AG / Foto: AgustaWestland

O segundo protótipo do tilt-rotor AW609 da AgustaWestland, registro N609AG,  caiu na manhã de hoje na Itália, nas proximidades da cidade de Santhià, região de Vercelli, a 48 km das instalações do fabricante. Ambos os tripulantes morreram.

Força Aérea Italiana introduz o helicóptero HH-101A “Caesar”

2
O novo helicóptero de busca e salvamento da Força Aérea Italiana, AgustaWestland HH-101 Caesar. (Foto: AgustaWestland)
O novo helicóptero de busca e salvamento da Força Aérea Italiana, AgustaWestland HH-101 Caesar. (Foto: AgustaWestland)

No dia 19 de junho, na base aérea de Cervia, a Força Aérea Italiana revelou sua nova aeronave.

Exército e Marinha italiana acreditam no potencial do tilt-rotor AW609

6

aw609_2012updO Exército italiano e Marinha acreditam que o AW609 tilt-rotor tem um papel importante nas forças armadas.

Programa NH90 enfrenta incertezas

7
Três helicópteros NH90 TTH do Exército Italiano. (Foto: NHIndustries)
Três helicópteros NH90 TTH do Exército Italiano. (Foto: NHIndustries)

Concebido para ser o helicóptero do século XXI, o NH90 enfrenta as dificuldades originadas pela crise financeira europeia e os respetivos cortes nos orçamentos de defesa.

Primeiro ICH-47F Chinook para o Exército Italiano realiza o voo inaugural

3
O primeiro helicóptero ICH-47F do Exército Italiano durante o voo inaugural em Vergiate, Itália. (Foto: AgustaWestland)
O primeiro helicóptero ICH-47F do Exército Italiano durante o voo inaugural em Vergiate, Itália. (Foto: AgustaWestland)

A AgustaWestland anunciou que o primeiro ICH-47F Chinook para o Exército italiano realizou com sucesso seu primeiro voo no dia 24 de junho, em Vergiate, na Itália. A aeronave permaneceu no ar por 15 minutos, executando como esperado, enquanto realizava os testes básicos de manuseio e principais verificações de sistemas.

França adquire mais 34 helicópteros militares NH90

3
Os helicópteros NH90 serão da versão de transporte de tropas TTH. (Foto: Eurocopter)
Os helicópteros NH90 serão da versão de transporte de tropas TTH. (Foto: Eurocopter)

A França assinou um acordo para compra de 34 novos helicópteros militares de médio porte NH90, conforme informou nessa quarta-feira o Ministério da Defesa francês. Os helicópteros serão da versão de transporte de tropas TTH.

Exército italiano recebe primeiro NH90 TTH na configuração de Capacidade Operacional Final

1
O primeiro NH90 TTH do Exército Italiano na configuração FOC (Final Operational Capacity). (Foto: NH Industries)
O primeiro NH90 TTH do Exército Italiano na configuração FOC (Final Operational Capacity). (Foto: NH Industries)

A NHIndustries anunciou a entrega do primeiro NH90 TTH na configuração FOC (Capacidade Operacional Final) para o Exército italiano. Este evento ocorreu durante uma cerimônia oficial realizada na planta Veneza Tessera da AgustaWestland na presença Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército italiano, General Enzo Stefanini. Esta entrega eleva para 21 o número de NH90 TTHs entregues ao exército italiano até agora, de uma encomenda total de 60 unidades.

AgustaWestland entrega o primeiro de dois helicópteros AW101 VVIP para Turkmenistan Airlines

0
O primeiro helicóptero AW101 VVIP da Turkmenistan Airlines. (Foto: Petr Pilat / Planes.cz)
O primeiro helicóptero AW101 VVIP da Turkmenistan Airlines. (Foto: Petr Pilat / Planes.cz)

A AgustaWestland anunciou a entrega do primeiro helicóptero AW101 VVIP para a Turkmenistan Airlines. O contrato para dois helicópteros AW101 VVIP foi assinado em 2010 no Farnborough International Air Show. A montagem da aeronave ocorreu nas instalações da AgustaWestland em Yeovil, no sudoeste da Inglaterra. A AgustaWestland também forneceu treinamento do piloto e equipe de manutenção e um pacote de peças de reposição inicial com o contrato.

Daniele Romiti, CEO da AgustaWestland, comentou: “É uma grande honra que o AW101 foi selecionado para fornecer transporte para Turkmenistan Airlines. Acreditamos que o AW101 é o helicóptero mais capaz, confortável e seguro na sua classe e estamos ansiosos para ver as duas aeronaves em serviço”.

O AW101 tem uma cabine muito espaçosa, altos níveis de conforto aos passageiros e os mais recentes recursos de comunicação, tornando-se o helicóptero ideal para o transporte de Chefes de Estado e outras funções de transporte VVIP. Sua cabine é 30% maior do que o seu concorrente mais próximo e pode voar até 1.000 km, enquanto a redundância múltipla de sistemas e componentes críticos oferece níveis incomparáveis ??de segurança e capacidade de sobrevivência da aeronave.

A aeronave partiu de Yeovil no dia 29 de março, com plena carga para o vôo de translado de cinco dias por toda a Europa até o Turcomenistão. A viagem inclui escalas na Alemanha, Ucrânia, Rússia e Cazaquistão antes de transitar para Ashgabat, a capital do Turcomenistão. Após mais de 30 horas de voo, a aeronave chegou pronta operacionalmente na principal base.

Quase 200 helicópteros AW101 foram encomendados por clientes em todo o mundo até o momento para realizar uma ampla gama de missões governamentais, serviços públicos e militares. O AW101 tem registrado mais de 280 mil horas de vôo em serviço na Itália, Reino Unido, Dinamarca, Portugal, Japão, Canadá e outros, enquanto proporciona um desempenho excepcional e elevados níveis de segurança.

Enhanced by Zemanta

Agusta Westland apresenta o helicóptero AW169 AAS em evento do Exército dos EUA

0
O mockup do helicóptero de escolta aérea armada AW169 AAS durante convenção do Exército dos EUA.
O mockup do helicóptero de escolta aérea armada AW169 AAS durante convenção do Exército dos EUA.

A AgustaWestland revelou oficialmente a mais recente geração de helicóptero militar AW169 AAS durante uma cerimônia dedicada realizada na Exposição e Fórum Internacional Anual da Associação da Aviação do Exército dos EUA (AAAA – Army Aviation Association of America) em Fort Worth, Texas (10-13 abril). O AW169 AAS é um avançado helicóptero bimotor com a capacidade de atender a todos requisitos de missão de Escolta Aérea Armada (AAS – Armed Air Scout) do Exército dos EUA e proporciona um design novo e uma nova tecnologia de helicóptero para o campo de batalha atual e futuro.

Com dois melhorados motores PW210A que podem operar em desafiadoras condições “quentes e altas” e que incorporam um avançado sistema de eficiência do rotor principal, o AW169 AAS oferece alto desempenho e capacidade duradoura em longas distâncias com potencial crescimento de engenharia. Com um conjunto abrangente de equipamentos de missão disponível, o AW169 AAS é o único helicópteros adaptável para suportar todas exigências de missão de escolta aérea armada da Aviação do Exército dos EUA com eficiência de custo, tornando ele um pré-requisito para a prontidão de defesa. O AW169 AAS possui alto desempenho, funcionalidades avançadas de segurança e excelente custo / efetividade. Combinado com arquitetura aberta de sistemas, controles e displays integrados, sistemas de gerenciamento de vôo, equipamento de missão e de armas – é a única solução que atende aos requisitos de AAS de hoje e de amanhã.

Concepção artística do AW169 AAS. (Foto: AgustaWestland)
Concepção artística do AW169 AAS. (Foto: AgustaWestland)

R. Scott Rettig, CEO da AgustaWestland América do Norte, disse: “Estamos muito animados e orgulhosos por estar revelando o helicóptero AW169 AAS na Exposição e Fórum Anual da AAAA. Acreditamos que definimos um novo padrão para helicópteros de reconhecimento armado.”

Adrian Board, chefe de relações públicas da AgustaWestland acrescentou: “O único helicóptero nova geração em sua categoria em 40 anos oferece a visão da AgustaWestland de design e capacidade de desenvolvimento para oferecer os níveis de custo e eficácia de missão em serviço com o Exército dos EUA e oferece o sucesso e segurança para cumprir a missão nas próximas décadas.”

O AW169 AAS é particularmente adequado para realizar com segurança e realizar a mais ampla variedade de atuais e futuras missões de reconhecimento armado, incluindo escolta aérea, comando e controle, operações de segurança, operações profundas, aquisição de alvos e metas, coordenação de apoio de disparos do Exército dos EUA. O AW169 AAS oferece alta manobrabilidade, amplitude de poder e demonstra uma aeronave que atende todas condições de vôo e de missão.

O AW169 é tolerante a falhas e danos balísticos, apresenta múltiplos sistemas críticos redundantes críticos, uma excelente capacidade com um motor inoperante, capaz de auto-selagem do sistema de combustível de grande resistência, estruturas e assentos resistentes ao choque , trem de pouso reforçado e proteção blindada para a tripulação, do sistema de combustível, e componentes vitais, assim como um avançado conjunto de auto-defesa integrada.

Além disso, o AW169 AAS possui motores e lâminas que reduzem a assinatura de calor e ruído contribuindo para a eficácia da missão e capacidade de sobrevivência. Um sistema de gestão totalmente integrada de aeronaves e de missão está baseado na tecnologia de última geração e os aviônicos compreendem uma conjunto de aviônicos com baixa carga de trabalho  e alta consciência situacional IFR com um único piloto e um cockpit glass compatível com NVG, controle integrado e sistema com três grandes telas multifuncionais e tecnologia de tela sensível ao toque. A excelente ergonomia no cockpit permite também uma excelente visibilidade externa, incluindo comunicações avançadas e dados do sistema de gestão, um conjunto abrangente de sensores, visão sintética e Helmet Mounted Display (HMD) / Head-Up Display (HUD).

A combinação de sistemas de armas incluem metralhadoras, lançadores de foguetes e mísseis ar-terra. O AW169 AAS é projetado para maximizar a eficiência operacional e reduzir o tempo e o custo de manutenção, graças a um número reduzido de componentes em comparação com plataformas mais antigas ou já existentes, de fácil acesso e com um ciclo de vida estendido para muitos componentes-chaves, bem como dispositivos avançados de diagnósticos.

Um pacote completo de soluções avançadas de treinamento dedicado e dispositivos, incluindo um simulador completo de vôo Nível D, estarão disponíveis imediatamente quando o AW169 entrar no mercado. Com todos os quatro protótipos já ultrapassando um total de mais de 200 horas de vôo em apenas nove meses de testes de desenvolvimento, com o programa AW169 previsto para entrar no mercado em 2014.

Enhanced by Zemanta

Marinha das Filipinas assina contrato para três helicópteros AW109 Power

2
A Marinha das Filipinas encomendou três helicópteros AW109 Power. (Foto: AgustaWestland)
A Marinha das Filipinas encomendou três helicópteros AW109 Power. (Foto: AgustaWestland)

A AgustaWestland anunciou hoje a assinatura de um contrato com a Marinha das Filipinas para três helicópteros marítimos AW109 Power e mais duas opções. Os helicópteros serão utilizados para uma vasta gama de missões navais, incluindo a zona de proteção econômica, a vigilância de superfície, SAR e de segurança marítima. As aeronaves serão entregues em 2014 e vão operar a partir de bases tanto em terra como em navios. O contrato inclui apoio logístico e formação inicial para o pessoal da tripulação e de manutenção.

Vincenzo Alaimo, Chefe regional de vendas da AgustaWestland para o sudeste da Ásia, disse: “Estamos muito satisfeitos que a Marinha das Filipinas selecionou o AW109 Power como parte de seu programa de modernização das Forças Armadas, após uma extensa avaliação de tipos de concorrentes. O AW109 Power com sua capacidade multi-tarefa e alto desempenho irá fornecer a Marinha filipina uma reforçada capacidade operacional marítima”.

O AW109 Power é um helicóptero da classe de três toneladas com oito assentos alimentado por dois motores Pratt & Whitney PW206C com FADEC. A espaçosa cabine foi projetada para ser equipada com uma série de pacotes de equipamentos modulares para rápida e fácil conversão entre as tarefas. Para as operações embarcadas possui um trem de pouso reforçado e pontos de ancoragem para plataforma, bem como extensas medidas de proteção contra corrosão. A capacidade de operar a partir de navios de pequeno porte em alto mar permite que o AW109 Power possa executar sua missão, quando muitos outros helicópteros ficam limitados ao hangar do navio. Mais de 550 helicópteros AW109 Power e AW109 LUH foram encomendados para aplicações comerciais, policiais e militares por parte de clientes em quase 50 países.

 

Enhanced by Zemanta

HELI-EXPO: AgustaWestland apresenta seu revolucionário demonstrador tiltrotor “Project Zero”

7
O demonstrador de tecnologia "Project Zero" da AgustaWestland. (Foto: AgustaWestland)
O demonstrador de tecnologia “Project Zero” da AgustaWestland. (Foto: AgustaWestland)

HeliExpo 2013A AgustaWestland revelou hoje o seu tiltrotor demonstrador de tecnologia “Project Zero”, dando uma visão sobre o que avançados helicópteros do futuro podem parecer. Isto, no entanto, não é um estudo em papel. O demonstrador de tecnologia foi projetado e construído em menos de 6 meses e já voou secretamente várias vezes em 2011 e 2012, demonstrando a avançada tecnologia de helicópteros da AgustaWestland.

O demonstrador de tecnologia tiltrotor é completamente alimentado por motores elétricos; projetado para pairar como um helicóptero e converter para uma aeronave de asa fixa, graças a inclinação para frente dos seus dois rotores integrados que podem ser girados em mais de 90 graus. O demonstrador realizou seu primeiro vôo não tripulado com cabo preso no solo em junho de 2011, nas instalações da AgustaWestland de Costa Cascina, na Itália, e desde então tem realizado voos pairados sem cabos dentro de uma área protegida.

Daniele Romiti, CEO da AgustaWestland, disse que “o programa ‘Project Zero’ demonstrador de tecnologia reúne muitas das tecnologias avançadas que a AgustaWestland tem pesquisado nos últimos anos e demonstra a nossa forte base tecnológica a partir do qual iremos desenvolver novos produtos para atender as necessidades de nossos clientes no futuro. Nós acreditamos fortemente no conceito de inclinação do rotor como o futuro do voo de alta velocidade de helicópteros, pois oferece muito maior velocidade e alcance do que a tecnologia de helicópteros compostos”.

“Esta é uma conquista maravilhosa do Grupo de Conceitos Avançados da AgustaWestland. Uma equipe de engenheiros apaixonados e brilhantes que trabalharam arduamente numa instalação protegida para conceber, projetar, construir e testar este demonstrador de tecnologia em um período excepcionalmente curto de tempo”, disse o Dr. James Wang, vice-presidente de Pesquisa e Tecnologia da AgustaWestland. “Este grupo vive a sonhar, e se ele pode ser sonhado, pode ser construído. A equipe não apenas construiu um avião ou helicóptero com motores elétricos, que teria sido muito fácil. Eles pensaram além e construíram um tiltrotor com dois rotores elétricos sem transmissão ou swashplates“.

Os rotores do demonstrador são movidos por avançados motores elétricos alimentados por baterias recarregáveis; futuras soluções híbridas também têm sido investigadas com um motor à diesel para acionar um gerador. Todos os sistemas de controle de aeronaves, controle de voo e atuadores do trem de pouso são movidos a eletricidade, eliminando a necessidade de qualquer sistema hidráulico.

Durante o voo em cruzeiro, as asas irão fornecer a maior parte da sustentação, com a fuselagem e profundor também contribuindo. O ‘Project Zero’ foi concebido com as asas externas destacáveis ??para as missões que serão executadas principalmente no modo helicóptero. Os elevons fornecem o movimento de pitch e roll no voo para frente, enquanto a cauda em V proporciona a estabilidade longitudinal. A aeronave tem muito pouco ruído e baixa assinatura térmica em voo e não necessita de oxigênio, permitindo assim voar em altitude ou em condições altamente poluídas, como erupções vulcânicas.

Os rotores do demonstrador, quando no solo, podem ser inclinados para frente e apontando a aeronave na direção do vento permite que os rotores sejam usados como moinhos de vento e recarregando o dispositivo de armazenamento elétrico da aeronave. O sistema de acionamento elétrico também tem a vantagem de não precisar do pesado e complexo sistema de transmissão requerido por uma aeronave de asa rotativa convencional.

O programa demonstrador de tecnologia ‘Project Zero’ está sendo inteiramente financiado pela AgustaWestland, como parte de suas atividades de pesquisa e desenvolvimento em curso.

Enhanced by Zemanta

PZL-Swidnik entrega os dois últimos helicópteros Sokols para Força Aérea das Filipinas

0
Os dois últimos, de oito helicópteros W-3A Sokol, foram entregues a bordo de um An-124. (Foto: PZL-Swidnik)
Os dois últimos, de oito helicópteros W-3A Sokol, foram entregues a bordo de um An-124. (Foto: PZL-Swidnik)

A PZL-Swidnik, uma empresa da AgustaWestland, anunciou que os dois últimos de oito helicópteros W-3A Sokol já foram entregues à Força Aérea filipina. Os helicópteros Sokols foram transportados desde o Aeroporto de Lublin até a Base Aérea de Clark, perto de Manila, a bordo de um avião de carga An-124 Ruslan.

Os dois helicópteros Sokol seguiram após as seis aeronaves entregues ao cliente no ano passado. Este é o resultado de um contrato assinado em 2010, avaliado em US$ 68,8 milhões, que incluiu oito helicópteros Sokols, que vão ser operados em conjunto com os Bell UH-1H.

Com a entrega, a Força Aérea das Filipinas conta com oito helicópteros W-3A Sokol.
Com a entrega, a Força Aérea das Filipinas conta com oito helicópteros W-3A Sokol.

“Isso me dá um grande prazer ao completar a entrega dos helicópteros Sokol produzidos em Swidnik para o cliente. A entrega desde o Aeroporto de Lublin é um marco importante e com certeza no futuro vamos cooperar ainda mais com a conexão Aeroporto de Lublin e as operações da PZL-Swidnik”, disse Nicola Bianco, Diretor da PZL-Swidnik SA

Os helicópteros Sokol, que estiveram em serviço com a Força Aérea das Filipinas por vários meses, provaram ser altamente eficazes e confiáveis, ??capazes de operar nas condições mais exigentes. Os helicópteros estão sendo pilotados por pilotos treinados na fábrica da PZL-Swidnik.

“Estou satisfeito com as excelentes capacidades operacionais dos Sokols que são muito apreciados pela Força Aérea filipina. Estou ansioso para expandir nossa parceria com a cliente, e no futuro prestar apoio técnico e de apoio operacional permanente para os Sokols”, acrescentou Mieczyslaw Majewski, Presidente do Conselho de Administração e Gestão da PZL-Swidnik.

Os dois novos helicópteros Sokol da Força Aérea das Filipinas serão integrados aos seis já entregues desde 2011. (Foto: PZL-Swidnik)
Os dois novos helicópteros Sokol da Força Aérea das Filipinas serão integrados aos seis já entregues desde 2011. (Foto: PZL-Swidnik)

Os Sokols da Força Aérea das Filipinas estão equipados com os mais recentes sistemas de navegação e aviônicos, incluindo piloto automático de quatro eixos, sistema EFIS e cabine compatível com óculos de visão noturna (NVGs), permitindo a operação de dia e de noite, em todas as condições meteorológicas. Este helicóptero na classe de 6 toneladas pode transportar até 11 soldados na cabine ou pode levar até 2.100 kg (4.630 £) usando seu gancho de carga externa.

Equipado com dois motores, cada um com a potência de decolagem de 662 kW (888 shp), os Sokols atingem a velocidade máxima de 260 km/h (140 nós), pode voar 734 km (402 nm) ou ficar em voo por mais de 4 horas usando seus tanques de combustível padrão.

Enhanced by Zemanta

Justiça italiana prende presidente da Finmeccanica por corrupção na venda de helicópteros para Índia

19
Um dos dois helicópteros AgustaWestland AW101 VVIP entregues para Força Aérea da Índia em dezembro de 2012. (Foto: Strega via LiveFist)
Um dos dois helicópteros AgustaWestland AW101 VVIP entregues para Força Aérea da Índia em dezembro de 2012. (Foto: Strega via LiveFist)

O presidente da Finmeccanica, conglomerado italiano que trabalha nas áreas de aeronáutica e defesa, Giuseppe Orsi, foi preso hoje por corrupção internacional em um caso de supostos subornos ao governo da Índia para a venda de 12 helicópteros AW101 VVIP.

Segundo as acusações, para a venda dos helicópteros foi pago suborno para o governo indiano em torno de 50 milhões. A justiça de Busto Arsizio, proximidade de Milão, emitiu uma ordem prisão contra o dono da Agusta Westland, fornecedora dos helicópteros e filial da Finmeccanica, Bruno Spagnolini, em detenção domiciliar por corrupção internacional, extorsão e enriquecimento ilegal.

Orsi estava há meses sob investigação por corrupção junto a outras pessoas, entre elas um ex-ministro, sempre sobre a questão de suborno. A prisão preventiva para Orsi “é proporcional a gravidade dos fatos, com certeza impedirá ações corruptas” e “põem um limite ao compromisso que ele mobilizou para prevenir, impedir e desviar a investigação”, relatou o juiz de Busto Arsizio na ordem de prisão.

O primeiro-ministro italiano, Mario Monti, comentou sobre o caso afirmando que “se trata de um problema relativo à governança que enfrentamos, sendo necessário reforçar a luta pela corrupção que não conseguimos fazer com uma oposição direta”.

Fonte: ANSA, via Folha de São Paulo

Dica do amigo Armand Assante. Obrigado 😉

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!




Enhanced by Zemanta

Cavok nas redes sociais

61,791FãsCurtir
340Inscritos+1
6,302SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,390InscritosInscrever
Anúncios