Saab

fiqueemcasa

Inicio Tags AgustaWestland

Tag: AgustaWestland

O primeiro A109 LUH para a Força Aérea da Nova Zelândia efetua seu primeiro voo

1
O voo inaugural do primeiro AgustaWestland AW109 LUH para a Força Aérea da Nova Zelândia. (Foto: AgustaWestland)

O primeiro AgustaWestland A109 Helicóptero Leve Utilitário (LUH) para Real Força Aérea da Nova Zelãndia efetua seu primeiro voo na unidade do fabricante na Itália.

“Isso é parte de uma grande renovação da Força Aérea,” disse o Ministro da Defesa da Nova Zelândia Wayne Mapp. “O A109 faz parte de uma significante aquisição para a Força Aérea da Nova Zelândia.”

Cinco helicópteros A109 LUH substituirão a frota de cinco helicópteros militares Bell 47G-3B-2 Sioux na função de treinamento básico. A primeira aeronave deverá ser entregue no final desse ano e entrar em operação em 2011.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Anúncios

Marinha de Bangladesh encomenda dois helicópteros AW-109 Power

0
AgustaWestland AW-109 Power

A AgustaWestland, uma empresa do grupo Finmeccanica, anunciou que recebeu um contrato da Marinha de Bangladesh para dois helicópteros AW-109 Power na versão marítima. Os helicópteros serão usados numa ampla gama de missões navais incluindo SAR (busca e salvamento), proteção de fronteiras, vigilância e segurança marítima.

As aeronaves deverão ser entregues ao cliente em 2011 e serão capazes de operar a partir da fragata BNS Bangabandhu. O contrato também inclui um pacote de treinamento para conversão dos tripulantes nas missões VFR/IFR, o uso de simluadores de voo nível D do AW-109 Power para o treinamento de operações marítimas, e um treinamento para os engenheiros de manutenção.

O AW-109 Power é um helicóptero de oito lugares na classe de 3 toneladas, equipado com duas turbinas Pratt & Whitney PW206C com sistema FADEC. A espaçosa cabine foi projetada para acomodar um número de pacotes de equipamentos modulares que permitem uma rápida e fácil conversão entre os tipos de missões.

Mais de 550 helicópteros AW-109 Power e AW-109 LUH foram encomendados para usos comerciais e militares por clientes de mais de 50 países.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Ministério da Defesa da Índia quer adquirir helicóptero para transporte VVIP antes do orçamento oficial ser aprovado

0
AgustaWestland AW101, nas cores da Marinha da Itália.

O Ministério da Defesa da Índia está atropelando o processo para assinar um acordo de compra de helicópteros Augusta Westland AW101 VVIP antes do orçamento oficial ser apresentado. De acordo com fontes, “Estão dispostos a utilizar a dotação orçamental, em vez de renunciar da compra.”

O Ministério da Defesa colocou o helicóptero da AgustaWestland, uma divisão da Finmeccanica, como um dos finalistas da competição, e ele emergiu como vencedor para o contrato multimilionário para fornecer 12 helicópteros AW-101 VVIP para a Força Aérea da Índia (IAF). Avaliados em US$ 800 milhões (US$ 63 milhões cada helicóptero), os helicópteros serão usados pela Presidente e pelo Primeiro Ministro. O Comitê do Gabinete de Segurança também deu o aval no início de dezembro após o Ministério da Fazenda liberar a verba para aquisição.

O contrato com a Índia, o qual espera-se seja assinado logo, para equipar os aparelhos com sistemas de comunicações avançados e equipamentos de auto proteção, devendo ser a maior exportação da Itália para Índia desde a década de sessenta.

Em 2009, o Ministério da Fazenda havia negado a aprovação do negócio dizendo que os helicópteros estavam com o valor unitário muito elevado (de US$ 68 milhões cada). A manobra de negar a compra fez com que a AgustaWestland reduzisse os valores unitários. Os novos helicópteros substituirão as aeronaves Mil Mi-17 atualmente em serviço na Força Aérea da Índia.

O Esquadrão da Sede de Comunicações, como o esquadrão de transporte VVIP é chamado, já possui dois acordos assinados – um para 5 jatos de porte médio Embraer 135 BJ Legacy, em 2003, e outro para 3 aeronaves Boeing Business Jets em 2005 — sendo os helicópteros a terceira aquisição para o esquadrão.

Os helicópteros EH-101 terão sistemas de auto-defesa como alerta de mísseis, like missile warners, dispensers de flare e contra medidas eletrônicas para proteção.

Fonte: The Financial Express – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Mais dois helicópteros AW109 para Polícia da Bulgária

0
AgustaWestland A109 Power

A AgustaWestland anunciou que mais dois helicópteros leves biturbinas AW109 Power foram encomendados pelo Ministério da Fazenda da Bulgária para uso da Polícia de Fronteira.

A Polícia de Fronteira já tinha um pedido de um helicóptero A109 Power, anunciado no dia 2 de dezembro de 2008 e previsto para ser entregue em breve. Todas aeronaves serão equipadas com sistema de comunicação personalizado, NVG (Óculos de Visão Noturna), link de dados para envio de vídeos, luz de busca e câmera com visão infra-vermelha (FLIR – Forward-Looking Infra-Red).

Os helicópteros foram encomendados através do programa ‘Schengen Facility’ , um instrumento temporário da União Europeia que apóia os novos países membros a manter a segurança das fronteiras dos países vizinhos a países que não fazem parte da União Europeia. A Bulgária espera tornar-se membro da Schengen Zone a partir de março de 2011.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Guarda de Fronteira da Finlândia encomendou um quarto helicóptero AW119Ke

0
AgustaWestland AW119Ke, usado pelo Departamento de Polícia de Nova York. Mesmo modelo adquirido pelo Controle de Fronteira da Finlândia. (Foto: AgustaWestland)

A AgustaWestland anunciou que a Guarda de Fronteira da Finlândia encomendou um quarto helicóptero monoturbina AW119Ke, aumentando seu pedido feito em 2008 de três helicópteros. Esse helicóptero deverá ser entregue no início de 2011.

Todos quatro helicópteros serão equipados com equipamento tático dedicado e usados para controle de fronteira, operações especiais e combate a incêndios, com as três primeiras aeronaves devendo entrar em serviço no final desse ano. O pedido original de três helicópteros marcou a entrada dos helicópteros AW119Ke da AgustaWestland no mercado europeu de forças policiais e de segurança interna.

Eles operarão a partir das bases de Helsinki e Rovaniemi (Círculo Ártico), voando em ambintes difíceis e em condições atmosféricas de baixíssimas temperaturas, nas regiões que cobrem toda fronteira entre a Finlândia e a Rússia.

A Guarda de Fronteira da Finlândia já possui em sua frota helicópteros Agusta/Bell AB206 JetRanger e AB412.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

AgustaWestland entrega helicóptero AW139 para VIH Cougar Helicopters, e informa venda de dois AW139 para PHI dos EUA

0
AgustaWestland AW139 da VIH Helicopters

AgustaWestland , anunciou que a VIH Cougar Helicopters dos USA recebeu um helicóptero médio biturbina AW139 durante uma cerimômia oficial recente ocorrida na unidade de Vergiate. Itália. Esse helicóptero na configuração de 12 assentos será operado para transporte offshore em missões no Golfo do México, e é o quarto helicóptero da frota da VIH Helicopters.

Helicóptero AW139 da VIH Helicopters em voo

O AW139 foi idealmentes adequado para missões offshore, com sua larga cabine de passageiros e compartimentos de bagagem permitindo que possa transportar entre 12 e 15 passageiros, com fácil acesso através de suas largas portas deslizantes laterais. Mais de 440 helicópteros AW139 já foram encomendados até então para mais de 120 clientes em quase 50 países, sendo utilizados em vários tipos de missões.

A VIH Aviation Group tem mais de 50 anos de gerenciamento de operações com helicópteros e opera suas frota nos mercados florestais, de petróleo e gás natural, com mineradoras, transporte offshore e serviço de ambulâncias aéreas.

AgustaWestland anuncia venda de duas aeronaves para PHI dos EUA

A AgustaWestland, através da IBA, completou a venda de dois helicópteros AgustaWestland AW139 para a empresa Copterline OY, um operador de aeronaves rotoras baseada em Helsinki, na Finlândia. Os helicópteros foram adquiridos pela PHI Inc., nos USA, para deslocamento imediato à expansão das operações com seus helicópteros.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

AgustaWestland confirma vendas do helicóptero AW139 para Coreia do Sul e para Bulgária

0
AgustaWestland AW139 da Guarda Costeira da Coreia do Sul

AgustaWestland anunciou ontem, dia 22, duas vendas de helicópteros médio biturbina AW139. Serão dois helicópteros no total, sendo um para Guarda Costeira da Coreia do Sul e outro para Polícia de Fronteira da Bulgária.

O Governo da Coreia do Sul adquiriu mais um helicóptero AW139 na configuração de patrulha marítima para a Guarda Costeira da Coreia do Sul. O pedido representa o terceiro helicóptero vendido para Guarda Costeira da Coreia do Sul e o sexto helicóptero AW139 vendido para a República da Coreia.

No início do ano o primeiro helicóptero AW139 foi entregue para o Departamento de Combate a Incêndio de Gangwon e recentemente a Samsung Corporation recebeu o primeiro helicóptero corporativo AW139, de uma encomenda de duas aeronaves.

No dia 10 de dezembro de 2009 os dois primeiros helicópteros de patrulha marítima AW139 da Guarda Costeira da Coreia do Sul foram entregues para a Guarda Costeira durante uma cerimônia no Aeroporto Gimpo, em Seoul.

O helicóptero AW139 da Coreia do Sul será usado nas missões de patrulha marítima, busca e salvamento, e Evacuação Médica e será equipado com Visores Infravermelhos (FLIR), radar de busca e meteorológico, guincho de resgate, sistema de flutuação de emergência e piloto automático de quatro eixos com modo de Busca e Salvamento.

AgustaWestland AW139

Outro helicóptero foi vendido foi para o Minstério das Finanças e Nacional da Bulgária, que encomendou um helicóptero AW139 para a Polícia de Fronteira da Bulgária.

O helicóptero será usado para vigilância nas fronteiras externas da União Europeia, pois a Bulgária espera se tornar membro da Schengen Zone a partir de março de 2011, e será euqipado com Sistema Avançado de Aviso de Proximidade no Solo e Sistema para Anti-Colisão (EGPWS&CAS), mapa móvel, radar de busca e meteorológico, guincho de carga, flutuadores de emergência, guincho de resgate, altofalantes externaos, luzes de procura, cockpit compatível com óculos de visão noturna, visores infravermelhos (FLIR), link para envio de vídeos e consoles de controle da missão.

Os helicópteros médios biturbinas AgustaWestland AW139 já possuem mais de 440 pedidos para mais de 120 clientes civis, militares e governamentais em cerca de 50 países, sendo usados nas mais variadas missões..

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Os quatro primeiros helicópteros Lynx Mk9A modernizados são entregues para o Exército Britânico

0
AgustaWestland Lynx Mk9A

A AgustaWestland anunciou que os quatro primeiros helicópteros modernizados Lynx Mk.9A para o Exército Britânico foram entregues, com a quarta aeronaves sendo entregue hoje, apenas 12 meses depois da assinatura do contrato.

Três dessas quatro aeronaves serão usadas pelo Army Air Corps para conversão no modelo e conversão para missão de treinamento na base Dishforth, em Yorkshire.

Em 2010, os helicópteros Lynx Mk.9A serão destacados para o Afeganistão para apoiar os britânicos e as forças de coalisão, onde um desempenho para altas temperaturas e altitudes é exigido, e permitirão que a aeronave opere durante um ano no ambiente hostil existente.

Na sequência do voo da primeira aeronave modernizada em setembro de 2009, os Lynx Mk.9A completaram seu programa de testes de qualificação demonstrando com sucesso a capacidade da fuselagem de maximizar as capacidades melhoradas com os motores LHTEC CTS800, de acordo ou até mesmo superior com os requerimentos dos clientes chaves.

Adicional a modernização das aeronaves, a AgustaWestland completou com sucesso os programas de treinamento das tripulações na unidade de Yeovil, entregando novos manuais técnicos eletrônicos, pacotes de peças sobressalentes e computadores para simulações básicas de treinamento.

Outras três aeronaves deverão ser entregues em abril de 2010, seguido de um lote final de cinco aeronaves em setembro de 2010, entregando ao Exército do Reino Unido doze helicópteros Lynx Mk.9A, três meses a frente da data contratada.

A AgustaWestland está ainda trabalhando com o Ministério da Defesa (MoD) do Reino Unido um contrato sequencial para modernizar os 10 remanescentes Lynx Mk.9 para o padrão Mk.9A, o qual poderá entregar a última aeronave modernizada no início de 2012.

Fonte: AgustaWestland – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Coreia do Sul planeja desenvolver helicóptero de ataque leve

1
AgustaWestland AW109
AgustaWestland AW109

A Administração do Programa de Aquisições de Defesa (DAPA)  da Coreia do Sul está a favor do desenvolvimento de um helicóptero de ataque leve (LAH) a ser fabricado no país, dentro do programa atual KAH (Helicópteros de Ataque da Coreia), informaram fontes militares no domingo.

Ao mesmo tempo, a agência de defesa planeja a aquisição de helicópteros de ataque pesado de países estrangeiros, através do projeto AH-X.

Sobre a direção do Ministério de Defesa Nacional desde maio, a DAPA e os chefes de estado estão revendo os requerimentos operacionais do KAH, o qual originalmente era chamado de helicóptero de ataque médio-leve.

Maquete do modelo proposto do AH-X da Korean Aerospace

Ainda em estudo se o KAH poderia substiruir o programa AH-X. Alguns militares dizem que é possível a Coreia do Sul desenvolver e fabricar seus próprios helicópteros de ataque, com, assistência de uma fabricante estrangeiro. Mas por outro lado existem opiniões que um mix de helicópteros de ataque leve e pesado, operando os AHX e KAH, poderia aumentar a efetividade operacional.

Ambos os programas, AH-X e KAH, estão objetivando a substituição dos antigos helicópteros do exército coreano Hughes 500MD TOW e Bell AH-1S Cobra. Cerca de metade da frota de helicópteros 500MD TOW estão chegando no final da vida útil de 30 anos em 2013, e os helicópteros AH-1S que também estão em operação por mais de 16 anos.

O esforço do programa AH-X é para adquirir 36 helicópteros de ataque pesados, enquanto que o programa KAH fabricará cerca de 270 helicópteros numa fábrica local.

Um possível candidato para o programa KAH seria a plataforma do helicóptero utilitário leve AW109 fabricado pela AgustaWestland (foto acima), um helicóptero fabricado em conjunto pelo Reino Unido e a Itália. A DAPA solicitou informações sobre o AW109 no ano passado.

A Eurocopter, a qual está co-desenvolvendo o Helicóptero Utilitário Coreano (KUH) com a Korea Aerospace Industries, está entrando na competição com o helicóptero EC145.

Eurocopter EC-145

Para o AH-X, a AgustaWestland está oferecendo o helicóptero de ataque T-129, atualmente em desenvolvimento para o Exército da Turquia. Helicópteros remanufaturados AH-64D Apache Longbow dos EUA é outra plataforma candidata para o AH-X.

Fonte: Korea Times – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Guarda Costeira da China recebe dois helicópteros A109 ‘Grand’

0
AgustaWestland AW139
AgustaWestland A109 'Grand'

AgustaWestland, uma empresa Finmeccanica, anunciou ontem, dia 04, que a Administração de Segurança Marítima (MSA) da China recebeu dois helicópteros leves biturbinas A109 ‘Grand’ durante a cerimônia oficial na unidade da AgustaWestland, em Vergiate, Itália. A MSA é responsável por monitorar toda águas costeiras e a região litorânea, e esses dois helicópteros serão dedicados para controlar e lutar contra a poluição nas águas. As aeronaves também ficarão baseadas a bordo dos novos navios da MSA que efetuam missões na província de Guangdong, região sul da China. O contrato também inclui a opção para mais duas aeronaves que serão avaliadas no ano que vem.

O helicóptero ‘Grand’ foi selecionado após uma sequência de testes em resposta a uma competição internacional solicitada pelo Ministério das Telecomunicações da China, que controla as operações da MSA.

A AgustaWestland já vendeu quase 30 helicópteros na China e vê crescer as oportunidades de futuros negócios na região onde está se firmando como o mercado líder de helicópteros leves e médios biturbinas. Os pedidos do A109 ‘Grand’ chegam próximo a 280 helicópteros que estão distribuídos em mais de 150 clientes em cerca de 30 países pelo mundo para várias missões incluindo busca e salvamento, transporte off-shore, evacuação médica e transporte VIP/corporativo.

Fonte: AgustaWestland – Tradução: Cavok

As Forças Armadas do Catar recebem seu primeiro helicóptero AW139

0
AgustaWestland AW139, do Catar
AgustaWestland AW139, do Catar

A AgustaWestland, uma companhia da Finmeccanica, anunciou que as Forças Armadas do Catar receberam ontem, dia 24, seu primeiro helicóptero médio bimotor AW139 durante uma cerimônia oficial na unidade da AgustaWestland em Vergiate, na Italy, com a presença do General Chefe das Forças Armadas do Catar, Hamad Bin Ali Al Attiyah e do General Chefe da Força Aérea do Catar, Mubarak Al-Khayarin. A aeronave será operada pela Qatar Emiri Air Force (força aérea) apoiando diversas agências governamentais, nas missões utilitárias, transporte de tropas, busca e salvamento, controle de fronteira, operações das forças especiais, força policial e segurança interna. O contrato para 18 unidades foi assinado em agosto de 2008 e inclui treinamento da tripulação e um lote inicial de peças de reposição. As forças armadas do Catar tornaram-se o terceiro operador militar do helicóptero AW139 seguindo o Exército da Irlanda e as forças armadas dos Emirados Árabes Unidos.

Giuseppe Orsi, CEO da AgustaWestland disse “Nos dá um prazer enorme celebrar a entrega do primeiro AW139 para um cliente tão importante bem antes do prazo definido. A versão militar do AW139 foi desenvolvido de acordo com as solicitações das forças armadas do Catar. Desenvolvido para ser facilmente e rapidamente convertido entre as diversas missões, o AW139 é perfeitamente adequado para as aplicações civis e militares.” A cabine do AW139 pode ser configurada para transportar entre 8 e 15 soldados num espaço de oito metros cúbicos. Largas portas deslizantes na lateral permitem que tropas ou equipamentos possam ser carregadas e descarregadas facilmente e rapidamente.

O AW139 define um novo padrão de desempenho na sua categoria para operações militares, com uma velocidade máxima de cruzeiro de 165 kts (306 km/h) e uma alcance máximo de 570 nm (1060 km) com tanques auxiliares. A aeronave ainda pode operar somente com um motor, inclusive em condições de alta temperatura e altitude. O avançado cockpit minimiza o trabalho do piloto, permitindo que esse se concentre nos objetivos da missão.

Cerca de 440 pedidos já foram feitos por mais de 120 clientes de 50 países até o momento, tornando-se um referência na categoria de helicópteros médio bi-motores.

Fonte: AgustaWestland

AgustaWestland ganha contrato para helicópteros com a U.S. Navy

0

mk-2A AgustaWestland, anunciou que a sua unidade nos Estados Unidos (AWNA) ganhou um contrato de US$17,35 milhões com a U.S. Navy para efetuar a manutenção nível D em três helicópteros Sikorsky S-61 Mk-2 do Egito, uma variante dos helicópteros H-3. O contrato prevê total apoio para esse trabalho, que começa em novembro de 2008, e deverá fornecer uma completa remanufatura da estrutura das aeronaves e de todos componentes. A AgustaWestland North America irá também finalizar todas vistorias para garantir que os helicópteros estejam preparados para voar.

Os trabalhos serão conduzidos na unidade de reparo e manutenção de 8 mil metros quadrados de Hagerstown, Maryland. Serão contratados cerca de 20 funcionários novos para trabalharem com os já 26 que existem na unidade localizada no Hagerstown Airport. Estima-se que todos trabalhos nos helicópteros H-3 sejam finalizados em desembro de 2010.

A AgustaWestland North America, é uma subsidiária da AgustaWestland, uma empresa que projeta e desenvolve helicópteros baseada na Itália e em Somerset, no Reino Unido. Foi formada em julho de 2000 quando a Finmeccanica S.p.A. e a GKN plc fizeram uma fusãode suas unidades fabricantes de helicópteros (Agusta e Westland Helicopters) para formar a AgustaWestland. com o capital dividido entre as duas empresas. A GKN vendeu sua parte na sociedade em 2004, deixando a Finmeccanica da Italy como única proprietária.

Fonte: AgustaWestland

AW149 faz seu voo inaugural

0
Primeiro voo do AgustaWestland AW149
Primeiro voo do AgustaWestland AW149

Um dos novos helicópteros militares da AgustaWestland, o médio AW149, decolou ontem, dia 15, em Vergiate, para seu voo inaugural.

Como já anteriormente informado aqui pelo site Cavok, o modelo AW149 efetua seu primeiro voo logo após a AgustaWestland apresentar também o AW159 Lynx Wildcat.

No comando do primeiro protótipo estava o chefe dos pilotos de teste da AgustaWestland, Giuseppe Lo Coco, que durante os 20 minutos de voo testou a movimentação geral do helicóptero e os sistemas básicos. O segundo protótipo irá voar 2010. O objetivo é colocar em operação em 2014.

O primeiro protótipo do AW149 já possui a aviônica e célula equivalente ao modelo de produção em série. O segundo protótipo também receberá as duas turbinas de alta qualidade com FADEC, de 2000 shp, GE CT7-2E1. O AW149 pode transportar até 18 soldados.

É apropriado para uma ampla gama de tarefas, tais como transporte de tropas, SAR e Combate SAR, reconhecimento, vigilância, CASEVAC e VIP.

Fonte: AgustaWestland

Marinha da Itália vai receber gradualmente os helicópteros NH-90

0

NH-90 versão naval
NH-90 versão naval

As primeiras entregas devem começar na metade do ano que vem.

A Marinha Italiana (MMI) aceitou receber gradualmente os helicópteros NH-90, na versão naval NFH, construído pela NH Industries (NHI), conforme reportado pelo Almirante Paolo Treu, chefe da força aérea da Marinha italiana. O 5º grupo de helicópteros de Luni (La Spezia) irá receber as primeiras entregas desse modelo, que irão substituir os Agusta-Bell AB-212.

A marinha planeja receber o primeiro de quatro aeronaves NFH no mês de junho de 2010, com os remanescentes sendo entregues em 2011.

No contrato assinado pela MMI serão recebidos 46 NH-90 NFH, mais 10 versões de transporte tático naval. Já neste mês o primeiro grupo de pilotos e encarregados de manutenção serão treinados graças a uma cooperação com a parceira italiana NHI, divisão da AgustaWestland.

A força aérea da Marinha Italiana atualmente opera os helicópteros Agusta-Bell AB-212, Ehi EH-101 e Agusta-Sikorsky SH-3D Sea King, e os aviões BR-1150 Atlantic, AV-8B Plus Harrier II e Piaggio P-180 Maritime.

O NH-90 tem um comprimento de 19,6 metros com um diâmetro do rotor de 16,3 metros. O peso máximo de decolagem é de 9.600 kg e pode alcançar uma velocidade máxima de 259 km/h. O NFH será equipado para missões dia&noite, sob condições de tempo ruim e em operações sob forte balanço do navio onde está operando.

Fonte: MMI

O novo AW159 Lynx Wildcat decola pela primeira vez

1
AgustaWestland AW159 Lynx Wildcat
AgustaWestland AW159 Lynx Wildcat

A AgustaWestland, uma companhia da Finmeccanica, anunciou que o primeiro helicóptero militar AW159 completou com sucesso seu voo inaugural, realizado na unidade de Yeovil da AgustaWestland, hoje, dia 13, com o chefe dos pilotos de testes da AgustaWestland, Donald Maclaine, no comando do helicóptero. A aeronave completou uma variada gama de checks durante o voo e o desempenho saiu conforme esperado. Mais duas aeronaves vão se unir a essa em 2010 para completar todos testes de voo do modelo AW159 e os vários equipamentos desenvolvidos para essa aeronave.

AgustaWestland AW159 Lynx Wildcat
AgustaWestland AW159 Lynx Wildcat

Giuseppe Orsi, CEO da AgustaWestland disse “O sucesso do primeiro voo do AW159 é um grande resultado da empresa. Projetado e desenvolvido para os requerimentos solicitados pelo Ministério de Defesa do Reino Unido para um helicóptero militar para as forças armadas, o AW159 terá o melhor custo de operação, será mais capaz e avançado helicóptero na sua categoria.” Nick Whitney, VP da Unidade de Négocios Governamentais do Reino Unido, da AgustaWestland, vendo o evento histórico disse: “é um grande prazer ver o AW159 voar exatamente dentro do cronograma conforme prometido em junho de 2006, quando o contrato foi assinado. O  AW159 promete continuar o sucesso notável que o Lynx adquiriu através dos serviços prestados pelo mundo e nós, juntamente com nossos parceiros, estamos focados em finalizar o desenvolvimento do helicóptero para entregar a primeira aeronave em 2011.”

Versões do AW159 para o Exército e Marinha Real Britânica
Versões do AW159 para o Exército e Marinha Real Britânica

O voo inaugural do AW159, que será conhecido como Lynx Wildcat no serviço militar do Reino Unido, marca um dos momentos mais importantes no desenvolvimento de um novo helicóptero multi-missão na categoria de 6 toneladas, 62 dos quais foram adquiridos pelo Ministério da Defesa do Reino Unido para o Exército e para Marinha Real Britânica, para efetuar missões em terra ou marítimas. A primeira aeronave deverá ser entregue em 2011 com a primeiro helicóptero estando totalmente operacional com o Exército em 2014 e com a Marinha Real em 2015. No Exército Britânico, o AW159 Lynx Wildcat cobrirá uma grande faixa de tarefas no campo de batalha, incluindo reconhecimento, comando e controle, transporte de tropas e material, e prover proteção para forças militares. A variante da Marinha Real Britânica proverá uma ágil função marítima com a capacidade de guerra anti-submarina e proteção aérea, e operará como suporte aéreo para as operações anfíbias e também defendendo navios contra ameaças inimigas. Existe uma alto grau de comunalidade entre as versões naval e terrestre do helicóptero, o que significa que podem trocar de missões facilmente, principalmente entre as duas versões.

O AW159 possui dois novos motores CTS800, cada um capaz de produzir continuamente 1281 SHP oferecendo para aeronave excepcional performance em locais quentes e altos. A aeronave tem um peso de 5790kg mas pode chegar até 6250kg quando carregado. O cockpit inclui um sistema integrado de displays com 4 telas de 10×8 polegadas como displays primários. Os sensors incluídos são: uma câmera de IR/TV com designador laser montado no nariz, e para a versão marítima uma variante do radar de varredura ativo de 360º Selex Galileo 7400E. O AW159 também tem um macanismo integrado de defesa, com sistema de avisos de disparo de mísseis, receptores de aviso radar e sistema de disparo de contramedidas (chaff e flare). Adicionalmente, o AW159 será capaz de carregar uma ampla gama de armamentos incluindo canhões, torpedos, cargas explosivas e a Futura Arma Guiada Anti-Superfície (FASGW).

O programa do AW159 para o Ministério da Defesa do Reino Unido continua no prazo e o orçamento para o primeira parte do projeto foi assinada em junho de 2006. A AgustaWestland também assinou acordos com os parceiros fornecedores para o programa do AW159 incluindo a Selex Galileo, empresa da Finmeccanica; a GKN Aerospace, LHTEC – uma parceria entre a Rolls-Royce e a Honeywell, General Dynamics UK, Thales UK e GE Aviation.

Saiba mais sobre o AW159 Lynx Wildcat no site da AgustaWestland.

O AW149 também está quase pronto para decolar

AgustaWestland AW149
AgustaWestland AW149

A AgustaWestland informou também que o novo helicóptero médio AW149 deverá fazer seu primeiro voo nesta sexta-feira, dia 13. O projeto está sendo oferecido para o programa de um novo helicóptero utilitário para a Turquia, onde está competindo com o Sikorsky T-70 Black Hawk.

Fonte: AgustaWestland

Cavok nas redes sociais

62,515FãsCurtir
340Inscritos+1
6,523SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios