Saab

Inicio Tags AirVenture

Tag: AirVenture

VÍDEO: Detalhes do Super Tucano no AirVenture 2012 em Oshkosh

5
A aeronave Super Tucano da Embraer apresentada no AirVenture 2012.

Durante o AirVenture 2012, realizado essa semana em Oshkosh, a Embraer apresentou pela primeira vez no evento o avião de ataque leve A-29 Super Tucano. O pessoal do site AvWeb entrevistou o Coronel (aposentado) Bill Buckey, que falando em nome da Embraer, passou informações sobre a aeronave exposta. A aeronave Super Tucano compete no programa Apoio Aéreo Leve (LAS – Light Air Support) da Força Aérea dos EUA, e aguarda a decisão da competição que poderá chegar a US$ 1 bilhão. Veja a seguir o vídeo da entrevista, com imagens do painel e detalhes do Super Tucano, que desde 2007 voa nos EUA.

O Super Tucano esteve toda semana em exibição junto ao estande da Embraer. No começo desse mês, a Embraer e a Sierra Nevada chegaram num acordo com a Boeing para permitir que a aeronave possa ser equipada com bombas JDAM guiadas por GPS.

O avião foi projetado para ser forte, e tem a capacidade para resistir a manobras de +7/-3,5 Gs a a célula tem uma vida de 12.000 a 18.000 horas, dependendo do tipo de operação. O Super Tucano é também blindado para proteger o piloto e tem um sistema de alerta de aproximação de mísseis (MAWS) e um receptor de alerta radar (RWR) para alertar o piloto de uma potencial ameaça.

O painel todo no conceito glass possui equipamentos especiais, como um Visor Frontal Infravermelho (FLIR), Display Acima da Cabeça (HUD) com um controle de painel frontal (UFCP) e um GPS/INS integrado com radar altímetro (EGIR).

A concorrência da Embraer estava presente com um avião de treinamento T-6C Texan II, aeronave onde foi baseado o AT-6B que compete com o Super Tucano no LAS. Estamos preparando a matéria completa do evento, com centenas de imagens, que essa sesmana vai ao ar aqui no Cavok, nosso terceiro ano cobrindo o maior evento de aviação do mundo.

Anúncios

EAA AIRVENTURE: Cirrus Vision deve iniciar produção em série em 2015

2
A Cirrus conseguiu recursos financeiros para tocar o projeto do Vision SF50 até o início da produção. (Foto: Cirrus Aircraft)

Depois de anos de planejamento, concepção, experimentação e voos, o jato executivo Cirrus Vision SF50 segue firme para o início da produção em 2015. Com recursos para o financiamento integral do programa até a certificação agora nas mãos da equipe, a Cirrus está buscando agora dar o empurrão final com o ferramental, recrutamento e certificação de tipo.

Desde o vôo inaugural do V1, o avião Vision de teste, há quatro anos, o desenvolvimento do programa tem sofrido com os altos e baixos da economia mundial. Mas agora, os recursos necessários foram aprovados e os planos para o Vision C-Zero, a primeira aeronave de configuração de produção, estão avançando dentro de um cronograma bem definido:

  • Ferramental da fuselagem do C-Zero definido no final de 2012
  • Conjuntos estruturais: 2013
  • Primeiro vôo do C-Zero: 2014

A Cirrus já está se movendo através da lista de verificações no caminho até o C-Zero. Recentes conquistas tecnológicas incluem: a seleção da sequência de produção experimental e de produção, prototipagem e teste de vedação de pressão da porta e o mecanismo de trava, eo  planejamento dos testes em escala dos páraquedas para Setembro de 2012. As próximas áreas de concentração envolvem o projeto adicional de ferramentas de montagem para a fabricação experimental e continuada modelagem e desenho em CAD.

A notícia foi recebida com entusiasmo na sede mundial da Cirrus Aircraft em Duluth, Minnesota, onde o foco foi para preencher os muitos postos de trabalho necessário abertos para completar a equipe Vision. Funcionários dizem que estão atualmente em cerca de 25 por cento da força de trabalho necessária, com dois a três novos funcionários entrando a cada semana.

“É simplesmente um marco enorme para Cirrus”, disse Dale Klapmeier, CEO e Co-fundador da Cirrus Aircraft. “Nós revolucionamos a aviação geral com a introdução do SR20 há pouco mais de uma década atrás. Com mais de 5.200 aviões da sére SR entregues até esta data, os pilotos, empresários, famílias e aviadores de todos os tipos têm abraçado o nosso sonho. Hoje, esse sonho se renova enquanto estamos na iminência de um salto ainda maior com o Cirrus Vision. Os clientes, funcionários e parceiros ao redor do mundo da Cirrus estão justamente orgulhosos deste momento.”

O Vision cria uma nova categoria na aviação geral – é a primeira aeronave deste tipo a preencher a lacuna entre aviões a pistão de alta performance e turboélices bimotores e tradicionais jatos executivos leves. O Vision vai oferecer a mesma inovação, tecnologia e características e estilo conhecido na Cirrus nas suas famílias best-sellers de aeronaves monomotoras a pistão SR20, SR22 e SR22T.

Com capacidade para cinco adultos e duas crianças numa ampla cabine, definindo um novo padrão de luxo e flexibilidade tanto para pilotos como passageiros, o Vision é projetado para a acessibilidade, desempenho e segurança. Com mais de 500 posições de produção reservadas, o preço lista para um Vision bem equipado é de US$ 1,96 milhões em 1° de julho de 2012.

EAA AIRVENTURE: Eclipse entrega jato “Hero’s Total Eclipse” para o Comando de Transporte Aéreo dos Veteranos

1
A Eclipse Aerospace entregou o jato “Hero’s Total Eclipse” para o Veteran’s Airlift Command. (Foto: Eclipse Aerospace)

No ano passado, na Convenção AOPA em Hartford, Connecticut, a Eclipse Aerospace orgulhosamente anunciou a doação de um Eclipse Jet para o Comando de Transporte Aéreo dos Veteranos (VAC). Um doador anônimo, profundamente tocado pela abnegação compassiva e inigualável dos proprietários de aeronaves e pilotos voluntários que doam seu tempo e aviões para transportar os nossos soldados feridos e suas famílias para instalações em todo o país, doou a aeronave.

A Eclipse Aerospace, em conjunto com a doação, anunciou seu compromisso de contribuir com mais de 500.000 dólares para converter esta aeronave num dos aviões Total Eclipse mais sofisticados já produzido pela EAI.

O jato Eclipse foi adquirido por um doador anônimo e depois repassado ao comando dos veteranos, mas antes passou por uma preparação pela Eclipse Aerospace. (Foto: Eclipse Aerospace)

No dia 26 de julho de 2012, no EAA Airventure em Oshkosh, WI, a Eclipse Aerospace apresentou ao Comando de Transporte Aéreo do Veteranos o “Hero’s Total Eclipse”. A aeronave será apresentada ao General Richard B. Myers, aposentado, Vice-Presidente Honorário do Conselho Consultivo Nacional do Comando de Transporte Aéreo de Veteranos. O General Myers se aposentou como 15° presidente do Joint Chiefs of Staff no dia 1° de outubro de 2005, onde atuou como o principal conselheiro militar do Presidente, do Secretário da Defesa e do Conselho de Segurança Nacional. “Cuidar dos nossos soldados feridos é uma prioridade deste país e agora com o próprio ‘Hero’s Total Eclipse’ do VAC, os nossos soldados feridos poderão viajar com suas famílias em conforto para receber os cuidados que precisam”, disse o general Myers.

A Eclipse Aerospace está extremamente orgulhosa de sua contribuição para o Comando de Transporte Aéreo dos Veteranos. “O VAC é uma das maiores organizações que ouvimos no que diz respeito a apoiar as nossas tropas que regressam”, afirmou Mason Holland, presidente e CEO da Eclipse Aerospace.

“Neste momento em que nosso País tem pedido para as nossas tropas a fazer os sacrifícios para que eles deem para nós liberdade e segurança, foi fácil para a Eclipse Aerospace fazer a sua parte para eles enquanto eles retornam para casa”, continuou Holland. “É um privilégio e uma honra dar as nossas tropas e suas famílias uma força.”

EAA AIRVENTURE: Novo HUD para aeronaves leves e experimentais

0
O HUD G-HULP desenvolvido para aeronaves leves e experimentais, e apresentado em Oshkosh. (Foto: PAT Avionics)

A empresa PAT Avionics, com sede na Itália, desenvolveu um HUD (Head-Up Display) chamado de G-HULP heads-up ou display HUD focado em aviões leves e experimentais, e apresentou a novidade durante o EAA AirVenture em Oshkosh.

A unidade permite que os pilotos possam controlar facilmente as informações de suas aeronaves – como dados de altitude, velocidade e curso, projetadas numa tela de vidro transparente na frente de seus olhos.

O HUD G-HULP da PAT Avionics é leve, pequeno e pode ser facilmente instalado em qualquer aeronave de pequeno porte, facilitando a visualização das informações básicas de voo. (Foto: PAT Avionics)

“A tecnologia HUD foi originalmente desenvolvida pelos militares, porque eles perceberam que era um caminho mais seguro para os pilotos voarem e ao mesmo tempo tomar as decisões em segundos”, disse Marco Mille, Diretor de Tecnologia para a PAT Avionics. “Depois de três anos de pesquisa e desenvolvimento, agora essa mesma tecnologia está finalmente disponível para tornar a pilotagem de aeronaves experimentais e desportivas leves mais segura.”

O sistema de projetor laser HUD G-HULP HUD é projetado para aviões experimentais, aeronave desportivas leve e planadores. Ele vem em duas versões: o G-HULP Stand Alone e G-HULP para Dynon SkyView.

“É acessível, leve, eficiente no consumo de energia e é muito fácil de usar”, disse Mille. “Além disso, é totalmente personalizável para atender às necessidades de qualquer nível de piloto – do iniciante ao aviador muito hábil.”

EAA AIRVENTURE: Embraer expõe Phenoms e Super Tucano em Oshkosh

6
A aeronave Super Tucano da Embraer exposta em Oshkosh.

A Embraer participa da 60ª EAA AirVenture, feira anual organizada pela Experimental Aircraft Association (EAA) em Oshkosh, Wisconsin, EUA. Estão em exposição, entre os dias 23 e 29 de julho, os jatos executivos Phenom 100 e Phenom 300. O destaque fica pela aeronave de ataque leve A-29 Super Tucano que fará sua estreia no evento.

A Embraer realizará um café da manhã com a imprensa na quarta-feira, dia 25, às 7h45, no estande 347 (Phillips 66 Plaza). O Presidente da Embraer – Aviação Executiva, Ernest Edwards, e o Presidente da Embraer na América do Norte, Gary Spulak, estarão presentes e disponíveis para entrevistas.

“O evento anual AirVenture da EAA é uma grande oportunidade para fazer contatos com nossos clientes. Nos últimos anos, contribuiu de forma significativa para nosso sucesso com os jatos executivos Phenom 100 e Phenom 300, que atendem às necessidades de uma ampla variedade de operadores, entre eles departamentos de voos corporativos, operadores individuais, empresas de propriedade compartilhada, universidades e escolas de aviação”, disse Bob Knebel, Diretor de Vendas para a América do Norte da Embraer – Aviação Executiva. “Estamos entusiasmados de ter nossas aeronaves executivas ao lado de outro produto de grande sucesso da Embraer, o Super Tucano.”

“O Super Tucano é uma plataforma de combate versátil e comprovada, reconhecida como a melhor aeronave para missões de contrainsurgência hoje em operação”, disse Gary Spulak. “Sua presença em Oshkosh representa uma grande oportunidade para que os visitantes examinem mais de perto a aeronave e suas capacidades como aeronave de apoio aéreo”.

EAA AIRVENTURE: Van’s Aircraft apresenta o novo RV-14

5
O novo avião acrobático RV-14 da Van’s Aircraft, apresentado no EAA AirVenture 2012.

A Van’s Aircrfat trouxe uma surpresa ao AirVenture em Oshkosh, o totalmente novo RV-14 que foi colocado junto ao estande da empresa no evento. O RV-14 é uma aeronave acrobática em kit de dois lugares lado-a-lado, semelhante ao RV-7, mas com uma cabine mais espaçosa e mais espaço de bagagem. A aeronave foi apresentada no primeiro dia do evento, dedicado a comemorar os 40 anos das aeronaves RVs, com uma desfile de todos modelos já produzidos pela Van’s Aircraft, incluindo o original RV-1 que foi doado ao Museu da EAA. Veja a seguir um vídeo do novo avião em voo.

A capota da cabine no formato de bolha proporciona uma grande visibilidade, e tem mais espaço para pilotos mais altos. A asa do RV-14 também é maior que a do RV-10, permitindo que o novo avião possa pousar mais lento que um RV-7 que voa na mesma velocidade cruzeiro.

“Você também pode pensar no RV-14 como uma versão de dois lugares do RV-10 de quatro assentos,” disse Ken Krueger, engenheiro chefe da Van’s. Segundo a Van’s, o RV-14 realizou seu primeiro voo em abril desse ano. Desde então vem passando por melhorias e desenvolvimento.

Krueger disse também que os construtores encontrarão novos refinamentos no kit, que tornam ele mais fácil de ser montado. “O canopi plástico é pré-cortado e a moldura do canopi agora é uma chapa de metal, por isso é mais fácil de ser encaixada”, disse ele. “Existe muito mais trabalho de integração do sistema, tal como passar os cabos e fios, como do sistema de combustível e das linhas de freio. Todas essas mudanças visam torná-lo mais fácil para o construtor, mas ainda sendo flexível.”

A motorização apresentada para o avião RV-14 é um Lycoming IO-390 de quatro cilindros de 210 cavalos de potência, ligado a uma hélice Hartzell de duas pás de velocidade constante. O sistema de escape 4-em-1 torna o motor do RV-14 mais silencioso do que os outros aviões em kit da Van’s, especialmente no cockpit.

Graças ao motor e melhorias aerodinâmicas, o RV-14 com peso máximo bruto de 2.050 libras poderá voar a 193 mph e decolar em 630 metros. O peso vazio é de 1.240 libras, e a velocidade de estol de 56 mph. Com pesos mais leves, o RV-14 pode decolar em apenas 500 metros. A razão máxima de subida é de 1.800 pés por minuto, e a 55% da potência possui um alcance máximo de 938 milhas. Com tanque de combustível cheio de 50 galões, o RV 14 pode transportar até 510 libras de pessoas e cargas.

A Van’s Aircraft espera iniciar a venda dos kits das asas do RV-14 em Setembro, por um preço de cerca de US$ 9.000. Os kits de cauda serão oferecidos na sequência, seguido pelo restante do avião. O preço para um RV-14 pronto deve ficar entre o preço de um RV-9 de dois lugares e o do RV-10 de quatro lugares.

EAA AIRVENTURE: Eclipse Aerospace recebe certificações do tipo da Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil

3
O jato executivo leve Total Eclipse recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

A Eclipse Aerospace anunciou durante o EAA AirVenture, em Oshkosh, que recebeu a validação do Certificado do Tipo no Brasil do jato bimotor Total Eclipse. Nos últimos quinze meses e Eclipse Aerospace trabalhou em parceria cooperativa com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) brasileira para certificar o EA500 e o Sistema Integrado de Gestão de Voo Eclipse Avio.

A Eclipse Aerospace oferece atualmente o jato bimotor Total Eclipse configurado com o totalmente novo Sistema de Gerenciamento de Voo integrado (IFMS) Avio e certificou ele para voar áreas conhecidas de formação de gelo (FIKI). O jato Total Eclipse também vem completo com uma garantia de fábrica “tip-to-tail”, nova pintura, e um novo interior. Podendo voar em velocidades superiores a 430 mph (375 kts) em altitudes de até 41.000 pés, o jato leve consome apenas 59 galões de combustível por hora em voo cruzeiro, tornando-o o jato bimotor mais eficiente no consumo de combustível no planeta.

“Estamos extremamente orgulhosos da velocidade com que a nossa Equipe de Engenharia e Certificação de Grupos Internacionais passou pelo processo de validação”, afirmou Ken Ross, presidente da Global Services. “Temos recebido um enorme interesse e entusiasmo da comunidade de aviação corporativa e privados e estamos ansiosos para a introdução do EA500 no Brasil”, afirmou Ross.

A Eclipse Aerospace também oferece o Eclipse 550, uma versão de produção do novo Total Eclipse. O Eclipse 550 está programado para iniciar as primeiras entregas em meados de 2013 e virá com uma aviônica estado-da-arte. Ele vai manter a mesma estrutura e motores eficientes no consumo de combustível usados n Total Eclipse, e permanece sendo o mais econômico jato bimotor no mundo. O Eclipse está em exposição no estande da Eclipse/Sikorsky #381 durante toda a semana na AirVenture.

EAA AIRVENTURE: Cessna lança Grand Caravan EX e Skylane NXT

0
O novo Cessna Grand Caravan EX apresentado durante o AirVenture 2012 em Oshkosh.

A Cessna Aircraft Company, representada no Brasil pela TAM Aviação Executiva, lançou hoje, durante a EAA AirVenture em Oshkosh, o Grand Caravan EX e o Skylane NTX.

O Grand Caravan é conhecido em todo o mundo por sua grande versatilidade, conforto, confiabilidade e segurança. A aeronave permite até 9 passageiros e, na configuração executiva, leva até 8 passageiros, com espaço e conforto similares a linha de jatos Citation.

Sua configuração interna de poltronas pode ser alterada rapidamente para atender às necessidades momentâneas do proprietário. Com isso, um avião de passageiros pode rapidamente tornar-se um veículo de transportes de cargas.

A versão Grand Caravan EX lançada hoje tem como diferenciais:

  • motor mais potente, o PT6A-140 de 867 HP, 25% a mais que os 675 HP de seu antecessor;
  • a taxa de subida aumentou 32%, passando de 925 para 1220 pés/minuto;
  • a distância de decolagem diminuiu de 762 m para 689 m;
  • a velocidade de cruzeiro aumentou 7% passando para 184 nós
  • novos faróis de LED com maior iluminação;
  • instalação de flutuadores (opcional)
  • está previsto para ser comercializado a partir do quarto trimestre de 2012.
A nova versão do Cessna 182 Skylane NXT que está sendo apresentada em Oshkosh.

Já o Skylane, é um avião extremamente versátil, que atende tanto necessidades de utilização como locomoção para o trabalho quanto como utilitário esportivo para os finais de semana. O Skylane é uma combinação perfeita entre potencia, performance e velocidade. É um avião robusto por fora e extremamente espaçoso e confortável em seu interior.

A nova versão do Skylane, o NTX tem como destaque as seguintes características:

  • motor a querosene, ao invés de gasolina (42 litros por hora, redução de 30 a 40% no consumo)
  • bancos de couro ergonomicamente projetados
  • redução de custo com combustível e tempo de revisão da aeronave;
  • maior alcance: de 1.798 km para 1.898 km.
  • capacidade para quatro pessoas;
  • capacidade de combustível de 87 galões (329 litros);
  • carga útil estimada em 1.100 libras (499 kg).

Para Leonardo Fiuza, diretor Comercial da TAM Aviação Executiva, os dois modelos trazem novidades que os operadores destes segmentos vinham solicitando. “Os clientes terão novas oportunidades de utilização ao adquirir qualquer um desses novos modelos, sem abrir mão da segurança, da versatilidade e do baixo custo operacional”.

 

VÍDEO: Começa hoje o AirVenture 2012, o maior show aéreo do mundo

0

Nessa segunda-feira, dia 23 de julho, começa o EAA AirVenture 2012, o maior show aéreo do mundo, que anualmente é realizado na pequena cidade de Oshkosh, estado de Wisconsin. Durante uma semana, até o dia 29 desse mês, mais de 10.000 aeronaves estarão presentes no Aeroporto Regional de Wittman Field, e cerca de 2.500 estarão se apresentando. Os números sempre são grandes em Oshkosh, que em 2012 tem como destaques os 75 anos do Piper Cub, 80 anos da Beechcraft, 40 anos das aeronaves RV da Vans Aircraft, e os 60 anos do evento. Prestigiando a festa de aviação estarão presentes o bombardeiro B-29 “FiFi”, o Curtiss C-46 Commando “Tinker Belle”, o DC-10 “Flying Eye Hospital” da ORBIS, o Junkers Ju-52 da RIMOWA, o famoso P-38 “Glacier Girl” (que celebra 20 anos desde que foi retirado do fundo do gelo), e diversas outras aeronaves como jatos de guerra, warbirds, clássicos e aviões comerciais. Acompanhe tudo aqui no Cavok Brasil, que estará presente no evento pelo sexto ano.

EAA AIRVENTURE: Hawker Beechcraft apresenta em Oshkosh as aeronaves militares T-6C e King Air 350ER Special Missions

3
A aeronave de treinamento Beechcraft T-6C Texan II será demonstrada em voo em quatro dias no AirVenture 2012, com o piloto de demonstração da empresa Michael Rambo nos comandos. (Foto: HBC)

A Hawker Beechcraft Corporation (HBC) anunciou hoje que está exibindo oito produtos da Beechcraft durante a Experimental Aircraft Association (EAA) AirVenture 2012, entre os dias 23 e 29 de julho, em Oshkosh, Wisconsin. Na exposição estática, a empresa vai mostrar sua vasta gama de produtos e serviços, incluindo aeronaves executivas da Beechcraft, uma aeronave de missão especial e linhas de produtos de defesa como o treinador T-6C Texan II.

Outro destaque na Hawker Beechcraft durante o AirVenture 2012 será o King Air 350ER Special Missions. (Foto: HBC)

Localizado em área de exposição estática 322-345, a HBC terá em exposição um King Air 350i, um King Air 250, um King Air C90GTx, juntamente com um G58 Baron e um G36 Bonanza. Também em exibição estará um XTRA Bonanza, um dos upgrades mais populares para o modelo Bonanza. Mas os destaques na feira serão as aeronaves militares Beechcraft 350ER King Air Special Missions e um treinador Beechcraft T-6C Texan II.

A equipe de demonstração Hawker Beechcraft T-6C irá realizar uma demonstração aérea de nove minutos na segunda-feira, quarta-feira, sexta-feira e domingo.

Dentre outras atividades especiais estão incluídas a celebração do 80º aniversário da empresa na tarde de quarta-feira.

“Estamos convidando os visitantes para o nosso stand para provar um bolo na tarde do dia 25 de julho que celebra a história de muito orgulho de 80 anos da Hawker Beechcraft, como uma empresa inovadora e líder da indústria”, disse Keith Nadolski, presidente de Vendas da HBC para Beechcraft Américas. “Oshkosh é sempre um excelente local para nos conectarmos com nossos clientes e a comunidade de aviação geral, de modo que não há melhor hora de comemorar oito décadas da qualidade, pioneirismo, segurança e desempenho na indústria da Beechcraft.”

EAA AIRVENTURE: Raro trimotor Ju-52 já está em Oshkosh

1
A aeronave Junkers Ju-52 da RIMOWA estará toda semana do AirVenture 2012 em Oshkosh. (Foto: AirVenture.de)

Um raro Junkers Ju-52 trimotor será uma das principais atrações na linha de voo do AirVenture 2012 como parte da turnê do avião pelos EUA. A visita do avião é patrocinada pela empresa RIMOWA sediada na Alemanha, uma das principais fabricantes europeias de bagagens de alta padrão e um novo parceiro da EAA em Oshkosh. A aeronave já está em Oshkosh, e o vídeo da chegada pode ser visto a seguir.

O Junkers Ju52 foi desenhado pelo lendário Hugo Junkers e apareceu pela primeira vez em maio de 1932. Depois de seis anos, o modelo estava voando com 75 por cento de todos os voos de passageiros alemães e manteve-se sendo uma parte importante da aviação europeia por mais de três décadas.

“Estamos orgulhosos de ser uma das escalas da turnê do Ju-52 RIMOWA e sabem que não há lugar onde o avião será mais apreciado do que na frente dos aviadores do mundo que se reunem em Oshkosh”, disse Jim DiMatteo, vice-presidente da EAA de recursos e atrações do AirVenture.

A aeronave foi construída em 1939 em Dessau, Alemanha. Depois foi transferida diretamente para a Suíça, onde foi usada para voos turísticos desde 1982. Em 19 de abril de 2012, a RIMOWA anunciou que o avião faria sua primeira turnê norte-americana, incluindo um vôo transatlântico que trouxe ela para selecionadas cidades nos Estados Unidos e no Canadá.

“Para fazer parte da EAA AirVenture em Oshkosh com a Ju-52 RIMOWA é simplesmente fantástico!” disse Dieter Morszeck, CEO da RIMOWA e neto do fundador da empresa. “A parada no maior show de aviação do mundo em Oshkosh é definitivamente um dos destaques de nossa turnê norte-americana, e estamos realmente ansiosos por isso!”

Durante toda semana será possível ver ou visitar o Ju-52, que ficará parado no lado sul da principal área do evento, a Phillips 66 Plaza. Ele também irá realizar demonstrações em vôo à tarde durante a semana.

Esquadrilha da Fumaça cancela apresentações nos EUA devido a cortes no orçamento

30
A Esquadrilha da Fumaça faria apresentações em Dayton e Willoughby, no estado de Ohio, e a primeira apresentação em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil Team)

A EAA (Experimental Aircraft Association) foi informada pela Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira, que a sua primeira aparição no AirVenture, programada para julho de 2012 em Oshkosh, além de outros dois shows aéreos norte-americanos, foram cancelados por causa de cortes orçamentários no Brasil.

A equipe brasileira também cancelou as apresentações em Julho nos shows aéreos em Dayton e Willoughby, Ohio.

“É decepcionante que a equipe de demonstração brasileira não seja capaz de estar junto de uma verdadeira linha de estrelas no show aéreo em Oshkosh”, disse Jim DiMatteo, vice-presidente de recursos e atrações do AirVenture junto a EAA. “Há tantos novos shows aéreos previstos para este ano, que a cada dia o tornam um dos melhores. Esperávamos que a Esquadrilha da Fumaça fizesse parte dele, mas o show vai continuar, maior e melhor do que nunca.”

Entre os shows que fazem sua estréia em Oshkosh em 2012 estão a Equipe de Paraquedistas das Forças Canadenses Skyhawks e o esquadrão acrobátivo RV Team, bem como a primeira apresentação do tributo militar “Tora! Tora! Tora!” no Air Venture, e o retorno do espetacular show aéreo noturno patrocinado pela Rockwell Collins, no sábado, dia 28 de julho. Esses shows e outros que estão sendo inseridos na grade de programação, que apresentam os melhores pilotos civis de shows aéreos no mundo, realizando as mais experientes demonstrações aéreas.

“Oshkosh continua a ser o lugar para os pilotos de demonstração aérea voarem”, disse DiMatteo. “Todos os nossos pilotos de shows aéreos são líderes nos shows aéreos na América do Norte, mas eles sabem que voar em Oshkosh é uma conquista especial, recompensando eles por suas habilidades comprovadas e performances anteriores, e é uma importante conquista em suas carreiras de show aéreo.”

AIRVENTURE 2012: Boeing B-29 “FIFI” retorna esse ano para Oshkosh

5
O bombardeiro B-29 "FIFI" retorna este ano para Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O icônico bombardeiro Boeing B-29 FIFI da Commemorative Air Force (CAF), o único exemplar em voo do mundo da aeronave, voltará este ano em Oshkosh para o EAA AirVenture Oshkosh 2012. Junto com as habituais demonstrações em voo e estática em Oshkosh, os participantes do AirVenture serão capazes de comprar vôos na aeronave pela primeira vez.

Os vôos no AirVenture serâo baseados no Aeroporto Regional de Outagamie County, em Appleton – a apenas 20 quilômetros ao norte de Oshkosh – e estarão disponíveis entre os dias 22-29 de julho. As informações completas e detalhes de inscrição estarão disponíveis no site da CAF.

O primeiro voo do Boeing B-29 Superfortress foi em 1942, com a entrada no serviço ativo a partir de 1944. Foi o B-29 Enola Gay que lançou a primeira bomba atômica sobre Hiroshima, no Japão, em agosto de 1945. As B-29s também foram utilizadas na Guerra da Coréia, no início dos anos 1950, e foram os principais bombardeiros da Força Aérea dos EUA até final da década de 1950.

O avião que se tornaria o FIFI foi salvo de ser utilizado como um alvo no solo para testes de armas na década de 1960 e o primeiro a voar pela CAF em 1971. Ele foi batizado em homenagem à esposa do coronel Victor N. Agather, que tinha sido da equipe de desenvolvimento em tempo de guerra para a aeronave e tinha estado pessoalmente comprometido e envolvido com a restauração do avião no início de 1970.

O bombardeiro B-29 "FIFI" taxia no wittman Field, em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Um pacote de “lista de coisas a fazer” uma vez na vida será disponibilizado para leilão na quinta-feira, dia 26 de julho, no Encontro Eagles da EAA, o anual jantar de gala que atrai mais de 1.000 pessoas e angaria fundos para os programas de jovens da EAA que ajudam a crescer a participação na aviação. Os maiores lances do leilão vão voar no B-29 na sexta-feira, dia 27 de julho, juntamente com o holandês Van Kirk, o navegador do B-29 Enola Gay que voou a missão que lançou a primeira bomba atômica sobre o Japão em 1945, e com piloto Doolittle Raider de B-25 da CAF Dick Cole, no cockpit.

O voo especial está sendo coordenado como parte do dia “Salute to Veterans”, no AirVenture 2012, que está honrando “The Greatest Generation in the Air”.

Esquadrilha da Fumaça fará sua estreia no AirVenture em Oshkosh

2
As aeronaves da Esquadrilha da Fumaça farão sua estreia no AirVenture em Oshkosh, quase 25 anos depois de uma esquadrilha militar oficial ter se apresentado pela última vez no maior show aéreo do mundo. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil Team)

A renomada Esquadrilha da Fumaça – o Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) da Força Aérea Brasileira – fará sua primeira apresentação aérea no AirVenture, e será a atração principal do show aéreo da tarde durante o maior evento de aviação mundial, que será realizado entre os dias 23 e 29 de julho de 2012 em Oshkosh, Wisconsin.

Isso marca a primeira vez desde 1986 que uma equipe completa de demonstração militar nacional vai se apresentar no AirVenture. O grupo brasileiro ficará em Oshkosh toda a semana e vai voar durante vários dias durante o evento. As datas exatas e horários de suas apresentações serão anunciados assim que for finalizada a grade de programação.

“Isso é uma tremenda adição à programação do AirVenture 2012”, disse Jim DiMatteo, vice-presidente de recursos e atrações do EAA AirVenture. “A Esquadrilha da Fumaça realiza manobras incríveis que mostram as suas habilidades de vôo e o espírito de seu país de origem. Fãs da aviação não vai querer perder as suas performances ao longo da semana.”

A Esquadrilha da Fumaça foi criada em 1952, e é o esquadrão de demonstração aérea oficial da Força Aérea Brasileira. A equipe tem 13 pilotos altamente treinados que pilotam as aeronaves Embraer T-27 Tucanos através de 55 manobras com acrobacias de alto desempenho. Suas especialidades são as manobras deslumbrantes que apresentam trilhas de fumaça que criam arte ao vivo no céu.

A Esquadrilha da Fumaça vai se apresentar em Oshkosh e mais dois eventos nos EUA, todos no mês de julho. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil Team)

O esquadrão já realizou mais de 3.500 apresntações em voo durante seus 60 anos de história, com apresentações na América do Norte e América do Sul, Europa e África. Mais informações estão disponíveis através do site do esquadrão, que pode ser acessado aqui.

“A aparência da Esquadrilha da Fumaça é outro grande passo em aumentar continuamente nossa linha de show aéreo em Oshkosh,” disse DiMatteo. “O show aéreo no AirVenture já é conhecido como um evento de alto nível do mundo dos shows aéreos, mas com a Esquadrilha da Fumaça, os Skyhawks canadenses, e outros, vamos elevar o nível para outro patamar em 2012.”

Além do AirVenture, a Esquadrilha da Fumaça também participará de outros dois eventos nos EUA: o Vectren Dayton Air Show (7 e 8 de julho), e no “Gathering of Eagles XVI”, nos dias 14 e 15 de julho em Willoughby.

A Esquadrilha da Fumaça completa 60 anos no dia 14 de julho, e celebra o aniversário com uma festa nos dias 12 e 13 de julho em Pirassununga, interior de São Paulo.

Para detalhes e informações sobre como ir para Oshkosh, consulte a operadora de turismo Candiota, clicando no banner abaixo.

Show aéreo Tora! Tora! Tora! será realizado no AirVenture 2012

2
As aeronaves japonesas da Segunda Guerra Mundial vão encenar o "Tora! Tora! Tora!" durante o AirVenture 2012. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

A encenação aérea “Tora! Tora! Tora!” dos acontecimentos do dia 7 de dezembro de 1941 – uma dos mais deslumbrantes apresentações aéreas de warbirds que ainda voam atualmente – será parte do EAA AirVenture Oshkosh na tarde dos Warbirds mostrado pela primeira vez em 2012.

O “Tora! Tora! Tora!” é uma recriação do ataque a Pearl Harbor, encenado com os voluntários e aeronaves da Força Aérea Comemorativa (CAF), que incluem operações de terra, manutenção, pilotos e especialistas em pirotecnia. Sua finalidade é criar uma aula de história dinâmica sobre o evento que fez com que os Estados Unidos entrassem na Segunda Guerra Mundial. A recriação é geralmente desempenhada com shows aéreos em todo o país, complementado com uma narração profissional, pirotecnia, e dezenas de aviões da era da Segunda Guerra Mundial.

O espetáculo de pirotecnia com aeronaves promete ser um dos pontos altos do AirVenture 2012. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

A performance do “Tora! Tora! Tora!” está marcada para a sexta e sábado, 27-28 julho, no final de semana final do EAA AirVenture 2012. É parte de uma programação de uma semana dos artistas aéreos mais experientes do mundo que mostram suas habilidades.

As aeronaves da Segunda Guerra Mundial recriam o ataque a Pearl Harbor. (Foto: Ricardo von Puttkammer / Cavok)

“A apresentação “Tora! Tora! Tora!” é um evento aéreo espetacular que está vindo para Oshkosh, mas é mais do que isso”, disse Jim DiMatteo, vice-presidente de recursos e atrações do AirVenture. “O vôo incrível e a pirotecnia reforçam a história por trás dos acontecimentos de dezembro de 1941, que mudou para sempre o curso da história mundial e norte-americana.”

O show aéreo “Tora! Tora! Tora!” começou em 1972 após o lançamento do filme de mesmo nome. Ele não se destina a glorificar a guerra, mas sim ajudar aqueles que nasceram depois da Segunda Guerra Mundial a compreender melhor que a guerra não discrimina na dor que ela inflige sobre as pessoas de ambos os lados. A CAF tem trabalhado com os veteranos norte-americanos e japoneses para garantir um retrato fiel e realista dos acontecimentos em Pearl Harbor. O espetáculo recebeu alguns dos mais prestigiados prêmios concedidos a artistas de show aéreo, incluindo o Prêmio Art Scholl do Showmanship do Conselho Internacional de Shows Aéreos (ICAS).

Neblina no cockpit teria causado acidente com caça F-16 no EAA AirVenture 2011

18
O caça F-16C (AF-87296) após sair da pista no dia 27 de julho de 2011, no AirVenture em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Um piloto de caça, cujo cockpit ficou envolto em neblina, brevemente teve vertigem e considerou ejetar durante um show aéreo em Oshkosh, em 2011, quando ele perdeu visibilidade, mas decidiu pousar porque estava preocupado com a segurança de centenas de espectadores, de acordo com um relatório divulgado nessa terça-feira. Veja a vídeo do pouso a seguir.

O F-16C Falcon pousou em segurança no Aeroporto de Wittman Regional, durante a EAA AirVenture em julho de 2011, sem feridos no solo, mas não conseguiu parar dentro dos limites da pista de quase 2.500 metros, indo bater na grama, cerca de 100 metros depois da pista terminar, causando graves danos ao jato.

O caça F-16C da Guarda Aérea Nacional do Alabama no momento que pousava, instantes antes de bater fora da pista. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

“O piloto estava extremamente preocupado com a multidão a esquerda da pista, junto com outras aeronaves”, disse o relatório de investigação da Força Aérea. “O piloto se concentrou em manter o controle e descartou a ejeção como uma opção, a fim de orientar o avião com segurança. Claramente, a sua atenção estava centrada em completar o pouso seguro.”

O relatório disse que o sistema de controle ambiental da aeronave foi o responsável pela “forte neblina” no cockpit, que completamente obscureceu o pouso visual do piloto da Guarda Aérea Nacional do Alabama, tornando um pouso normal bem difícil.

O piloto tentou sem sucesso retirar a neblina da cabine do avião, e sem a capacide visual adequada, não conseguiu aplicar de forma adequada a frenagem, segundo o relatório. O piloto, que não teve o nome divulgado no relatório, disse aos investigadores da Força Aérea que nunca conseguiu ver o final da pista em que fez a aproximação.

Se não fosse a falta de referências visuais e os instrumentos, o piloto poderia ter conseguido uma parada completa na pista, que ainda tinha cerca de 300 metros de pista restantes, de acordo com o relatório

O jato estava participando de um evento em homenagem aos aviadores Tuskegee no show aéreo anual AirVenture. O relatório disse que o avião estava com a manutenção em dia.

O relatório do Conselho de Investigação de Acidentes do Comando Aéreo de Combate da Base Conjunta de Langley-Eustis, em Hampton, Virgínia, disse que a roda no nariz do jato quebrou assim que atingiu o solo macio da grama fora da pista, fazendo com que o nariz do avião atingisse o solo. Ele quebrou o nariz e o compartimento de aviônicos.

A Força Aérea estima o dano ao jato em US$ 5,4 milhões. Não houve danos substanciais à propriedade do aeroporto.

O jato e o piloto estavam atribuídos ao 100° Esquadrão de Caça, da 187ª Ala de Caça de Dannelly Field, Alabama.

Fonte: AFP – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Nota do Editor: Estava presente no momento do acidente, e a impressão que tive ao ver o caça pousar é que o piloto, que voava como ala de um outro caça F-16, tocou a pista muito veloz, e ao passar na minha frente, a quase 500 metros do término da pista, ele ainda não havia demonstrava diminuição da velocidade, e o freio aerodinâmico não tinha sido acionado. O piloto havia conseguido tocar na pista bem antes da metade, e acredito que teria condições de parar, caso o freio tivesse sido aplicado. Ainda comentei com dois colegas que estavam no momento vendo o pouso do caça F-16: “ele está muito rápido, não vai conseguir parar”. Nota-se na segundo foto acima que a cabine não aparentava ter neblina que pudesse obstruir a visão do piloto. O caça F-16 ficou parado durante todo evento no final da pista. Mas o curioso é que na tarde do dia seguinte, um jato F4J Fury também não conseguiu parar nos 2.500 metros de pista, saindo no final da pista, e parando ao lado do F-16.

Resultado Cavok Foto Quiz 21-2 -Lockheed Model 12 Electra Junior

26
O Lockheed Model 12 Electra Junior (prefixo N2072, c/n 1208) visto no AirVenture 2010. (Foto: Adriana Schmidt / Cavok)

Parabéns aos conehcedores de aviação que descobriram que a aeronave dessa semana era o Lockheed Model 12 Electra Junior, mais conhecido como Lockheed 12 ou L-12, feito todo de metal e com capacidade para seis passageiros mais dois tripulantes, e que foi desenvolvido na metade da década de 1930 para as companhias aéreas de pequeno porte e aviação particular. Sendo uma versão menor do Lockheed 10, não teve o mesmo sucesso nas companhias aéreas, mas sim no transporte governamental e corporativo. Foram fabricados 130 avioes L-12, e muitos foram preservados e ainda voam em shows aéreos nos EUA, incluindo o modelo acima, prefixo N2072, utilizado no filme Amelia Earhart de 2009, e que fez uma aparição no AirVenture 2010. No Brasil, a aeronave voou nas cores da Aeronorte, Aerovias Brasil, Cruzeiro do Sul, Panair do Brasil, e também junto ao Ministério da Aeronáutica, que tinha 13 aeronaves operando com a frota da FAB. A aeronave também operou de forma militar na Argentina, Canadá, Holanda, Indonésia, Reino Unido e Estados Unidos. Parabéns aos vencedores e até o próximo final de semana.

VÍDEO: Melhores momentos do AirVenture 2011 em Oshkosh

0

Para quem não acompanhou a cobertura do maior show aéreo do mundo, o AirVenture 2011, realizado em Oshkosh no final de julho, a equipe de filmagem da EAA preparou um vídeo especial com os melhores momentos desse ano. Os destaques foram: a primeira aparição do 787 Dreamliner em Wittman Field, a visita da Super Fortaleza Voadora B-29 “Fifi”, a comemoração do Centenário da Aviação Naval dos EUA, o tributo ao piloto Bob Hoover e ao projetista Burt Rutan, e também a segunda edição do show aéreo noturno. Para quem quiser saber mais como foi o evento desse ano, clique aqui.

VÍDEO: Trailer do filme ‘Red Tails’

5
O P-51 'Tuskegee Airmen' durante o dia de apresentação do filme em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Durante a EAA AirVenture realizada em Oshkosh este ano, um novo filme produzido e escrito por George Lucas (que pessoalmente esteve no evento para apresentar o trailer), e estrelado por Cuba Gooding Jr. e Terrence Howard foi amplamente divulgado. O filme Red Tails, fala sobre um grupo de jovens negros de Tuskegee, cidade no Alabama, que supera a barreira do racismo para formar uma unidade aérea durante a Segunda Guerra Mundial, participando de um programa experimental de pilotos. Eles se tornam os primeiros pilotos afro-americanos da história das Forças Armadas dos Estados Unidos. Veja a seguir a sinopse e o trailer do novo filme de aviação.

1944. Graças a Segunda Guerra Mundial, o destino do mundo livre está na balança. Enquanto isso, os pilotos negros do programa experimental de formação Tuskegee estão corajosamente a travar duas guerras ao mesmo tempo – um contra inimigos no exterior, e outra contra a discriminação dentro da casa militar. O preconceito racial têm prendido por muito tempo o aviador Martin Easy Julian (Nate Parker) e seus pilotos negros na base – deixando-os com pouco para fazer, mas ainda aprimorando suas habilidades de vôo -, enquanto os brancos são enviados para combate após apenas três meses de treinamento. Equivocadamente considerados inferiores e atribuídos somente aviões e missões de segunda categoria, os pilotos de Tuskegee dominaram os céus com facilidade, mas não foi concedida a oportunidade de realmente abrir as asas. Até agora.

Poster final do filme 'Red Tails', de 2012.

Como a Guerra na Europa continua a produzir os seus efeitos terríveis sobre as Forças Aliadas, as altas patentes do Pentágono não tem mais recursos. Com os jovens Tuskegee à beira de serem enviados de volta para casa, o coronel AJ Bullard (Howard) dar a chance definitiva para provarem o seu valor. Contra todas as probabilidades, com algo a provar e tudo a perder, estes jovens aviadores levarão para o céu o esforço heróico para combater o inimigo e a discriminação que os manteve para baixo por tanto tempo.

O filme é estrelado por Terrence Howard, Ne Yo, Andre Royo, Nate Parker, David Oyelowo, Cuba Gooding Jr., Bryan Cranston, Method Man, Tristan Wilds, Kevin Phillips, Rick Otto, Lee Tergesen, Elijah Kelley, Marcus T. Paulk, Leslie OdomJr., Michael B. Jordan, Jazmine Sullivan, Edwina Finley, Daniela Ruah e Stacie Davis.

Red Tails estreia em 20 de Janeiro de 2012 nos EUA. Ainda sem data definida para o Brasil.

AIRVENTURE 2011: Como foi o último dia do maior show aéreo do mundo (162 imagens)

6
O caça F/A-18F Super Hornet da U.S. Navy,com um especial esquema de pintura, fotografado a noite na Plaza do AirVenture 2011. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O sábado, embora não seja o último dia oficial do AirVenture, é o último dia de nossa cobertura e este ano acabou um pouco mais cedo devido a repentina mudança climática por volta das 17hs, que com fortes ventos e um pouco de chuva, fez com que o show aéreo previsto para o final da tarde fosse cancelado. Mas os fortes ventos foram momentâneos e não prejudicaram o show aéreo noturno, que pela segunda vez é realizado em Oshkosh.

A aeronave PBJ-IJ Mitchell decola para a apresentação do Wall of Fire.
Duas aeronaves T-6 decolam para o show Warbirds Extravaganza.
A aeronave C-47 chega para pouso enquanto um Bell Huey realiza passagens ao fundo.

Dentre os destaques do sábado o Warbirds Extravaganza com a presença de diversas aeronaves militares T-6, T-28 e P-51, C-47, além de um B-25 Mitchell, o PBJ-IJ dos Marines, responsável pela apresentação Wall of Fire.

O inovador Aerocar de 1959, que inspirou os novos modelos de carros voadores que estão sendo desenvolvidos atualmente.
A aeronave elétrica PC-Aero Elektra One taxia após sua apresentação em voo.

Outro destaque foi a apresentação de aeronaves inovadoras do passado e que estão sendo desenvolvidas para o futuro, como o Aerocar de 1959, o jato executivo leve Eclipse e o inovador PC-Aero Elektra One, movido a energia elétrica e reabastecido com energia solar.

O Demonstrador de Tecnologia X2 da Sikorsky.

Falando em inovação, este ano a Sikorsky levou para o AirVenture 2011 o Demonstrador X2, que ficou exposto juntamente com o Firefly, o helicóptero elétrico da fabricante.

Chuck Aaron decola com seu helicóptero Bo105 da Red Bull para sua apresentação acrobática.

Dentre as poucas apresentações da tarde, tivemos Chuck Aaron com o Red Bull Helicopter, Sean Tucker e seu Oracle Challenger III (que teve o show encerrado antes do tempo devido aos fortes ventos), e uma revoada de aeronaves hidroaviões SeaBees.

A boca de tubarão pintada num P-40 Warhawk.
O Fairey Swordfish Mk.III da Vintage Wings of Canada.
O Focke Wulf Fw190, utilizado para o tributo a Bob Hoover.
O Grumman F8 Bearcat pintado nas cores dos Blue Angels.

Na área reservada aos Warbirds, o destaque deste ano ficou por conta de um Fairey Swordfish Mk.III, um Grumman F8 Bearcat com a pintura dos Blue Angels, um Focke-Wulf Fw190, um TMB Avenger, um Douglas Avenger, um Grumman Albatross na pintura da Guarda Costeira dos EUA e um Grumman F2J Duck.

O Grumman Showcat de Gene Soucy no show aéreo noturno.
O show pirotécnico realizado no final do show noturno de sábado.

Mas o sábado ainda reservava uma apresentação especial, um magnífico show aéreo noturno, contando coma presença do Aeroshell Team e seus T-6, o planador a jato de Bob Carlton, Matt Younkin e seu Twin Beech, Steve Oliver e o Chipmunk “Skydancer”, fechando com Gene Soucy e seu Grumman Showcat.

A B-29 “Fifi” repousa a sua última noite no solo do Wittman Field.

Após os shows aéreos noturnos, um sensacional espetáculo pirotécnico de quase 15 minutos, finalizando com a Wall of Fire noturna juntamente com a picape a jato.

A matéria completa, com mais fotos está sendo preparada e vai ao ar durante a semana aqui no Cavok. Já estamos iniciando a divulgação do AirVenture 2012, que ocorre entre 23 e 29 de julho, onde será celebrado os 60 anos do show aéreo AirVenture, e os 75 anos da aeronave Piper Cub.

Cavok nas redes sociais

62,406FãsCurtir
340Inscritos+1
6,414SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios