Saab

Inicio Tags Bell Boeing V-22 Osprey

Tag: Bell Boeing V-22 Osprey

Bell Boeing entrega o primeiro Osprey modificado para melhorar a prontidão da frota

0
O primeiro MV-22 Osprey na configuração CC-RAM durante voo de testes em setembro de 2019. (Foto: Boeing)

A Boeing e a Bell Textron entregaram o primeiro MV-22 Osprey modificado ao Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos (USMC) para melhorar a prontidão e a confiabilidade da frota de tiltrotores.

Anúncios

Frota de tiltrotores V-22 Osprey ultrapassa a marca de 500 mil horas de voo

0
Tiltrotores CV-22 Osprey usados pelo Comando de Operações Especiais da USAF.

A frota de tiltrotores V-22 Osprey construídos pela Bell Textron e pela Boeing alcançou o marco de 500.000 horas de voo.

VÍDEO: Bell/Boeing V-22 Osprey comemora 30 anos do seu primeiro voo

1
Um MV-22 Osprey do USMC se aproxima para pouso no USS Makin Island (LHD 8). (Foto: U.S. Navy)

Durante os trinta anos desde que voou pela primeira vez, a aeronave tiltrotor V-22 Osprey construída pela Bell Helicopter, uma empresa Textron, e a Boeing, mudou fundamentalmente como o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) e a Força Aérea dos EUA (USAF) opera em combate e apoia operações humanitárias. O V-22 tornou-se uma das aeronaves mais exigentes e confiáveis ??no serviço militar, com sua capacidade de manobra vertical única combinada com a velocidade, alcance e eficiência de combustível de um avião de asa fixa.

Frota de tiltrotores Bell Boeing V-22 Osprey atinge a marca de 400.000 horas de voo

0
Aeronaves CV-22 Osprey do Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA. (Foto: Boeing)

A empresa Boeing e a Bell Helicopter Textron anunciaram hoje que a frota de aeronaves tiltrotores Bell Boeing V-22, incluindo as variantes CV-22 e MV-22, superou o marco de 400 mil horas de voo.

F-35B prestes a realizar o primeiro REVO com um MV-22B

1

MV-22_F-35B #2Testes de reabastecimento aéreo (REVO) no solo já foram concluídos. O REVO ar-ar deverá ocorrer no próximo mês.

Japão vai de V-22

4
08
Ospreys do USMC pairam a Devils Tower, que participou do cenário do filme ‘Contatos Imediatos de 3º Grau’. (Imagem: Ted Carlson)

O consórcio Bell-Boeing recebeu um contrato da Marinha dos Estados Unidos para a fabricação de cinco V-22 aeronaves do bloco C para a Força Terrestre de Autodefesa do Japão.

Relatório sobre incidente com Osprey diz que aeronave estava em configuração errada

7

Osprey1_t837Em outubro de 2014, a tripulação a bordo de um MV-22B tentou decolar do USS Makin Island para apoiar uma missão da Embaixada dos Estados Unidos no Iraque. Infelizmente, o voo nunca chegou ao Iraque e a aeronave quase foi perdida.

Acidente com Osprey

5
MV-22 Osprey
MV-22 Osprey

Um ‘tilt rotor’ MV-22 Osprey da Marinha dos EUA fez um pouso forçado no Hawaii em 17 de maio. Um tripulante morreu.

Bell Boeing demonstra com sucesso capacidade de disparo frontal de armas com o V-22 Osprey

14
Os testes possibilitam que o V-22 Osprey possa disparar foguetes e mísseis. (Foto: Bell Helicopter)
Os testes possibilitam que o V-22 Osprey possa disparar foguetes e mísseis. (Foto: Bell Helicopter)

A Bell Helicopter, anunciou a demonstração bem sucedida da capacidade de disparo frontal de foguetes com o Bell Boeing V-22 Osprey. O exercício de testes ocorreu no mês passado no Campo de Provas do Exército dos Estados Unidos em Yuma, Arizona. Veja a seguir um vídeo do momento do lançamento.

Israel: Confirmada a aquisição de segundo esquadrão de caças F-35

18

F-35 Lightning II instructor pilots conduct aerial refueling

A Força Aérea de Israel (IAF) está se preparando para aumentar sua encomenda de caças F-35, elevando o total de aeronaves encomendadas pra 48.

Japão e Cingapura interessados no V-22

12

v-22-ospreyJapão e Cingapura estão ansiosos para comprar o V-22.

IDF treina com o V-22 Osprey

1

V-22_ospreyExercício entre os fuzileiros navais dos EUA e unidades de infantaria da IDF fizeram uso do V-22.

IMAGENS: Teste do MV-22 Osprey usado como reabastecedor de um Super Hornet

17
Um MV-22 Osprey foi usado para testes de reabastecimento aéreo de um Super Hornet da Marinha dos EUA. (Foto: Bell/Boeing)
Um MV-22 Osprey foi usado para testes de reabastecimento aéreo de um Super Hornet da Marinha dos EUA. (Foto: Bell/Boeing)

Enquanto a equipe da Bell/Boeing que produziu os MV-22s visa sua próxima possível venda para Marinha dos EUA com o objetivo de substituir os antigos aviões de transporte C-2, a equipe das duas empresas está esperando tornar o tiltrotor multifuncional. A equipe está confiante de que o tiltrotor V-22 Osprey pode reabastecer em voo com segurança os caças F/A-18E/F Super Hornets, depois de realizar o primeiro teste de proximidade entre os dois na semana passada.

Bell Boeing recebe contrato para 99 aeronaves tiltrotoras V-22 Osprey

2
Aeronaves MV-22 Osprey voando em formação sobre o Alabama. (Foto: U.S. Marine Corps)
Aeronaves MV-22 Osprey voando em formação sobre o Alabama. (Foto: U.S. Marine Corps)

O programa Bell Boeing V-22, uma aliança estratégica entre a Bell Helicopter e a Boeing, foi premiado com um contrato de cinco anos do Comando de Sistemas Aéreos da Marinha dos EUA (NAVAIR) para a produção e entrega de 99 aeronaves tiltrotoras V-22 Osprey, incluindo 92 modelos MV-22 para o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e sete modelos CV-22 para o Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA.

Esquadrão HMX-1 dos Fuzileiros Navais dos EUA recebe o primeiro MV-22 Osprey

6
O primeiro MV-22B osprey do HMX-1 durante cerimônia de entrega na base de Quantico, na Virginia. (Foto: Sgt. Rebekka S. Heite / U.S. Marine Corps)
O primeiro MV-22B osprey do HMX-1 durante cerimônia de entrega na base de Quantico, na Virginia. (Foto: Sgt. Rebekka S. Heite / U.S. Marine Corps)

Os membros antigos e atuais do Esquadrão de Helicópteros dos Fuzileiros Navais dos EUA (HMX) 1, juntamente com familiares e amigos, participaram no dia 4 de maio de uma cerimônia no pátio de voo da Base dos Fuzileiros Navais de Quantico, na Virginia, para a entrega da aeronave mais recente do esquadrão, o MV-22B Osprey.

IMAGENS: Primeiro MV-22 Osprey para o HMX-1 quase pronto para entrega aos Fuzileiros Navais dos EUA

6
O primeiro MV-22 Osprey destinado ao esquadrão HMX-1 do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, visto em Amarillo, Texas. (Foto: Bell Helicopters)
O primeiro MV-22 Osprey destinado ao esquadrão HMX-1 do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, visto em Amarillo, Texas. (Foto: Bell Helicopters)

O primeiro de 12 tiltrotores Bell-Boeing MV-22 Osprey está quase pronto para entrega ao Esquadrão de Helicópteros dos Fuzileiros Navais (HMX) 1, a unidade encarregada de transportar o Presidente dos EUA e outros VIPs. O Corpo de Fuzileiros Navais tinha como previsto a entrega formal do primeiro MV-22 ao HMX-1 no mês passado, aguardando apenas a atualização do equipamentos de comunicação e interiores.

O MV-22 Osprey vai substituir os antigos helicópteros CH-46E Sea Knights do esquadrão. (Foto: Bell Helicopters)
O MV-22 Osprey vai substituir os antigos helicópteros CH-46E Sea Knights do esquadrão. (Foto: Bell Helicopters)

Os MV-22s vão substituir os helicópteros CH-46E Sea Knights ligados ao esquadrão. Os tiltrotores Osprey não serão utilizados para transportar o presidente. Os MV-22s do HMX-1 serão utilizados para o transporte de pessoal em toda a área metropolitana de Washington. Em viagens presidenciais, eles vão levar os membros do serviço secreto, pessoal administrativo e da imprensa.

O MV-22 Osprey será usado nas missões presidenciais dos EUA, mas o presidente vai seguir em outras aeronaves. (Foto: Bell Helicopters)
O MV-22 Osprey será usado nas missões presidenciais dos EUA, mas o presidente vai seguir em outras aeronaves. (Foto: Bell Helicopters)

Mesmo recebendo a característica pintura verde escuro do HMX-1, eles não terão as partes superiores pintadas de branco como existente nos helicópteros Sikorsky VH-3DS e VH-60Ns usados o transporte presidencial. Para o transporte presidencial já foi dado o início a busca por um substituto para os helicópteros que transportam o presidente.

O primeiro MV-22 para o HMX-1 realizou os voos de aceitação no final de janeiro, junto a linha de montagem do Bell-Boeing V-22 em Amarillo, Texas.

O HMX-1 vai receber até 12 tiltrotores MV-22 Ospreys. (Foto: Bell Helicopters)
O HMX-1 vai receber até 12 tiltrotores MV-22 Ospreys. (Foto: Bell Helicopters)

A decisão de adicionar o MV-22 ao HMX-1 foi anunciado no ano passado e é visto como um grande golpe de relações públicas para o programa que tem estado sob ataque constante de uma minoria de críticos no Congresso desde a sua criação na década de 1980. O contrato de produção atual deve ser executado até 2017. De acordo com o Departamento de Defesa, os custos unitários aumentaram para 109 milhões de dólares por aeronave. Cerca de 200 estão em serviço com os Fuzileiros Navais e a Força Aérea dos EUA.

Fonte: AIN Online – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

 

Enhanced by Zemanta

EUA aprova venda do V-22 Osprey para Israel

9
Caso a venda se concretize, Israel será o primeiro país estrangeiro a encomendar o tiltrotor V-22 Osprey. (Foto: Lance Cpl. Kelsey J. Green / U.S. Marine Corps)
Caso a venda se concretize, Israel será o primeiro país estrangeiro a encomendar o tiltrotor V-22 Osprey. (Foto: Lance Cpl. Kelsey J. Green / U.S. Marine Corps)

Fontes do Pentágono disseram que os EUA negociam um acordo com os israelenses para primeira exportação de tiltrotores V-22 Osprey para Israel. Também faz parte do pacote aeronaves de reabastecimento Boeing KC-135, de acordo com fontes do setor, que indicam que os acordos propostos fazem parte de um pacote mais amplo de acordos que também dizem respeito à planejada venda de sistemas de armas avançadas para a Arábia Saudita e aos Emirados Árabes Unidos.

O acordo de compra entre os EUA e Israel será um componente-chave da próxima turnê do secretário de Defesa dos EUA Chuck Hagel ao Oriente Médio. “É uma conquista significativa, e o momento desta viagem é apropriado”, disse um oficial de defesa. “O Secretário Hagel queria ter a certeza de viajar para Israel para finalizar as partes deste acordo e conversar sobre ele.”

A força aérea israelense avaliou o V-22 através de numerosos voos de testes realizados nos EUA. O número de aparelhos para a compra não foi revelado. (Foto: Israeli air force magazine)
A força aérea israelense avaliou o V-22 através de numerosos voos de testes realizados nos EUA. O número de aparelhos para a compra não foi revelado. (Foto: Israeli Air Force Magazine)

Negócios de grande alcance são projetados “não só para aumentar a capacidade de Israel, mas também para aumentar as capacidades dos nossos parceiros no Golfo Pérsico para que eles também sejam capazes de lidar com a ameaça iraniana”, disse uma fonte dos EUA.

O presidente Barack Obama instruiu os dois últimos secretários de Defesa dos EUA para estreitar o relacionamento com Israel. O ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, se reuniu com o ex-secretário de Defesa, Leon Panetta duas vezes durante as semanas finais desse no Pentágono.

A força aérea israelense avaliou o V-22 através de numerosos voos de testes realizados nos EUA. O número de aparelhos, bem como o custo unitário não foi revelado. O aparelho deverá ser para uso durante as operações especiais.

A compra do KC-135 visa a substituição de um Boeing 707 convertido para a função REVO. (Foto: majalla.com)
A compra do KC-135 visa a substituição de um Boeing 707 convertido para a função REVO. (Foto: Majalla)

De acordo com a publicação Flightglobal, também deverá ser concretizada a venda de aviões-tanque KC-135, para substituir o Boeing 707 convertido atualmente e usado pela força aérea israelense para reabastecimento em voo.

Outras paradas na viagem de Hagel serão na Arábia Saudita, onde vai acompanhar um acordo de 2010 para venda de 84 caças F-15SA Strike Eagles por quase US$ 30 bilhões. O primeiro desses caças saiu da linha de montagem no Missouri, no mês passado e está atualmente na fase de testes de voo.

Os Emirados Árabes Unidos também está planejando a compra de 25 caças F-16 Block 60 Desert Falcons por cerca de US$ 5 bilhões.

O Corpo de Fuzileiros Navais tem atualmente 201 Ospreys, e empregou-os como uma parte crítica de sua capacidade de rápida implantação.


Enhanced by Zemanta

Osprey demonstra capacidade de içamento de cargas externas

4
Tiltrotor do Squadron 265 demonstra sua capacidade de içamento de carga externa, função na qual irá desempenhar no Futuro. (Foto: US Marine Corps photo by Pfc. Kasey Peacock/Released)
Tiltrotor do Squadron 265 demonstra sua capacidade de içamento de carga externa, função na qual irá desempenhar no Futuro. (Foto: US Marine Corps / Pfc. Kasey Peacock)

No último dia 11 de Abril, pilotos de MV-22B Osprey realizaram o primeiro transporte de carga externa, tendo como carga um veículo de alta mobilidade sobre rodas multiuso (Humvee), içado do navio USNS Sacagawea, para terra durante exercícios em Subic Bay, na República das Filipinas.

Os pilotos de Osprey do esquadrão 265 (Marine Medium Tiltrotor Squadron 265, Marine Aircraft Group 36, 1st Marine Aircraft Wing, III Marine Expeditionary Force), executaram a manobra a fim de demonstrarem as suas capacidades nas futuras operações do plano de transporte de cargas de embarcações para terra da USN/USMC.

FONTE: USMC


Enhanced by Zemanta

Helicópteros CH-46E Sea Knight do HMM 262 partem do navio de assalto marítimo USS Bonhomme Richard pela última vez

2
Helicópteros CH-46 voam em formação sobre o navio de assalto anfíbio USS Bonhomme Richard (LHD 6) no Mar da China Oriental. (Foto: U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 3rd Class Amanda S. Kitchner/Released)
Helicópteros CH-46 voam em formação sobre o navio de assalto anfíbio USS Bonhomme Richard (LHD 6) no Mar da China Oriental. (Foto: U.S. Navy / Mass Communication Specialist 3rd Class Amanda S. Kitchner)

Dez CH-46E Sea Knight do Esquadrão de Helicóptero Marítimo Médio (Marine Medium Helicopter Squadron – HMM) 262, partiram para mais uma missão junto ao navio de assalto anfíbio USS Bonhomme Richard (LHD 6) no Mar da China Oriental, no dia 20 de março de 2013.

O Sea Knight, conhecido popularmente como “Phrog”, tem sido utilizado em todos os combates da Marinha dos EUA e ambientes de tempo de paz desde a sua introdução em 1964, e será substituído pelo MV-22 Osprey. O CH-46 tem realizado missões com o Bonhomme Richard desde o comissionamento do navio, há 15 anos.

O tenente-coronel Aaron Wells, comandante do HMM-262 voa o “Phrog” desde 1994. “O CH-46 foi usado em praticamente todas as missões que temos feito como Marines desde que entrou no serviço ativo durante a Guerra do Vietnã.”, disse Wells. De acordo com o comandante, alguns dos Sea Knight do HMM-262 foram utilizados na Guerra do Vietnã. A produção do helicóptero parou nos anos 70, por isso a versão utilizada nesse período de tempo é a mesma com algumas melhorias. O Corpo de Fuzileiros Navais tem atualizado constantemente os aparelhos, como a aviônica, sistemas de navegação e comunicação, para mantê-los competitivos, mas as partes básicas da aeronave são as mesmas de 50 anos atrás

Um helicóptero CH-46 Sea Knight no momento que pousava no navio de assalto anfíbio USS Bonhomme Richard (LHD 6). (Foto: Mass Communication Specialist 3rd Class Adam D. Wainwright / U.S. Navy)
Um helicóptero CH-46 Sea Knight no momento que pousava no navio de assalto anfíbio USS Bonhomme Richard (LHD 6). (Foto: Mass Communication Specialist 3rd Class Adam D. Wainwright / U.S. Navy)

“É realmente uma honra fazer parte dessa história e legado”, disse Wells.

A longevidade da estrutura levou a um apelido: “Phrogs phorever” e a frase “nunca confie em um helicóptero com menos de 30.”

O comandante do Bonhomme Richard, Hans Sholley comentou que será um dia triste quando o último Phrog deixar o navio, pois o navio foi construído em torno de um esquadrão de 12 Phrog. É como que uma parte deste navio fosse removida, mas eles tiveram uma notável longevidade, mas agora é a hora do MV-22.

De acordo com Wells, o HMM-262 vai iniciar no final do verão ou outono 2013 o processo de transição para o MV-22, desativando progressivamente seus CH-46.

“Tem sido uma maravilhosa aeronave com feitos incríveis para o Corpo de Fuzileiros Navais”, disse Wells. “Eu acho que é uma plataforma altamente confiável, muito tolerante e muito capaz e que continuará a ser uma lenda na história do Corpo de Fuzileiros Navais”.

FONTE: Commander, U.S. Pacific Fleet – TRADUÇÃO e ADAPTAÇÃO: CAVOK

Enhanced by Zemanta

Cavok nas redes sociais

62,204FãsCurtir
340Inscritos+1
6,364SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,500InscritosInscrever
Anúncios