Saab

Inicio Tags Bell

Tag: Bell

Bell apresenta o 360 Invictus para competição FARA do Exército dos EUA

7

A Bell Textron anunciou um novo helicóptero, o Bell 360 Invictus, como participante da empresa no programa de Protótipo Competitivo de Futuras Aeronaves de Reconhecimento e Ataque do Exército dos EUA (FARA).

Anúncios

Marinha dos EUA solicita propostas finais para os novos helicópteros de treinamento

0
Helicópteros Bell TH-57 Sea Ranger da Marinha dos EUA.

A Marinha dos EUA em 28 de janeiro publicou o pedido final de propostas para construir um substituto para sua frota de helicópteros de treinamento TH-57.

Departamento de Defesa do Canadá modernizará seus helicópteros CH-146 Griffon

0
Helicóptero Bell CH-146 (412) Griffon, das Forças Armadas Canadense. (Foto: Departamento de Defesa do Canadá)

No dia 26 de janeiro, o Departamento de Defesa do Canadá anunciou que a Bell Helicopter conduzirá a modernização dos helicópteros CH-146 Griffon das Forças Armadas do Canadá. O objetivo é estender a vida útil dos helicópteros CH-146 até 2031.

Bell V-280 Valor atinge a velocidade máxima de cruzeiro

6
O novo Bell V-280 Valor atingiu a velocidade máxima de 280 kts.

O Bell V-280 Valor conseguiu atingir com sucesso sua velocidade máxima de cruzeiro de 280 nós na quarta-feira, 23 de janeiro de 2019, durante um voo de testes no Centro de Pesquisa de Voo da Bell, em Arlington, Texas.

USMC encomenda mais 25 helicópteros de ataque AH-1Z Vipers

7
Helicópteros Bell AH-1Z Viper do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

A Bell Helicopter Textron recebeu uma modificação de contrato avaliado em US$ 439,5 milhões, exercendo uma opção para a produção e entrega de 25 helicópteros adicionais AH-1Z Viper para o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC).

Bell apresenta o veículo de táxi aéreo VTOL Bell Nexus

2
O novo Bell Nexus.

A Bell Helicopter, uma empresa da Textron, revelou a configuração e o veículo em grande escala de táxi aéreo de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL), durante a CES 2019. O veículo de táxi aéreo, chamado Bell Nexus, é equipado com um sistema de propulsão híbrido-elétrico e apresenta o conceito de motores de elevação assinados pela Bell, incorporando seis fans com inclinação que são projetados para redefinir com segurança e eficiência as viagens aéreas.

VÍDEO: Bell celebra um ano do primeiro voo do V-280 Valor

1
Durante o ano desde o seu primeiro voo, o tiltrotor do Bell V-280 voou 85 horas para abrir o envelope de voo do tipo, atingindo uma velocidade máxima de 250 kts e uma taxa de subida de 4.500 pés por minuto. Os testes de voo estão em andamento. (Foto: Bell)

A Bell Helicopter e a Equipe Valor marcaram o aniversário de um ano do primeiro voo do V-280 Valor, continuando a comprovar o desempenho e a maturidade técnica da aeronave.

Bell registra patente de novo conceito de aeronaves VTOL

1
Conceito de aeronave VTOL patenteada pela BELL.

A Bell garantiu uma patente norte-americana para uma aeronave de decolagem e pouso verticais com um par de fans basculantes, bem como o sistema de fan de fluxo cruzado que a fabricante revelou pela primeira vez em seu conceito de aeronave FCX-001.

Bell apresenta o V-247 Vigilant em exibição nos EUA

1
O Bell V-247 Vigilant durante a exposição na base dos fuzileiros navais dos EUA de Quantico, Virginia. (Foto: Bell Textron)

A Bell está apresentando uma maquete em tamanho real do seu novo V-247 Vigilant, na exposição Modern Day Marine 2018, em Quantico, Virginia. O tiltrotor que pode decolar verticalmente e voar no modo cruzeiro como um avião, está sendo apresentado para atender às futuras exigências do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, conforme divulgação da fabricante.

HELI-EXPO: Bell lança o 407GXi

1
O melhorado Bell 407GXi apresentado na Heli-Expo 2018. (Foto: Bell)

A Bell, baseada em Fort Worth, Texas, lançou durante a Heli-Expo 2018, em Las Vegas, o helicóptero 407GXi, uma versão modernizada do 407GXP, com novos motores e nova aviônica.

Acidente com protótipo do helicóptero Bell 525 nos EUA

3
O primeiro protótipo do Bell 525 "N525TA", que caiu nessa quarta-feira no Texas, EUA. (Foto: Bell Helicopters)
O primeiro protótipo do Bell 525 “N525TA”, que caiu nessa quarta-feira no Texas, EUA. (Foto: Bell Helicopters)

Nesta quarta-feira, durante um voo de testes, um dos dois protótipos do helicóptero Bell 525 Relentless caiu, fatalmente ferindo dois de seus tripulantes de testes de voo. A informação foi confirmada pela fabricante Bell Helicopters.

Acidente com helicóptero Bell 407 em São Paulo

1
O helicóptero Bell 407 "PR-CBB" que desapareceu na manhã de domingo.
O helicóptero Bell 407 “PR-CBB” que desapareceu na manhã de domingo. (Foto: Murilo Basseto / RMC Aviação)

Um helicóptero Bell 407, com destino a Americana, com cinco passageiros e uma piloto desapareceu na manhã deste domingo (26) na região de Perus, zona norte de São Paulo.

Helicóptero Bell 412EPI demonstra sua capacidade no Everest

2
O Bell 412EPI voa próximo ao Monte Everest. (Foto: Gorakh Bista / Bell Helicopter)
O Bell 412EPI voa próximo ao Monte Everest. (Foto: Gorakh Bista / Bell Helicopter)

A Bell Helicopter anunciou a bem sucedida turnê de demonstração do helicóptero Bell 412EPI pelo Nepal, conseguindo pousar e decolar em altitudes acima de 15.000 pés.

Rocketeer nazista?

12

download.jpeA história de um homem usando uma mochila impulsionada por foguetes surgiu em algum momento na década de 1920, quando a literatura de ficção científica e histórias em quadrinhos se tornou popular.

Bell 525 Relentless realiza com sucesso seu primeiro voo

2
O Bell 525 Relentless durante a realização do seu primeiro voo no doa 1° de julho. (Foto: Bell Helicopter)
O Bell 525 Relentless durante a realização do seu primeiro voo no dia 1° de julho. (Foto: Bell Helicopter)

No dia 1° de julho, a Bell Helicopter realizou com sucesso o primeiro vôo do helicóptero Bell 525 Relentless. O voo inaugural do modelo super-médio ocorreu junto ao centro de montagem de aeronaves da empresa em Amarillo, Texas.

Bell anuncia atualizações na maior feira de helicópteros do mundo e demonstra aeronaves para os clientes

0
A Bell vai apresentar na Heli-Expo 2013 as melhorias no helicóptero 525 Relentless. (Foto: Bell Helicopter)
A Bell vai apresentar na Heli-Expo 2013 as melhorias no helicóptero 525 Relentless. (Foto: Bell Helicopter)

HeliExpo 2013A Bell, representada exclusivamente no Brasil pela TAM Aviação Executiva – irá anunciar novidades durante a Heli-Expo 2013, em Las Vegas, nos EUA, que ocorrerá no entre os dias 5 e 7 de março. A primeira, baseada em sugestões dos seus clientes, é a atualização do programa do primeiro helicóptero supermédio da Bell, o 525 Relentless. A segunda é um novo simulador do novo Bell 525.

O 525 é o primeiro helicóptero comercial a incorporar tecnologia fly-by-wire que, somado aos aviônicos Garmin 5000H, resulta no aumento tanto dos níveis de segurança quanto de suas qualidades para determinadas tarefas. Também é uma excelente alternativa para operações no segmento offshore.

“A Bell já ocupa a liderança no segmento de petróleo e gás com os modelos 412, 429, 407 e 206L-4. No entanto, o 525 será muito mais moderno e avançado, pois virá em uma versão com mais velocidade, maior capacidade de carga e alta tecnologia. Será um divisor de águas para esta indústria, principalmente em missões de águas profundas.”, aposta John Garrison, presidente da Bell.

Haverá ainda durante toda a feira, uma série de apresentações durante o evento de 30 minutos com os líderes da empresa para mostrar as novidades, além de voos de demonstração do Bell 429 e do Bell 407 GX.

“Esse é um evento de suma importância para a Bell e a TAM Aviação Executiva, pois representa a possibilidade de fechar negócios e ao mesmo tempo de interagir com seus clientes e prospects para buscar melhorias nos seus helicópteros”, destaca o diretor de vendas da TAM AE, Leonardo Fiuza.

De acordo com John Garrison, presidente da Bell, a empresa alcançou resultados recordes em 2012, incluindo um aumento de 50% nas entregas comerciais. A Bell prevê crescimento contínuo de entregas comerciais este ano. “Esperamos que 2013 seja um ano tão bom quanto 2012- que foi um ano recorde para os
nossos produtos militares e comerciais”.

Vale ressaltar que a Bell está em fase de expansão dos seus produtos. Um exemplo é o Bell 525 Relentless que deve ter seu primeiro voo no próximo ano. “Empreendimentos como o Relentless 525 não seriam possíveis sem a valiosa contribuição e envolvimento dos nossos clientes”, disse Garrison. Os clientes puderam opinar em cada passo do processo de design desse helicóptero.

A Bell também está expandindo seus centros de serviços em outros países. Há pouco tempo, a empresa abriu um novo centro de serviço em Cingapura e dois outros na China. Houve ainda uma nova sede no Texas, que tem mais de 1,2 milhões de m².

Enhanced by Zemanta

Líbano recebe dos EUA seis helicópteros Bell UH-1 Huey II

0
Os primeiros helicópteros Huey II entregues pelos EUA para o Líbano chegaram no país no dia 12 de dezembro.
Os primeiros helicópteros Huey II entregues pelos EUA para o Líbano chegaram no país no dia 12 de dezembro.

Oficiais da Força Aérea do Líbano e funcionários norte americanos da embaixada dos EUA em Beirute acompanharam a entrega de seis helicópteros militares UH-1 Huey II, para ajudar a aumentar as capacidades das forças armadas libanesas. A entrega também incluiu peças de reposição para as aeronaves, que deverão ficar baseadas no Aeroporto Internacional Rafik Hariri.

Os seis helicópteros Huey IIs partiram da fábrica de helicópteros da Bell de Alliance Airport, em Grand Prairie, Texas, a bordo de aviões de transporte An-124, no dia 10 de dezembro. Depois de uma escala na Escócia, a aeronave chegou com segurança em Beirute no dia 12 de dezembro.

Os equipamentos militares fazem parte de uma revisão mais ampla da assistência de segurança para o Líbano por parte dos EUA. Os helicópteros vão reforçar as forças que vêm lutando para lidar com a violência se espalhando ao longo da fronteira da Síria.

Oficialmente conhecido como Bell UH-1 Iroquois, o helicóptero fabricado pela Bell Helicopter é capaz de transportar uma carga de 11.200 libras e pode acomodar 13 passageiros.

Atualmente, a frota da Força Aérea libanesa inclui 24 helicópteros Huey e 11 helicópteros Gazelles feitos pela Aerospatiale Helicopter Corporation. Ambos tipos de helicópteros podem ser armados com mísseis e lançadores de foguetes.

Os EUA forneceram mais de US$ 720 milhões em ajuda militar para as forças armadas libanesas, entre 2006 e abril de 2011, incluindo o fornecimento de equipamentos e treinamento avançado. O pedido dos helicópteros ao Governo dos EUA foi feito no início deste ano, e no final de julho o Congresso dos EUA foi notificado pela Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) da possível Venda Militar Estrangeira (FMS) avaliada em US$ 63 milhões.

Forças sírias ocasionalmente tem violado a fronteira libanesa n batalha com os rebeldes que lutam para derrubar o presidente sírio, Bashar al-Assad, e refugiar-se em cidades de fronteira libanesa. Morteiros sírios também atacaram aldeias libanesas.

Agradecemos as contribuições até o momento. Graças à colaboração de algumas pessoas estamos conseguindo manter o site no ar, pois o valor necessário para manter o Cavok no ar é alto. Continuamos pedindo a ajuda de todos com as contribuições, que podem ser de qualquer valor. Se cada um ajudar um pouco, poderemos assim manter esse local como o melhor site de aviação do Brasil. Continuamos também lutando para conseguir um patrocínio, que ajudaria bastante nas despesas mensais do site. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta

Forças Armadas do Chile se preparam para comprar novos helicópteros de ataque leve

3
A aeronave Bell 407AH foi demonstrada na FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

As Forças Armadas chilenas estão visando aumentar seu inventário com uma aquisição antecipada de helicópteros de ataque leve, que faz parte de novas opções que estão sendo consideradas para modernizar os braços militares. O Chile também é visando adquirir aeronaves de ataque leve e veículos aéreos não tripulados, mas nenhum acordo foi anunciado.

Em setembro foi relatado que o Chile estava em negociações com a Holanda para compra de pelo menos oito helicópteros Cougar que seriam recondicionados com novos aviônicos.

A Forças Armadas chilenas informaram o presidente Sebastián Piñera de que capacidade de ataque leve dos militares precisa ser modernizada enquanto o país enfrenta várias ameaças potenciais do tráfico de drogas, contrabando transfronteiriço de mercadorias, outros contrabandos e tráfico humano.

Pelo menos três tipos de helicópteros de ataque leve estão sendo considerados e incluem o Eurocopter EC635, o Bell 407 e o Boeing AH-6i, conforme informações do Defense Market Intelligence.

A Boeing espera poder demonstrar o AH-6i durante os ensaios montados para as forças armadas chilenas, que já operou e treinou com o modelo MD530 similar.

A Eurocopter também é considerada uma forte candidata, já que é conhecida pelo pessoal do exército e da marinha chilena. Todos os três modelos possuem maior capacidade de armas, eletrônica avançada e equipamentos ópticos que o MD 530, mas a competição agora gira em torno de acordos de preços, de disponibilidade e financeiros.

A Jane’s Defense Weekly disse que os militares provavelmente vão se aproximar dos fabricantes para solicitar mais informações.

Os requisitos de defesa do Chile para 2012 foram originalmente estimados acima de US$ 2 bilhões, mas cortes, reorganização do Gabinete, e nova legislação, fez com que várias revisões baixassem essa estimativa.

Um relatório de Empresas e Mercados estima o valor de mercado chileno de defesa em US$ 2,5 bilhões para este ano, um dos maiores da América Latina. No entanto, as despesas chilenas de defesa caíram abruptamente devido à transferência dos Carabineros de Chile e da Polícia de Investigações para o Ministério da Segurança Interior e Pública.

Um dos quatro helicópteros Aérospatiale SA 330 Puma do Exército chileno. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A perspectiva para os próximos anos pode ser melhor, disse o relatório. Uma agressiva estratégia de modernização, disputas fronteiriças e as ameaças persistentes de traficantes de drogas tendem a empurrar as despesas de defesa do país para pelo menos US$ 4 bilhões até 2017.

Os dados da indústria mostraram a parte das indústrias de defesa dos EUA nas exportações chilenas de defesa está aumentando. A participação dos EUA das importações chilenas de defesa aumentou de 16 por cento para o período de 2006-10 para 30 por cento apenas em 2010.

Parte do aumento nos gastos de defesa chilena veio de modernização de blindados, artilharia, infantaria, unidades de logística e de engenharia. A despesa total nessas áreas ainda aguarda os dados financeiros de várias agências de aquisições do governo.

O Chile está em negociações com a Holanda para comprar oito helicópteros Cougar, que deverão ser recondicionados e atualizados para formar parte de uma brigada de cavalaria aérea.

Os Cougars são parte de um esquadrão da Força Aérea da Holanda que será desativado. Autoridades da Holanda disseram que a necessidade das forças armadas do país por dinheiro está por trás da decisão de desativar e repassar o estoque atual, o que eles vêem como excessivo a necessidade em tempo de paz.

O Cougar é um helicóptero bimotor multimissão, uma versão do Eurocopter AS532, de peso médio, desenvolvido pela França e construído pela Eurocopter e também sob licença pela Turkish Aerospace Industries (TAI). O AS532 é uma atualização do Aerospatiale Puma na sua forma militarizada e foi substituído pelo Eurocopter EC725.

Os helicópteros de segunda mão, se adquiridos, vão encontrar um desafio imediato para o Chile, que tem como objetivo atualizar os equipamentos de suas forças armadas com economia e o mais rápido possível.

Alguns comandantes militares apoiaram a idéia de ter todos os helicópteros do mesmo fabricante, mas as considerações de custo estão ficando no caminho.

O Comandante do exército chileno general Juan Miguel Fuente-Alba disse que preferia uma força padronizada de helicópteros de um único fabricante, mas que não parece estar acontecendo.

O suporte também é crescente para um exército mais bem equipado do Chile com a sua própria fonte de apoio aéreo atuando como reserva.

O jornal El Periodista disse em seu site que o exército quer melhorar as suas capacidades de asa fixa e está considerando seriamente adquirir a aeronave bimotora de transporte leve C-27J Spartan para o seu inventário. A aeronave custa cerca de US$ 53 milhões e é fabricado pela Alenia Aeronautica da Itália.

Fonte: UPI – Tradução: Cavok

Solicito um minuto da atenção de você leitor do Cavok. Estamos tendo despesas elevadas com servidores devido ao alto tráfego gerado mensalmente, e precisamos da ajuda de todos para continuar mantendo o site estável e permanentemente no ar. Sem a ajuda de vocês, fica inviável manter o Cavok, já que infelizmente as empresas aeronáuticas brasileiras até o momento não anunciaram no nosso site, mesmo sendo o Cavok uma das maiores referências sobre notícias de aviação do país, reconhecido inclusive internacionalmente, e um dos sites de aviação mais visitados do país, senão o maior. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral.




Desde já meu muito obrigado.

Fernando Valduga

Enhanced by Zemanta

Estados Unidos fazem oferta de 36 helicópteros Apaches ou Cobras para Coreia do Sul

15
A Coreia do Sul solicitou proposta para helicópteros de ataque, como o Bell AH-1Z Cobra visto acima. (Foto: U.S. Navy)

Os Estados Unidos emitiram duas propostas de venda militar estrangeira (FMS) para a República da Coreia para 36 helicópteros militares de ataque, podendo ser do modelo Bell AH-1Z Cobra ou o Boeing AH-64D Apache Longbow Block III.

A Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA) notificou o Congresso dos EUA no dia 21 de setembro de uma possível Venda Militar Estrangeira (FMS) ao Governo da Coreia para 36 helicópteros de ataque AH-1Z Cobra ou AH-64D Apache Longbow Block III, e equipamentos relacionados, peças, treinamento e apoio logístico, num custo estimado de US$ 2,6 bilhões e US$ 3,6 bilhões, respectivamente.

O Governo da República da Coreia solicitou a possível venda de:

  • 36 helicópteros de ataque AH-1Z Cobra,
  • 84 motores T-700 GE 401C (72 instalados e 12 peças),
  • 288 mísseis AGM-114K3 Hellfire,
  • 72 mísseis AIM-9M-8 Sidewinder,
  • Lançadores de mísseis integrados,
  • Target Sighting Systems (SST) AN/AAQ-30 e bloqueadores de frequência radar AN/ALQ-13.

Os sistemas de guerra eletrônica incluem ainda o sistema de alerta contra mísseis AN/AAR-47, jammer infravermelho AN/ALQ-144, Identificador Friend or Foe (IFF) Modo-4 APX-123 e dispensador de Chaff e Flare AN/ALE-47.

Os Estados Unidos também passaram a proposta para 36 helicópteros AH-64D Apache Longbow Block III. (Foto: U.S. Army)

Para os helicópteros de ataque Apache, a lista é a seguinte:

  • 36 helicópteros de ataque AH-64D Apache Longbow Block III
  • 84 motores T-700-GE-701D (72 instalados e 12 sobressalentes)
  • 42 modernizados sensores de Aquisição de Alvo e de Visor Designador / Visão Noturna para Pilotos
  • 36 radares de controle de fogo (FCR) AN/APG-78  com a Unidade de Radar Eletrônico (Componente Longbow)
  • 36 Interferômetros de Frequência Radar AN/APR-48A
  • 42 Conjuntos de Detecção de Sinal Radar AN/APR-39
  • 45 Conjuntos de Aviso Laser AN/AVR-2B
  • 43 Sistemas de Aviso de Mísseis (CMWS) AAR-57 (V) 3/5 com 5° sensor e Melhoria nos Lançadores de contramedida
  • 42 Transponders AN/APX-123
  • 120 Improved Helmet Display Sight Systems (IHDSS-21)
  • 81 Sistemas de Posicionamento Global incorporados com navegação inercial
  • 38 canhões automáticos de 30 milímetros (integrados nas aeronaves)
  • 90 Rádios Single Channel Ground and Airborne Radio System (SINCGARS) AN/ARC-201E
  • 90 Rádios AN/ARC-231
  • 42 Rádios AN/ARC-220
  • 80 Lançadores de mísseis ou Hellfire M299
  • 400 mísseis AGM-114R1 Hellfire Semi-Active Laser (SAL)
  • 438 mísseis Stinger Block I 92H
  • 774.144 projéteis de 30mm HEDP (High Explosive Dual Purpose) M789s
  • 11.020 foguetes HYDRA de 2,75 polegadas (não guiados)
  • 108 Capacetes Integrados Apache Aviator (AAIH).

Em ambas propostas acompanham equipamento de comunicação e de apoio, os recipientes sobressalentes para motores de reposição e peças de reposição, ferramentas e equipamentos de teste, os dados técnicos e publicações, treinamento de pessoal e equipamento de treino, engenharia contratante, serviços técnicos e de apoio logístico, e outros elementos relacionados à logística e programa de apoio.

O Governo da Coreia é uma das principais potências políticas e econômicas no Leste da Ásia e do Pacífico ocidental e um parceiro-chave dos Estados Unidos para garantir a paz e estabilidade na região.

A proposta de venda dos helicópteros vai melhorar a capacidade do Exército da Coréia do Sul para enfrentar as ameaças atuais e futuras. A venda dos helicópteros de ataque irá melhorar a capacidade da Coreia do Sul de apoio aéreo aproximado, interdição aérea, reconhecimento armado, coordenação ataque / reconhecimento, controle aéreo avançado (por via aérea), e capacidades de escolta aérea, enquanto aumenta a interoperabilidade com as forças americanas. Os helicópteros Apache também serão usados para novas e mais eficazes formas de proteger suas fronteiras e regiões costeiras, bem como realizar operações de contra-terrorismo/contra-pirataria. A Coréia não terá dificuldade em absorver estes helicópteros em suas forças armadas.

Os principais contratantes será Bell-Textron Corporation em Amarillo, Texas, e General Electric em Lynn, Massachusetts para os Bell AH-1Z Cobra, e Boeing em Mesa, Arizona, Lockheed Martin Corporation, em Orlando, Flórida, General Electric Company, em Cincinnati, Ohio; Lockheed Martin Technologies em Owego, Nova Iorque, e a empresa Longbow, em Orlando, Flórida no caso dos Apaches. Não existem acordos propostos de compensação conhecidos em conexão com estas potenciais vendas.

Além disso, representantes do Governo dos EUA vão incluir uma equipe do Exército dos EUA para apoio técnico e logístico em campo por três anos.

Enhanced by Zemanta

Helicóptero Bell 429 recebe certificado de aeronavegabilidade na China

4
Um helicópteros Bell 429 da Academia de Treinamento de Helicópteros da chinesa Kingwing.

A Bell Helicopter anunciou hoje que recebeu seu certificado de aeronavegabilidade da Administração da Aviação Civil da China (CAAC) para o helicóptero Bell 429. A certificação ocorre após a primeira montagem completa e testes de voo bem sucedidos de um 429 numa unidade de apoio CAAC 145.

“Estamos muito animados ao ver o primeiro operacional e em serviço Bell 429 na China. Este é um marco importante para o Bell 429 e para a Bell Helicopter, enquanto continuamos a expandir nossa presença na região Ásia-Pacífico”, disse Eric Cardinali, vice-presidente executivo de Suporte e Serviços ao Cliente da Bell Helicopters. “Esforçamo-nos constantemente para fornecer soluções para os nossos operadores com necessidades crescentes de treinamento”, acrescentou Cardinali. “Parte da solução está ganhando aprovações regulatórias, a fim de fornecer aos nossos clientes acesso àuma amplitude de programas de treinamento oferecidos pela Academia de Formação Bell.”

A Companhia de Aviação Geral Kingwing, um serviço que presta assistência de acordo com as normas CAAC 145, completou a remontagem e realizou testes de vôo do primeiro Bell 429 na China. Com a aprovação CAAC, dois pilotos da Academia de Treinamento em Helicópteros Kingwing (BTA) realizaram o treinamento de vôo no Bell 429, e a Kingwing assinou um Memorando de Acordo para realizar as demonstrações da aeronave durante o China Airshow em novembro.

O certificado concedido pela CAAC para Bell permite que possa ser executado o treinamento dos pilotos no modelo 429.

A Bell Helicopter recebeu recentemente a aprovação da CAAC para fornecer o treinamento de pilotos em helicópteros Bell 429. O programa de treinamento de pilotos no Bell 429 combina instrução de conhecimentos teóricos com as tarefas específicas nas aeronaves de treinamento que são realizadas no dispositivo avançado de treinamento de vôo, bem como na própria aeronave.

Cavok nas redes sociais

61,792FãsCurtir
340Inscritos+1
6,300SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,390InscritosInscrever
Anúncios