Saab

Inicio Tags CRJ

Tag: CRJ

Mitsubishi Heavy Industries adquire programa Regional Jet da Bombardier

5
Aeronave CRJ1000.

A Mitsubishi Heavy Industries (MHI) e a Bombardier anunciaram hoje a assinatura de um acordo definitivo, pelo qual a MHI adquirirá o programa de jatos regionais da Bombardier.

Anúncios

Bombardier define empresa que converterá jatos CRJ100s e CRJ200s em versões cargueiras

3
A versão cargueira do jato CRJ200, designada CRJ200 SF (Special Freighter). (Foto: Bombardier)
A versão cargueira do jato CRJ200, designada CRJ200 SF (Special Freighter). (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou na quarta-feira que entrou num acordo com a Aeronautical Engineers, Inc. (AEI) de Miami, Flórida, para essa empresa ser uma fornecedora terceirizada licenciada da Bombardier no Certificado de Tipo Suplementar (STC) para conversões de aeronaves de passageiros CRJ100 e CRJ200 em versões cargueiras. As novas aeronaves cargueiras terão uma grande porta de carga lateral e serão comercializadas pela AEI como aeronaves CRJ100 e CRJ200 Special Freighters (SF).

“Os jatos Bombardier da Série CRJ são uma família de aviões regionais best-sellers mundiais, e agora a AEI está oferecendo uma excelente oportunidade para utilização adicional das aeronaves no mercado secundário de aviação”, disse Rod Sheridan, Vice-Presidente de Vendas e Gestão de Ativos da Bombardier Aeronaves Comerciais. “Como um fornecedor de conversão para as aeronaves CRJ100 e CRJ200, a AEI está oferecendo uma outra aplicação para a reconfiguração das aeronaves que estão sendo eliminadas pelas companhias aéreas em transição para aeronaves regionais de maior porte”.

“A Bombardier está relatando fortes níveis de interesse em aeronaves CRJ anteriormente de propriedade de ambos os setores tradicionais e emergentes da indústria da aviação. Nos últimos sete anos, a base de operadores de aeronaves CRJ100 e CRJ200 cresceu para 61 – um aumento de cerca de 118 por cento – o que demonstra claramente a força e versatilidade da aeronave no mercado secundário”, acrescentou Sheridan.

“A plataforma robusta e confiável das aeronaves CRJ100 e CRJ200, juntamente com a sua velocidade e economia, irá definir novos padrões para os cargueiros regionais com grandes portas de carga em todo o mundo”, disse Robert Convey, Vice-Presidente de Vendas e Marketing da AEI. “Após estudo da equipe de mercado, nós vimos que há um interesse significativo e uma oportunidade de converter jatos CRJ100 e CRJ200 de passageiro para cargueiros. Esta conversão cria uma aplicação acessível para operadores tradicionais de cargueiros que alimentam o mercado regional e prestam um serviço maior para transportadoras de carga de grande porte.”

O programa de conversão da AEI irá oferecer aos operadores um avião cargueiro CRJ capaz de levar uma carga máxima de 6,7 toneladas. O cargueiro viria equipado com um sistema de carga Ancra capaz de carregar paletes, contentores ou transportar material carregado a granel. A porta de carga principal da plataforma será de 2,39 metros de largura por 1,96 metro de altura e com uma comprovada atuação hidráulica e sistemas de travamento da AEI que foram instalados em mais de 375 cargueiros.

Dentre as adicionais características preliminares para as aeronaves CRJ100/CRJ200 SF estão incluídos:

  • Até 6,7 toneladas de carga útil
  • Cabine com volume total de 52,8 metros cúbicos
  • 10.000 libras (4.536 kg) de carga útil com autonomia de 1.735 nm
  • 15.000 libras (6.804 kg) de carga útil com autonomia de 800 nm
  • Porta com sistema duplo de ventilação
  • Barreira rígida 9G
  • Convés principal convertido em compartimento de carga Classe “E”
  • Janelas da cabine substituídas com janelas de alumínio leve com plugs

Enhanced by Zemanta

Bombardier Aerospace inicia produção dos primeiros componentes em Marrocos

0
Os primeiros componentes feitos no Marrocos serão para as aeronaves CRJ Series. (Foto: Bombardier)
Os primeiros componentes feitos no Marrocos serão para as aeronaves CRJ Series. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou no dia 8 de fevereiro (quinta-feira), que a sua instalação transicional em Marrocos entrou em operação. Após a cerimônia de formatura realizada no dia 1 de fevereiro no Institut des Metiers de l’Aeronautique (IMA), 18 montadores de aeronaves deram início à produção dos primeiros componentes da Bombardier na fábrica em Marrocos.

“Esta é uma grande conquista para nós em Marrocos”, disse Hugo Brouillard, Gerente-Geral, Bombardier Aerospace, Marrocos. “Com 18 novos funcionários locais treinados no processo de manufatura e filosofia da Bombardier, este é o novo passo para uma manufatura de componentes de qualidade em mais uma instalação de categoria internacional da Bombardier”.

Após divulgar em novembro de 2011 a intenção de construir uma fábrica em Marrocos, a Bombardier ampliou seu prazo para a construção do novo local de acordo com o plano de manufatura. Para manter o cronograma de a produção a Bombardier estabeleceu suas operações em um local transicional no Mohammed V International Airport em Nouaceur na região da Grande Casablanca, perto da sua futura instalação permanente.

A fábrica transicional da Bombardier Aerospace em Marrocos está produzindo estruturas simples como controles de voos para a aeronave CRJ Series. Até o final do ano, a fábrica deve empregar aproximadamente 100 montadores de aeronaves totalmente treinados.

Solicitamos mais uma vez a ajuda de todos com contribuições espontâneas para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Se você gosta de ver notícias atualizadas aqui, colabore para manter o site no ar. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já, muito obrigado!




Enhanced by Zemanta

FARNBOROUGH: China Express Airlines confirma pedido para seis aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen Aircraft

2
A China Express Airlines confirmou a compra de seis aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou hoje que a China Express Airlines converteu um pedido condicional previamente anunciada para seis jatos CRJ900 NextGen regionais em um pedido firme. A transação inclui opções de adicionais cinco aeronaves CRJ900 NextGen.

Conforme anunciado anteriormente, e com base no preço de tabela do avião CRJ900 NextGen, o contrato de pedidos firmes está avaliado em cerca de US$ 264 milhões, e poderá aumentar para cerca de US$ 491 milhões caso as cinco opções forem convertidas em pedidos firmes.

A Bombardier anunciou no dia 26 de outubro de 2011 que uma companhia aérea chinesa, que na época queria não ser identificada, havia colocado um pedido condicional para jatos CRJ900 NextGen. No dia 09 de fevereiro de 2012, a Bombardier confirmou que a ordem tinha sido colocada pela China Express Airlines.

“Nossos cinco jatos regionais CRJ200 de 50 lugares têm nos servido muito bem desde que iniciou suas operações em 2006, e estamos confiantes de que a aeronave CRJ900 NextGen, que oferece excelente economia, apoiará a demanda crescente de passageiros em nossas rotas maiores”, disse Hu Xiaojun, presidente da China Express.

A China Express, que é a primeira companhia aérea regional privada da China, está baseada em Guiyang, Guizhou, e atualmente presta serviços regionais de passageiros com sua frota de cinco aeronaves CRJ200. A companhia aérea será a primeira a lançar a aeronave CRJ900 em serviço na China.

“Sendo a única fabricante de aeronaves com três distintas e otimizadas famílias de aeronaves no segmento de mercado entre 60 e 149 assentos, a Bombardier está bem posicionada para apoiar o crescimento do transporte aéreo da China, e estamos muito satisfeitos que a China Express tem firmado o seu pedido para seis aeronaves CRJ900 NextGen e irá introduzir a aeronave na China “, disse Mike Arcamone, presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “Atualmente, mais de 100 aeronaves comerciais e de negócios da Bombardier estão operando na China e estamos ansiosos para receber muitos outros operadores no país.”

“Em nossa Previsão do Mercado para 2012-2031, que foi divulgada no dia 19 de junho deste ano, a Bombardier prevê uma demanda de aproximadamente 2.200 aviões comerciais nos segmento de mercado de 60 a 149 assentos na China”, disse Andy Solem, vice-presidente de Vendas para China e Norte da Ásia na Bombardier Commercial Aircraft. “Estamos trabalhando estreitamente com as companhias aéreas locais, fornecedores e partes interessadas para ajudar na expansão da frota e infra-estrutura, para apoiar o desenvolvimento da frota chinesa de aviões comerciais à medida que cresce, para se tornar o segundo maior mercado do mundo para entregas de novas aeronaves, logo atrás dos Estados Unidos.”

Nordic Aviation Capital encomenda 12 aeronaves Bombardier CRJ1000 NextGen para arrendar a Garuda Indonesia

1
A Nordic Aviation Capital encomendou 12 aeronaves Bombardier CRJ1000 NextGen, os quais vai arrendar para Garuda Indonesia. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou hoje que a Nordic Aviation Capital A/S de Billund, Dinamarca, assinou um acordo firme para compra de 12 aeronaves CRJ1000 NextGen. A Nordic aviation Capital confirmou que as aeronaves serão arrendadas para a Garuda Indonesia, cliente de lançamento previamente anunciado pela Bombardier para a aeronave CRJ1000 NextGen na região da Ásia-Pacífico. A Nordic Aviation Capital é uma das maiores arrendadoras de aviões regionais do mundo, com uma carteira de mais de 160 turboélices e aviões a jato, atendendo a mais de 30 clientes em 20 países.

Com base no preço de lista das aeronaves CRJ1000 NextGen, o pedido firme está avaliado em cerca de US$ 595 milhões.

“A encomenda da Nordic Aviation Capital, bem como as recentes operações realizadas por outras empresas de leasing para fornecer aeronaves NextGen CRJ1000 para Air Nostrum da Espanha, ilustram que essas aeronaves apresentam um financiamento atraente e oportunidades de leasing para companhias aéreas e investidores”, disse Mike Arcamone, Presidente da Bombardier Commercial Aircraft.

As 12 aeronaves CRJ1000 NextGen arrendadas para Garuda, mais as seis adquiridas de um pedido diretamente com a Bombardier em fevereiro de 2012, resultará numa frota de 18 aeronaves CRJ1000 NextGen. Caso a companhia aérea também converta as 18 opções colocadas com a Bombardier, a sua frota de aeronaves CRJ1000 NextGen aumentaria para 36. Baseada no Aeroporto Internacional de Soekarno-Hatta, perto de Jacarta, a Garuda Indonesia foi criada em janeiro de 1949. A companhia opera atualmente uma frota de 92 aeronaves comerciais, atendendo 31 voos domésticos e 19 destinos internacionais.

“Embora seja um produto relativamente novo, o Bombardier CRJ1000 NextGen está executando muito bem com seus atuais operadores, oferecendo excepcional confiabilidade e os menores custos assento-milha no seu segmento de mercado”, disse Martin Moller, presidente da Nordic Aviation Capital. “Temos, portanto, o prazer de estar adquirindo esses ativos de alta qualidade e auxiliando a Garuda Indonesia na realização de seu plano de negócios.”

“A superior economia das aeronaves CRJ1000 NextGen, a excelente economia de combustível e o excelente conforto para os passageiros, de forma ideal atendem nossa exigência para aeronaves de 100 assentos, e a aquisição destas 12 aeronaves adicionais através da Nordic Aviation Capital é parte integrante de nossa expansão de rede dos cinco centros regionais”, disse Emirsyah Satar, Presidente e CEO da Garuda Indonesia.

Incluindo a encomenda da Nordic Aviation Capital, a Bombardier registrou pedidos firmes para 1.729 aviões CRJ Series, com 1.665 entregues até 31 de março de 2012. Em todo o mundo, as aeronaves CRJ Series estão em serviço com mais de 60 companhias aéreas e mais de 30 clientes corporativos, que operam as variantes da aeronave. As aeronaves estão operando em mais de 50 países e, em média, uma aeronave CRJ decola a cada dez segundos, em algum lugar no mundo.

Garuda Indonesia é confirmada como mais mais nova cliente de jatos Bombardier CRJ1000 NextGen

4
Um jato Bombardier CRJ1000 NextGen nas cores da Garuda indonesia. (Foto: Bombardier)

Durante uma conferência de imprensa conjunta no Singapore Airshow, a Bombardier Aerospace e a companhia aérea da Indonésia, a PT Garuda Indonesia (Persero), confirmou que a companhia aérea é a cliente não identificada, que encomendou seis jatos regionais CRJ1000 NextGen e colocou outras 18 opções, anunciado pela Bombardier no dia 10 de fevereiro de 2012.

Conforme anunciado anteriormente, com base no preço de tabela das aeronaves CRJ1000 NextGen, a encomenda da companhia aéreaestá avaliada em aproximadamente US$ 297 milhões e pode aumentar para cerca de US$ 1,32 bilhão caso todas as 18 opções forem exercidas.

“A economia superior do Bombardier CRJ1000 NextGen, a excelente economia de combustível e o conforto para os passageiros idealmente satisfazem nossas necessidades de aeronaves de 100 assentos para atender mercados domésticos e regionais de cinco centros regionais”, disse Emirsyah Satar, Presidente e CEO da Garuda Indonesia. “A adição da aeronave CRJ1000 NextGen será fundamental para a nossa expansão da rede e nos mercados em crescimento.”

“O jato regional CRJ1000 NextGen continua a realizar além das expectativas com os seus operadores atuais, e estamos entusiasmados em receber a Garuda Indonesia como cliente de lançamento da aeronave na região da Ásia-Pacífico”, disse Mike Arcamone, presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “A aeronave CRJ1000 NextGen está atingindo os mais baixos custos assento por milhas no seu segmento de mercado; oferecendo excepcional confiabilidade, e contribuindo para uma aviação mais sustentável, com sua marca ecológica.

“Nós também estamos felizes que a Garuda Indonesia anunciou que pretende adquirir as novas aeronaves CRJ1000 NextGen adicionais”, acrescentou o Sr. Arcamone.

Incluindo a ordem da Garuda Indonesia, mais de 300 aeronaves Bombardier CSeries, CRJ e Q-Series foram encomendados, ou estão atualmente operando na região da Ásia-Pacífico. As previsões da Bombardier é que a região Ásia-Pacífico (incluindo a China) receberá aproximadamente 4.000 aviões na categoria de 20 a 149 assentos ao longo dos próximos vinte anos.

Incluindo a ordem da Garuda Indonesia, a Bombardier registrou pedidos firmes para 1.715 aviões CRJ Series, com 1.661 entregues até o dia 31 de dezembro de 2011.

Nota do Editor: Dois de nossos habituais visitantes (Jr e Edson) já haviam cantado o nome da companhia aérea.

Companhia aérea adquire até 24 jatos regionais Bombardier CRJ1000 NextGen

3
Uma companhia aérea ainda não identificada encomendou seis jatos regionais CRJ1000 NextGen, com opções para mais 18 aeronaves da Bombardier. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou nessa sexta-feira que uma companhia aérea, que pediu para permanecer não identificada no momento, assinou um pedido firme de seis jatos regionais CRJ1000 NextGen e adicionais opções para 18 aeronaves do mesmo tipo.

Com base no preço de lista das aeronaves CRJ1000 NextGen, a ordem da companhia aérea está avaliada em aproximadamente US$ 297 milhões e pode aumentar para cerca de US$ 1,32 bilhão caso todas as 18 opções forem exercidas.

“A aeronave CRJ1000 NextGen continua a realizar o serviço além das expectativas com os seus atuais operadores, e estamos entusiasmados ao receber outro cliente”, disse Mike Arcamone, presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “A aeronave CRJ1000 NextGen está prestes a atingir o menor custo por assento em seu segmento de mercado; oferecendo excepcional confiabilidade, e contribuindo para uma aviação mais sustentável, com sua reduzidas emissão de gases na atmosfera.”

Em todo o mundo, as aeronaves CRJ Series estão em serviço em mais de 60 companhias aéreas e já registraram mais de 31 milhões de horas de vôo e 26 milhões de ciclos de decolagem e pouso. Além das operações aéreas, mais de 30 clientes corporativos operam variantes de aeronaves CRJ Series.

Incluindo o pedido anunciado hoje, a Bombardier registrou pedidos firmes para 1.715 aviões CRJ Series, com 1.661 desses já entregues até 31 de dezembro de 2011.

Companhia aérea regional Air Nostrum recebe a sua 75ª aeronave Bombardier

0
A companhia aérea regional espanhola Air Nostrum recebeu a sua 75ª aeronave Bombardier, a 10ª aeronave CRJ1000 NextGen de sua frota. (Foto: Bombardier)

A companhia aérea regional espanhola Air Nostrum recebeu a 75ª aeronave comercial Bombardier da fabricante canadenser, numa cerimônia realizada nas instalações da Bombardier em Mirabel, Québec, onde os jatos regionais da família CRJ são fabricados. A aeronave, um jato regional Bombardier CRJ1000 NextGen, foi aceito no dia 02 de fevereiro de 2012 por Miguel Ángel Falcón, gerente geral da Air Nostrum. Veja a seguir um vídeo da cerimônia de entrega.

A 75ª aeronave junta-se a outros nove jatos regionais CRJ1000 NextGen, 11 CRJ900s, 35 CRJ200s e 19 turboélices Bombardier Q300 anteriormente entregues a Air Nostrum. A companhia tem nove adicionais aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen e 25 CRJ1000s ainda para serem entregues.

“As aeronaves CRJ e Q-Series da Bombardier têm servido as operações da Air Nostrum muito bem e estou muito contente de estar aqui hoje para aceitar a nossa mais recente aeronaves regional CRJ1000 NextGen na nossa frota”, disse Falcón.

“Desde a sua entrada em serviço em 2010, temos colocado em serviço as nossas aeronaves CRJ1000 NextGen em rotas de alta freqüência para alimentar os hubs de nossa parceira da aliança oneworld, a Iberia”, acrescentou Falcón. “A aeronave CRJ1000 NextGen está operando além de nossas expectativas, proporcionando redução de custos por assento, aumentando a eficiência, reduzindo as emissões ambientais e proporcionando uma experiência aprimorada aos passageiros.”

“Como um cliente de lançamento do jato regional CRJ1000 NextGen, a Air Nostrum tem sido uma defensora firme na entrada da aeronave em serviço, e estamos muito satisfeitos em entregar o 10° exemplar do tipo para a companhia aérea”, disse Sylvain Leclerc, vice-presidente e gerente geral dos programas CRJ da Bombardier Commercial Aircraft, durante o evento de entrega. “Queremos que a Air Nostrum tenha muito sucesso contínuo como uma das principais companhias aéreas regionais da Europa.”

A Air Nostrum, cujo nome completo é Air Nostrum, Líneas Aéreas del Mediterráneo, SA, é também conhecida como Iberia Regional. É uma das maiores empresas aéreas regionais na Europa e membro associado da aliança de companhias aéreas da oneworld.

Com cerca de 2.000 funcionários, a companhia opera mais de 150.000 vôos anuais em mais de 120 rotas e transporta mais de 5 milhões de passageiros por ano.

A Air Nostrum é a única companhia aérea regional da Europa que foi escolhida como “Companhia Aérea do Ano” (categoria Ouro), pela Comissão Europeia da Associação de Companhias Aéreas Regionais (ERA) em cinco ocasiões. A transportadora opera agora apenas três dos 19 turboélices Q300 que recebeu, mas continua a operar cinco turboélices ATR 72-500 e tem 10 ATR 72-600s encomendados.

No total, a Bombardier registrou pedidos firmes para 1709 jatos CRJ Series e 1.084 turboélices regionais Q-Series.

China Express Airlines é a cliente chinesa para até 11 aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen

3
Concepção artística de uma aeronave Bombardier CRJ900 NextGen nas cores da China Express. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace identificou hoje a China Express Airlines como a cliente chinesa não divulgada na transação anunciada anteriormente para aeronaves CRJ900 NextGen no dia 26 de outubro de 2011. A encomenda condicional para seis aeronaves CRJ900 NextGen e opções adicionais de cinco CRJ900 NextGen vai ser melhor aproveitada com a frota existente da China Express de aeronaves CRJ200, servindo para aumentar ainda mais a rede regional da companhia aérea.

A divulgação foi um dos vários anúncios feitos durante o Fórum Empresarial Canadá China realizado hoje em Beijing, com a presença de Stephen Harper, primeiro-ministro canadense, Pierre Beaudoin, Presidente e CEO da Bombardier.

Conforme anunciado anteriormente pela Bombardier, com base no preço de lista, um pedido firme para seis aeronaves CRJ900 NextGen estaria avaliado em cerca de US$ 264 milhões. Se todas as cinco opções forem convertidas em encomendas firmes, o valor do contrato aumentará para US$ 491 milhões.

“Nossos jatos regionais Bombardier CRJ200 de 50 assentos têm nos servido muito bem desde que iniciaram suas operações em 2006, e estamos confiantes de que as aeronaves CRJ900 NextGen, que oferecem excelente economia, apoiarão a demanda crescente de capacidade maior em nossas rotas”, disse Hu Xiaojun, presidente da China Express.

“À medida que a fabricante de aeronaves possui apenas três famílias distintas e otimizadas de aeronaves no segmento entre 60-149 assentos, a Bombardier está bem posicionada para apoiar o crescimento das companhias aéreas da China, e estamos muito satisfeitos que a China Express tenha selecionado o CRJ900 NextGen para suas operações”, disse Andy Solem, vice-presidente de Vendas para China e Norte da Ásia da Bombardier Commercial Aircraft. “A aeronave CRJ Series é o programa que mais vende aeronaves regionais na história, e estamos ansiosos para recebê muitos operadores adicionais na China.”

A China Express, que é a primeira companhia aérea privada regional da China, está baseada em Guiyang, Guizhou, e atualmente presta serviços regionais de passageiros com sua frota de cinco aeronaves Bombardier CRJ200.

Mais de 80 aeronaves produzidas pela Bombardier, incluindo as aeronaves comerciais CRJ Series e Q-Series, bem como jatos executivos Learjet, Challenger e Global, estão atualmente operando na China.

A Bombardier prevê que nos próximos 20 anos, a frota chinesa de aviões comerciais deve crescer à medida que se torna o segundo maior mercado do mundo para entregas de novas aeronaves, logo atrás dos Estados Unidos. A Bombardier prevê uma demanda de quase 2.400 aviões comerciais nos segmentos de mercado entre 60-149 assentos na China, e está trabalhando estreitamente com as companhias aéreas locais, fornecedores e partes interessadas para ajudar na expansão da frota e infra-estrutura.

Bombardier vende aeronave CRJ900 NextGen para a companhia aérea Petroleum Air Services do Egito

0
Um jato regional Bombardier CRJ900 NextGen nas cores da Petroleum Air Services (PAS) do Egito. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou hoje que a Petroleum Air Services (PAS) baseada no Cairo, Egito, assinou um contrato para adquirir um jato regional CRJ900 NextGen. A transação também inclui uma opção para outro avião CRJ900 NextGen. As aeronaves CRJ900 NextGen da PAS serão as primeiras da série CRJ a operar no Egito. Com base no preço de lista para o avião CRJ900 NextGen, o contrato está avaliado em cerca de US$ 42 milhões e pode aumentar para 85 milhões de dólares, se a opção for convertida num pedido firme.

“Exigimos um avião a jato comprovado para melhorar os serviços aos nossos clientes das empresas de petróleo e para os nossos destinos turísticos”, disse o general Ismail Gamil Morad, Presidente e Diretor Geral da Petroleum Air Services. “As aeronaves Bombardier CRJ900 NextGen tem o desempenho que precisamos em nosso ambiente operacional difícil do Oriente Médio, tem um consumo relativamente baixo de combustível, e com base na nossa experiência com os nossos aviões de Havilland e turboélices da Bombardier, ele terá a confiabilidade técnica que precisamos.”

“A seleção Petroleum Air Services do jato regional CRJ900 NextGen é um testemunho forte para a aeronave desde que a empresa é muito respeitada e tem um rigoroso processo de avaliação de aeronaves”, disse Chet Fuller, vice-presidente sênior de Vendas, Marketing e Gestão de Ativos da Bombardier Commercial Aircraft. “Estamos ansiosos para a entrada em serviço da primeira aeronave CRJ900 NextGen no Egito.”

Fundada em 1982, a PAS opera voos charter de helicópteros e aeronaves de asa fixa e de serviços de táxi aéreo principalmente para a indústria petrolífera. As horas excedentes são utilizadas por operadores turísticos no Egito e para destinos internacionais na região. Sua frota atual inclui quatro aviões de Havilland Dash 7 e cinco turboélices Bombardier Q300.

Incluindo a ordem da PAS, a família de aviões CRJ Series já atraiu 1.709 pedidos firmes (incluindo 266 encomendas de aeronaves CRJ900 e CRJ900 NextGen), com 1.647 entregues até o dia 31 de julho de 2011. As aeronaves CRJ Series estão em serviço com mais de 60 companhias aéreas. Além disso, as variantes corporativas das aeronaves CRJ Series estão em serviço com mais 30 operadores. A frota mundial de aeronaves CRJ Series acumulou mais de 31 milhões de horas de vôo e 26 milhões de ciclos de decolagens e pousos.

Companhia aérea chinesa encomenda 6 jatos CRJ900 da Bombardier, com opções para 5 aeronaves adicionais

0
Um cliente não identificado chinês encomendou seis aeronaves regionais CRJ900 NextGen da Bombardier, com opções para cinco aeronaves adicionais. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace anunciou hoje que uma companhia aérea chinesa, que pediu para permanecer no anonimato por enquanto, assinou um contrato de compra condicional para seis aeronaves CRJ900 NextGen. A transação, que é a primeira para aeronaves CRJ900 na China, inclui opções para mais cinco aeronaves CRJ900 NextGen.

Com base no preço de tabela para as aeronaves CRJ900 NextGen, caso o acordo condicional para as seis aeronaves seja convertido num pedido firme, o contrato estará avaliado em aproximadamente US$ 264 milhões. Se todas as cinco opções também forem convertidas em pedidos firmes, o valor do contrato aumentaria para US$ 491 milhões.

“Desde o lançamento do Canadair Regional Jet original em 1992, os aviões CRJ Series da Bombardier tornaram-se um dos programas best-seller de aeronaves regionais na história e estamos ansiosos para receber mais operadores na China”, disse Guy C.Hachey, Presidente e Chief Operating Officer da Bombardier Aerospace. “A Bombardier Aerospace está posicionada como uma fabricante de aeronaves com apenas três famílias distintas de aeronaves e otimizadas num segmento de mercado de 60 a 149 assentos. Estamos bem posicionados para crescer o nosso negócio de aeronaves comerciais na China. ”

Mais de 80 aeronaves Bombardier produzidas, incluindo aeronaves comerciais CRJ Series e Q-Series, bem como jatos executivos Learjet, Challenger e Global estão atualmente operando na China.

“A Bombardier prevê que nos próximos 20 anos, a frota chinesa de aviões comerciais vai crescer à medida que se torna o segundo maior mercado do mundo para entregas de novas aeronaves, logo atrás dos Estados Unidos”, disse Andy  Solem, vice-presidente de Vendas de aeronaves comerciais da Bombardier na China. “Prevemos uma demanda de quase 2.400 aviões comerciais nos segmento de mercado de 60 a 149 assentos na China e estamos trabalhando em estreita colaboração com companhias aéreas locais, fornecedores e partes interessadas para ajudar na expansão da frota e na infra-estrutura.”

Bombardier cortará produção de jatos regionais

5
Um jato regional CRJ1000 na linha de montagem da Bombardier em Toronto. (Foto: Bombardier)

A Bombardier cortará a partir de janeiro a produção da família de aviões comerciais regionais CRJ, diante da demora das companhias aéreas em fazerem encomendas por causa das incertezas econômicas.

Maior concorrente da brasileira Embraer na produção de aviões regionais, a companhia canadense disse que não fará demissões e que planeja transferir para outros programas cerca de 350 empregados que trabalham na fabricação de aviões de 60 a 99 assentos.

“As mudanças em nossa produção refletem as atuais condições econômicas e uma desaceleração nos pedidos pelo CRJ”, afirmou o porta-voz da Bombarbier John Arnone.

A Bombardier ainda planeja entregar cerca de 90 desses aviões em 2011, como previsto, e divulgará as metas de entregas para 2012 após o fim do ano fiscal em 31 de janeiro de 2012.

A companhia com sede em Montreal, também fabricante de trens, tinha afirmado em agosto que havia o risco de cortar a produção se os pedidos pelo CRJ não aumentassem.

“Isso reflete uma incerteza generalizada na aviação sobre para que direção a economia está indo não só no Canadá ou no Estados Unidos, mas no mundo todo”, disse o analista independente Robert Kokonis.

A divisão aeroespacial da Bombardier também fabrica jatos executivos e aviões turboélices. Atualmente trabalha no C-Series, nova família de jatos de longo alcance com 100 a 149 lugares e que marca a entrada da Bombardier no mercado dominado por Airbus e Boeing. O C-Series deve chegar ao mercado em 2013.

“O segmento de aviões regionais ficou proporcionalmente menor, e provavelmente ficou ainda menor em termos de rentabilidade para a companhia”, disse o analista David Tyerman.

Fonte: Reuters, via Folha de São Paulo

Dica do amigo Symon. Obrigado 😉

Pluna confirma aquisição de 3 novos jatos Bombardier CRJ 900

18
Um Bombardier CRJ 900 da companhia aérea uruguaia Pluna. (Foto: Sandro Bandeira Colaço / Cavok)

A Bombardier anunciou nessa segunda-feira que a companhia aérea Pluna, do Uruguai, finalizou uma encomenda de US$ 129 milhões para 3 novas aeronaves CRJ 900.

Atualmente a Pluna possui uma frota de 10 jatos Bombardier CRJ 900, sendo a maior operadora das aeronaves regionais da Bombardier na América do Sul. Os CRJ 900 da Pluna estão configurados para 88 assentos.

Até o momento a Bombardier possui 265 encomendas do jato, dos quais 244 já foram entregues.

VÍDEO: A380 da Air France acerta cauda de um CRJ em Nova York

8

Um Airbus A380 da Air France acertou a cauda de uma aeronave CRJ700 da Comair enquanto taxiava no Aeroporto Internacional JFK em Nova York. Um porta voz da FAA declarou que a aeronave A380 F-HPJD estava partindo para o Aeroporto Charles de Gaulle, na França, no Voo 7, quando a ponta de sua asa esquerda acertou a cauda do CRJ, do Voo 6923 da Comair, o qual tinha acabado de pousar de Boston, com 62 passageiros e quatro tripulantes a bordo. Não houveram feridos no incidente, apenas danos materiais.

Bombardier entrega primeiro CRJ900 NextGen da Estonian Air

1
Jato regional Bombardier CRJ900 NextGen nas cores da Estonian Air. (Foto: Bombardier)

A Bombardier Aerospace entregou hoje o primeiro de três jatos regionais CRJ900 NextGen encomendados pela Estonian Air em 2010. A transação incluiu opções de duas aeronaves CRJ900 NextGen adicionais.

A entrega para a companhia aérea baseada em Tallinn, Estônia, foi realizada na unidade da Bombardier Aerospace em Mirabel, Québec, onde o jato CRJ900 NextGen é fabricado juntamente com os modelos regionais CRJ700 NextGen e CRJ1000 NextGen.

“Este é um fundamental passo em frente para nossa companhia enquanto continuamos comnosso programa de otimização de frota,” disse Andrus Aljas, Presidente e CEO da Estonian Air. “Para atender melhor a demanda de mercado da Estônia, nós solicitamos tais aeronaves com menor capacidade que nossos grandes jatos. O CRJ900 NextGen oferece uma excelente combinação de desempenho, economia operacional e conforto aos nossos passageiros.”

Aljas disse que a Estonian Air utilizará as aeronaves principalmente nos destinos com alta demanda de negócios.

“A Estonian Air junta-se a sete outras companhias aéreas da Europa que encomendaram ou operam um total de 78 jatos regionais CRJ900,” disse Gary R. Scott, Presidente da Bombardier Commercial Aircraft. “Isso representa quase 30% de todos jatos CRJ900 encomendados pelo mundo e é uma comprovação das ótimas qualidades dessa aeronave.”

Tendo sido introduzida no mercado de passageiros em novembro de 1992, a linha de jatos CRJ da Bombardier tem crescido e tornou-se o programa de aeronaves regionais mais vendido da história, com 1.709 aeronaves encomendadas e 1.606 entregas até 31 de outubro de 2010. A família de jatos comerciais CRJ inclui os modelos de 50 lugares CRJ100/200, 70 lugares CRJ700, 75 lugares CRJ705, 88 lugares CRJ900 e a mais nova aeronave de 100 lugares CRJ1000. Os modelos de 70, 88 e 100 lugares são todos dos modelos “NextGen”.

SkyWest Airlines adquire quatro aeronaves regionais CRJ700 da Bombardier

0
Um jato regional Bombardier CRJ700 operando pela Delta Connection.

A companhia regional norte americana SkyWest Airlines encomendou mais quatro aeronaves regionais Bombardier CRJ700, que serão operadas pela marca Delta Connection.

As aeronaves serão configuradas com 65 assentos em duas classes. O contrato para esta compra está avaliado em US$ 148 milhões.

A SkyWest e a empresa irmã Atlantic Southeast Airlines operam a maior frota de aeronaves CRJ do mundo, com 406 jatos CRJ200s, CRJ700s e CRJ900s na frota.

Incluindo a transação feita nessa terça-feira, a Bombardier já possui encomendas firmes para 1.713 aeronaves CRJ Series, 1.606 das quais já entregues para operadores em todo mundo até o final de outubro de 2010.

Cavok nas redes sociais

61,794FãsCurtir
340Inscritos+1
6,306SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,390InscritosInscrever
Anúncios