Saab

Inicio Tags Estado Islâmico

Tag: Estado Islâmico

Holanda retira F-16 de missões na Síria

19
Um F-16 holandês em solo no Oriente Médio. Foto: Sgt1 Eva Klijn.

O último dia 2 marcou o fim das missões do caça F-16 da Força Aérea Holandesa contra O Estado Islâmico. A Holanda anunciou a decisão na última segunda-feira, alegando que os seis F-16 e duas unidades de reposição precisam estar “disponíveis para várias unidades rapidamente implementadas e para a OTAN”.

Anúncios

Caças Typhoon da RAF completam missão de mais longa duração contra o Estado Islâmico

2
Caças Typhoon da RAF realizaram a mais longa missão já feita contra o Estado Islâmico. (Foto: RAF)

Recentemente, um par de caças Typhoons da Real Força Aérea britânica (RAF) voou por sete horas e 46 minutos em uma missão que serviu para atacar e destruir um esconderijo de armas, antes de realizar um ataque simultâneo contra quatro caminhões bombas.

VÍDEO: Bombardeiros russos Tu-95MS atacam instalações terroristas na Síria

7
Bombardeiros russos Tu-95 atacam alvos do Estado Islâmico na Síria com mísseis de cruzeiro Kh-101; (Imagem: RT/Youtube)

Bombardeiros estratégicos russos Tupolev Tu-95MS destruíram três grandes depósitos de armas e munições do Estado islâmico e um posto de comando terrorista perto da cidade de Aqerbat, na Síria, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

Caças Rafale franceses partem do Charles de Gaulle para ataques ao grupo Estado Islâmico

3
Caças Rafale partiram do porta-aviões Charles de gaulle para atacar alvos do Estado Islâmico em Mosul. (Foto: Marine Nationale)
Caças Rafale partiram do porta-aviões Charles de gaulle para atacar alvos do Estado Islâmico em Mosul. (Foto: Marine Nationale)

Caças franceses Rafale decolaram do porta-aviões Charles de Gaulle na sexta-feira, para uma operação de ataque contra o grupo Estado Islâmico no seu reduto iraquiano de Mosul, disse um oficial francês.

Bombardeiros russos deixam base do Irã

4
Bombardeiros russos Tu-22M3 deixaram a base aérea no Irã e retornaram para a Rússia.
Bombardeiros russos Tu-22M3 deixaram a base aérea no Irã e retornaram para a Rússia.

Os bombardeiros Tu-22M3 da Força Aérea russa deixaram a base no Irã, de onde eles na semana passada bombardearam alvos terroristas na Síria. Moscou e Teerã disseram que a implementação havia alcançado os seus objetivos e as aeronaves já retornaram para Rússia.

IMAGENS: Bombardeiros russos Tu-22M3 partem de base no Irã para atacar o Estado Islâmico na Síria

57
Bombardeiros Tu-22M3 estão partindo de uma base aérea no Irã para atacar o Estado Islâmico na Síria.
Bombardeiros Tu-22M3 estão partindo de uma base aérea no Irã para atacar o Estado Islâmico na Síria.

Nessa terça-feira, bombardeiros russos Tu-22M3 baseados no Irã, atacaram alvos militantes no interior da Síria, informou o Ministério da Defesa russo, depois que Moscou implantou aviões militares em uma base da força aérea iraniana, visando ampliar a sua campanha na Síria.

VÍDEO: Bombardeiros russos Tu-22M3 em ação na Síria

10
Bombardeiros Tu-22M3 da Força Aérea russa vem realizando ataques a locais do Estado Islâmico na Síria.
Bombardeiros Tu-22M3 da Força Aérea russa vem realizando ataques a locais do Estado Islâmico na Síria.

O Ministério de Defesa da Rússia divulgou na sua página oficial no YouTube um vídeo de 1 minuto e meio, que mostra cenas de um bombardeiro estratégico de longo alcance Tu-22M3 Backfire-C durante uma missão de ataque com bombas na Síria.

Caças F-16 dinamarqueses iniciam bombardeios contra alvos do Estado Islâmico

1
Um caça F-16AM da Real Força Aérea Dinamarquesa decola da Base Aérea de Siginella, na Sicília, para uma missão de ataque no Iraque. (Foto: Reuters)
Um caça F-16AM da Real Força Aérea Dinamarquesa decola da Base Aérea de Sigonella, na Sicília, para uma missão de ataque no Iraque. (Foto: Reuters)

Os quatro aviões de combate F-16 dinamarqueses que foram enviados para lutar contra o grupo militante ISIS já entraram em combate na Síria, e pela primeira vez atingiram alvos na capital auto-intitulada do grupo islâmico, Raqqa, nessa sexta-feira, dia 5 de agosto.

Estado Islâmico destrói Base Aérea síria usada pela Rússia

57
Estado Islâmico destrói Base Aérea síria usada pela Rússia (2)
© BBC, com informações da Stratfor

De acordo com informações da BBC, baseadas em imagens de satélite, jihadistas do grupo terrorista Estado Islâmico teriam realizado um ataque à Base Aérea de Tiyas (T4), usada pela Rússia, localizada nos arredores da cidade Palmira, na província de Homs, no centro da Síria, destruindo quatro helicópteros de combate Mi-24/Mi-35, além de 20 caminhões de suprimento. Até o momento não houve informações relativas à baixas humanas.

EUA rejeitam proposta russa de ataques aéreos conjuntos na Síria

2
McDonnell Douglas F-15E Strike Eagle, Foto - Ralph Duenas
McDonnell Douglas F-15E Strike Eagle – USAF / © Ralph Duenas, em caráter ilustrativo

Os EUA rejeitaram nesta sexta-feira (20) uma proposta russa de realizar ataques aéreos conjuntos contra os jihadistas a partir da próxima semana na Síria, onde os dois países realizam bombardeios separadamente.

“Não colaboramos ou coordenamos com os russos nenhuma operação na Síria”, disse a jornalistas um porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

Turquia e forças da coalizão atacam Estado Islâmico na Síria

1
F-16 - Força Aérea da Turquia (THK) (1)
Caças F-16 / © Força Aérea Turca (THK), em caráter ilustrativo

Ataques da Turquia e das forças de coalizão lideradas pelos Estados Unidos mataram ao menos 27 insurgentes do grupo extremista Estado Islâmico na Síria, reportou a agência estatal turca de notícias Anadolu. A morte dos extremistas ocorreu no domingo (15), quando disparavam projéteis em direção à Turquia.

Nos últimos meses, a região fronteiriça turca de Kilis tem sido alvo de projéteis lançados do território controlado pela milícia radical na vizinha Síria.

Desde setembro de 2014, aviões de guerra da coalizão internacional começaram a atacar alvos do Estado Islâmico na Síria. A Turquia permite que os caças da aliança usem sua base aérea em Incirlik, mas não participa regularmente das ofensivas.

Vale mencionar ainda que as autoridades turcas vincularam insurgentes curdos e integrantes do Estado Islâmico a importantes atentados registrados nos últimos meses no país.

An F-15E Strike Eagle from the 391st Expeditionary Fighter Squadron at Bagram Air Base, Afghanistan, launches heat decoys Dec. 15 during a close-air-support mission over Afghanistan. (U.S. Air Force photo/Staff Sgt. Aaron Allmon)
F-15E Strike Eagle / © Força Aérea dos EUA (USAF), em caráter ilustrativo

divider 1

FONTE: Valor Econômico, com informações da Associated Press

EDIÇÃO: Cavok

Caças russos dispararam contra aeronaves militares israelenses na Síria

20
Su-35S - VKS, Red 32 (RF-95496), by Vadim
Su-35S – VKS / © Vadim, em caráter ilustrativo

A agência de notícia Reuters, citando fontes israelenses, informou hoje que caças russos dispararam pelo menos duas vezes contra aeronaves militares de Israel no espaço aéreo sírio, levando o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu a procurar melhorar a coordenação operacional com Moscou.

Não foram informadas as datas ou ou locais onde os incidentes teriam ocorrido, bem como não houve qualquer indicação de que as aeronaves israelenses teriam de fato sido atingidas.

A imprensa israelense também informou que na semana passada um caça russo teria se aproximado de uma aeronave de combate israelense  na costa mediterrânea da Síria, mas que não houve contato entre as aeronaves.

Um porta-voz militar israelense não quis comentar. O gabinete de Netanyahu e a Embaixada da Rússia em Israel não respondeu imediatamente.

Posicionamento do Kremlin

Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo Vladimir Putin, comentou as informações divulgadas pela imprensa israelense, afirmando que “o que foi divulgado, neste caso, está longe da verdade”.

Sukhoi Su-35S - VKS, Foto - Petr Akulin
Su-35S – VKS / © Petr Akulin, em caráter ilustrativo

RELEMBRE:

divider 1

EDIÇÃO: Cavok

COLABOROU: Ufric, obrigado!

Prowler contra o Estado Islâmico

19
Northrop Grumman EA-6B Prowler_Adam Fritzler
Northrop Grumman EA-6B Prowler – USMC / © Adam Fritzler, em caráter ilustrativo

Os EUA não se cansam de nos surpreender com o desdobramento de aeronaves icônicas para combater os jihadistas do grupo terrorista Estado Islâmico no Iraque e Síria, no âmbito da Operação Inherent Resolve. Depois de ter empregado, no ano passado, duas unidades da legendária aeronave de ataque leve e observação North American Rockwell OV-10 Bronco, e de ter enviado recentemente algumas unidades do bombardeiro estratégico Boeing B-52H Stratofortress para ofensiva contra os terroristas, dessa vez o visitante inusitado ao conflito é a aeronave de guerra eletrônica Northrop Grumman EA-6B Prowler.

De acordo com o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC), no dia 14 de abril um esquadrão de aeronaves EA-6B Prowler, acompanhado pelo pessoal de apoio associado, foi implantado na Base Aérea de Incirlik, na Turquia.

Northrop Grumman EA-6B Prowler_Robert M Rossman
Northrop Grumman EA-6B Prowler – USMC / © Robert M Rossman, em caráter ilustrativo

No que tange ao Prowler, normalmente, um esquadrão típico da USMC é composto por 6 aeronaves e mais 250 integrantes, mas corporação não forneceu detalhes específicos para este desdobramento, tendo se limitado a informar que as aeronaves devem permanecer na Turquia até o mês de setembro.

Baseado na célebre aeronave de ataque EA-6A Intruder, o EA-6B Prowler foi empregado pela primeira vez em 1971, durante a Guerra do Vietnã, e foi a primeira aeronave verdadeiramente especializada em guerra eletrônica da Marinha dos EUA (US Navy). A Grumman Aircraft construiu 170 exemplares do EA-6B, a maioria dos quais recebeu extensos melhoramentos ao longo da sua vida útil.

Apesar de ter sido aposentado pela US Navy em 2015, onde foi substituído pelo EA-18G Growler, o Prowler continuará em serviço com o USMC até 2019.

Northrop Grumman EA-6B Prowler_Marco Papa
Northrop Grumman EA-6B Prowler – USMC / © Marco Papa, em caráter ilustrativo

divider 1

FONTE: US DoDMarine Corps Times

EDIÇÃO: Cavok

NOTA DO EDITOR: O argumento de que os Prowlers foram enviados para a Turquia a fim de combater o EI é apenas uma cortina de fumaça. O envio dessas aeronaves reflete o azedamento das relações entre EUA e Rússia, com consequências diretas no conflito sírio, que tem assistido o cessar fogo patrocinado pelos russos fracassar.

É preciso lembrar que as tropas do presidente Bashar al-Assad possuem sistemas relativamente sofisticados e que o uso de aeronaves de guerra eletrônica se justifica neste contexto. Recentemente, os EUA também informaram que voltarão a armar os rebeldes na região. O objetivo é remover Assad a qualquer custo do poder.

Sugestão de leitura:

US arms shipment to Syrian rebels detailed [08/04/2016]
http://www.janes.com/article/59374/us-arms-shipment-to-syrian-rebels-detailed

Here’s a look at the weapons the US is sending to Syrian rebels [11/04/2016]
http://www.businessinsider.com/weapons-us-sends-to-syrian-rebels-2016-4

U.S. Readies ‘Plan B’ to Arm Syria Rebels [12/04/2016]
http://www.wsj.com/articles/u-s-readies-plan-b-to-arm-syria-rebels-1460509400

Sputnik News afirma que Mi-28N russo que caiu na Síria pode ter sido abatido

39
mi-28n-night-hunter
Mi-28N ‘Night Hawk’, em caráter ilustrativo

O site russo Sputnik News noticiou que informações adiantadas por peritos que trabalharam no local do acidente com o helicóptero de combate de fabricação russa Mi-28N ‘Night Hawk’, pertencente à VKS (Forças Aeroespaciais), que caiu ontem na Síria matando os dois tripulantes, indicam que “o motivo do desastre foi fogo inimigo”.

A alegação do Sputnik News vai de encontro à posição oficial do governo russo com relação à causa do acidente. A agência russa de notícia TASS, citando fontes da VKS, afirmou que a análise dos destroços da aeronave confirma a ausência de marcas de fogo inimigo, o que elimina a possibilidade do abate.

Ainda de acordo com a TASS, os dados preliminares da investigação indicam que o acidente pode ter sido causado por erro do piloto. Além disso, segundo as informações, o helicóptero teria caído em uma área controlada pelas tropas do governo sírio, e as caixas-pretas do Mi-28N acidentado já foram enviadas para Moscou para que os dados possam ser analisados por peritos.

divider 1

FONTE: Sputnik NewsTASS

EDIÇÃO: Cavok

NOTA DO EDITOR: Alguém está faltando com a verdade.

Acidente com helicóptero de combate Mi-28N na Síria deixa dois mortos

5
Mi-28N - VKS, em Latákia (2)
Helicóptero de combate Mi-28N ‘Night Hawk’ da VKS em operação na Síria.

Um helicóptero de combate de fabricação russa Mi-28N ‘Night Hawk’ pertencente à VKS (Forças Aeroespaciais) caiu durante a realização de uma missão nas proximidades da cidade de Homs, na Síria. Ambos os tripulantes morreram.

O Ministério da Defesa da Federação Russa informou que o acidente ocorreu hoje às 01:29 hs (hora de Moscou) e que os corpos dos dois tripulantes foram resgatados e levados para a Base Aérea de Bassel al-Assad, em Latakia.

O Kremlin negou que a aeronave tenha sido abatida.

“Ninguém disparou contra a aeronave. Esta é provavelmente uma falha técnica”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, acrescentando que o presidente russo tjá tinha sido sido informado sobre o evento.

O Ministério da Defesa da Federação Russa, em comunicado, informou que “um grupo de especialistas já está trabalhando no local do acidente afim de determinar a causa do mesmo”.

RELEMBRE:

divider 1

FONTE: RT, Reuters

EDIÇÃO: Cavok

COLABOROU: JetClassic, obrigado! Ogromnoe spasibo!

 

VÍDEO: A-10 em ação na Síria

10
A-10C Warthog
Fairchild Republic A-10C Thunderbolt II (Warthog) / © USAF, em caráter ilustrativo

O comando da coalizão internacional liderada pelos EUA no âmbito da Operação Inherent Resolve (CJTF–OIR) divulgou hoje um vídeo referente a um ataque realizado no dia 3 de abril por uma aeronave de combate A-10 Warthog contra um carro-bomba (VBIED – Vehicle Borne Improvised Explosive Device) nas proximidades da cidade de Al-Shaddadi, nordeste da Síria.

Bombardeiros B-52H já estão no Qatar para ofensiva contra o Estado Islâmico

4
Boeing B-52H Stratofortress - Base Aérea Al Udeid (Qatar)
Os bombardeiros estratégicos Boeing B-52H Stratofortress, registros 60-0025 e 60-0032, chegaram hoje ao Qatar para participar da ofensiva americana contra o EI / © Staff Sgt. Corey Hook – USAF

Dois bombardeiros estratégicos Boeing B-52H Stratofortress, registros 60-0025 e 60-0032, pertencentes à 2ª Ala de Bombardeio da Força Aérea dos EUA (USAF), que integram o 20º e 96º Esquadrão de Bombardeio da corporação, chegaram hoje à Base Aérea Al Udeid, no Qatar, de onde partirão para as missões contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), no âmbito da Operação Inherent Resolve (OIR).

VÍDEO: Helicópteros de ataque Mi-28N Night Hunter (Havoc) em ação na Síria

25
Mi-28N - VKS, em Latákia (2)
Mi-28N Night Hunter (Havoc) da VKS em ação na Síria

Em dois vídeos publicados hoje, é possível ver helicópteros de ataque Mi-28N Night Hunter (Havoc) pertencentes à VKS (Forças Aeroespaciais) atacando posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. Ao que tudo indica, foram empregados mísseis anti-tanque Ataka:

VÍDEO: Helicópteros de ataque Ka-52 Alligator (Hokum-B) em ação na Síria

38
Ka-52 - VKS, Síria, Foto - Mikhail Voskresenskiy
Ka-52 – VKS, Síria / © Mikhail Voskresenskiy

Num vídeo divulgado ontem pelo canal de televisão russo Ruptly TV, helicópteros de ataque Ka-52 Alligator (Hokum-B) pertencentes à VKS (Forças Aeroespaciais) atacam posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria:

Aeronave de ataque Sukhoi Su-22 é abatida na Síria

20
Su-22
Uma aeronave de ataque Su-22, semelhante à da imagem acima, pertencente à Força Aérea Síria foi abatido hoje por jihadistas nas proximidades de Aleppo.

Uma aeronave de ataque de fabricação russa Sukhoi Su-22M-4 “Fitter” pertencente à Força Aérea Síria (SyAAF) foi abatida hoje supostamente por um míssil anti-aéreo (MANPADS) lançado por jihadistas da Frente Al-Nusra, associados à Al-Qaeda, ao sul da Aleppo, nas montanhas de Talat al-Iss.

Cavok nas redes sociais

61,782FãsCurtir
340Inscritos+1
6,287SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,380InscritosInscrever
Anúncios