Saab

Inicio Tags Estônia

Tag: Estônia

Typhoons da RAF acionados duas vezes em dois dias para interceptar aeronaves russas no Báltico

0
Um Typhoon da RAF acompanha um Su-30 russo próximo da fronteira da Estônia. (Foto: RAF / UK MoD)

Os jatos Eurofighter Typhoons da RAF implantados na Estônia foram enviados duas vezes no final de semana para interceptar aeronaves de combate russas.

Anúncios

Força Aérea da Estônia recebe primeiro C-145A doado pela USAF

1
O primeiro PZL M28 (C-145A) Skytruck entregue para Força Aérea da Estônia. (Foto: PLimEstonia)

Em uma cerimônia realizada esta semana na Base Aérea de Amari, na Estônia, foi entregue a primeira de duas aeronaves C-145A (M28 Skytrucks) que foram doadas pelo governo dos EUA para Força Aérea da Estônia.

Estônia conclui investigação de incidente com míssil ar-ar AIM-120

5
Estônia conclui que o disparado acidental foi causado por erro do piloto espanhol. (Foto: Airbus – Imagem ilustrativa)

A Estônia concluiu sua investigação sobre o disparo acidental de um míssil ar-ar AIM-120 AMRAAM por um caça Eurofighter Typhoon espanhol no espaço aéreo estoniano em 7 de agosto de 2018. Ninguém foi morto ou ferido pelo disparo acidental.

Força Aérea da Estônia receberá dois M28 Skytruck doados pelos EUA

8
Uma aeronave de transporte PZL M28 Skytruck, designados C-145 na USAF, do Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA (Foto: Força Aérea dos EUA / Tech. Sgt. Samuel King Jr.)

O Ministério da Defesa da Estônia aprovou seu plano de desenvolvimento para 2020-2023 que, de acordo com o ministério, aumentará a capacidade de combate e a prontidão do país. Dentro do plano está incluído o recebimento de aeronaves M28 Skytruck de presente dos EUA.

Caça Eurofighter Typhoon espanhol acidentalmente dispara míssil AMRAAM sobre a Estônia

13
O míssil foi acidentalmente disparado por um caça Eurofighter Typhoon espanhol. (Imagem ilustrativa)

Um caça Eurofighter Typhoon da Força Aérea Espanhola acidentalmente disparou um míssil ar-ar AIM-120 AMRAAM sobre a Estônia. A trajetória de voo, a localização e o status do míssil estão atualmente sob investigação.

Caças Gripen suecos participam pela primeira vez de exercício na Estônia

0
Caça Saab JAS39 Gripen C visto na Base Aérea de Amari, na Estônia. (Foto: Força Aérea Sueca)

O AFX18, exercício anual em grande escala das Forças Armadas suecas para a prática da defesa territorial da Suécia, deve começar esta semana e este ano também envolverá a Força Aérea da Estônia, disseram representantes da sede das forças de defesa da Estônia.

VÍDEO: Caças Eurofighter Typhoon italianos na Estônia

3
O vídeo mostra as atividades diárias dos caças Typhoon italianos na Estônia (Foto: MD italiano – Imagem ilustrativa)

Confira as operações diárias dos quatro caças Eurofighter Typhoon italianos desdobrados para a Base Aérea de Ämari, na Estônia, parte da missão de Policiamento Aéreo do Báltico da OTAN.

Rússia nega que teria invadido espaço aéreo da Estônia

0
O espaço aéreo da Estônia teria sido violado por um avião Il-76 russo. (Foto: UAC)

O Ministério da Defesa da Rússia negou as alegações das autoridades da Estônia de que um avião de transporte militar russo Ilyushin Il-76 violou o espaço aéreo da Estônia.

Caças da OTAN interceptaram aeronaves russas três vezes na semana passada

3
Os EUA assumiram a missão de policiamento aéreo do Báltico no final do mês passado, quando enviaram sete caças F-15C Eagle para a Lituânia. (Imagem ilustrativa)

Caças da OTAN servindo na missão de policiamento aéreo dos estados bálticos decolaram três vezes da Lituânia na semana passada para interceptar aviões russos que voam sobre o mar Báltico, disse o Ministério da Defesa da Lituânia na segunda-feira.

IMAGENS: Jatos A-10 Thunderbolts treinam pousos e decolagens em rodovia da Estônia

4
Um A-10 Thunderbolt II da Guarda Aérea Nacional de Maryland pousa na rodovia na Estônia. (Foto: Ardi Hallismaa/mil.ee)

Os aviões de ataque A-10 Warthog e os helicópteros Sikorsky UH-60 Black Hawk e Boeing CH-47 Chinook da 175ª Ala da Guarda Aérea Nacional de Maryland, pousaram na Base Aérea de Ämari, na Estônia na sexta-feira (04), de onde participam de um treinamento conjunto com as forças de defesa locais. Durante o treinamento, as aeronaves A-10 realizaram pousos e decolagens em rodovias da região próxima a base, como pode ser visto no vídeo e nas imagens a seguir.

IMAGENS: Caças F-35A da USAF visitam a Estônia

0
Caças F-35A da USAF visitam a Estônia. (Foto: ERR)

Dois caças F-35A Lightning II da Força Aérea dos EUA (USAF) e aproximadamente 20 aviadores de apoio chegaram na base aérea de Ämari, Estônia, na terça-feira conforme haviam boatos anteriormente.

Caças F-35 dos EUA a caminho da Estônia?

1

De acordo com uma mídia de notícias da Estônia, caças Lockheed Martin F-35 Lightning II dos EUA chegaram na base aérea Ämari, na Estônia, nessa terça-feira. Os jatos permanecerão na Estônia por várias semanas e realizarão vôos de treinamento com outras aeronaves das forças aéreas dos EUA e aliadas.

IMAGENS: Aviões de ataque A-10 treinam pousos em rodovia da Estônia

4
Um jato de ataque A-10 Thunderbolt II pousa numa rodovia da Estônia no dia 5 de agosto de 2016. (Foto: Andres Putting)
Um jato de ataque A-10 Thunderbolt II pousa numa rodovia da Estônia no dia 5 de agosto de 2016. (Foto: Andres Putting)

Oito aviões de ataque A-10 Thunderbolt II do Comando da Reserva da Força Aérea dos EUA pousaram na Estônia para realização de treinamento de pouso em rodovias.

Dia agitado para os Typhoons da RAF no Báltico

24
Caças Typhoons da RAF acompanham um par de MiG-31 sobre o báltico, no dia 17 de junho. (Foto: MoD Crown / RAF)
Caças Typhoons da RAF acompanham um par de MiG-31 sobre o báltico, no dia 17 de junho. (Foto: MoD Crown / RAF)

O Secretário de Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, descobriu em primeira mão o que significa o policiamento do espaço aéreo do Báltico, enquanto ele visitava nessa quarta-feira a Base Aérea de Amari, na Estônia.

Governo da Estônia autoriza que aviões da OTAN possam “bombardear” seu país

6
A OTAN poderá treinar missões de bombardeio e ataque ao solo com seus jatos de combate na Estônia. (Foto: Tech. Sgt. Michael R. Holzworth / U.S. Air Force)

A Estônia está disposta a conceder aos aliados da OTAN, até fins de 2014, a possibilidade de treinarem, lançando bombas e mísseis “ar-terra” no território estoniano, informou, esta terça-feira, o jornal Eesti Paevaleht.

“Certos países gostariam de treinar aqui o lançamento de bombas e mísseis “ar-terra”, por isto planejamos dar aos aviões da OTAN esta possibilidade lá pelos fins de 2014, na base do poligono central”, disse o tenente-coronel Jaak Tarien, chefe do Estado-Maior da Força Aérea da Estônia.

Além disto, a Estônia dará aos pilotos da OTAN a possibilidade de realizarem vôos à baixa altitude – até 200 metros, onde os aviões não podem ser “vistos” pelos radares inimigos.

Fonte: Voz da Rússia

Estonian Air Operará Frota Exclusiva de E-Jets da Embraer

3
Os jatos comerciais Embraer 170, 175 e 190 nas cores da Estonian Air. (Foto: Embraer)

A Estonian Air selecionou a família de E-Jets da Embraer para renovar toda a sua frota de jatos regionais e narrow-body. A companhia aérea estatal da Estônia e a Embraer assinaram um contrato para a compra de três E175 e um E190. A Estonian Air também contratou outras oito aeronaves, quatro E170 e quatro E190, por meio de acordos de leasing com outras empresas. O negócio com a Embraer depende de aprovação do Conselho Supervisor da Estonian Air.

O primeiro dos quatro E170 arrendados da Finnair está entrando em operação este mês e o início das entregas das novas aeronaves está previsto para o segundo semestre de 2014.

“Continuamos acreditando no grande potencial das empresas que operam na Europa, com a substituição de aeronaves mais antigas e a adesão ao conceito do redimensionamento da frota”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, Presidente da Embraer, Aviação Comercial. “A Estonian Air será a primeira companhia aérea da região do Mar Báltico a implementar a filosofia dos E-Jets. Ela se beneficiará rapidamente da economia e flexibilidade que esta família de aeronaves proporciona. Além disso, tenho certeza que os passageiros ficarão muito bem impressionados com o conforto dos E-Jets.”

Assim como a LOT Polish Airlines, da Polônia, e a Republic Airways, dos EUA, A Estonian Air operará três dos quatro modelos da família de E-Jets. A empresa analisou sua frota e optou por substituir os dois tipos diferentes de jatos que opera atualmente por uma plataforma comum, que permitisse configurações com número de assentos variados.

Todos os E-Jets da Estonian Air serão configurados em classe única, com 76 assentos para os E170, 88 para os E175 e 112 para os E190. Devido à qualificação da tripulação ser a mesma para todos os modelos de E-Jets e a comunalidade de peças ser próxima a 100%, a empresa reduzirá consideravelmente seus custos com manutenção e treinamento da tripulação. A aquisição das aeronaves também possibilitará à empresa adequar a oferta de assentos às variações de demanda do mercado e reforçar sua presença com dois vôos diários entre Tallinn, a capital do país, e a maioria das principais cidades européias.

“Escolhemos os E-Jets da Embraer para substituir nossa atual frota de B737 e CRJ porque o conceito desta família de aeronaves oferece a flexibilidade de capacidade que necessitamos para sustentar imediatamente nossa expansão e modernização da frota. Estes jatos proporcionarão uma experiência de vôo que manterá a nossa competitividade e nos permitirá expandir para novos mercados com um risco menor do que se utilizássemos jatos maiores”, disse Tero Taskila, Presidente da Estonian Air. “Estamos acompanhando com muito interesse a análise que a Embraer realiza para lançar uma segunda geração de E-Jets, com novos motores, que provavelmente entrará em serviço por volta de 2018. Tenho muita satisfação am saber que a Embraer considera nossas necessidades e comentários no projeto do novos E-Jets, apesar de sermos uma companhia aérea pequena. A Estonian Air faz questão de estar sempre na vanguarda tecnológica e estes novos aviões da Embraer com certeza serão uma ótima forma de garantir que continuaremos oferecendo os jatos mais modernos aos nossos passageiros.”

A Estonian Air se junta a uma crescente lista de cliente no norte e leste europeu que identificaram os E-Jets como a plataforma ideal para substituir suas aeronaves mais antigas e otimizar suas frotas. Nove companhias aéreas – Bulgaria Air, LOT Polish Airlines, Finnair, Air Moldova, Montenegro Airlines, Belavia, Dniproavia, Aerosvit e Air Astana – encomendaram ou já estão operando os E-Jets da Embraer.

A Estonian Air é a companhia aérea estatal da Estonia e foi fundada em dezembro de 1991. Com sede no aeroporto de Tallinn, capital do país, a empresa é controlada pelo governo estoniano e o Grupo SAS. Sua frota inclui um Boeing 737-300, três CRJ900 NextGen e dois Saab 340. O foco da Estonian Air é melhorar as conexões entre a Estônia e o resto do mundo para aumentar sua competitividade com um centro de operações.

Estonian Air aluga quatro jatos Embraer da Finnair; busca mais 8

4
A companhia aérea Estonian Air vai arrendar quatro aeronaves Embraer 170 que eram da Finnair. (Foto: Embraer)

A companhia aérea Estonian Air fechou leasing de quatro aviões Embraer originalmente entregues à Finnair e pretende adicionar outros oito jatos da fabricante brasileira à sua frota.

A transferência dos jatos modelo Embraer 170, de 76 assentos, insere-se nos planos da empresa finlandesa de otimizar a malha e racionalizar a frota, parte de um programa de economia anual de custos de 140 milhões de euros, segundo comunicado nesta sexta-feira.

A Estonian Air espera receber os quatro aviões Embraer em fevereiro. O contrato de locação das aeronaves, cujos termos financeiros não foram detalhados, termina em 2015.

Em outro comunicado, a Estonian Air informou que a Embraer foi a fornecedora selecionada para renovar a frota da empresa após processo de concorrência.

“Estão em curso negociações entre a empresa aérea, a Embraer e financiadores sobre o cronograma de entrega e as condições para os oito aviões adicionais, que serão divididos entre os modelos Embraer 175 e 190, com capacidade para 88 e 112 passageiros, respectivamente”, segundo a companhia.

A expectativa é que esses oito aviões integrem a frota da Estonian Air entre 2013 e 2015, conforme o comunicado.

De acordo com a Estonian Air, os aviões permitirão que a empresa aumente a frequência de voos, inicie novas rotas e ao menos dobre os serviços aos principais destinos na Europa.

Fonte: Reuters

Dica do amigo Edson. Obrigado 😉

Guarda de Fronteira e Polícia da Estônia recebe o terceiro helicóptero AW139

9
O terceiro helicóptero médio biturbina AgustaWestland AW139 da Guarda de Fronteira e Polícia da Estônia. (Foto: AgustaWestland)

A AgustaWestland entregou um terceiro helicóptero médio biturbina AW139 para a Guarda de Fronteira e Polícia da Estônia para as tarefas de busca e salvamento, patrulha de fronteira, misões médicas e utilitárias.

Todos três helicópteros AW139s são baseados em Tallinn, mas uma das aeronaves será destacada numa nova base no Aeroporto Kuressaare (Ilha Saaremaa) no momento que todas três aeronaves alcancem a capacidade operacional. O destacamento de uma das aeronaves para o Aeroporto de Kuressaare permitirá uma resposta mais rápida na área oeste da Estônia. Esses helicópteros garantem que o trabalho de proteção das fronteiras externas e do controle das infraestruturas de fronteira estejam de acordo com as exigências da zona europeia Schengen.

Desde o começo das operações em outurbo de 2007, o primeiro helicópteros AW139 da Guarda de Fronteira e Polícia da Estônia com sucesso realizou inúmeras missões de patrulha e busca e salvamento.

Essa recente aeronaves AW139 é a primeira configurada no padrão SAR apresentando o FIPS (Completo Sistema de Proteção contra Congelamento) que permite os voos em áreas conhecidas com formação de gelo; um duplo guincho de resgate; Sistema de Alerta de Colisão de Tráfego (TCAS); moving map; radar meteorológico e de busca; sistema de flutuação de emergência; altofalantes externos; luz de busca; gancho de carga; cockpi integrado com NVG; FLIR; preparação para link de transferência de dados; console de missão; e conjunto dedicado de rádio e navegação.

Estonian Air adquire três jatos Bombardier CRJ900 NextGen

0
Um jato Bombardier CRJ900 NextGen com as cores da Estonian Air. (Foto: Bombardier)

A Estonian Air adquiriu três jatos comerciais Bombardier CRJ900 NextGen e também exerceu opções de compra para duas aeronaves adicionais num negócio de mais de US$123 milhões.

A companhia aérea baseada em Tallinn efetuou uma encomenda anterior anunciada no dia 10 de março de 2008 pela SAS Scandinavian Airlines, companhia proprietária da Estonian Air.

“Nós solicitamos aeronaves com menor capacidade que nossa principal linha de jatos,” disse Andrus Aljas, Presidente e CEO da Estonian Air. “O CRJ900 NextGen é uma aeronave adequada para nossas necessidades e será destacada como parte do nosso programa de otimização da frota.”

Cavok nas redes sociais

62,235FãsCurtir
340Inscritos+1
6,368SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,540InscritosInscrever
Anúncios