Saab

fiqueemcasa

Inicio Tags FIDAE

Tag: FIDAE

FIDAE 2016: Esquadrilha da Fumaça

3
Esquadrilha da Fumaça - FIDAE 2016 (10)
Esquadrilha da Fumaça – FIDAE 2016

Um dos pontos altos da 19ª edição da Feira Internacional do Ar e do Espaço, ou FIDAE, que está sendo realizada em Santiago, no Chile, é a participação do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) da Força Aérea Brasileira (FAB), a Esquadrilha da Fumaça, que pela primeira vez se apresenta neste evento com as aeronaves A-29 Super Tucano, fabricadas pela Embraer.

Anúncios

FAB nega que esteja interessada em adquirir novo lote de helicópteros russos

27
Rostvertol Mi-26T2, Foto - Kirill Naumenko
Rostvertol Mi-26T2 / © Kirill Naumenko, em caráter ilustrativo

Conforme nós noticiamos ontem, o site Sputnik News informou que o Brasil estava interessado na compra de novos lotes de helicópteros russos, tendo recebido, inclusive, a indicação da Rússia para o modelo Mi-26T2.

A notícia referente ao suposto interesse brasileiro foi atribuída à Sergei Ladygin, identificado como sendo o chefe da delegação da agência russa para exportação de armas, Rosoboronexport, durante a FIDAE 2016.

A fim de determinar a veracidade das alegações, o Cavok tomou duas ações:

  1. Contatamos pessoalmente o pessoal da Rosoboronexport na FIDAE. Fomos gentilmente recebidos e  com relação ao que foi publicado pelo Sputnik News, ambos apenas se limitaram a informar que o representante citado pelo noticioso russo, Sergei Ladygin, não estava participando do evento.
  2. Contatamos a FAB e o Exército Brasileiro. Através do CECOMSAER – CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA, nos foi informado o seguinte:

“Com relação ao seu questionamento, informamos que no momento não há nenhuma negociação por parte da Força Aérea Brasileira (FAB) para a aquisição de novos equipamentos de origem russa.”

Quanto ao Exército Brasileiro, estamos aguardando a resposta, e tão logo a tenhamos informaremos aqui o site.

Rostvertol Mi-26T2, Foto - Svido Stanislav
Rostvertol Mi-26T2 / © Svido Stanislav, em caráter ilustrativo

RELEMBRE:

divider 1

EDIÇÃO: Cavok

Cavok na FIDAE 2016 #4

2
received_10207367696045340
FIDAE 2016

Veja a seguir algumas imagens do terceiro dia da 19ª edição da Feira Internacional do Ar e do Espaço, ou FIDAE, começou no dia 29 de março e vai até o dia 3 de abril:

FIDAE 2016: Embraer Defesa & Segurança seleciona Rheinmetall para fornecer dispositivos de treinamento para o KC-390

3
1_EMBRAER_FIRMA_FIDAE 2016
Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Seguranca, e Ulrich Sasse, presidente da Rheinmetall Simulation and Training, assinam contrato na Fidae

Santiago, Chile, 30 de março, 2016 – A Embraer Defesa & Segurança anunciou hoje a seleção da empresa alemã Rheinmetall Defence Electronics Simulation and Training para desenvolver e entregar dispositivos de treinamento para o jato de transporte militar KC-390.

FIDAE 2016: Rússia afirma que Brasil pode comprar novo lote de helicópteros

57
Rostvertol Mi-26T2, Foto - Kirill Naumenko
Rostvertol Mi-26T2 / © Kirill Naumenko, em caráter ilustrativo

Interessado na compra de novos lotes de helicópteros russos, o Brasil recebeu da Rússia a indicação do modelo Mi-26T2, informou em entrevista ao noticioso Sputnik News, Sergei Ladygin, chefe da delegação da agência russa para exportação de armas, Rosoboronexport, durante a FIDAE 2016.

Saab promove o GlobalEye na FIDAE 2016

4
GlobalEye AEW&C
GlobalEye AEW&C / © Saab AB, em caráter ilustrativo

A Saab, empresa de defesa e segurança, amplia o seu portfólio de Sistemas Aéreos de Alerta Antecipado e Controle, com a apresentação do sistema de vigilância aérea multifuncional GlobalEye.

Cavok na FIDAE 2016 #2

11
FIDAE 2016, 29.03 (49)
Lockheed Martin F-22A Raptor

A 19ª edição da Feira Internacional do Ar e do Espaço, ou FIDAE, começou efetivamente hoje e vai até o dia 3 de abril. O Cavok segue trazendo as principais imagens do evento, como você pode acompanhar a seguir:

FIDAE 2016: Embraer prevê demanda por 720 novos jatos no segmento de 70 a 130 assentos na América Latina

0
e-jets-e2
© Embraer, em caráter ilustrativo

Santiago, Chile, 29 de março de 2016 – A Embraer Aviação Comercial divulgou hoje, durante a FIDAE (Feria del Aire y del Espacio), as perspectivas de mercado (Market Outlook) para a América Latina. A Empresa prevê que serão entregues na região 720 novos jatos no segmento de 70 a 130 assentos ao longo dos próximos 20 anos, o que representa 11% da demanda mundial para esse segmento no período. A frota de jatos 70 a 130 assentos em serviço na América Latina crescerá das atuais 310 unidades para 740 até 2034.

Cavok na FIDAE 2016 #1

17
1 (19)
Mock-up do JAS 39E Gripen, designado ‘F-39 Gripen’ pela FAB

A Feira Internacional do Ar e do Espaço, ou FIDAE, ocorre a cada dois anos no Aeroporto Arturo Merino Benitez, em Santiago, no Chile, e é o evento mais importante de aviação, defesa e segurança da América Latina. Oficialmente, a 19ª edição da FIDAE começa amanhã (29) e vai até o dia 3 de abril, mas hoje ocorreu um dia dedicado à imprensa. Acompanhe a seguir as primeiras imagens do evento, pelas lentes do Cavok:

EDA, A-29 e Gripen estão entre as principais atrações da FIDAE 2016

28
CHI15. SANTIAGO DE CHILE (CHILE), 29/03/2014.- Fotografía cedida por la Feria Internacional del Aire y Espacio 2014 (Fidae) hoy, sábado 29 de marzo de 2014, que muestra una vista área de la feria en Santiago de Chile (Chile). EFE/Francisca Arias/Fidae/SOLO USO EDITORIAL/NO VENTAS/NO ARCHIVO
Vista aérea da FIDAE 2014 / © Francisca Aria, em caráter ilustrativo

O mais importante evento de aviação, defesa e segurança da América Latina afina os últimos detalhes de sua 19ª edição. A Feira Internacional do Ar e do Espaço, ou FIDAE, como é mais conhecida, ocorre em Santiago, no Chile, entre os dias 29 de março e 3 de abril. Na última edição, em 2014, foram 604 expositores, de 43 países, além de 125 aeronaves e cerca de 150.000 visitantes durante o evento. A expectativa é que esses números sejam superados em 2016.

Rússia promoverá suas aeronaves de combate na FIDAE 2016

28
Dubai Airshow-2015
Promoção de aeronaves de combate russas durante o Dubai Airshow 2015 / © Evgeny Biyatov, em caráter ilustrativo

A gigante estatal industrial russa Rostec vai promover suas principais aeronaves de combate durante a 19ª edição da FIDAE (Feira Internacional do Ar e do Espaço), que acontecerá em Santiago, no Chile, entre os dias 29 de março e 3 de abril de 2016. Diferente, entretanto, do que foi amplamente sugerido por alguns sites ditos especializados, as aeronaves não participarão do evento, e sua promoção se dará por meio de maquetes, apresentações audiovisuais e palestras.

Saab na FIDAE 2016

2

Saab na FIDAE 2016

A Saab, empresa da área de defesa e segurança, tem o orgulho de participar da Feira Internacional FIDAE, que acontece de 29 de março a 3 de abril de 2016. Na exposição, a Saab demonstrará como sua tecnologia avançada e seu pensamento inovador estão mantendo as nações e a sociedade em segurança, na América Latina.

Embraer promove portfólio completo de produtos na Fidae 2014

9
O jato executivo Phenom 300, exposto na FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
O jato executivo Phenom 300, exposto na FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A Embraer participa da 18ª edição da Feira Internacional do Ar e do Espaço, Fidae 2014, de 25 a 30 de março, no Aeroporto Internacional Arturo Merino Benítez (SCL), em Santiago, no Chile. A Empresa promoverá o portfólio completo de produtos para os segmentos de aviação comercial, executiva e soluções integradas em defesa e segurança. A Embraer ocupará o chalé B1/B2 e um estande (A63) no Pavilhão A.

Resultado Cavok Foto Quiz Especial – Consolidated PBY Catalina

13
O Canadian Vickers OA-10A Catalina que fez a aparição na FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Depois de um tempo além do normal, voltamos para o último resultado do Foto Quiz, que é a aeronave anfíbia Consolidated PBY Catalina, um bote voador norte americano da década de 1903 e 1940 que chegou a ser usado na Segunda Guerra Mundial, inclusive no Brasil. A aeronave da foto é um exemplar preservado no Chile, um Canadian Vickers OA-10A (CC-CDT / Serial 44-34085) que pertence a empresa Ibero Chilena de Aviación, de Santiago, Chile, e ainda permanece em condições de voo. Essa aeronave fez uma visita a FIDAE 2012 nos três últimos dias da feira. Vamos fazer o levantamento dos vencedores e na segunda-feira divulgaremos o resultado final da competição. Lembrando que de prêmios temos um DVD “Asas e Coração” da Esquadrilha da Fumaça, dois calendários poster do Gripen, um livro de aviação militar e um bloco de anotações da Embraer. O sorteio para os participantes vai ocorrer na segunda-feira. Bom final de semana.

Cobertura da FIDAE 2012 – Santiago, Chile (143 imagens)

15
As duas maiores estrelas da FIDAE 2012, o Airbus A380 e o Boeing 787 Dreamliner. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O Cavok Brasil esteve presente na maior feira aeroespacial da América Latina, a 17ª edição da FIDAE (Feira Internacional do Ar e do Espaço), realizado no Aeroporto Arturo Merino Benitez, em Santiago, capital do Chile, entre os dias 26 de março e 1° de abril. O evento deste ano contou com a presença de grandes aeronaves comerciais, presença de aeronaves militares que fizeram estreia na América do Sul e a tradicional presença da Esquadrilha da Fumaça, que mais uma vez encantou os chilenos, talvez uma última vez com os T-27 Tucanos. No final da matéria tem uma galeria com todas as principais imagens do evento. Para quem quiser ver mais, pode acessar as fotos do dia 27 aqui.

O Airbus A380 em voo na FIDAE 2012.
O interior do A380.

As grandes aeronaves comerciais Airbus A380 e Boeing 787 Dreamliner foram justamente os principais destaques da FIDAE 2012, além do avião de transporte militar Airbus A400M. O Airbus A380 fez sua segunda visita a Santiago do Chile (a primeira vez foi em 2008), mas este ano foi aberto para visitação (vejam fotos). O A380 estava participando de um tour pela América Latina e havia feito uma parada no Brasil antes da FIDAE. Cehgou no Chile no sábado, dia 24, e foi embora no dia 30, seguindo para Buenos Aires, antes de retornar para Toulouse na França. A aeronave A380 MSN4, que realizou seu primeiro voo no dia 18 de outubro de 2005,  estava ainda sendo usada como plataforma de testes, e seu interior estava repleto de sensores e cabos, aliás quilômetros de cabos que atravessavam toda aeronave. Ele foi remotorizada em 2008, trocando os motores Rolls Royce Trent 900 pelos motores Engine Alliance GP7200. Até o momento já realizou mais de 900 voos e 3.000 horas de voo.

O Boeing 787 Dreamliner na FIDAE 2012.
O interior do 787 Dreamliner.

A fabricante norte americana Boeing levou para FIDAE seu mais novo e moderno 787 Dreamliner, que está realizando o Dream Tour 2012. A aeronave está com o interior todo decorado e durante a FIDAE apenas realizou voos com potenciais clientes, inclusive das companhias aéreas TAM e LAN, as quais estão finalizando o acordo de fusão. Infelizmente, um voo que estava marcado com a direção das duas empresas na quarta-feira foi cancelado no final da tarde devido a uma questão relacionada ao posicionamento da aeronave muito próxima da torre de controle. A ponta da asa do 787 ficou numa posição que impedia sua saída com o trator que rebocava a aeronave. Durante a noite foi usado um novo trator com maior mobilidade e conseguiram retirar o Dreamliner da posição. A aeronave 787 ZA003 presente na FIDAE estava equipada com motores Rolls Royce Trent 1000, e de acordo com o vice-presidente de Marketing da Boeing Commercial Airplanes, Randy Timseth, o Dreamliner já possui mais de 780 encomendas de 60 clientes.

O Airbus A400M na sua passagem antes de seguir rumo a La Paz.

Um outro gigante, desta vez da área militar, foi o Airbus Military A400M que chegou em Santiago no dia 26 de março. A aeronave Grizzly 2 estava participando de testes em aeroporto de grande altitude na América do Sul, e fez uma parada nos seus voos de testes para ser apresentado no Chile. Durante o voo para o Chile, fez uma parada para reabastecimento em Salvador. Na quarta-feira, dia 28, a aeronave decolou de Santiago e seguiu para Bolívia, onde fez testes de operações de voo no Aeroporto de La Paz.

Um F-16C da Força Aérea do Chile taxia para iniciar sua apresentação.
Apresentação em voo do F-16MLU da Força Aérea Chilena.

Como sempre, os donos da casa, a Força Aérea Chilena (FACH), aproveitaram a oportunidade para mostrar todas suas aeronaves militares e compareceram com quatro caças F-16 Fighting Falcons (dois F-16Cs e dois F-16AMs, incluindo um do último lote adquirido da Holanda), um Hercules com o cockpit modernizado no conceito glass, um ENAER Pillan, um Super Tucano e um dos seus três aviões de reabastecimento aéreo KC-135 Stratotankers, além de várias outras aeronaves como A-36, Boeing 737-300, Twin Otter e F-5 Tiger III. Na área de helicópteros estavam um Bell 412, um Bell UH-1H e um Black Hawk. Durante a semana, o Exército do Chile também trouxe suas aeronaves. A Marinha Chilena compareceu com uma aeronave Pilatus e um helicóptero. Um helicóptero Ecureuil da Polícia de Investigações realizou voo de demonstração anti-crime. Se apresentando em voo, o Chile demonstrou seus caças F-16 (Block 50 e MLU) e também a sua esquadrilha de demonstração aérea Halcones, com aeronaves Extra 300L.

Um dos dois MIrage 2000C da Força Aérea Brasileira.

Mas o que mais foi sentido foi a pouco participação de aeronaves estrangeiras. A Força Aérea Brasileira foi a maior representante estrangeira deste ano, contando com as sempre presentes aeronaves T-27 Tucano da Esquadrilha da Fumaça, que vieram acompanhadas de um C-130 do Esquadrão Coral (este que não ficou exposto na feira), mais dois caças Mirage 2000C, um E-99 Guardião, um helicóptero EC725 (H-36) Caracal e um VC-99B, este último colocado fora da exposição, e que trouxe a comitiva de autoridades militares da FAB.

O KAI T-50 Golden Eagle em voo.

A Coréia do Sul levou duas unidades da aeronave mais apreciada durante a semana. A Korean Aerospace Industries levou para o Chile dois jatos Golden Eagle, um T-50 e um TA-50, um deles com a camuflagem cinza e um nas cores de treinamento da Força Aérea da República da Coreia (RoKAF), que fez belíssimas e precisas apresentações. A aeronave foi desenvolvida e está sendo comercializada com o apoio da Lockheed Martin, que disputa nos EUA o contrato para venda das aeronaves de treinamento avançado T-X da USAF.

A presença da USAF contou com um KC-10 Extender (foto) e dois F-16C.

Falando em Estados Unidos, a USAF teve uma participação pequena este ano, contando apenas com dois caças F-16C da Texas Air National Guard, um C-130 Hercules, e um KC-10 Extender de rebastecimento em voo, os quais permaneceram apenas na exposição estática. Embora eles tenham vindo para participar de um exercício militar em Antofagasta com a Força Aérea do Chile, se comparado a outros anos, a participação desde ano da USAF deixou a desejar.

O Alenia C-27J Spartan e o C-130 da USAF.

Uma impressionante apresentação em voo foi a do Alenia C-27J Spartan, que veio da Itália, com escalas em Natal e Florianópolis no Brasil, e fez manobras acrobáticas em voo, incluindo loopings e tounneaus. Seus pilotos são ex-pilotos de caças da Força Aérea Italiana, e voam a aeronave que possui os mesmos motores do C-130J. O Spartan, dependendo a configuração, pode levar até 36 macas e seis médicos, ou 46 paraquedistas, ou ainda sessenta soldados. No modo de carga, pode levar até 11,5 toneladas.

O UAV Heron da israelense IAI.

Uma das empresas com maior presença na feira foi a Israel Aircraft Industries, que levou um dos seus grandes UAV Heron e deixou ele na área de exibição estática.

O IA-63 Pampa II da Força Aérea da Argentina.

A Argentina, através da FAdeA, levou para FIDAE duas aeronaves IA-63 Pampa, uma delas, o Pampa II na exposição estática com toda gama de armamentos possíveis, e outra apresentada em voo.

O Bombardier Q400 NextGen, no qual fizemos um agradável voo sobre a região de Santiago.

A Bombardier levou para FIDAE a sua aeronave turboélice regional Q400 NextGen que realizou voos para imprensa. O Cavok Brasil esteve a bordo num dos voos, que partiu do Aeroporto Arturo Merino Benitez, foi até o litoral e retornou, com duração de 25 minutos, onde pudemos experimentar o conforto e o baio ruído de seus motores equipados com hélices com seis pás.

O jato executivo leve Phenom 300 da Embraer.

Na área de aviação executiva, a Embraer levou suas duas aeronaves Phenom, o Very Light Jet Phenom 100 e o Light Jet Phenom 300, que realizaram diversos voos para clientes em potencial, juntamente com seu representante local Aerocardal. A Embraer também esteve presente com toda sua linha de produtos expostos no stand da Embraer Segurança e Defesa e no chalé que recebeu a visita inclusive do Ministro da Defesa Celso Amorim. A presença brasileira por sinal foi bem comentada e esteve amplamente presente no Pavilhão H, contando com a presença também da AEL, do grupo Elbit Systems, que mostrou um simulador com as telas usadas nas aeronaves Super Tucano.

O impressionante jato executivo Gulfstream G-450.

A Gulfstream levou um G-450 e um G-150. A Bombardier estava presente com um Challenger 300 e um Learjet 45XR. A Cessna levou um Citation Mustang e um Citation CJ4, e a Hawker Beechcraft levou um Hawker 400XP e um  King Air, além do King Air 350ER Special Mission, o qual o Chile demonstrou interesse como plataforma de ISR para Força Aérea Chilena.

A aeronave regional Dornier Do-328.

Outras aeronaves que foram apresentadas na área estática foram um Pilatus PC-12 NG da Suíça, um GA-8 Airvan da Austrália, um Dornier Do-328 da Alemanha e um AT-802 Air Tractor e um Cirrus SR-22 dos EUA.

Asas rotativas

Um helicóptero Ecureuil da Polícia de Investigações do Chile.

Na área de asas rotativas, a Eurocopter sempre tem um destaque na feira, e este ano, além de apresentar o EC725 da FAB, levou um AS365 N3, e os executivos EC120 Colibri, EC130 e EC135, além de uma maquete do demonstrador de tecnologia X3. A AgustaWestland apresentou um AW109 dos Carabineros, que receberam um novo AW109 Power durante a semana da feira.

O helicóptero de escolta armada Bell 407AH.

A Bell Helicopter destacou para o Chile seus helicópteros 407AH de escolta armada e o modelo executivo 429. O modelo 407AH estava equipado com lançadores de foguetes e uma minigun na lateral, e está sendo oferecido ao Exército dos EUA para a competição de novo helicóptero de escolta armada.

O helicóptero polonês W-3A Sokol.

Além disso, estava presente na FIDAE um helicóptero polonês PZL W-3A Sokol e um Robinson R44.

Uma panorâmica do pátio de aeronaves na FIDAE 2012 (clique para ampliar)

No total dos 7 dias do evento, foram expostas e demonstradas em voo 120 aeronaves civis e militares, acima da previsão original de 100, de muito bom tamanho para uma feira realizada na América do Sul, principalmente num momento de restrições orçamentárias pelo mundo.

Lista de aeronaves presentes na FIDAE:

Operador Modelo Registro e Matrículas
Marinha do Chile
Escuadrón HU-1 AS-365 Dauphin 51
Escuadrón VT-1 PC-7 Turbo Trainer 211
Aeronautica Militare Italiana (AMI)
AleniaAermacchi C-27J Spartan CSX62127 (c/n 4033)
Carabineros do Chile
Prefectura Aérea (u/m) A-109E Power C-22
Exército do Chile
Batallón de Aviación Ce.208B Caravan E-133 ‘Vn. Osorno’.
Batallón de Aviación CN235AL 216 ‘Vn. Lonquimay’.
Batallón de Helicópteros AS-532AL Cougar H282 ‘Co. La Campana’.
Batallón de Helicópteros MD530FF Defender H-189 ‘Co. Colorado’.
Batallón de Helicópteros SA-330L Puma H263 ‘Co. Sombrero’.
FAA – Força Aérea da Argentina
Centro Ensayos en Vuelo IA-63 Pampa II EX-03
II Brigada Aérea F-27-400M Troopship TC-75
IV Brigada Aérea IA-63 Pampa E-818
FAB – Força Aérea Brasileira
1° GDA ‘Jaguar’ Mirage 2000C F-2000C 4946, F-2000C 4947.
1°/1°GTT ‘Coral’ C-130H Hercules C-130 2463 (apoio aos Mirage)
1º/8º GAv ‘Falcão’ EC-725 Cougar H-36 8510
2°/1°GTT ‘Cascavel’ C-130H Hercules C-130 2476 (Apoio a Esquadrilha da Fumaça)
2º/6º GAv ‘Guardião’ Embraer EMB-145 E-99 6701
EDA ‘Esquadrilha da Fumaça’ EMB-312 Tucano T-27 1308 (’7?, Nielson/Gabriel), T-27 1314 (’6?, Franklin/Ribeiro), T-27 1326 (’2?, Marcelo/Bortholin), T-27 1327 (’1? bis, André/Lins), T-27 1358 (’4?, Renó/Gasparini), T-27 1371 (’1?, Esteves/Tonisso), T-27 1381 (’3?, Boery/Queirós), T-27 1434 (’5?, Pivovar/Reginaldo).
Grupo Transporte Especial Embraer EMB-135 VC-99B 2584.
Grupo Transporte Especial Embraer EMB-145 VC-99A 2550.
FACH – Força Aérea do Chile
Escuadrilla Halcones Extra 300L 1, 2, 3, 4, 5.
Escuela Aviación Cap. Ávalos L-19 Bird Dog 324
Escuela Aviación Cap. Ávalos Schempp-Hirth Janus C V-26
Escuela Aviación Cap. Ávalos T-35 Pillán 115, 131
Grupo de Aviación No. 1 A-36 Halcón 423
Grupo de Aviación No. 1 EMB-314 Super Tucano 461.
Grupo de Aviación No. 3 (u/m) F-16C Fighting Falcon 852, 855.
Grupo de Aviación No. 4 Mirage 50C Pantera 516
Grupo de Aviación No. 5 S-70 Blackhawk H-02
Grupo de Aviación No. 7 (u/m) F-16A Fighting Falcon 724, 745.
Grupo de Aviación No. 8 Mirage 5MA Elkan 705
Grupo de Aviación No. 9 Bell 206 JetRanger H-24.
Grupo de Aviación No. 9 Bell 412 H-54.
Grupo de Aviación No. 9 UH-1H Huey H-93.
Grupo de Aviación No.10 Boeing 737-300 921 (presidencial c/s), 922 (cinza c/s).
Grupo de Aviación No.10 Boeing 767-300 985.
Grupo de Aviación No.10 C-130H Hercules 996.
Grupo de Aviación No.10 Gulfstream IV 911.
Grupo de Aviación No.10 KC-135E Stratotanker 982, 983.
Grupo de Aviación No.12 A-37B Dragonfly 608.
Grupo de Aviación No.12 F-5E Tigre III 803.
Servicio Aerofotogramétrico DHC-6 Twin Otter 940.
Servicio Aerofotogramétrico Learjet 35A 352 (presidencial c/s).
Força Aérea do México
n/n Boeing 737-200 TP-02.
Força Aérea do Uruguai
Escuadrón Aéreo No.3 (Transporte) C-130 Hercules 591.
Escuadrón Aéreo No.3 (Transporte) EMB-120 Brasilia (C-120) 550.
Museu Nacional do Ar e do Espaço do Chile
ENAER Enaer Ñamcú CC-PZC.
Escuadrilla Halcones Pitts S-2A Special 4.
Grupo de Aviación No. 1 SNJ-5 Texan 237/CC-DMI.
u/m Bell 47D-1 H-03.
u/m T-34A Mentor 138.
Polícia de Investigações do Chile
u/m AS-350 Ecureuil CC-ETE, CC-ETI.
ROKAF – Republic of Korea Air Force
1 Fighter Wing T-50 Golden Eagle 08-028 (branco e vermelho c/s).
115 Fighter Training Wing TA-50 Golden Eagle 11-065 (cinza c/s).
USAF – United States Air Force
181 AS ‘Nulli Secundus’ (136 AW/Texas ANG) C-130H Hercules 65-1366.
182 FS ‘Valor Honer/Lone Star Gunfighters’ (149 FW/Texas ANG) F-16 Fighting Falcon 87-0245, 87-0286.
412 FLTS ‘Speckled Trout’ (412 TW ‘Edwards’) C-135R Stratotanker 63-7980.
60/349 AMW ‘Travis’ KC-10A Extender 83-0080.
Operadores civis
Aero Rescate MBB Bo-105 CC-ACN.
Aerocardal Cirrus SR-22 Turbo CC-ABL (c/n 3511, pod de vigilância policial).
Aerocardal Dornier 328 CC-ACG.
Aerocondor Transportes Aéreos PBY-5A Catalina CC-CDT (“Parragué Ltda.” tls).
Aeroservicio Beech Bonanza D36 CC-AFJ.
Aeroservicio Ce.510 Citation Mustang N378CM (High Sierra Edition).
Aeroservicio Ce.525C CitationJet 4 N74CJ.
Aeroservicio Ce.560XL Citation Excel N95CC.
AgSur Air Tractor AT-802 CC-AAF ‘A1? (Martínez Ridao Chile/Infocam tls).
AgSur Air Tractor AT-802F LV-CCS.
Airbus A380 F-WWDD.
Airbus A400M EC-402 ‘Grizzly 2’.
Aviasur AgustaWestland AW-109S CC-ACK (Aerocardal tls).
Aviasur AgustaWestland AW-119Ke CC-AEA.
Aviasur Beech Baron G58 N8123G.
Aviasur Hawker Beech 4000 N8062L.
Aviasur Hawker Beech 400XP CC-CRT.
Aviasur King Air 250 CC-AFO.
Aviasur King Air 350ER N1459.
Bell Bell 407AH N407BH.
Bell Bell 429 N429BH (c/n 57005).
Boeing 787-8 Dreamliner N787BX.
Bombardier Aerospace Challenger 300 N305CL.
Bombardier Aerospace Learjet 45XR N309KC.
Bombardier Aerospace Q400 NextGen C-GLKU.
Club Aéreo Santiago Cessna 172 CC-ADF.
Club Aéreo Santiago T-34A Mentor CC-KST.
Club Aéreo Santiago Vans RV9 CC-LYB.
Club Aéreo Santiago Varga 2150 CC-CSB.
Corporación Nacional Forestal PZL Swidnik W-3A Sokol CC-ACJ.
Daher Socata Socata TBM850 N850SN (c/n 575).
EagleCopters Bell 206 CC-CPA.
EagleCopters PA-28-181 Archer LX N2442S (c/n 2843699).
EagleCopters R-44 Raven II CC-ABO.
EagleCopters R-66 Turbine CC-ACI.
Embraer EMB-500 Phenom 100 PT-TPY.
Embraer EMB-505 Phenom 300 PT-TRR.
Eurocopter AS-350 Ecureuil CC-AGZ (c/n 7299).
Eurocopter AS-365 Dauphin CC-CLJ.
Eurocopter EC-130B Colibrí CC-ABQ.
Eurocopter EC-130B4 Colibrí CC-PVV (c/n 3746).
Eurocopter EC-135 CC-CGL (c/n 0219), CC-CHS.
Flight Service Helicópteros UH-1H Huey CC-CBY.
Gippsland Aeronautics GA-8 Airvan CC-AEG (Toqui Aero Servicios tls).
Gulfstream Aerospace G-450 N432AS.
Israel Aircraft Industries Heron Multipayload 2011 (UAV).
Pilatus PC-12NG N330NX/’1330?.
Viking Air DHC-6-400 Twin Otter C-GUVT.
Visión Austral Cameron DP-90 CC-AFF (IAI/FIDAE 2012 divulgação).

No terceiro dia de feira a FIDAE começa a se transformar e as aeronaves destaques começam a diminuir suas apresentações e também começam a ir embora. Mas o fluxo de pessoas e os diversos congressos e palestras, incluindo a conferência “Wings of Change”, tomam boa parte da atenção da imprensa.

Stands

O Sukhoi Su-35 exposto no stand da Irkut Corporation.

Na área coberta dos pavilhões, o destaque ficou por conta das grandes empresas, como Boeing, Lockheed Martin, Saab, Irkut (Sukhoi) e Russian Helicopters. A Rússia apenas esteve presente com grandes maquetes de suas aeronaves nos estandes, como a do Su-35, do Yak-130 e de todos helicópteros militares e civis.

O painel do stand da Lockheed Martin mostrando a linha de produtos da empresa.

Os Estados Unidos estiveram presentes com uma grande quantidade de empresas, mas sem dúvidas a que mais apresentou novidades foi a Lockheed Martin, que mostrou imagens enormes da sua campanha para promover o F-16, o C-130, o P-3 e o (coreano) T-50. Uma novidade comentada na Lockheed foi uma versão de patrulha marítima do C-130J, desenvolvida para competir com o P-8 da Boeing. A Boeing mostrou o seu F/A-18 Super Hornet, com o simulador, e destacou o 737 MAX.

Voos nos simuladores Super Hornet e Gripen

No simulador do F/A-18F Super Hornet.
Os quatro inimigos colocados no voo no F/A-18 Super Hornet.

Falando em Boeing e Saab, as duas trouxeram seus simuladores dos caças F/A-18 Super Hornet e Gripen, respectivamente. Voamos nos dois. Primeiro voamos no Super Hornet, com a companhia do gerente de desenvolvimento de negócios internacionais, Theodore N. Herman, um veterano piloto de Hornet, que nos mostrou detalhes da utilização do novo painel com uma imensa tela touch screen. A facilidade e a quantidade de informações no display é enorme e isso apenas aumenta a capacidade já demonstrada em combate do caça embarcado norte-americano. O radar AESA do Hornet se mostrou bastante útil na hora de engajar os alvos (quatro caças MiG-29) que foram colocados no meu voo. Engraçado foi que na hora que o radar localizou os quatro “inimigos”, eles imediatamente curvaram a direita e fugiram, fazendo com que eu tivesse que aplicar o pós-combustor e correr atrás. Lancei os mísseis com uma certa facilidade e fui instruído a lançar e literalmente esquecer que havia disparado, já buscando o próximo alvo. Todos alvos aéreos atingidos, partimos para um lançamento de bombas guiadas. A tela mais uma vez ajudou, indicando através do display e do HUD o momento exato de lançamento, que fez com que o alvo fosse atingido em cheio e sem danos colaterais. Seguimos para o pouso, que mais uma vez foi de extrema facilidade, pousando na Base Aérea de Edwards.

A bordo do simulador do caça sueco Gripen.

Após voar no Super Hornet, fomos para o estande da Saab, para comparar o voo com o Gripen. A facilidade também estava presente, mas um pouco menos devido ao fato das telas ainda não serem sensíveis ao toque, mas com o piloto de testes da Saab, Capitão Danielsson informando que na versão Gripen NG também estará presente uma tela similar ao Super Hornet. Não simulamos combate aéreo, mas a extrema manobrabilidade e a facilidade no controle da aeronave faz com que o Gripen seja uma aeronave mais dócil e com melhor respostas aos comandos do piloto. Decolamos, fizemos um voo em grande altitude e depois um voo seguindo o terreno, completando com um pouso numa rodovia. Em menos de 800 metros de estrada, conseguimos parar a aeronave com muita facilidade.

Esquadrilha da Fumaça e os Halcones

A Esquadrilha da Fumaça na FIDAE.
E os Halcones do Chile.

Durante toda semana, a Esquadrilha da Fumaça, com as aeronaves T-27 Tucano, e os Halcones do Chile, com os aviões Extra 300SL, realizaram muitas apresentações, e encantaram o público. A FIDAE 2012 é a oitava participação da Esquadrilha da Fumaça no Chile. Após a FIDAE a Esquadrilha da Fumaça seguiu para Córdoba, na Argentina, onde fez apresentações nos dias 3 e 4 de abril. A novidade da Esquadrilha da Fumaça, é que no mês de maio deve receber as duas primeiras aeronaves Super Tucano para o esquadrão, com 14 aeronaves possivelmente entregues até o final do ano. Com isso, a Esquadrilha deve se despedir em 2012 dos T-27 Tucano que estão com o Esquadrão de Demonstração Aérea desde 1983. O EDA espera receber as duas primeiras aeronaves Super Tucano antes do aniversário de 60 anos nos dias 12 e 13 de maio.

A FIDAE 2012 alcançou um número de mais de 550 expositores (um aumento de 30% em relação a FIDAE 2010) com mais de 40 países (3% de aumento). A organização da FIDAE informou que a edição deste ano alcançou negócios avaliados em US$ 250 milhões (10% de aumento), com mais cerca de US$ 44 milhões gerados para o mercado de hotéis, turismo e transportes, dando emprego temporário para 9.600 pessoas. O público presente aumentou quase 6% chegando a 90 mil pessoas durante o fim de semana, enquanto o movimento profissional de imprensa, expositores e autoridades aumentou 25% para 10 mil pessoas por dia.

O Cavok Brasil gostaria de agradecer o apoio recebido pela Embraer e pela Revista HiGH durante o evento, que fez com que pudéssemos realizar mais uma cobertura internacional. Foi uma semana intensa e que com certeza serviu para aproximar ainda mais nossa equipe com os amigos chilenos.

Helibras em breve vai começar a montagem dos EC725s no Brasil

57
O helicóptero H-36 (EC725) Caracal (FAB3510) que esteve presente na FIDAE 2012. (Foto: Shephard Media)

A subsidiária brasileira da Eurocopter, a Helibras, está se preparando para iniciar a montagem de helicópteros EC725 para o programa H-XBR das forças armadas brasileiras.

Um novo edifício da linha de montagem final para o EC725 está agora completo no terreno da empresa em Itajubá, em Minas Gerais, e o trabalho no primeiro helicóptero montado no Brasil começará no início de abril com a primeira aeronave construída no país devendo fazer seu primeiro vôo cerca de ano depois.

“Houve muitas mudanças na Helibras ao longo do ano passado, e este é um momento muito emocionante para nós”, disse o CEO da Helibras Eduardo Marson Ferreira. “A nova instalação está completa e estamos avançando tanto no novo edifício da montagem do EC725 e do Esquilo, como nas nossas antigas instalações que serão utilizadas para MRO.

A força de trabalho da empresa aumentou para 655, enquanto que 45 engenheiros Helibras, que têm trabalhado ao lado de seus colegas da Eurocopter em Marignane, na França, em breve voltarão para compartilhar o seu conhecimento e experiência.

Os 16 primeiros dos 50 helicópteros EC725s encomendados pelo Brasil serão construídos na França, enquanto que a partir da aeronave 17ª em diante, os helicópteros contarão com quantidades crescentes de conteúdo brasileiro, incluindo o equipamento e componentes oriundos de fornecedores nacionais.

Até o momento, uma aeronave foi entregue a cada uma das Forças Armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica – e é a aeronave da Força Aérea (FAB3510) que fez uma viagem de 25 horas a partir do norte do Brasil para participar da FIDAE 2012.

Atualmente todas as aeronaves entregues estão numa configuração de transporte básico, mas dois dos helicópteros fabricados na França – as aeronaves de número quatro e cinco a ser entregues – serão utilizadas como protótipos para a integração de sistemas de missão que serão instalados nas aeronaves mais tarde. Tais sistemas deverão incluir sistemas de guerra anti-superfície para a versão naval.

Além disso, Marson Ferreira indicou uma possível encomenda para Helibras de EC225s que serão construídos para uso em transporte offshore, para a crescente indústria de petróleo e gás no Brasil, mas disse que mais detalhes serão revelados no momento que a nova fábrica for inaugurada oficialmente em abril.

Bem como a montagem dos EC725, a Helibras recentemente voou o primeiro protótipo do recém-atualizado AS565 Panther para o Exército Brasileiro. A empresa ganhou o contrato para atualizar 32 aeronaves Panthers, além de fabricar duas adicionais que cairam em janeiro de 2010.

A atualização inclui remotorização da aeronave com o novo Turbomeca Arriel 2C2 e uma nova suíte de aviônicos e uma cabine no conceito glass. O trabalho nos Panthers estará completo até 2021.

A empresa também está negociando as especificações finais para uma modernização da frota do Exército Brasileiro de 36 helicópteros AS350 Fennecs. O trabalho está definido para incluir a instalação de novos aviônicos e trazer a aeronave até um padrão único, ao invés da atual situação de frotas-dentro-de-frotas Fennec.

Fonte: Shephard – Tradução: Cavok

Chile prestes a lançar competição para substituir seus caças F-5

69
A Força Aérea do Chile opera ainda 16 caças F-5, os quais pretende substituir até 2020. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Os fabricantes de equipamentos de defesa que estavam exibindo os seus produtos na FIDAE no Chile, tem uma nova esperança de garantir um espaço no que parece ser o início de um novo concurso de caças na região, com a Força Aérea do Chile (FACh) possivelmente aposentando sua frota de 16 antigos caças F-5E/Fs que foram modernizados pela Northrop, e designados Tiger III Plus no Chile. A competição visa colocar em operação os novos caças até 2020.

Grande parte da frota de caças F-5 do Chile já foi substituída por caças F-16 MLU que vieram da Holanda, mas os remanescentes F-5 Tiger III, apesar de serem da década de 1970, estão equipados com radares Elta EL/M-2032 de Israel. A ideia original do Chile era de aposentar todos até 2009.

O Chile não conseguiu substituir todos caças F-5, e continou comprando caças F-16AM/BMs (MLU) da Real Força Aérea da Holanda. De um plano inicial para compra de 18 aeronaves, acabou adquirindo 36, além de 10 outros caças F-16C/Ds Block 52 adquiridos da Lockheed Martin.

Durante a FIDAE, o Cavok pode ver a presença da Boeing, que levou um demonstrador simulador do F/A-18F Super Hornet, equipado com as novas telas sensíveis ao toque que está sendo oferecido na versão International Roadmap do caça. Mas assim como não comentou sobre o F-X2, também não divulgou informações sobre uma possível competição no Chile.

A outra empresa que esteve presente foi a Saab, que também levou um simulador do caça JAS39 Gripen C, informando que participará da competição caso o Chile realmente confirmar a possível compra de novos caças. A Saab já substitiu os F-5 na Tailândia e também venceu a competição na Suíça para também substituir os F-5 Tiger II.

A Lockheed, que já possui vendas de aeronaves de caça para o Chile, também esteve na FIDAE, mas embora estivesse divulgando mais o KAI T-50, não divulgou informações sobre suas aeronaves, apenas informando que vai manter o apoio prestado a frota de caças F-16 da Força Aérea do Chile.

As empresas Dassault da França, e a BAE Systems, embora com menos destaque na feira, por não divulgarem seus respectivos caças Rafale e Eurofighter, são consideradas potenciais candidatas caso a competição seja realizada.

Embraer revela novas opções para os Phenoms

1
O jato executivo Phenom 300 da Embraer, exposto na FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A Embraer revelou durante a FIDAE 2012, no Chile, uma lista de opções para os seus Phenom 100 e 300, com estas novas opçõespara seus jatos leves Phenom, deixando eles mais atrativos aos potenciais clientes.

As novas opções para o Phenom 100 incluem assentos mais largos, do mesmo tamanho que o Phenom 300 e a possibilidade de opção para a instalação de um pequeno refirgerador para armazenamento de comida e bebidas ao invés do guarda roupa padrão. Os clientes podem também escolher aumentar a capacidade de transporte para sete passageiros (mais o piloto) com a adição de um assento extra, com a adoção de um lavatório embutido, configuração que a Embraer espera que seja popular em clientes na América Latina.

No Phenom 300, as novas opções incluem um divã de dois lugares e um sistema de informação meteorológica por satélite disponível na Europa.

LAN revela as primeiras rotas dos seus 787

2
A aeronave Boeing 787 Dreamliner (ZA003) exposta na FIDAE 2012 no Chile. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A companhia aérea chilena LAN revelou os seis primeiros destinos para a sua frota de Boeing 787 Dreamliner, o primeiros dos quais previsto para ser entregue no fim de 2012.

No decorrer da FIDAE 2012 em Santiago, a companhia da aliança Oneworld informou que começará a operar as rotas entre Santiago, Buenos Aires, Lima, Los Angeles, Madrid e Frankfurt

O primeiro 787-8 da LAN será entregue até ao final de 2012, numa total frota de 32 aeronaves a serem entregues em 10 anos, incluindo dez 787-9s. Os seus 787-8 terão uma configuração de 217 assentos em classe econômica e 30 na classe premium business.

Estes novos destinos começarão a ser gradualmente integrados durante o primeiro ano de atividade da aeronave.

“Estamos muito orgulhosos por sermos a primeira companhia aérea da América Latina a operar esta aeronave, e este novo modelo incorpora beneficios substanciais aos nossos passageiros, além de ser altamente eficiente e ecológico,” afirma Ignacio Cueto, presidente e COO da LAN.

Fonte: Flightglobal – Tradução: Cavok

Aeronave de inteligência King Air 350ER “Special Mission” demonstra interesse de clientes

11
A aeronave demonstradora King Air 350ER Special Mission durante a FIDAE 2012. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A Hawker Beechcraft Corporation (HBC) anunciou que a sua aeronave demonstradora King Air 350ER Special Missions recebeu notas altas durante sua turnê de missão especial, que começou no Bahrein, em janeiro, e continuará no início de abril, quando ele retornar da Feira International Air e Espaço (FIDAE) que ocorre no Chile.

Quando o tour terminar, o demonstrador terá percorrido mais de 40.000 quilômetros e visitado 14 países nos cinco continentes – todos dentro do cronograma e sem qualquer tipo de manutenção não programada necessária.

A turnê do Special Mission começou no dia 12 de janeiro, quando a aeronave partiu da Hawker Beechcraft Services em Chester, Inglaterra, para o Bahrain Air Show. Quando o passeio terminar, no dia 5 de abril, a aeronave terá sido exibida numa variedade de shows aéreos – incluindo o Air Show de Cingapura, Aeromed Africa Air Ambulance Show e na FIDAE – e visitado 14 países: Inglaterra, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Índia, Singapura, Indonésia, Filipinas, Malásia, Etiópia, Tanzânia, África do Sul, Peru, Chile e Estados Unidos.

Cavok nas redes sociais

62,521FãsCurtir
340Inscritos+1
6,523SeguidoresSeguir
2,505SeguidoresSeguir
10,510SeguidoresSeguir
2,780InscritosInscrever
Anúncios